Climatologia

5.644 visualizações

Publicada em

0 comentários
16 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.644
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.837
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
16
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Climatologia

  1. 1. O uso de tecnologia (satélites, principalmente), a climatologia moderna, associada à meteorologia, vem fornecendo dados e informações cada vez mais precisos sobre os diversos fenômenos climáticos que afetam diretamente a vida na Terra, tais como: Chuvas Secas Furacões Tornados Geadas, etc
  2. 2. Clima Sucessão habitual dos estados do tempo em um lugar Tempo Estado momentâneo da atmosfera em um determinado lugar
  3. 3. Elementosdoclima Atributos básicos que servem para definir o tipo climático de uma determinada região (temperatura, umidade, chuvas, pressão atmosférica e massas de ar) Fatoresdoclima Provocam alterações nos elementos formadores do clima (Incidência da radiação solar, altitude, continentalidade e maritimidade, correntes marítimas) Elementosefatoresinteragem
  4. 4. FATORESCLIMÁTICOS Atuamsobre ELEMENTOSCLIMÁTICOS Queformao TEMPO Quedefineo CLIMA
  5. 5. Temperatura Decorrência direta da atuação do sol no planeta Radiação solar e a irradiação terrestre determinam a temperatura Aquecimento apresenta variações devido ao ângulo de incidência dos raios solares sobre o solo
  6. 6. Umidade Presença de água na atmosfera Umidade absoluta Volume de vapor d’água presente em uma quantidade específica de ar Ponto de saturação é quando o ar recebe a quantidade máxima de vapor de água Umidade relativa, expressa em porcentagem 100% - atmosfera saturada, precipitação
  7. 7. Chuvas Convectivas Deslocamento vertical do ar (dias quentes), que se condensa ao entrar em contato com ar mais frio das camadas superiores da atmosfera São rápidas, torrenciais e com raios e trovões
  8. 8. Chuvas Frontal Encontro de massa de ar fria (frente fria) com uma massa de ar quente (frente quente) Menos torrenciais e duradouras
  9. 9. Chuvas Orográfica ou de relevo Deslocamento horizontal do ar que se condensa a partir de sua ascensão, impulsionado pelo relevo Umidade se torna elevada Precipitação com maior volume do lado da vertente (barlavento) Vertente oposta (sotavento)
  10. 10. Pressão atmosférica Peso que uma coluna de ar exerce sobre a superfície Alta pressão Dispersor de ar Inibe formação de nuvens e precipitação movimento subsidente Anti-horário Anticiclônica Descida de ar frio Baixa pressão Favorece formação de nebulosidade e precipitação Movimento convergente e ascendente Horário Ciclônica Elevação do ar quente
  11. 11. Massas de ar Ar está em constante movimento em razão das variações de pressão (o ar desloca-se das regiões de baixa pressão para as de alta pressão) Recebem o nome da região de onde se originam, adquirem características relativas à temperatura, pressão e umidade Formadas sobre os continentes são secas (exceto florestas úmidas), e sobre os oceanos são úmidas. Considerando a latitude podem ser equatoriais, tropicais e polares. Quanto a superfície, podem ser continentais ou oceânicas
  12. 12. FATORES DO CLIMA Incidência da radiação solar Altitude Continentalidade Maritimidade Correntes marítimas
  13. 13. INCIDÊNCIADARADIAÇÃO SOLAR Mais intensa no equador Em direção as altas latitudes a inclinação dos raios aumenta – diminui a intensidade da radiação e da temperatura
  14. 14. ALTITUDE altura em referência ao nível do mar Quanto maior a altitude, menor a temperatura. Menor força da gravidade Moléculas ficam distantes Ar rarefeito Gases se deformam com a gravidade Se concentram
  15. 15. CONTINENTALIDADEeMARITIMIDADE Influencia da maior ou menor proximidade de grande quantidades de água
