Neuschwanstein O CASTELO DE UM CONTO DE FADAS Pronúncia:  Nói-shvan-shtain Significado: Pedra do Cisne Novo
Imagens obtidas da  internet Fundo Musical: “ Valsa dos Patinadores”, interpretada por André Rieu  e sua orquestra PRODUCC...
 
Luís II, da Baviera (1845-1886), também chamado de “Rei Louco”, era filho do rei Maximiliano II, da Baviera, e de Maria, d...
 
Luís II queria que o castelo fosse construído com matérias-primas bávaras, por habitantes bávaros.  Isto, mais tarde, fome...
 
O castelo tinha calefação central desde 1884.  Utilizava-se dum sistema de dutos de ventilação pelos quais circulava o ar ...
 
A beleza do castelo de Neuschwanstein está emoldurada pela linda paisagem dos Alpes e por uma cascata que podia ser vista ...
 
Um passeio ao castelo num dia de sol
VISTA DESDE O  CAMINHO DE  ACESSO  (PONTO FINAL  DO ÔNIBUS)
UM PASSEIO AO CASTELO EM DIA DE CHUVA
 
RELEVO NA FACHADA NORTE
GUERREIRO COROANDO A FACHADA OESTE
DETALLES DE LA FACHADA DETALHES DA FACHADA
MAIS DETALHES
 
 
 
PORTA DE ENTRADA
VESTÍBULO NO ANDAR TÉRREO
DETALHES DO VESTÍBULO
DETALHES DAS PINTURAS DO VESTÍBULO
 
UM DOS SALÕES
O Salão do Trono, apesar de ter ficado incompleto, é impressionante.  O piso é de mosaico e representa o círculo terrestre...
SALÃO DO TRONO
SALÃO DO TRONO, DE OUTRO ÂNGULO
 
 
Neste luxuoso salão,  que transmite uma  sensação misteriosa,  pode-se ver o lugar  onde deveria ser  colocado o trono  qu...
DETALHES DAS PINTURAS NO TETO DO SALÃO DO TRONO
São Jorge mata o dragão Pintura mural  de Waldemar Kolsmberger (SALÃO DO TRONO)
O Salão dos Cantores foi o projeto predileto do rei e, junto com a Salão do Trono, foi o aposento principal do castelo.  A...
SALÃO DOS CANTORES OU DE MÚSICA
Pintura mural que representa a luta de Percival com o Cavalheiro Vermelho (Salão dos Cantores)
PINTURAS QUE ADORNAM O SALÃO DE MÚSICA
 
O dormitório  do rei, como nos outros castelos de Luís II, é ricamente decorado.    A lenda de Tristão e Isolda é o motivo...
 
GABINETE PRIVADO DO REI
VESTIÁRIO É o único aposento privado que não tem teto de madeira, cedendo lugar a uma magnífica pintura.
 
À ESQUERDA: LAVATÓRIO PESSOAL DO REI COM TORNEIRA EM FORMA DE CISNE À DIREITA: Cisne de cerâmica de maiólica, de Villeroy ...
REFEITÓRIO PRIVADO DO REI
ORATÓRIO PRIVADO DO REI
CAPELA DO PALÁCIO Dá acesso ao dormitório de Luís II, da Baviera.  Está decorada em estilo gótico moderno, predominando o ...
 
DETALHES  BÍBLICOS
SALA OU ANTESSALA DOS AJUDANTES
DETALHE DO TETO
JANELA DE ONDE O REI PODIA VER OS ALPES E A CASCATA
OS ALPES, VISTOS DO CASTELO
OUTRA VISTA DO CASTELO
APOSENTO DE SERVIÇO
A cozinha era muito moderna para a época.  Tinha água quente e fria e churrasqueiras automáticas para assar veados.  Isto ...
A cozinha foi construída com a técnica mais avançada da época. Foi equipada com um grande fogão, um armário, uma churrasqu...
 
VERÃO INVERNO
Luís II, da Baviera, viveu apenas 172 dias no Castelo de Neuschwanstein. Em 10 de junho de 1886, foi destronado, pois as f...
LAGO STAMBERG   MONUMENTO NO LOCAL ONDE FOI ENCONTRADO O  CORPO DE LUÍS II, DA BAVIERA.
TUMBA DE LUÍS II, NA IGREJA DE SÃO MIGUEL DE MUNIQUE, ALEMANHA
SIM, UM CASTELO DE CONTOS DE FADA!
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Castelo de Neuschwanstein!

974 visualizações

Publicada em

Conheça a história, o local e a beleza deslumbrante desse castelo!

