Arte publicitária i princípios básicos do design e tipografia

924 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
924
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
27
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Arte publicitária i princípios básicos do design e tipografia

  1. 1. Arte Publicitária I Princípios Básicos do Design & Tipografia
  2. 2. Princípios Básicos • Proximidade • Alinhamento • Contraste • Repetição
  3. 3. Proximidade •Elementos similares devem estar próximos. Por exemplo, acima deste de parágrafo existe o título “Proximidade”. Se eu colocasse o título três linhas acima do início deste parágrafo, isso poderia gerar certa confusão pra você leitor; você estaria se perguntando “O que essa palavra tá fazendo aí no meio do texto? É uma palavra-chave? Qual a relação dele com o resto do texto?”. •A regra é: não faça a pessoa ter que pensar nisso. Se ela ficar se questionando o por que desta distância, ela não vai conseguir concentrar-se no conteúdo. O mesmo vale para imagens: se uma imagem não têm nexo nenhum com uma segunda, por que deixá-los próximos? Vamos manter uma distância para não confundir a pessoa que está visualizando a obra. Aproximando elementos similares, você diminui a confusão, e deixa a informação mais clara e direta. •De que forma?
  4. 4. Proximidade
  5. 5. Alinhamento • Aqui no Ocidente, sempre começamos a olhar algo começando do canto superior esquerdo descendo pela lateral. Se eu alinhasse apenas este parágrafo do centro pra direita da página (deixando o resto do texto como está), possivelmente seus olhos iriam ignorar este parágrafo e passar adiante. • Se começar a alinhar algo pela esquerda, alinhe tudo pela esquerda. Se for pra alinhar tudo a direita, alinhe tudo pela direita. Se alinhar a um, dois ou quatro centímetros da borda, alinhe tudo a um, dois ou quatro centímetros da borda. Evite a todo custo alinhar texto pelo centro: isto dá um ar de desordenado e a pessoa se perde facilmente quando vai de uma linha pra outra, já que ela não têm um ponto de referência fácil (no caso, o início da última linha lida).
  6. 6. Alinhamento
  7. 7. Contraste • Não é incomum de ver gente usando fundo amarelo com letra branca. Pessoal, amarelo é muito próximo do branco. Se você colocar aquilo no sol, o pessoal não vai conseguir ler nada. Contraste é algo importantíssimo, ainda mais quando existe uma figura e um fundo. Convenhamos, até quando não existe um fundo, existe uma cor da mídia (por exemplo, o papel ou a tela do PC). Claro, dá pra colocar um texto preto sobre um papel branco. É uma ótima forma de contraste. Mas se quiser destacar algo em amarelo, por que não colocar uma tarja preta no fundo desta palavra? É uma ótima forma de contraste; faz aparecer bem aquilo que você quis que se destacasse e não acabou sumindo no fundo. • E contraste não é só de cor, mas de elementos também. Uma frase com tipografia diferente do restante do texto pode ser contrastante. Até uma palavra ou frase negritada pode dar o ar de contraste. Isso serve não só para destacar algo, mas também para diferenciar dois elementos.
  8. 8. Contraste
  9. 9. Repetição • Quando falo sobre repetição, estou falando sobre repetição de elementos visuais. Em um site, por exemplo, você deve repetir a estrutura dele em todas as páginas internas. Ou seja, nada de mudar a posição do menu nas páginas internas. • A repetição de elementos é importante especialmente para a pessoa saber que ainda está no mesmo site. No caso do design de impressos, você pode repetir a cor, fontes, relações espaciais, etc. A repetição cria uma sensação de organização.
  10. 10. Repetição
  11. 11. Arte Publicitária I Tipografia
  12. 12. Tipografia x Tipologia •A Tipografia é conhecida como o método de impressão baseado na montagem dos TIPOS MÓVEIS, criado por Johanes Gutemberg, inventor da imprensa, e está em extinção com o desenvolvimento do computador e dos softwares de editoração eletrônica. •Tipologia, no entanto, é o estudo da formação dos tipos. Essa por sua vez cresce a cada dia, principalmente com a importância do design gráfico e digital.
  13. 13. Fonte • Vem do latim Fundere, que significa “Fusão de Metais. E é o mesmo significado de “Tipologia” • Um alfabeto inteiro pode ser chamado de FONTE
  14. 14. Família • Variações baseadas em um único design:
  15. 15. Anatomia do Tipo de Letra
  16. 16. Características das Fontes
  17. 17. Normal, Negrito e Itálico
  18. 18. Tipos Antigos
  19. 19. Tipos Egípcios ou Modernos
  20. 20. Letra Bastão ou Sem Serifa
  21. 21. Letra Manuscrita
  22. 22. Letras de Fantasia
  23. 23. Expressão das Fontes
  24. 24. As fontes mostram as marcas
  25. 25. Saber usar as fontes certas
  26. 26. Algumas dicas • A tipologia segue as tendências da Moda; • Ao trabalhar, experimente três ou quatro tipos de fontes • A fonte deve ser a mais legível possível, para facilitar a leitura do anúncio •Produtos masculinos pedem fontes sem serifa •Produtos femininos pedem fontes manuscritas •Tipos serifados e clássicos resistem ao tempo •Tipos favoritos dos diretores de arte: TIMES, GARAMOND, BODONI,
  27. 27. Nova Análise: serifa x sem serifa
  28. 28. Classificação de Letras
  29. 29. Classificação - Continuação
  30. 30. Classificação - Continuação
  31. 31. Nova anatomia das Fontes
  32. 32. Anatomia
  33. 33. Classificação
  34. 34. Espaçamento entre Letras
  35. 35. Vamos analisar os seguintes anúncios...

×