  16. 16. CORRENTES MARITIMAS Quentes – amenizam a temperatura em regiões frias, aumento da pluviosidade em áreas quentes Frias– reduzem a temperatura, aumento da pressão atmosférica, inibe nuvens e chuvas
  17. 17. Correntes frias de Benguela (Oeste da África), Humboldt (América do Sul) e da Califórnia (América do Norte) favorecem a formação de desertos litorâneos frios
  18. 18. EQUATORIAL Elevadas médias térmicas e precipitações Equador Pequenas amplitudes térmicas
  19. 19. TROPICAL Variações decorrentes da altitude e maritimidade divide-se: Tropical típico Temperatura alta durante todo o ano Estação seca e outra chuvosa Tropical semiárido Temperatura elevada Chuvas irregulares Tropical de altitude Temperaturas amenas durante o verão e baixas no inverno Tropical oceânica ou úmida Influência das massas líquidas oceânicas
  20. 20. TEMPERADO Médias latitudes Quatro estações bem definidas Marítimo: Sofre influencia dos oceanos, por isso as temperaturas são constantes. Continental: apresenta verões mais quentes e invernos mais frios e secos.
  21. 21. MEDITERRÂNEO Variante do clima temperado Inverno moderado e chuvoso e verão quente e seco ÁRIDO OU DESÉRTICO Grande amplitude térmica Precipitações inferior a 250 mm
  22. 22. SUBTROPICAL Temperaturas médias inferior a 18°C Chuvas regularmente distribuída Verões mornos e invernos com baixas temperaturas ocasionadas pela entrada de massa de ar frio Geadas e esporadicamente neve
  23. 23. POLAR Sempre abaixo de zero (-10° no verão e -50° inverno) sempre cobertas de neve e gelo SUBPOLAR Abaixo de 0° no inverno e pouco inferior a 10° no verão FRIODEMONTANHA Fator altitude, temperaturas decrescem à medida que nos elevamos
  24. 24. mEc Maior influência Quente e úmida Amazônia Chuvas de verão Avança pelo recuo da mPa Chuvas convectivas Ocorrem devido uma rápida evapotranspiração com chuvas torrenciais
  25. 25. mEa  Quente e úmida  Atlântico norte  Litoral daAmazônia e Nordeste  Chega até o interior do Brasil, perde umidade mTc  Quente e seca  Depressão do Chaco (ARG e PAR)  Atuação limitada  Sul do Centro-Oeste e oeste do Sudeste e Sul  Provoca períodos de tempo seco e quente
  26. 26. mTa  Quente e úmida  OceanoAtlântico, Trópico de Capricórnio  Influência litorânea, Sul ao Nordeste  Passa pelo litoral sudeste e sul se choca com elevações costeiras (Serra do Mar), provocando a chuva orográfica  Passa pelo litoral nordestino, entra em contato com a mPa (inverno) e provoca chuvas frontais
  27. 27. mPa  Frio e úmida  Próxima à Patagônia  Atua mais no inverno  Tomar três posições A . Pelas planícies centrais e chega a Amazônia, queda de temperatura, friagem B . Sobe pelos vales e serras do Sul, geada (camada de cristais de gelo na superfície) e neve C . Pelo litoral encontra a mTa, origina frentes frias e chuvas frontais
  28. 28. Clima equatorial Norte, parte do Centro-Oeste (MT) e oeste do Maranhão mEc, mEa 24°C a 28°C Amplitude térmica 4°C 1500 e 2500 mm/ano mPa, friagem no inverno
  29. 29. Clima tropical úmido Litoral oriental, RN a norte de SP mPa e mTa 19°C a 26°C Reduzida amplitude térmica Duas estações: úmida e menos úmida 1500 a 2500 mm/ano
  30. 30. Clima tropical típico/continental/semiúmido Centro-oeste, Sudeste, Nordeste (Maranhão, Piauí, Ceará, oeste da Bahia) Elevado índice pluviométrico Chuvoso no verão, mEc Inverno seco, recuo da mEc Duas estações: chuvosa e seca 20°C a 27°C 1500 mm/ano
  31. 31. Clima tropical semiárido Interior do Nordeste Polígono das Secas mEc e mTa (apresentapouca umidade) 27°C e 28°C Inferior 1000 mm/ano Chuvas irregulares
  32. 32. Clima subtropical úmido Abaixo do trópico de capricórnio Sul SP e região sul mPa Estações bem definidas Pontos mais altos do planalto, cidades mais frias (13°C): São Joaquim e Urupema, SC São José dosAusentes, RS 9°C a 13°C 1000 a 2000 mm/ano, bem distribuídas Geadas e nevadas

×