Clube Desportivo de OdiáxereÉpocaDesportiva2012/2013Futebol Sénior
Considerações Gerais* Chegado à 1ª Divisão na época desportiva 2008/2009, o C.D. de Odiáxere volta apoder conviver com os ...
ANÁLISE C.D. ODIAXERE(3/13)Aspetos Ofensivos ( 2ª volta2012/2013)Ricardo PiedadeHernâni PilhasUrielMarquinhoRafaChiquinhoV...
ANÁLISE C.D. ODIAXERE(4/13)Aspetos OfensivosOrganização ofensiva(continuação)Vitinha apresenta grande capacidade técnica e...
ANÁLISE C.D. ODIAXERE(5/13)Saída de bola Saída de bola em organização* Saída curta a partir do guarda-redes quasesempre co...
ANÁLISE C.D. ODIAXERE(6/13)Sistema de JogoSistema de jogo* 4x3x3 em quase todos os jogos da segundavolta*4x2x3x1 nos jogos...
ANÁLISE C.D. ODIAXERE(7/13)Sistema de JogoOrganização defensiva* Equipa organizada em bloco médio/alto. Pressing individua...
Transição defensiva* Mudança de atitude média/alta. O comportamento maisobservado foi o de ataque à bola e de tentativa de...
ANÁLISE C.D. ODIAXERE(9/13)Esquemas táticos defensivosCanto ContraJunto ao poste: MarquinhoEntre o poste e a linha defensi...
ANÁLISE C.D. ODIAXERE(10/13)Esquemas táticos ofensivosCantosSINAL - 1 Braço no arBatem: Chiquinho e Hagi1 poste: Pilhas, U...
ANÁLISE C.D. ODIAXERE(11/13)Esquemas táticos ofensivosLivres LateraisBatem: Chiquinho e HagiEntram para cabeceamento: Urie...
ANÁLISE C.D. ODIAXERE(12/13)Esquemas táticos ofensivosLançamentosLançam: Marquinho ou RafaPara desviar ao 1º poste: Pilhas...
Outras observaçõesA equipa teve pouco apoio interno e poderá em situação decontrariedade mostra alguma instabilidade emoci...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Relatorio de Observaçao Clube desportivo de odiáxere

1.177 visualizações

Publicada em

Relatorio de Observaçao da Equipa senior masculina do C.D. Odiaxere e´poca desportiva 2012/2013- AF. Algarve

Publicada em: Esportes
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.177
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
97
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
26
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Relatorio de Observaçao Clube desportivo de odiáxere

  1. 1. Clube Desportivo de OdiáxereÉpocaDesportiva2012/2013Futebol Sénior
  2. 2. Considerações Gerais* Chegado à 1ª Divisão na época desportiva 2008/2009, o C.D. de Odiáxere volta apoder conviver com os grandes do Futebol Algarvio, após vários anos pelocampeonato da 2ª divisão. Houve nessa altura necessidade de se criar um equipanova, usufruindo de algum fulgor financeiro, fruto do Bum da construção e dasreceitas do bar do Clube. Toni Seromenho, é o rosto de uma equipa bastantejovem que procura honrar as famosas camisolas às riscas azuis e pretas com umacampanha que lhe valeu o estatuto de equipa revelação logo na época de estreia,ficando no 7 lugar e chegando às meias finais da taça do Algarve, tendo sidoeliminada pelo poderoso Farense na transformação de grandes penalidades. Sefora de casa o Odiáxere fazia excelentes resultados, no seu reduto tinha algunsproblemas quando apanhava equipas mais experientes ou equipas queexplorassem as transições ofensivas contra uma equipa que se tornavavulnerável por assumir sempre o processo ofensivo.A equipa Costuma ter muitos jogadores jovens que devido às boas prestaçõescoletivas e individuais começam a ser cobiçados, alguns deles saem no final datemporada para campeonatos de divisões superiores.* O campo sempre foi um entrave, tanto na implementação de um sistema de jogoidealizado pela equipa técnica que ambiciona um modelo eficaz através de umjogo atrativo, com bola no chão e com muitos golos.* O processo de treino também sofreu muitos constrangimentos pelos fato de sercampo único e servir todas as equipas da formação, não permitindo os atletas detreinarem tão cedo como desejado.ANÁLISE C.D.ODIAXERE(2/13)CONSIDERAÇÕES GERAIS