2 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
974
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
2
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Castelo de Neuschwanstein!

  1. 1. Neuschwanstein O CASTELO DE UM CONTO DE FADAS Pronúncia: Nói-shvan-shtain Significado: Pedra do Cisne Novo
  2. 2. Imagens obtidas da internet Fundo Musical: “ Valsa dos Patinadores”, interpretada por André Rieu e sua orquestra PRODUCCIÓN Beatriz Presentaciones Junín (B), Argentina Tradução: Sílvio Darci da Silva
  3. 4. Luís II, da Baviera (1845-1886), também chamado de “Rei Louco”, era filho do rei Maximiliano II, da Baviera, e de Maria, da Prússia. Recebeu educação esmerada, destacando-se seu aprendizado artístico.   Ele tinha duas obsessões: construção de grandiosos castelos e sua paixão por Richard Wagner. Luís II se tornou grande amigo do compositor, que já não mais tinha que se preocupar com seu sustento nem com os meios necessários para poder apresentar suas obras.   Mandou construir quatro maravilhosos castelos: o de Neuschwanstein (que levaria 17 anos para ser acabado), o de Linderhof (o único que viu terminado em vida), o de Herrebchiemsee e o de Hohenschwangau.   O castelo mais espetacular é o de Neuschwanstein, situado na cidade de Füssen, a 132 km ao sudoeste de Munique. Eleva-se a quase mil metros de altitude, entre montanhas alpinas, numa paisagem deslumbrante.
  4. 6. Luís II queria que o castelo fosse construído com matérias-primas bávaras, por habitantes bávaros. Isto, mais tarde, fomentou o artesanato do lugar.   Por fora, o castelo deveria parecer-se com os de contos de fada e por dentro deveria conter todos os avanços tecnológicos da época.   Por dentro, além de contínuas referências a este tipo de contos ou a diversas lendas e personagens medievais (Tristão e Isolda, Fernando, o Católico, et all ), contém uma completa rede de luz elétrica, o primeiro telefone móvel da História (com uma cobertura de seis metros), uma cozinha que aproveitava o calor segundo regras elaboradas por Leonardo Da Vinci.
  5. 8. O castelo tinha calefação central desde 1884. Utilizava-se dum sistema de dutos de ventilação pelos quais circulava o ar quente para os aposentos dos andares superiores.   Havia grandes estufas, situadas perto da cozinha, e se empregava um elevador para facilitar o transporte das enormes quantidades de lenha.
  6. 10. A beleza do castelo de Neuschwanstein está emoldurada pela linda paisagem dos Alpes e por uma cascata que podia ser vista desde os aposentos do rei.   O castelo foi tão fiel à literatura de contos de fadas, que Disney o escolheu como modelo para sua representação cinematográfica do conto de “A Bela Adormecida”. Aliás, há uma réplica do castelo em parques Disney (o “Castelo da Cinderela”).   Vamos, então, desfrutar destas fotografias únicas de um “Conto de Fadas”.
  7. 12. Um passeio ao castelo num dia de sol
  8. 13. VISTA DESDE O CAMINHO DE ACESSO (PONTO FINAL DO ÔNIBUS)
  9. 14. UM PASSEIO AO CASTELO EM DIA DE CHUVA
  10. 16. RELEVO NA FACHADA NORTE
  11. 17. GUERREIRO COROANDO A FACHADA OESTE
  12. 18. DETALLES DE LA FACHADA DETALHES DA FACHADA
  13. 19. MAIS DETALHES
  14. 23. PORTA DE ENTRADA
  15. 24. VESTÍBULO NO ANDAR TÉRREO
  16. 25. DETALHES DO VESTÍBULO
  17. 26. DETALHES DAS PINTURAS DO VESTÍBULO
  18. 28. UM DOS SALÕES
  19. 29. O Salão do Trono, apesar de ter ficado incompleto, é impressionante. O piso é de mosaico e representa o círculo terrestre, simbolizando a vida dos animais e das plantas. No teto há uma aranha que pesa 900 kg. É feita de latão banhado em ouro e incrustada com vitrais trazidos da Boêmia.
  20. 30. SALÃO DO TRONO
  21. 31. SALÃO DO TRONO, DE OUTRO ÂNGULO
  22. 34. Neste luxuoso salão, que transmite uma sensação misteriosa, pode-se ver o lugar onde deveria ser colocado o trono que, em virtude da morte do rei, não chegou a se realizar.
