Aparelho reprodutor feminino
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Aparelho reprodutor feminino

em

  • 3,220 visualizações

 

Estatísticas

Visualizações

Visualizações totais
3,220
Visualizações no SlideShare
3,220
Visualizações incorporadas
0

Actions

Curtidas
4
Downloads
110
Comentários
0

0 Incorporações 0

No embeds

Categorias

Carregar detalhes

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Direitos de uso

© Todos os direitos reservados

Report content

Sinalizado como impróprio Sinalizar como impróprio
Sinalizar como impróprio

Selecione a razão para sinalizar essa apresentação como imprópria.

Cancelar
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Tem certeza que quer?
    Sua mensagem vai aqui
    Processing...
Publicar comentário
Editar seu comentário

Aparelho reprodutor feminino Presentation Transcript

  • 1. Aparelho Reprodutor Feminino
  • 2. Aparelho Reprodutor Feminino CONSTITUIÇÃO: Dois Ovários Duas Tubas Uterinas O Útero A Vagina E a Genitália Externa
  • 3. Aparelho Reprodutor Feminino
  • 4. Aparelho Reprodutor Feminino
  • 5. Estrutura dos Ovários São glândulas de forma ovóide (ou amêndoa) com cerca de 5cm de comprimento. Zona medular: região interna do ovário, ricamente vascularizada. Zona cortical: região periférica do ovário, com numerosos folículos ovarianos em diferentes estádios de desenvolvimento.
  • 6. Estrutura dos Ovários
  • 7. Estrutura dos Ovários
  • 8. Estrutura dos Ovários
  • 9. Ovogênese Processo de produção de gametas femininos (ovócitos). Ocorre nos ovários. Tem início no embrião, com formação de TODAS as ovogônias (3 ao 5 mês de vida intrauterina). Durante a vida fetal as ovogônias proliferam por divisão MITÓTICA e crescem para formar os ovócitos primários. Esses ovócitos primários permanecem em prófase (da primeira divisão meiótica) até a adolescência.
  • 10. Ovogênese A partir da puberdade e até a menopausa ocorre, em cada ciclo menstrual, a maturação de um ovócito primário – ou seja – ele conclui a sua PRIMEIRA DIVISÃO MEIÓTICA, tornando-se um ovócito secundário.
  • 11. Ovogênese
  • 12. Folículo Primordial
  • 13. Folículo em Crescimento (folículo primário unilaminar, folículo primário multilaminar, folículo antral)
  • 14. Folículo Maduro (folículo de Graaf)
  • 15. Evolução dos folículos ovarianos
  • 16. Evolução dos folículos ovarianos
  • 17. Evolução dos folículos ovarianos
  • 18. OVULAÇÃO Sob influência do pico de hormônio LH ocorre o rompimento do folículo maduro e liberação do ovócito secundário para a tuba uterina. Se esse ovócito não for fertilizado em 24 horas ele será degenerado.
  • 19. OVULAÇÃO
  • 20. OVULAÇÃO
  • 21. OVULAÇÃO
  • 22. Ciclo Ovariano Tem uma duração média de 28 dias. Divide-se em: Fase folicular (14 dias); Ovulação; Fase luteínica (14 dias).
  • 23. Ciclo Ovariano Fase folicular: desenvolvimento de 6 a 12 folículos ovarianos que iniciam, mensalmente, o processo de maturação. Esses folículos são responsáveis pela produção de estrógeno (hormônio). Apenas um dos folículos conclui a maturação, degenerando os restantes. Ocorre a ovulação. Fase luteínica: formação, evolução e regressão do corpo amarelo menstrual ou corpo lúteo menstrual.
  • 24. Ciclo Ovariano Após a ovulação ocorre a formação do corpo amarelo menstrual no lugar onde existia o folículo dominante. O corpo amarelo menstrual será responsável pela produção da progesterona, hormônio importante para a gravidez. A progesterona e o estrógeno são fundamentais para o amadurecimento do endométrio (camada interna do útero), tendo a ação de estimular o desenvolvimento e a secreção das glândulas do endométrio, que terá importância para a nutrição do embrião nos primeiros dias da gravidez.
  • 25. Corpo amarelo (lúteo) menstrual
  • 26. Ciclo Ovariano Se não houver gravidez, o corpo amarelo menstrual terá uma duração limitada de 14 dias. A regressão do corpo amarelo menstrual causa queda nos níveis hormonais, causando a MENSTRUAÇÀO! O primeiro dia do sangramento é considerado o primeiro dia do próximo ciclo menstrual, no qual os eventos descritos se repetirão.
  • 27. Ciclo Ovariano Não ocorrendo a gravidez, após 14 dias, o corpo amarelo menstrual se degenera, e em seu local é formado uma CICATRIZ de tecido conjuntivo denso, chamando CORPO ALBICANS.
  • 28. Ciclo Ovariano
  • 29. Ciclo Uterino ou Ciclo Menstrual Paralelamente ao ciclo ovariano, ocorre o ciclo uterino, ou CICLO MENSTRUAL, com alterações do endométrio (camada de revestimento interna do útero). Essas alterações, induzidas por estrógeno e progesterona (hormônios ovarianos), ocorrem normalmente em ciclos de 28 dias.
  • 30. Ciclo Uterino ou Ciclo Menstrual Divide-se em: Fase menstrual; Fase proliferativa; Fase secretora. O começo do ciclo menstrual ocorre no dia que inicia o sangramento.
  • 31. Fase Menstrual Não havendo fecundação, o corpo amarelo deixa de produzir estrógeno e progesterona, isso acarretará no início da menstruação. Através de contrações uterinas, tem-se o rompimento de vasos sanguíneos e a degradação parcial do endométrio. Isso acarretará em um fluxo sanguinolento por cerca de 5 dias – duração da fase menstrual.
  • 32. Fase Proliferativa No ovário os folículos começam a se desenvolver e secretam estrógeno, que age no endométrio induzindo a proliferação celular. Assim, ocorre a proliferação das células do endométrio, que se regeneram e revascularizam o tecido. Ocorrendo também a formação de GLÂNDULAS. Ocorre entre o 5 e 14 dia do ciclo. No final dessa fase ocorre a OVULAÇÃO!
  • 33. Fase Secretora Após a ovulação, o corpo amarelo menstrual libera Progesterona, que irá agir sob as glândulas do útero (produzidas na fase proliferativa). Essas glândulas liberam secreção (muco rico em glicogênio) ficando dilatadas e tortuosas e o endométrio atinge sua espessura máxima. Todas essas alterações ocorrem “esperando-se” que ocorra uma gravidez, para ajudar a nutrir o embrião. Não ocorrendo a fecundação, após 14 dias ocorrerá a descamação uterina (fase menstrual) e se iniciará outro ciclo.
  • 34. Ciclo Uterino ou Ciclo Menstrual
  • 35. FIM!!! Obrigada 