Energia proveniente do vento na história
Barcos à vela de pano em 3500 a.c
Moinhos de vento 700 d.c
Origem do vento
Energia proveniente do
sol, os ventos são
causados pelo
aquecimento
diferenciado da
atmosfera
Velocidade média dos ventos
Avaliação da velocidade do vento
Fatores negativos
Através de pesquisas, livros e estudos, dizem que os
impactos variam muito de acordo com o local das
in...
Os impactos sonoros são devidos ao ruído dos rotores e
variam de acordo com as especificações dos equipamentos,
as turbin...
Os impactos também ocorrem na interferência nas rotas
de aves deve ser devidamente considerada nos estudos e
relatórios d...
A intermitência, ou seja, nem sempre o vento sopra
quando a eletricidade é necessária, tornando difícil a
integração da s...
Fatores que beneficiam
É inesgotável
Criação de empregos
Geração de investimento em zonas desfavorecidas
Requer escass...
Fatores que beneficiam
Não há necessidade de utilizar combustível, portanto, não
há emissões de CO2,
As atividades agríc...
Concluímos que, a energia eólica causa impacto
ambiental? Sim, causa como eu causo você causa, os
animais causam, toda a h...
Os dois últimos estudos da Associação Mundial de
Energia Eólica(WWEA, na sigla em inglês) mostram
um crescimento do uso d...
Até 2005 a Alemanha liderava o ranking dos países
em produção de energia através de fonte eólica, mas
em 2008 foi ultrapa...
Ranking de Geração de Energia
Eólica
O Maior Parque de Energia Eólica
do Mundo
O Horse Hollow no Texas é o maior Parque Eólico do
mundo contando com 421 aerog...
Energia Eólica Offshore
O que é energia eólica offshore
A energia eólica offshore consiste em construir parques
eólicos ao longo da costa marítim...
O custo da fabricação das fundações é elevado assim
como é necessário fabricar torres mais altas, pois
parte da estrutura...
O custo da manutenção é mais elevado, pois o mar é um ambiente mais
corrosivo. Por outro lado, a deslocação de técnicos fi...
O Brasil e a Energia Eólica
No brasil os primeiros campos de energia eólica
foram construídos no Ceará e em Fernando de
N...
Hoje são 167 campos eólicos em todo país.
Entretanto 36 deles estão desconectados por falta de
linhas de trasmição. A en...
O potencial brasileiro de
energia eólica é estimado em
um pouco mais de 140 GW,
avaliado para torres de 50 m
de altura. E...
Desde a criação do Proinfa (Programa
de Incentivo às Fontes Alternativas de
Energia Elétrica), e, posteriormente,
os suce...
BIG - Banco de Informações de Geração
 3.349 empreendimentos em operação;
 Totalizando 130.934.507 kW de potência instal...
BIG - Banco de Informações de Geração
Fonte: http://www.aneel.gov.br/aplicacoes/capacidadebrasil/GeracaoTipoFase.asp?tipo=...
Leilões
• Em 06/06/2014, contratação de 968,6 MW, em leilão de
energia promovido pela Aneel;
• Fonte eólica vendeu 551 MW;...
?
Regulamentação
• Resolução do Conselho Nacional de Meio Ambiente
(Conama)
nº 462/14 de 25 de julho de 2014:
Estabelece cri...
• Estudos para a criação dos parques começaram em 1999;
• Início das obras em Outubro de 2005;
• Ao final de 2006, todos o...
Regulamentação
2 GW/ano;
1000 aerogeradores/ano;
Gargalos logísticos e de produção;
Escalonamento do início nas operaç...
Descompasso entre obras de geração e transmissão
Tribunal de Contas da União (TCU):
Prejuízo de R$ 8,3 bilhões entre 2009...
Futuro Da Energia Eólica?!
Futuro Da Energia Eólica
BAT (Buoyant Airborne Turbine)
Turbina flutuante transportável
Alaska Energy Authority
Emerging...
Futuro Da Energia Eólica
Fonte: http://www.altaerosenergies.com/wind.html
Futuro Da Energia Eólica
$ 0.35 - $ 1 KW/h
R$ 750,00 MW/h
$ 0.18 KW/h
R$ 360,00 MW/h
Fonte: http://www.nytimes.com/201...