  23. 35. DETALHES DAS PINTURAS NO TETO DO SALÃO DO TRONO
  24. 36. São Jorge mata o dragão Pintura mural de Waldemar Kolsmberger (SALÃO DO TRONO)
  25. 37. O Salão dos Cantores foi o projeto predileto do rei e, junto com a Salão do Trono, foi o aposento principal do castelo. Abrange todo o quarto andar da parte leste do palácio. Nele se uniram dois aposentos: o Salão de Festas e o Salão dos Cantores. O teto com artesanato de madeira de pinho proporciona boa acústica. A maior parte das pinturas deste salão de festas são obras do mestre Spiess e de Ferdinand Piloty, ambos de Munique.
  26. 38. SALÃO DOS CANTORES OU DE MÚSICA
  27. 39. Pintura mural que representa a luta de Percival com o Cavalheiro Vermelho (Salão dos Cantores)
  28. 40. PINTURAS QUE ADORNAM O SALÃO DE MÚSICA
  29. 42. O dormitório do rei, como nos outros castelos de Luís II, é ricamente decorado.   A lenda de Tristão e Isolda é o motivo central. Ademais, nos murais, ambos os protagonistas aparecem nos entalhes da porta e nas figuras de azulejo da lareira.   O luxuoso leito de estilo neogótico e as tapeçarias das poltronas são de seda azul com aplicações e bordados de leões, cisnes, escudos com lozangos, coroas e açucenas.
  30. 44. GABINETE PRIVADO DO REI
  31. 45. VESTIÁRIO É o único aposento privado que não tem teto de madeira, cedendo lugar a uma magnífica pintura.
  32. 47. À ESQUERDA: LAVATÓRIO PESSOAL DO REI COM TORNEIRA EM FORMA DE CISNE À DIREITA: Cisne de cerâmica de maiólica, de Villeroy & Boch, que servia de vaso de flores.   O cisne era o animal heráldico do rei Luís II como mestre de Schwangau.
  33. 48. REFEITÓRIO PRIVADO DO REI
  34. 49. ORATÓRIO PRIVADO DO REI
  35. 50. CAPELA DO PALÁCIO Dá acesso ao dormitório de Luís II, da Baviera. Está decorada em estilo gótico moderno, predominando o retábulo ricamente esculpido.   No altar, encontra-se um valioso crucifixo de marfim.   As pinturas e os vitrais mostram cenas da vida de São Luís, padroeiro do rei.
  36. 52. DETALHES BÍBLICOS
  37. 53. SALA OU ANTESSALA DOS AJUDANTES
  38. 54. DETALHE DO TETO
  39. 55. JANELA DE ONDE O REI PODIA VER OS ALPES E A CASCATA
  40. 56. OS ALPES, VISTOS DO CASTELO
  41. 57. OUTRA VISTA DO CASTELO
  42. 58. APOSENTO DE SERVIÇO
  43. 59. A cozinha era muito moderna para a época. Tinha água quente e fria e churrasqueiras automáticas para assar veados. Isto se conseguia pelo vapor quente que subia pela chaminé e que movia uma turbina, e esse movimento giratório se transmitia por meio de uma engrenagem à churrasqueira. Foi um dos inventos culinários de Leonardo da Vinci.
  44. 60. A cozinha foi construída com a técnica mais avançada da época. Foi equipada com um grande fogão, um armário, uma churrasqueira para espetos grandes e outra para espetos pequenos. Era equipada com uma grade acoplada a um dispositivo para aquecer os pratos, um forno, um almofariz e um aquário.   Tinha um guarda-comida com um armário embutido para louça e um aposento envidraçado para o chefe da cozinha.
  45. 62. VERÃO INVERNO
  46. 63. Luís II, da Baviera, viveu apenas 172 dias no Castelo de Neuschwanstein. Em 10 de junho de 1886, foi destronado, pois as famílias e os políticos da Baviera consideraram-no inapto para as atividades governamentais em virtude de uma doença mental. Levaram-no de seu castelo e mantiveram-no cativo no Castelo de Berg. Três dias depois, em 13 de junho, morreu afogado no Lago de Stamberg, em frente ao castelo que havia sido sua última morada – a prisão. Junto a seu cadáver foi encontrado o de seu médico pessoal, Dr. Gudden. A versão oficial em relação a sua morte é a de suicídio, pondo fim a sua vida atormentada e levando consigo seu guardião e médico.
  47. 64. LAGO STAMBERG   MONUMENTO NO LOCAL ONDE FOI ENCONTRADO O CORPO DE LUÍS II, DA BAVIERA.
  48. 65. TUMBA DE LUÍS II, NA IGREJA DE SÃO MIGUEL DE MUNIQUE, ALEMANHA
  49. 66. SIM, UM CASTELO DE CONTOS DE FADA!

×