Drogas

3.063 visualizações

Publicada em

www.tomlivre.blogspot.com.br

1 comentário
1 gostou
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.063
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
44
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
161
Comentários
1
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Drogas

  1. 1.  Experimentação – significa a primeira vez (ou as primeirasvezes) em que se usa uma determinada substância,geralmente para satisfazer a curiosidade. Uso eventual ou não problemático – consumo moderado quenão expõe o indivíduo ou o grupo a situações de risco para asua saúde e do qual não decorrem problemas sociais. Uso abusivo ou problemático – consumo que causa danos àsaúde física, psíquica ou social do indivíduo, ou o expõe ariscos, mesmo que seja esporadicamente. Dependência - uso compulsivo de uma ou mais substâncias,priorizando-se o consumo em detrimento dos danos que causae de outros interesses pessoais, sociais ou profissionais.
  2. 2. Prevenção – significa chegar antes, pois, sempre queprevenimos, prevenimos alguma coisa, neste caso, o uso de drogas.As ações têm como objetivo fornecer informações e educar osjovens a adotarem hábitos saudáveis e protetores em suas vidas.Prevenção primária – evitar que o uso se inicie ou retardar aomáximo seu início. É a prevenção que se destina às pessoas queainda não fizeram uso de drogas ou que apenas experimentaram.Prevenção secundária – evitar que o uso aumente de freqüência,se agrave ou resulte em dependência. É a prevenção que se destinaàs pessoas que já fazem uso da substância seja de modo moderadoou abusivo.Prevenção terciária – tratamento da dependência e de seusproblemas.
  3. 3.  Porque este é um tema atual, muitodiscutido em nossa sociedade e queinterfere, direta ou indiretamente, naqualidade de vida de todos nós. Porque aproximadamente 5% dapopulação mundial acima dos quinzeanos de idade consomem algum tipo desubstância psicoativa ilícita. Porque o consumo de drogas, licitas eilícitas tem almentado mundialmente.
  4. 4.  Impulsividade  Inconstância  Necessidade de fazer parte de grupos  Contestação  Distanciamento da família  Descoberta da sexualidade  Concepção do tempo desajustada  Insegurança Crise e busca da construção de sua identidade  Atenção flutuante
  5. 5. Exemplo dos pais Curiosidade Busca de prazerQuebrar barreiras sociais Ser aceito no grupo Conseguir status Diminuir a timidez Pressão da mídia
  6. 6.  Consumo exagerado Padrão de beleza cruel e quase inviável Sexualidade exacerbada Crescimento acelerado – para entrada no mercadoconsumidor Infantilidade Desemprego Falta de perspectivas Injustiça Competição extrema
  7. 7. •Educação compartilhada entre escola e família•Valores familiares e exemplos•Promover atividades para os pais, que favoreçam oacesso a informações confiáveis sobre temaspertinentes ao desenvolvimento de seus filhos,incluindo informações sobre drogas•Valorizar a interação entre pais e filhos •Diálogo aberto e constante entre escola e pais
  8. 8. Comunicação Comunicação aberta fechadaPodemos falar Nossobre questões prendemos emQue pertencem descrições de ao nosso rotinas, não há cotidiano, espaço paraassim como de colocações nossas subjetivas ou opiniões e pessoais. sentimentos
  9. 9. Fator de Fatores de proteção riscosituações que situações que diminuem a aumentam aprobabilidade probabilidade do uso de do uso de drogas em drogas emdeterminados determinados grupos e grupos e contextos contextos sociais. sociais.
  10. 10.  Efeitos cumulativos das substâncias tóxicas e suarelação com a vulnerabilidade do indivíduo Atitude positiva da família com relação ao uso dedrogas, reforçando a iniciação dos jovens Envolvimento grupal, quando os amigos sãoconsiderados modelo de comportamento Papel da escola, enquanto ambiente que exacerba ascondições para o uso de drogas Disponibilidade e presença de drogas na comunidadede convivência, uma vez que o excesso de oferta facilita oacesso O papel da mídia (drogas lícitas)
  11. 11.  Relevância dos vínculos familiares fortes Apoio da família no processo de aquisição de autonomia Monitoramento parental e também das demais esferascompartilhadas pelo sujeito Estabelecimento de normas claras para oscomportamentos sociais, incluindo o uso de drogas Participar de grupos de amigos que possuam objetivos eexpectativas de realização na vida Protagonismo juvenil Solidariedade e incentivo ao engajamento em atividadesescolares e da comunidade Escola promotora de saúde, facilitadora da auto-estima edo autodesenvolvimento
  12. 12.  Comunicação livre e fluente com pais e adultos(professores) que lhes servem de modelo e o fortalecememocionalmente Evitar o envolvimento com comportamentos de risco Valorizar as conquistas das crianças e dos jovensfavorecendo a constituição e a melhora da auto-estima Educação com autoridade, que envolve afeto, controle etrato democrático Compartilhamento de valores, crenças e atitudes sobredrogas Conhecer os amigos e os pais dos amigos Apresentar expectativas realizáveis, tanto com relação aodesempenho escolar quanto em demais questões
  13. 13. Eu apenas queria que você soubesseQue aquela alegria ainda está comigoE que a minha ternura não ficou na estradaNão ficou no tempo presa na poeiraEu apenas queria que você soubesseQue esta menina hoje é uma mulherE que esta mulher é uma meninaQue colheu seu fruto flor do seu carinhoEu apenas queria dizer a todo mundo que me gostaQue hoje eu me gosto muito maisPorque me entendo muito mais também
  14. 14. E que a atitude de recomeçar é todo dia toda horaÉ se respeitar na sua força e féE se olhar bem fundo até o dedão do péEu apenas queira que você soubesseQue essa criança brinca nesta rodaE não teme o corte de novas feridasPois tem a saúde que aprendeu com a vidaEu apenas queria que você soubesseQue aquela alegria ainda está comigoE que a minha ternura não ficou na estradaNão ficou no tempo presa na poeira
  15. 15. Eu apenas queria que você soubesseQue esta menina hoje é uma mulherE que esta mulher é uma meninaQue colheu seu fruto flor do seu carinhoEu apenas queria dizer a todo mundo que me gostaQue hoje eu me gosto muito maisPorque me entendo muito mais também
  16. 16. Daniela Pinotti Malufsite: www.psicoacao.com

×