  3. 3. ANÁLISE C.D. ODIAXERE(3/13)Aspetos Ofensivos ( 2ª volta2012/2013)Ricardo PiedadeHernâni PilhasUrielMarquinhoRafaChiquinhoVitinhaHagiJoniFilipe BorgesOrganização ofensivaEquipa organizada em 4x3x3. 4x2x3x1 também muito usado emsituações de vantagem especialmente em casa ou com adversáriospoderosos.Em todos os jogos houve intenção estratégica de construir curto apartir do guarda-redes, com os centrais a servirem de referência para oprimeiro passe. Consistente em posse e uma ameaça tanto a colocarbolas entre linhas, como a atacar o espaço em iniciativas individuais.Pilhas e Rafa mais práticos e menos confortáveis em posse. Podemsentir dificuldades se o adversário bloquear as acções de Uriel e/oufizerem pressão mais alta.Clara intenção consciente em não passar etapas correndo riscomesmo na 1ª fase de construção com Hernâni a sair quase sempre ajogar e a colocar preferencialmente em Uriel. Quando tem que jogarcomprido, eficiente o papel de Filipe Borges a baixar e temporizar ou adesviar para a entrada de um dos avançados mais laterais (realcetambém para a combinação muto perigosa e já com muitos anos entreFilipe Borges e Vitinha, no lado direito). De resto, destaque para a boaqualidade colectiva dos triângulos Uriel-Chiquinho-Hagi- e Hagi-Vitinha/Joni- Filipe Borges. Boas combinações, independentemente doselementos. Boa mobilidade e dinâmica dos dois médios centrosinteriores (Hagi e Chiquinho); jogam sempre em aproximação aoportador da bola (cobertura ofensiva) e vão alternando movimentosmais verticais (Hagi ameaça em remates de fora de pé esquerdoperigoso muito perigoso a receber em aproximação no centro doterreno e a inverter o corredor (esquerda-direita, essencialmente e;Chiquinho muita qualidade no passe e preigoso nos remates de fora emsegundas bolas).Em 3ª fase, as atenções viram-se quase todas para a imprevisibilidadede Vitinha e Joni nas alas e as múltiplas trocas com os médiosinteriores dos seus lados. Filipe Borges surpreende pela envergadura ecapacidade no jogo aéreo bem como pela capacidade de reter a bola eesperar que a equipa suba no terreno.
  4. 4. ANÁLISE C.D. ODIAXERE(4/13)Aspetos OfensivosOrganização ofensiva(continuação)Vitinha apresenta grande capacidade técnica e poder no 1x1embora já não seja um jovem quando está bem é umdesequilibrador. pela maneira como conduz e dribla emvelocidade e pela capaciadade de concretizaçao. Ameaça tanto aconduzir para dentro (combinação com Filipe Borges) como nadirecção da linha de fundo. Joni é alternativa (velocidade e 1x1embora mais trabalhão é igualmente eficaz).* Com Vitinha lesionado, Tommy deverá ser deslocado para aesquerda onde tentará dar continuidade ao excelente fim de época(jogador muito criativo e desequilibrador é num entantoirresponsável taticamente). Grande velocidade, precisão nocruzamento e excelente capacidade de finalização. Diogo ouSérgio Brito Podem actuar mais nas costas de Filipe Borges comoboas alternativas a Hagi ou mesmo na posição 8 a ChiquinhoTelmo é bastante forte fisicamente e uma ameaça no jogo aéreo.Boa presença dentro da área. Apesar de demonstrar algumasdificuldades em dar sequência à maioria das bolas que passampor si, é importante manter algum controlo nas suas acções semdeixar que os previsíveis erros técnicos (passe e recepção) levema algum relaxamento.).Transição ofensivaMudança de atitude média. Quando recuperam a bola em zonarecuada a retirada é predominantemente horizontal, com passescurtos e muita assertividade. Hagi e Chiquinho dão quase semprelinha de passe em aproximação ao portador da bola no corredorde recuperação da posse. Em recuperações em zonas maisavançadas a saída é rápida e vertical, com Joni e Vitinha muitoperigosos.