?
Obrigado!
Apresentação geração eólica de eletricidade
Apresentação geração eólica de eletricidade
Apresentação geração eólica de eletricidade
Apresentação geração eólica de eletricidade
Apresentação geração eólica de eletricidade
Apresentação geração eólica de eletricidade
Apresentação geração eólica de eletricidade
Apresentação geração eólica de eletricidade
Apresentação geração eólica de eletricidade
Apresentação geração eólica de eletricidade
Apresentação geração eólica de eletricidade
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação geração eólica de eletricidade

549 visualizações

Publicada em

Apresentação didática voltada a área de geração de energia eólica. Apresenta origem, principais aspectos da geração, matriz eólica brasileira e projeções futuras para o setor.

Publicada em: Engenharia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
549
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação geração eólica de eletricidade

  1. 1. Energia proveniente do vento na história Barcos à vela de pano em 3500 a.c Moinhos de vento 700 d.c
  2. 2. Origem do vento Energia proveniente do sol, os ventos são causados pelo aquecimento diferenciado da atmosfera
  3. 3. Velocidade média dos ventos
  4. 4. Avaliação da velocidade do vento
  5. 5. Fatores negativos Através de pesquisas, livros e estudos, dizem que os impactos variam muito de acordo com o local das instalações, o arranjo das torres e as especificações das turbinas. Entre os principais impactos socioambientais negativos das usinas eólicas destacam-se os sonoros, os visuais, de interferências eletromagnéticas, alterações geoambientais, fluxo das marés, fisiológicos, entre outros.
  6. 6. Os impactos sonoros são devidos ao ruído dos rotores e variam de acordo com as especificações dos equipamentos, as turbinas de múltiplas pás são menos eficientes e mais barulhentas que os aero geradores de hélices de alta velocidade. A fim de evitar transtornos à população vizinha, o nível de ruído das turbinas deve atender às normas e padrões estabelecidos pela legislação vigente. Os impactos visuais são decorrentes do agrupamento de torres e aerogeradores, principalmente no caso de centrais eólicas com um número considerável de turbinas, também conhecidas como fazendas eólicas. Os impactos de interferências eletromagnéticas, que podem causar perturbações nos sistemas de comunicação e transmissão de dados.
  7. 7. Os impactos também ocorrem na interferência nas rotas de aves deve ser devidamente considerada nos estudos e relatórios de impactos ambientais. Outro fator importante são as restrições ambientais sobre a utilização do solo, alteração nos componentes geoambientais (água, solo, morfologia, topografia e paisagem). Alteração dos fluxos das marés Os impactos fisiológicos como taquicardia, náuseas e visão turva.
  8. 8. A intermitência, ou seja, nem sempre o vento sopra quando a eletricidade é necessária, tornando difícil a integração da sua produção no programa de exploração; Pode ser ultrapassado com as pilhas de combustível (H2) ou com a técnica da bombagem hidroelétrica.
  9. 9. Fatores que beneficiam É inesgotável Criação de empregos Geração de investimento em zonas desfavorecidas Requer escassa manutenção, uma vez que, só se procede à sua revisão em cada seis meses. Boa rentabilidade do investimento.  Em menos de seis meses, o aerogerador recupera a energia gasta com o sua fabricação, instalação e manutenção.
  10. 10. Fatores que beneficiam Não há necessidade de utilizar combustível, portanto, não há emissões de CO2, As atividades agrícolas ou industriais não são afetadas, Permite o aproveitamento energético em pequenas instalações isoladas. Temos a redução da emissão de poluentes atmosféricos, Não tem a necessidade da construção de grandes reservatórios. Quando comparado com as outras fontes de geração de energia, não causa muitos danos ao meio ambiente.
  11. 11. Concluímos que, a energia eólica causa impacto ambiental? Sim, causa como eu causo você causa, os animais causam, toda a humanidade e a modernidade causam, viver causa impacto ambiental. Enfim, tudo causa impacto ambiental. Portanto, condenar a energia eólica por causar impacto ambiental é condenar tudo o mais que existe no mundo.
