Comunicação com o paciente

6.799 visualizações

Publicada em

Apresentação dialogada para o 4º semestre do Curso de Medicina da UFC, Campus Sobral (Disciplina de Psicologia Médica)

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.799
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
125
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Comunicação com o paciente

  1. 1. Comunicação com o paciente Luís Fernando de Tófoli Universidade Federal do Ceará Faculdade de Medicina
  2. 2. Objetivos <ul><li>Ao fim da aula, o aluno deverá ser capaz de: </li></ul><ul><li>Explicar quais são as fases da consulta médica; </li></ul><ul><li>Nomear técnicas de resposta a deixas “psicossociais”, de identificação de problemas emocionais e de habilidades de escuta ativa; </li></ul><ul><li>Citar formas pelas quais um médico deve incluir um acompanhante no processo de comunicação </li></ul>Tófoli, LF — Comunicação com o paciente
  3. 3. Referências <ul><li>VAN DER MOLEN, H. T.; LANG, G. Habilidades da escuta na consulta médica , in: LEITE, A.J.M.; CAPRARA, A.; COELHO FILHO, J.M. (org.) Habilidades de comunicação com pacientes e famílias . Sarvier, São Paulo, 2007. p. 47-66. </li></ul><ul><li>VAN DER MOLEN, H. T. Habilidades de aconselhamento , in: LEITE, A.J.M.; CAPRARA, A.; COELHO FILHO, J.M. (org.) Habilidades de comunicação com pacientes e famílias . Sarvier, São Paulo, 2007. p. 67-77. </li></ul><ul><li>GASK, L.; USHERWOOD, T. ABC of psychological medicine – The consultation . BMJ 2002;324:1567–9 </li></ul>Tófoli, LF — Comunicação com o paciente
  4. 4. Consulta médica <ul><li>1. Construir o relacionamento </li></ul><ul><li>2. Coletar dados </li></ul><ul><li>3. Concordar no plano de tratamento </li></ul>Tófoli, LF — Comunicação com o paciente
  5. 5. Consulta médica <ul><li>1. Construir o relacionamento </li></ul><ul><li>Cumprimentar pelo nome; </li></ul><ul><li>Ouvir atentamente; </li></ul><ul><li>Detectar e responder a questões emocionais. </li></ul>Tófoli, LF — Comunicação com o paciente
  6. 6. Consulta médica <ul><li>2. Coletar dados </li></ul><ul><li>Não interromper o paciente; </li></ul><ul><li>Incentivar seu modelo explanatório; </li></ul><ul><li>Considerar outros fatores; </li></ul><ul><li>Desenvolver compreensão compartilhada </li></ul>Tófoli, LF — Comunicação com o paciente
  7. 7. Consulta médica <ul><li>3. Concordar no plano de tratamento </li></ul><ul><li>Fornecer informações; </li></ul><ul><li>Uso correto do encorajamento; </li></ul><ul><li>Negociar um plano; </li></ul><ul><li>Criar laços; </li></ul><ul><li>Negociar mudanças de comportamento. </li></ul>Tófoli, LF — Comunicação com o paciente
  8. 8. Habilidades de escuta ativa <ul><li>Realizar questões abertas </li></ul><ul><li>‘ Afunilar’ de questões abertas a fechadas </li></ul><ul><li>Verificar compreensão </li></ul><ul><li>Legitimar os sentimentos do paciente </li></ul><ul><li>Oferecer apoio (não exagerar) </li></ul><ul><li>Negociar prioridades </li></ul><ul><li>Resumir </li></ul>Tófoli, LF — Comunicação com o paciente
  9. 9. Identificando problemas emocionais <ul><li>Estilo da entrevista </li></ul><ul><li>Comentários empáticos </li></ul><ul><li>Perceber deixas verbais e não verbais </li></ul><ul><li>Não ler notas durante anamnese </li></ul><ul><li>Controlar logorréia </li></ul><ul><li>Perguntar mais sobre a história do problema emocional </li></ul>Tófoli, LF — Comunicação com o paciente
  10. 10. Respondendo a deixas <ul><li>Deixas verbais </li></ul><ul><li>Comentar uma declaração </li></ul><ul><li>Repetir o paciente </li></ul><ul><li>Parafraseamento </li></ul><ul><li>Clareando dúvidas </li></ul><ul><li>Deixas não verbais </li></ul><ul><li>Comentar uma observação </li></ul><ul><li>Pergunta baseada na deixa não verbal </li></ul>Tófoli, LF — Comunicação com o paciente
  11. 11. Família <ul><li>Entrevistando um indivíduo </li></ul><ul><li>Como os familiares vêem a questão? </li></ul><ul><li>Como o problema afeta a família? </li></ul><ul><li>Implicações do tratamento para a família </li></ul>Tófoli, LF — Comunicação com o paciente
  12. 12. Família <ul><li>Entrevistando junto com familiar </li></ul><ul><li>Reconheça a presença do familiar </li></ul><ul><li>Verifique se o paciente está confortável com esta presença </li></ul><ul><li>Esclareça razões para a vinda do familiar </li></ul>Tófoli, LF — Comunicação com o paciente
  13. 13. Família <ul><li>Entrevistando junto com familiar </li></ul><ul><li>Pergunte a opinião do familiar </li></ul><ul><li>Solicite-lhe ajuda se apropriado </li></ul><ul><li>Se o paciente for um adolescente, sempre conversar um pouco sem o familiar </li></ul><ul><li>Nunca tomar partido </li></ul>Tófoli, LF — Comunicação com o paciente
  14. 14. Resumo <ul><li>O estilo através do qual um médico escuta um paciente influencia o que o paciente diz. Há técnicas para tornar este estilo mais eficiente. </li></ul><ul><li>A comunicação eficiente entre o médico, paciente e familiares leva a uma melhor evolução da anamnese e do tratamento. </li></ul><ul><li>A colaboração do paciente será melhor se o plano de tratamento for negociado conjuntamente. </li></ul>Tófoli, LF — Comunicação com o paciente
  15. 15. Tófoli, LF — Comunicação com o paciente

×