O que é o jornalismo guiado por dados?

632 visualizações

Publicada em

Apresentação preparada para o painel "Novas profissões" ligadas a dados, destinado a gestores da área técnica e desenvolvedores da PROCERGS.

Publicada em: Educação
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
632
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
73
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O que é o jornalismo guiado por dados?

  1. 1. JORNALISMO GUIADO POR DADOS Marcelo Träsel ABRAJI Famecos/PUCRS
  2. 2. O QUÊ? O jornalismo guiado por dados (JGD) pode ser definido como a aplicação de técnicas da informática e das ciências sociais na produção de narrativas jornalísticas, com o objetivo de ampliar a função da imprensa como defensora do interesse público.
  3. 3. COMO? A prática do JGD pode ser resumida como “entrevistar planilhas”. Inclui a construção de bases de dados, análise estatística, infografia, crowdsourcing, mineração de dados e desenvolvimento de aplicativos.
  4. 4. QUANDO? A primeira reportagem com ajuda de computadores foi realizada em 1952. Entre os anos 1970 e 2000, a Reportagem Assistida por Computador (RAC) foi uma subcultura nas redações. A partir de 2005, o interesse no JGD foi renovado.
  5. 5. POR QUÊ? Os principais fatores para o desenvolvimento do JGD foram a diminuição no custo dos computadores, a ampliação do acesso à Internet, o surgimento de aplicativos simples para análise e visualização de dados e a adoção de políticas de dados abertos por governos e
  6. 6. QUEM? Desde repórteres agindo solitariamente até grandes redações produzem JGD. Muitos programadores e ativistas também se engajam nestas práticas. As empresas com mais recursos criam equipes que combinam programadores, jornalistas e designers.
  7. 7. ONDE? Enquanto a RAC foi um fenômeno bastante restrito aos Estados Unidos, há gente produzindo JGD do Quênia à Alemanha, do Brasil a Hong Kong; do New York Times ao European Journalism Centre, do Estadão à Transparência Hacker.
  8. 8. ESTADÃO DADOS http://blog.estadaodados. com
  9. 9. GAZETA DO POVO http://www.gazetadopovo.c om.br
  10. 10. NEW YORK TIMES http://www.nytimes.com/
  11. 11. FIVE THIRTY EIGHT http://fivethirtyeight.com/
  12. 12. ICIJ http://www.icij.org/
  13. 13. FALTOU ÁGUA http://www.faltouagua.co m/
  14. 14. ABRAJI http://www.abraji.org.br/

×