Aee surdez

14.026 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
1 comentário
3 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
14.026
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
116
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
327
Comentários
1
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aee surdez

  1. 1. Programa Educação Inclusiva: Direito à diversidade Nilde Conceição Pinheiro Profª Especialista [email_address] (98) 3212-8215
  2. 2. <ul><li>Tendências atuais no campo da educação de surdos: enfoque no atendimento educacional especializado </li></ul>
  3. 3. <ul><li>No meio do caminho tinha um pedra, </li></ul><ul><li>Tinha uma pedra no meio do caminho, </li></ul><ul><li>Tinha uma pedra no meio do caminho, tinha uma pedra, </li></ul><ul><li>Nunca mais me </li></ul><ul><li>esquecerei desse </li></ul><ul><li>acontecimento, </li></ul><ul><li>Na vida de minha retinas tão fatigadas. </li></ul><ul><li>Nunca esquecerei que no meio do caminho tinha uma pedra </li></ul><ul><li> Carlos Drummond de Andrade. </li></ul>
  4. 4. <ul><li>Historicamente, as barreiras comunicacionais e atitudinais, são as “pedras” no contexto social das pessoas surdas. </li></ul><ul><li>Não se pode falar nas tendências atuais no campo da educação de surdos sem evidenciar 03 aspectos: </li></ul><ul><li>A língua de sinais como língua de instrução do sujeito surdo; </li></ul><ul><li>Diferentes abordagens educacionais </li></ul><ul><li>O advento do paradigma inclusivo no contexto social e educacional do sujeito surdo </li></ul>
  5. 5. <ul><li>O paradigma da educação inclusiva inverte a lógica do modelo de escola que atua para confirmar as capacidades hierarquicamente selecionados e passa a entender o potencial presente na capacidade de cada um construir conhecimentos, individual e coletivamente. </li></ul><ul><li>Não se trata de um novo caminho metodológico e sim de uma ruptura definitiva com as formas tradicionais de entender e lidar com o conhecimento </li></ul>
  6. 6. <ul><li>É com essa perspectiva que abordaremos o atendimento educacional especializado aos alunos com surdez </li></ul><ul><li>A atual política nacional de Educação Especial na perspectiva da Educação Inclusiva preconiza que: </li></ul><ul><li>A Educação Especial é uma modalidade de ensino que perpassa todos os níveis, etapas e modalidades e realiza o atendimento educacional especializado , disponibiliza os recursos e serviços e orienta quanto a sua utilização no processo de ensino e aprendizagem nas turmas comuns do ensino regular </li></ul>
  7. 7. <ul><li>O atendimento educacional </li></ul><ul><li>especializado tem como função: </li></ul><ul><li>► Identificar, elaborar e organizar </li></ul><ul><li>recursos pedagógicos </li></ul><ul><li>e de acessibilidade que </li></ul><ul><li>eliminem as barreiras, </li></ul><ul><li>possibilitando a plena </li></ul><ul><li>participação dos alunos, </li></ul><ul><li>considerando suas </li></ul><ul><li>necessidades específicas </li></ul>
  8. 8. O atendimento educacional especializado para os alunos com surdez: uma proposta inclusiva <ul><li>Modalidade de ensino definida em uma proposta pedagógica, assegurando um conjunto de recursos e serviços educacionais especiais, organizados institucionalmente para apoiar, complementar ou suplementar os serviços educacionais comuns, de modo a garantir a educação escolar de todos os alunos </li></ul>
  9. 9. <ul><li>O atendimento educacional especializado para os alunos com surdez: uma proposta inclusiva </li></ul><ul><li>Visando remover barreiras pedagógicas e linguísticas, divide-de em três momentos: </li></ul><ul><li>O atendimento educacional especializado em libras ( Língua Brasileira de Sinais) </li></ul><ul><li>2. O atendimento educacional especializado para o ensino de libras </li></ul><ul><li>3. O atendimento educacional especializado para o ensino de língua portuguesa. </li></ul>
  10. 10. O Atendimento Educacional Especializado em Libras <ul><li>Constitui um dos momentos didáticos-pedagógicos para alunos com surdez matriculados na escola comum </li></ul><ul><li>A organização didática desse espaço de ensino requer o uso de recursos visuais e todo tipo de referência que colabore com a aquisição do conhecimento do aluno com surdez </li></ul><ul><li>O professor que atua nesse momento didático precisa ter proficiência em Língua de Sinais </li></ul>
  11. 11. O atendimento Educacional Especializado para o ensino de Libras <ul><li>Este atendimento constitui outro momento didático-pedagógico para os alunos com surdez. Este trabalho é realizado pelo professor e/ou instrutor de Libras (preferencialmente surdo) e consiste em: </li></ul><ul><li>► Aprofundar o conhecimento em Libras do aluno surdo </li></ul><ul><li>► Criar sinais, caso não exista para ser aplicado na sala de aula comum </li></ul>
  12. 12. <ul><li>► A valiar a aprendizagem dos alunos em relação a evolução conceitual de Libras </li></ul>
  13. 13. O atendimento Educacional Especializado para o ensino de Língua Portuguesa <ul><li>O ensino de L2 deverá ser desenvolvido por um professor ouvinte e que conheça os pressupostos linguísticos e que acredite na proposta de desenvolver competências gramatical e linguística ao aluno surdo exposto ao bilinguismo social </li></ul>
  14. 14. <ul><li>Nesta perspectiva o AEE em língua portuguesa deverá ser organizado, respeitando alguns princípios: </li></ul><ul><li>► Riqueza de materiais e recursos visuais; </li></ul><ul><li>► Amplo acervo textual em língua portuguesa; </li></ul><ul><li>► Dinamismo e criatividade na elaboração de serviços; </li></ul>
  15. 15. <ul><li>É preciso, portanto, garantir a aprendizagem dos alunos com surdez nas turmas do ensino regular tendo como retaguarda a realização do Atendimento Educacional Especializado - AEE </li></ul>
  16. 16. <ul><li>“ Assim como os pássaros têm asas, o homem tem língua” </li></ul><ul><li>OBRIGADA! </li></ul>

×