A geologia, os geólogos e os seus métodos
Geologia 10º ano
 No decurso do tempo, múltiplos fenómenos afetaram a
Terra, modificando as suas paisagens:
 Fossilização
 Vulcanismo
 ...
Classificação das rochas quanto à
sua origem
 As modificações geológicas, geográficas e biológicas
estão registadas e arm...
Rochas sedimentares
 As rochas sedimentares resultam da deposição de
materiais provenientes de outras rochas pre-existent...
Rochas
detríticas
Formam-se a partir de fragmentos sólidos ou detritos obtidos
através da meteorização e erosão de rochas ...
Génese das rochas sedimentares
Sedimentogénese Diagénese
 compreende os processos que
intervêm desde a elaboração
dos mat...
Sedimentogénese
 As rochas que afloram à superfície ficam expostas a condições muito diferentes
daquelas em que foram ger...
Diagénese
 Os sedimentos perdem água, são compactados e
cimentados. A compactação é devida à pressão das
camadas superior...
As rochas magmáticas e as rochas metamórficas representam
95% do volume da crosta terrestre.
Apesar de estas rochas, em re...
Rochas magmáticas
 As rochas magmáticas resultam da consolidação e
cristalização do magma, em profundidade ou à
superfíci...
 As texturas destes dois tipos de rochas fornecem
informações sobre as condições da sua génese.
 As rochas plutónicas ap...
Rochas metamórficas
 As rochas metamórficas têm origem em rochas
preexistentes (sedimentares ou magmáticas) quando
estas ...
Metamorfismo
 As rochas metamórficas derivam da transformação de
rochas preexistentes. Estas transformações minerais,
quí...
Tipos de metamorfismo
Metamorfismo regional Metamorfismo de contacto
 Ocorre em regiões onde as rochas
ficam progressivam...
 Foliação: representa uma textura onde se verifica a
repetição de planos paralelos na rocha
Ciclo das rochas
 Os fenómenos que levam à formação dos três grandes
grupos de rochas – sedimentares, magmáticas e
metamó...
Que relação existe entre os
diferentes tipos de rocha?
 As rochas sedimentares formam-se através dos sedimentos
resultant...
As rochas, arquivos da história da Terra
As rochas, arquivos da história da Terra
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

As rochas, arquivos da história da Terra

328 visualizações

Publicada em

PPT sobre rochas 10º ano
também pode servir de auxilio ao 7º e 11º

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
328
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