  5. 5. ANÁLISE C.D. ODIAXERE(5/13)Saída de bola Saída de bola em organização* Saída curta a partir do guarda-redes quasesempre com Hernâni como referência (o centralda equipa mais experiente e que assume sempre ojogo)( figura 1).* Quando os centrais não conseguem receber , éo médio defensiva Uriel a tentar inicial a 1ª fasede construção( figura em baixo).*Se ainda assim não conseguirem receber, oscentrais fazem uma movimentação vertical, saindoda sua zona levando os avançados consigo eaparecem os laterais para receberam a bola einiciarem eles a 1ª fase de construção(figura 2)* Destaque para o triângulo Pilhas– Hernâni -Urielcomo principais opções.*Em caso de vantagem tangencial ou perto dofinal do jogo, a equipa corre menos riscos e jogamais direto, quase sempre na direção de FilipeBorges.
  6. 6. ANÁLISE C.D. ODIAXERE(6/13)Sistema de JogoSistema de jogo* 4x3x3 em quase todos os jogos da segundavolta*4x2x3x1 nos jogos ou períodos com resultadosfavoráveis e com vantagem no marcador, ou nosjogos fora com equipas poderosas
  7. 7. ANÁLISE C.D. ODIAXERE(7/13)Sistema de JogoOrganização defensiva* Equipa organizada em bloco médio/alto. Pressing individual por sector a partirdo momento em que a bola entra na 1ª fase de construção contraria.Posicionamento defensivo em 4 linhas - 4x1x2x3 ou). Filipe Borges ou osoutros avançados deixam colocar a bola num central ou num lateral onde aequipa acelera imediatamente basculando no sentido da bola para recuperar aposse ou evitando que a equipa contrario bata com qualidade para o nossomeio campo defensivo*As duas linhas do meio campo procuram constantemente a recuperação daposse através de marcação individual por zona. Central Pilhas desposiciona-secom facilidade existindo alguma complementaridade entre (e intra) sectores (omédio centro Uriel recua para equilibrar; permitindo ao outro central formarlinha de cobertura atrás do central que sai à bola). Individualmente fortes nosduelos, principalmente aéreos. Laterais rápidos, e fortes no 1x1 defensivoembora sintam alguma dificuldade a fechar por dentro e no jogo aéreo devido àsua baixa estatura).* Médio defensivo(Uriel) muito forte nos duelos individuais e igualmente forteno jogo aéreo, sendo o jogador que disputa sempre a 1º bola área defensiva, énum entanto muito agressivo e comete muitas faltas. Pouca preocupaçãocolectiva com a coordenação da linha defensiva; não tiram partido da regra dooffside. Ala direito (Joni) bastante disponíveis e agressivos defensivamente, mascom algumas distrações posicionais, ala direito( vitinha) precisamente ocontrario, pouco agressivo e pouco disponível para ações defensivas. O jogadorna posição 10( Hagi) não é muito forte no jogo aéreo , mas tem evoluído muitona capitulo do choque /contacto. O avançado Filipe Borges posiciona-seestrategicamente a nível defensivo trabalha bem nesse capitulo, mas resguarda-se mais para as ações ofensivas. Muito importante nos esquemas táticosdefensivos. Chiquinho é de estatura baixa mas é agressivo e muito inteligentetaticamente.* Ricardo Piedade com presença na baliza, seguro e capaz de grandesintervenções Denota por vezes desconforto e falta de confiança nos colegas ajogar curto e na articulação falada com alguns colegas do eixo mais recuado, noentanto tem sido muito seguro, decisivo e regular.
