• Compartilhar
  • Email
  • Incorporado
  • Curtir
  • Salvar
  • Conteúdo privado
Aparelho reprodutor feminino
 

Aparelho reprodutor feminino

on

  • 2,273 visualizações

 

Estatísticas

Visualizações

Visualizações totais
2,273
Visualizações no SlideShare
2,273
Visualizações incorporadas
0

Actions

Curtidas
1
Downloads
70
Comentários
0

0 Incorporações 0

No embeds

Categorias

Carregar detalhes

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Direitos de uso

© Todos os direitos reservados

Report content

Sinalizado como impróprio Sinalizar como impróprio
Sinalizar como impróprio

Selecione a razão para sinalizar essa apresentação como imprópria.

Cancelar
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Sua mensagem vai aqui
    Processing...
Publicar comentário
Editar seu comentário

    Aparelho reprodutor feminino Aparelho reprodutor feminino Presentation Transcript

    • Aparelho Reprodutor Feminino
    • Aparelho Reprodutor Feminino CONSTITUIÇÃO: Dois Ovários Duas Tubas Uterinas O Útero A Vagina E a Genitália Externa
    • Aparelho Reprodutor Feminino
    • Aparelho Reprodutor Feminino
    • Estrutura dos Ovários São glândulas de forma ovóide (ou amêndoa) com cerca de 5cm de comprimento. Zona medular: região interna do ovário, ricamente vascularizada. Zona cortical: região periférica do ovário, com numerosos folículos ovarianos em diferentes estádios de desenvolvimento.
    • Estrutura dos Ovários
    • Estrutura dos Ovários
    • Estrutura dos Ovários
    • Ovogênese Processo de produção de gametas femininos (ovócitos). Ocorre nos ovários. Tem início no embrião, com formação de TODAS as ovogônias (3 ao 5 mês de vida intrauterina). Durante a vida fetal as ovogônias proliferam por divisão MITÓTICA e crescem para formar os ovócitos primários. Esses ovócitos primários permanecem em prófase (da primeira divisão meiótica) até a adolescência.
    • Ovogênese A partir da puberdade e até a menopausa ocorre, em cada ciclo menstrual, a maturação de um ovócito primário – ou seja – ele conclui a sua PRIMEIRA DIVISÃO MEIÓTICA, tornando-se um ovócito secundário.
    • Ovogênese
    • Folículo Primordial
    • Folículo em Crescimento (folículo primário unilaminar, folículo primário multilaminar, folículo antral)
    • Folículo Maduro (folículo de Graaf)
    • Evolução dos folículos ovarianos
    • Evolução dos folículos ovarianos
    • Evolução dos folículos ovarianos
    • OVULAÇÃO Sob influência do pico de hormônio LH ocorre o rompimento do folículo maduro e liberação do ovócito secundário para a tuba uterina. Se esse ovócito não for fertilizado em 24 horas ele será degenerado.
    • OVULAÇÃO
    • OVULAÇÃO
    • OVULAÇÃO
    • Ciclo Ovariano Tem uma duração média de 28 dias. Divide-se em: Fase folicular (14 dias); Ovulação; Fase luteínica (14 dias).
    • Ciclo Ovariano Fase folicular: desenvolvimento de 6 a 12 folículos ovarianos que iniciam, mensalmente, o processo de maturação. Esses folículos são responsáveis pela produção de estrógeno (hormônio). Apenas um dos folículos conclui a maturação, degenerando os restantes. Ocorre a ovulação. Fase luteínica: formação, evolução e regressão do corpo amarelo menstrual ou corpo lúteo menstrual.
    • Ciclo Ovariano Após a ovulação ocorre a formação do corpo amarelo menstrual no lugar onde existia o folículo dominante. O corpo amarelo menstrual será responsável pela produção da progesterona, hormônio importante para a gravidez. A progesterona e o estrógeno são fundamentais para o amadurecimento do endométrio (camada interna do útero), tendo a ação de estimular o desenvolvimento e a secreção das glândulas do endométrio, que terá importância para a nutrição do embrião nos primeiros dias da gravidez.
    • Corpo amarelo (lúteo) menstrual
    • Ciclo Ovariano Se não houver gravidez, o corpo amarelo menstrual terá uma duração limitada de 14 dias. A regressão do corpo amarelo menstrual causa queda nos níveis hormonais, causando a MENSTRUAÇÀO! O primeiro dia do sangramento é considerado o primeiro dia do próximo ciclo menstrual, no qual os eventos descritos se repetirão.
    • Ciclo Ovariano Não ocorrendo a gravidez, após 14 dias, o corpo amarelo menstrual se degenera, e em seu local é formado uma CICATRIZ de tecido conjuntivo denso, chamando CORPO ALBICANS.
    • Ciclo Ovariano
    • Ciclo Uterino ou Ciclo Menstrual Paralelamente ao ciclo ovariano, ocorre o ciclo uterino, ou CICLO MENSTRUAL, com alterações do endométrio (camada de revestimento interna do útero). Essas alterações, induzidas por estrógeno e progesterona (hormônios ovarianos), ocorrem normalmente em ciclos de 28 dias.
    • Ciclo Uterino ou Ciclo Menstrual Divide-se em: Fase menstrual; Fase proliferativa; Fase secretora. O começo do ciclo menstrual ocorre no dia que inicia o sangramento.
    • Fase Menstrual Não havendo fecundação, o corpo amarelo deixa de produzir estrógeno e progesterona, isso acarretará no início da menstruação. Através de contrações uterinas, tem-se o rompimento de vasos sanguíneos e a degradação parcial do endométrio. Isso acarretará em um fluxo sanguinolento por cerca de 5 dias – duração da fase menstrual.
    • Fase Proliferativa No ovário os folículos começam a se desenvolver e secretam estrógeno, que age no endométrio induzindo a proliferação celular. Assim, ocorre a proliferação das células do endométrio, que se regeneram e revascularizam o tecido. Ocorrendo também a formação de GLÂNDULAS. Ocorre entre o 5 e 14 dia do ciclo. No final dessa fase ocorre a OVULAÇÃO!
    • Fase Secretora Após a ovulação, o corpo amarelo menstrual libera Progesterona, que irá agir sob as glândulas do útero (produzidas na fase proliferativa). Essas glândulas liberam secreção (muco rico em glicogênio) ficando dilatadas e tortuosas e o endométrio atinge sua espessura máxima. Todas essas alterações ocorrem “esperando-se” que ocorra uma gravidez, para ajudar a nutrir o embrião. Não ocorrendo a fecundação, após 14 dias ocorrerá a descamação uterina (fase menstrual) e se iniciará outro ciclo.
    • Ciclo Uterino ou Ciclo Menstrual
    • FIM!!! Obrigada 