As rochas, arquivos da história da Terra

  1. 1. A geologia, os geólogos e os seus métodos Geologia 10º ano
  2. 2.  No decurso do tempo, múltiplos fenómenos afetaram a Terra, modificando as suas paisagens:  Fossilização  Vulcanismo  Sismos  Estratificação  Erosão  As alterações sofridas pela Terra ficam registadas nas rochas.
  3. 3. Classificação das rochas quanto à sua origem  As modificações geológicas, geográficas e biológicas estão registadas e armazenadas nas rochas que se geraram ao longo de cada episódio da história da Terra.  As rochas são associações de um ou vários minerais.  De acordo com a sua origem, as rochas são, normalmente, agrupadas em três grandes classes: magmáticas ou ígneas, metamórficas e sedimentares.
  4. 4. Rochas sedimentares  As rochas sedimentares resultam da deposição de materiais provenientes de outras rochas pre-existentes ou de materiais originados pela atividade de seres vivos.  Existem 3 tipos de rochas sedimentares: detríticas, quimiogénicas e biogénicas.
  5. 5. Rochas detríticas Formam-se a partir de fragmentos sólidos ou detritos obtidos através da meteorização e erosão de rochas pré-existentes. Rochas quimiogénicas Formam-se a partir de um processo de precipitação de substâncias químicas dissolvidas numa solução aquosa. Rochas biogénicas Formam-se a partir de restos de seres vivos ou substâncias resultantes da sua decomposição.
  6. 6. Génese das rochas sedimentares Sedimentogénese Diagénese  compreende os processos que intervêm desde a elaboração dos materiais que vão constituir as rochas sedimentares até à deposição desses materiais.  após a deposição, os sedimentos experimentam uma evolução mais ou menos complexa, em que intervêm processos físico-químicos diversos que os transformam em rochas sedimentares.
  7. 7. Sedimentogénese  As rochas que afloram à superfície ficam expostas a condições muito diferentes daquelas em que foram geradas. Consequentemente, essas rochas alteram-se quimicamente e fisicamente por processos de meteorização.  Os materiais resultantes da meteorização são removidos por ação da gravidade, pela água, pelo gelo e pelo vento, designando-se esse processo por erosão.  Os materiais sofrem transporte, pelo vento, pela água ou pelos seres vivos.  Em condições propícias, os materiais transportados depositam-se, constituindo sedimentos – sedimentação. A ordem de sedimentação dos detritos é condicionada pelas dimensões e pela densidade desses materiais. Primeiro depositam-se os detritos maiores e mais densos e, posteriormente, os mais pequenos e leves.  Se não houver nenhuma perturbação, a sedimentação realiza-se regularmente formando-se camadas paralelas e horizontais que se distinguem pela diferente espessura, dimensões e coloração dos materiais – estratos.
  8. 8. Diagénese  Os sedimentos perdem água, são compactados e cimentados. A compactação é devida à pressão das camadas superiores. Os espaços vazios ainda existentes podem ser preenchidos por materiais resultantes da precipitação de substâncias químicas dissolvidas na água. Forma-se assim, um cimento que liga os sedimentos originando uma rocha sedimentar consolidada.  As rochas sedimentares, normalmente, apresentam estratificação, e são frequentemente fossilíferas, conservando vestígios de seres vivos contemporâneos à sua génese.
  9. 9. As rochas magmáticas e as rochas metamórficas representam 95% do volume da crosta terrestre. Apesar de estas rochas, em regra, não apresentarem fósseis, fornecem muitas informações sobre as condições em que se deu a sua génese e, portanto, sobre o passado da Terra.
  10. 10. Rochas magmáticas  As rochas magmáticas resultam da consolidação e cristalização do magma, em profundidade ou à superfície.  As rochas magmáticas são intrusivas/plutónicas caso o magma arrefeça no interior da crusta terrestre.  As rochas magmáticas são extrusivas/vulcânicas caso o magma arrefeça na superfície terrestre.
  11. 11.  As texturas destes dois tipos de rochas fornecem informações sobre as condições da sua génese.  As rochas plutónicas apresentam minerais de dimensões observáveis à vista desarmada. Um arrefecimento lento em profundidade é propício ao crescimento de cristais.  Nas rochas vulcânicas os minerais são de pequenas dimensões, podendo existir uma pequena quantidade de matéria vítrea (não cristalizada). Esta textura indica arrefecimento rápido do magma.
  12. 12. Rochas metamórficas  As rochas metamórficas têm origem em rochas preexistentes (sedimentares ou magmáticas) quando estas sofrem transformações mineralógicas e estruturais, devido, principalmente, a condições de pressão e temperaturas elevadas.
  13. 13. Metamorfismo  As rochas metamórficas derivam da transformação de rochas preexistentes. Estas transformações minerais, químicas e estruturais ocorrem por ação do calor, da pressão, de fluidos de circulação e do tempo.
  14. 14. Tipos de metamorfismo Metamorfismo regional Metamorfismo de contacto  Ocorre em regiões onde as rochas ficam progressivamente submetidas a pressões e temperaturas elevadas – zonas de colisão de massas continentais.  Nestas condições as rochas ficam intensamente deformadas, e ocorrem alterações texturais e mineralógicas (gnaisse e micaxisto).  Devido às tensões os minerais ficam orientados em determinados planos definindo foliação.  Quando uma intrusão magmática se instala entre rochas preexistentes, o calor proveniente do magma pode metamorfizar as rochas encaixantes. (um calcário em contacto com uma intrusão magmática pode formar o mármore)  O principal fator de metamorfismo neste caso é o calor e, por vezes, alguns fluidos.
  15. 15.  Foliação: representa uma textura onde se verifica a repetição de planos paralelos na rocha
  16. 16. Ciclo das rochas  Os fenómenos que levam à formação dos três grandes grupos de rochas – sedimentares, magmáticas e metamórficas – estão intimamente ligados entre si, num ciclo que se designa por ciclo das rochas.  O ciclo das rochas, ou ciclo litológico, representa as diversas possibilidades de transformação de um tipo de rocha em outro.
  17. 17. Que relação existe entre os diferentes tipos de rocha?  As rochas sedimentares formam-se através dos sedimentos resultantes da meteorização de rochas pré-existentes que, após transporte, se depositam numa bacia sedimentar. Nesse local, os sedimentos sofrem diagénese devido ao aumento e pressão da temperatura.  Quando os valores de temperatura e as tensões causadas pela pressão ultrapassam os limites da diagénese, ocorre metamorfismo.  Quando a pressão e a temperatura se tornam excessivas, ocorre fusão dos minerais constituintes das rochas, formando-se magma. Do arrefecimento e solidificação deste magma, geram-se rochas magmáticas.

×