  8. 8. Transição defensiva* Mudança de atitude média/alta. O comportamento maisobservado foi o de ataque à bola e de tentativa derecuperação imediata da posse; quem está mais próximo dabola acelera imediatamente sobre o seu portador com oobjectivo de roubar a bola ou temporizar a jogada. Algumadesorganização pelo facto de a pressão serpredominantemente individual ou, quanto muito, grupal.(Joni, Hagi e Chiquinho são os mais reactivo nestassituações).* Tempo de mudança de atitude por parte de alguns jogadoresrelativamente alto, principalmente Vitinha e Filipe Borges.aesquerda. Com o adversário em organização ofensiva arecomposição da equipa é bastante eficiente.ANÁLISE C.D. ODIAXERE(8/13)Sistema de Jogo
  9. 9. ANÁLISE C.D. ODIAXERE(9/13)Esquemas táticos defensivosCanto ContraJunto ao poste: MarquinhoEntre o poste e a linha defensiva: Uriel1.ª Linha (Defesa à Zona): hernani, rafa, Pilhas, Hagi e FilipeB.2.ª Linha : ChiquinhoNa Frente: Vitinha e JoniApós cortar a bola a equipa sai toda em conjunto semprecom olho na bolaO jogador da posição 8 Chiquinho sai rapidamente aoportador da bola e é responsável pela transiçãoofensivaOs jogadores 7 e 11 Joni e Vitinha saem rápido e tentamem transições rápidas acercarem-se da balizaadversáriaLivre Lateral ContraNa barreira: Joni e HagiMarcação à zona (Todos em Linha e activos)Hernâni,Pilhas, Filipe Borges, Rafa, Marquinho e UrielEntrada da área: ChiquinhoNa Frente: VitinhaApós cortar a bola a equipa sai toda emconjunto sempre com olho na bolaO número 8 Chiquinho sai rapidamente aoportador da bola e lança a transição ofensivaProtecção ao GR: RafaLivre Frontal ContraNa barreira: Hagi, Joni, Marquinho e RafaMarcação Individual: Hernâni, Pilhas, Uriele Filipe BorgesEntrada da àrea: ChiquinhoFrente: VitinhaApós cortar a bola a equipa sai toda emconjunto, sempre com olho na bola. Onumero 10 Chiquinho sai rapidamente aoportador da bola e tenta lançar a transiçãoProtecção ao GR: Rafa
  10. 10. ANÁLISE C.D. ODIAXERE(10/13)Esquemas táticos ofensivosCantosSINAL - 1 Braço no arBatem: Chiquinho e Hagi1 poste: Pilhas, Uriel e Flipe B. Filipe e Diogo atacam o 1ºpostePilhas sai da zona e ataca o 2º posteEntrada da area: Joni que vai á entra da pequena areaE Vitinha que vai à marca de grande penalidadeFicam ca atrás sempre Hernâni, Marquinho e RafaSINAL - 2 Braços no arBatem: Chiquinho e Hagi1 poste: Pilhas, Uriel e Flipe B. saem ate á entrada dapequenaarea e atacam a balizaEntrada da area: Joni que vai á entra da pequena areaE Vitinha que vai à marca de grande penalidadeFicam ca atrás sempre Hernâni, Marquinho e Rafa
  11. 11. ANÁLISE C.D. ODIAXERE(11/13)Esquemas táticos ofensivosLivres LateraisBatem: Chiquinho e HagiEntram para cabeceamento: Uriel, Filipe B., Vitinha,Pilhas e JoniProcesso defensivoEm cima da linha de meio campo: Rafa e MarquinhoUm pouco mais á frente: HernâniBatem: Chiquinho e HagiEntram para cabeceamento: Uriel, Filipe B., Pilhas eJoniMovimento lateral e finalizaçao: VitinhaProcesso defensivoEm cima da linha de meio campo: Rafa e MarquinhoUm pouco mais á frente: Hernâni
  12. 12. ANÁLISE C.D. ODIAXERE(12/13)Esquemas táticos ofensivosLançamentosLançam: Marquinho ou RafaPara desviar ao 1º poste: Pilhas e Filipe B.Atacam o desfio: Diogo, Joni e VitinhaCobertura ofensiva: HagiVariante BOs homens do desvio saem e aparece lá um jogador nalinha defundo a devolver a bola para ser centrada para ointerior da área
  13. 13. Outras observaçõesA equipa teve pouco apoio interno e poderá em situação decontrariedade mostra alguma instabilidade emocional.A entrada de Luís Morgado acompanhando a equipa, desmistificou aideia que os árbitros nos prejudicavam constantemente tendo sidomuito importante.A entrada de 3 juniores no final da época veio trazer muito sanguefresco e irreverência .A equipa só perdeu 2 jogos na 2º volta jogando com poucas alterações.A falta de condições uniu o .grupo e tornou-o mais forte.ANÁLISE C.D.ODIAXERE(13/13)Outros Aspetos

×