  12. 12. Os dois últimos estudos da Associação Mundial de Energia Eólica(WWEA, na sigla em inglês) mostram um crescimento do uso de energia eólica no mundo. Os trabalhos, que avaliaram os anos de 2010 e o primeiro semestre de 2011, revelam que, ao todo, 86 países já utilizam essa fonte renovável para a produção de energia elétrica. Entre eles, destaca-se a China, que se tornou o país com maior capacidade instalada, acrescentando 18.928 Megawatt (MW) em sua matriz em um ano, bem como o centro da indústria eólica internacional.
  13. 13. Até 2005 a Alemanha liderava o ranking dos países em produção de energia através de fonte eólica, mas em 2008 foi ultrapassada pelos EUA. Desde 2010, a China é o maior produtor de energia eólica. Em 2011 o total instalado nesse país ultrapassava os 62.000 MW (62 GW). Comparado com os 44.000 GW instalados até 2010, foi um aumento de 41%.
  14. 14. Ranking de Geração de Energia Eólica
  15. 15. O Maior Parque de Energia Eólica do Mundo O Horse Hollow no Texas é o maior Parque Eólico do mundo contando com 421 aerogeradores, com 735,5 megawatts (MW) de capacidade, produz energia elétrica suficiente para abastecer 250.000 habitações familiares por ano. É composto por 291 turbinas eólicas da GE 1,5 MW e 130 aerogeradores Siemens 2,3 MW, totalizando 421 aerogeradores distribuídos por cerca de 190 km² de terra
  16. 16. Energia Eólica Offshore
  17. 17. O que é energia eólica offshore A energia eólica offshore consiste em construir parques eólicos ao longo da costa marítima. Esta tecnologia possibilita aumentar a potência instalada de energia eólica e ainda proporciona algumas vantagens face aos parques eólicos terrestres: Há mais vento no mar que em terra, isso deve-se ao facto da inexistência de obstáculos no mar e a menor rugosidade da superfície marítima quando comparada com a terrestre. É mais fácil transportar os elementos constituintes dos aerogeradores por mar do que por terra. Inclusive, ficam abertas as portas a fabricação de aerogeradores de maior porte, que permitirão retirar mais energia do vento.
  18. 18. O custo da fabricação das fundações é elevado assim como é necessário fabricar torres mais altas, pois parte da estrutura fica submersa. Esta tecnologia fica limitada a 40 metros de profundidade, para instalar aerogeradores
  19. 19. O custo da manutenção é mais elevado, pois o mar é um ambiente mais corrosivo. Por outro lado, a deslocação de técnicos fica mais cara.
  20. 20. O Brasil e a Energia Eólica No brasil os primeiros campos de energia eólica foram construídos no Ceará e em Fernando de Noronha no início dos anos 90. O vento é fonte de energia que mais cresce no Brasil. Entre 2006 e 2013, a energia do vento cresceu 829%. E deve estar disponível nos próximos anos para 24 milhões de residências.
  21. 21. Hoje são 167 campos eólicos em todo país. Entretanto 36 deles estão desconectados por falta de linhas de trasmição. A energia desperdiçada daria para abastecer uma cidade do tamanho de Fortaleza. Enquanto isso, o Rio Grande do Norte celebra um feito histórico. Em apenas três anos deixou de ser importador de energia para ser autossuficiente graças à força do vento. A previsão é a de que até o fim do ano o estado supere em energia eólica países como Noruega, Finlândia, Coreia do Sul, Bulgária, Chile e Argentina. O parque eólico de Osório no estado do Rio Grande do Sul é o maior da América Latina. Ele é responsável por geral energia suficiente para abastecer uma cidade de aproximadamente 750 mil habitantes.
