Guerra do paraguai

2.712 visualizações

Publicada em

The guerra of the paraguai is aí

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.712
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
65
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Guerra do paraguai

  1. 1. GUERRA DO PARAGUAI 1865-1870
  2. 2. ANTECEDENTES O Paraguai era um país culturalmente isolado, pois não tinha margens que possibilitavam o comércio marítimo; e boa parte do país era índio e falava Guarani, uma língua incompreendida pelos outros povos. O presidente José Gaspar Rodrigues de Francia organizou o Paraguai para ser autossuficiente: distribuiu terras, acabou com as oligarquias e construiu escolas. Em 1840, já não haviam analfabetos no país. Essa independência irritou a potência inglesa, cujo sistema econômico era diferente. Os ingleses Não podiam arriscar possuírem um concorrente. Assinaram o Tratado da Tríplice Aliança (Brasil, Uruguai e Argentina) para atacar o Paraguai. Através de empréstimos, os países da Tríplice melhoraram seus exércitos e partiram para as hostilidades:
  3. 3. O CONFLITO - Em novembro de 1863, o governo paraguaio mandou prender o navio Marquês de Olinda, que estava próximo de assunção e que conduzia ao Mato Grosso o seu governador, Frederico Carneiro de Campos, que também foi preso. - Em dezembro de 1864, o Paraguai invadiu o Mato Grosso. - No começo de 1865, as tropas paraguaias invadiram Corrientes (Argentina) e logo em seguida o Rio Grande do Sul. - Em 1 de maio de 1865, Brasil, Argentina e Uruguai selam um acordo para enfrentar o Paraguai. Contam com a ajuda da Inglaterra.
  4. 4. - Em 11 de junho de 1865 ocorreu um dos principais enfrentamentos da guerra, a Batalha de Riachuelo. A vitória brasileira neste enfrentamento naval foi determinante para a derrota do Paraguai. - Em abril de 1866 ocorreu a invasão do Paraguai. - Em 1869, sob a liderança de Duque de Caxias, os militares brasileiros chegam a Assunção. - A guerra terminou em 1870 com a morte de Francisco Solano Lopes em Cerro Cora.
  5. 5. COMO TERMINOU? - Nesta guerra morreram cerca de 300 mil pessoas (civis e militares); - Cerca de 20% da população paraguaia morreu na guerra; - A indústria paraguaia foi destruída e a economia ficou totalmente comprometida; - O prejuízo financeiro para o Brasil, com os gastos de guerra, foi extremamente elevado e acabou por prejudicar a economia brasileira. - A Inglaterra, que apoiou a Tríplice Aliança, aumentou sua influência na região.
  6. 6. DADOS DA GUERRA O Paraguai sofreu grande redução em sua população. A guerra acentuou um desequilíbrio entre a quantidade de homens. Algumas fontes citam que 75% da população paraguaia teria perecido ao final da Guerra. Estimativas contemporâneas, contudo, fixam o percentual de perdas de vidas entre 15% e 20% da população. Dos cerca de 160 mil brasileiros que combateram na Guerra do Paraguai as melhores estimativas apontam cerca de 50 mil óbitos e outros mil inválidos. Outros ainda estimam que o número total de combatentes pode ter chegado a 400 mil, com sessenta mil mortos em combate ou por doenças. As forças uruguaias contaram com quase 5.600 homens, dos quais pouco mais de 3.100 morreram durante a guerra devido às batalhas ou por doenças. Já a Argentina perdeu cerca de 18 mil combatentes dentre os quase 30 mil envolvidos. Outros 12 mil civis morreram devido principalmente a doenças.
  7. 7. CONCLUSÃO SOBRE O PARAGUAI Ele sofreu destruição do Estado existente, perda de territórios vizinhos e ruína da economia paraguaia, de modo que mesmo décadas depois, não conseguiu se desenvolver da mesma forma que os vizinhos. Perdas na guerra: até 69% da população, a maioria devido a doenças, fome e exaustão física.
  8. 8. CAST Grupo: Thiago, Arthur Coura, Arthur Gomes, Túlio, Matheus Nunes Professora: Telma Turma: 9° ano / 2013 Pesquisas: Wikipedia

×