  22. 22. O potencial brasileiro de energia eólica é estimado em um pouco mais de 140 GW, avaliado para torres de 50 m de altura. Estima-se que o potencial possa mais que dobrar se forem consideradas torres de mais de 100 m de altura, podendo alcançar uma potência de 300 GW. As regiões brasileiras mais propícias para instalação de campos de energia eólica são: Nordeste, Sul e Sudeste
  23. 23. Desde a criação do Proinfa (Programa de Incentivo às Fontes Alternativas de Energia Elétrica), e, posteriormente, os sucessivos leilões de compra e venda deste tipo de energia, a capacidade instalada de geração aumentou em 75 vezes. Além de ser uma fonte renovável e competitiva, a energia eólica se apresenta como complementar à fonte hidrelétrica, na medida em que os melhores ventos ocorrem nos períodos de menor regime de chuvas. A geração eólica auxilia na recomposição dos níveis dos reservatórios, ou seja, possibilita a formação de acúmulo de água para geração futura.
  24. 24. BIG - Banco de Informações de Geração  3.349 empreendimentos em operação;  Totalizando 130.934.507 kW de potência instalada;  Prevista uma adição de 36.638.341 kW na capacidade de geração do País, proveniente dos 180 empreendimentos atualmente em construção e mais 591 outorgadas. Fonte: http://www.aneel.gov.br/aplicacoes/capacidadebrasil/capacidadebrasil.cfm
  25. 25. BIG - Banco de Informações de Geração Fonte: http://www.aneel.gov.br/aplicacoes/capacidadebrasil/GeracaoTipoFase.asp?tipo=7&fase=3 1 - SP 1 - RJ 48 - CE 43 - RN 21 - BA 1 - MG 22 - RS 13 - SC 13 - PB 1 - SE 2 - MA 4 - PI 6 - PE Potência Total: 3.796.433,24 kW
  26. 26. Leilões • Em 06/06/2014, contratação de 968,6 MW, em leilão de energia promovido pela Aneel; • Fonte eólica vendeu 551 MW; • R$ 129,89/MW; • Deságio 2,28%; • A3 – 2017; • 57%.
  27. 27. ?
  28. 28. Regulamentação • Resolução do Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama) nº 462/14 de 25 de julho de 2014: Estabelece critérios e procedimentos para o licenciamento ambiental dos parques eólicos on shore. • Pontos relevantes: Adoção de um procedimento simplificado para os empreendimentos eólicos considerados de baixo impacto, o que significa: Atestar a viabilidade ambiental, aprovar a localização e autorizar a implantação do empreendimento, emitindo diretamente a Licença de Instalação em uma única fase. • Maior segurança jurídica ao licitante.
  29. 29. • Estudos para a criação dos parques começaram em 1999; • Início das obras em Outubro de 2005; • Ao final de 2006, todos os 75 equipamentos estavam operando comercialmente; • Cerca de 5 mil trabalhadores diretos e indiretos participaram da obra; • O trabalho de infraestrutura exigiu a construção de uma estrada de 24 quilômetros no interior dos parques; Fonte:
  30. 30. Regulamentação 2 GW/ano; 1000 aerogeradores/ano; Gargalos logísticos e de produção; Escalonamento do início nas operações; Planejamento Fonte: http://www.portalabeeolica.org.br/
  31. 31. Descompasso entre obras de geração e transmissão Tribunal de Contas da União (TCU): Prejuízo de R$ 8,3 bilhões entre 2009 e 2013; 75% dos projetos de Termelétricas; 79% dos projetos de hidrelétricas; 88% dos projetos de Eólicas; 11 Empreendimentos. Fonte: http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,atrasos-afetam-36-da-energia-prevista-imp-,1554541
  32. 32. Futuro Da Energia Eólica?!
  33. 33. Futuro Da Energia Eólica BAT (Buoyant Airborne Turbine) Turbina flutuante transportável Alaska Energy Authority Emerging Energy Technology Fund (Fundo para Tecnologias Energéticas Emergentes) $1.3 Mi.
  34. 34. Futuro Da Energia Eólica Fonte: http://www.altaerosenergies.com/wind.html
  35. 35. Futuro Da Energia Eólica $ 0.35 - $ 1 KW/h R$ 750,00 MW/h $ 0.18 KW/h R$ 360,00 MW/h Fonte: http://www.nytimes.com/2014/03/21/business/energy-environment/wind-industrys-new-technologies-are-helping -it-compete-on-price.html (20/03/2014)
  36. 36. ?
  37. 37. Obrigado!

×