Separação..

2.039 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Diversão e humor
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.039
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
16
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Separação..

  1. 1. SEPARAÇÃO DE MATERIAS Professor Édio Mazera – Química ANDRÉ SMANIOTTO, EDUARDO BATTISTI, HIAGO BATTISTI, NABILA SABRINA LEITE, NORTON MAXIMO 2ª TURISMO EXTRAÇÃO POR SOLVENTES 2011
  2. 2. Extração líquido-líquido (ELL) <ul><li>Também conhecida como extração por solvente e partição , é um método para separar compostos baseado em suas diferentes solubilidades em dois líquidos diferentes imiscíveis, normalmente água e um solvente orgânico. </li></ul>
  3. 3. <ul><li>Extração líquido-líquido é uma técnica básica em laboratórios químicos, onde é realizada usando-se um funil de separação </li></ul>
  4. 4. EXEMPLO <ul><li>Em uma situação onde temos dois líquidos, A e B, miscíveis entre si, e queremos separar A de B, podemos usar um terceiro líquido, C, que seja mais miscível com A do que com B. Observe a figura. </li></ul>
  5. 5. <ul><li>A separação entre o extrato , A e C, e o rafinado , A e B, é feita com uma ampola de decantação ou um funil separador. O rafinado pode ser mais purificado com etapas adicionais sucessivas de extração líquido-líquido. A recuperação de A a partir do extrato é geralmente feita por destilação. </li></ul>
  6. 6. Sistemas não-aquosos <ul><li>Exemplo: é possível para cátions sódio serem reduzidos em um cátodo de mercúrio para formar amálgama de sódio, enquanto em um eletrodo inerte (tal como a platina) os cátions sódio não são reduzidos. Em vez disso, água é reduzida a hidrogênio. Um detergente ou sólido fino pode ser usado para estabilizar uma emulsão, ou uma terceira fase. </li></ul>
  7. 7. Vantagens <ul><li>Processo realizado à temperatura ambiente ou temperatura moderada; </li></ul><ul><li>Possibilidade de utilização de solventes com boa capacidade de extração ou seletivos; </li></ul><ul><li>Possibilita controle de pH, força iônica e temperatura, de forma a evitar a desnaturação de enzimas e proteínas (sistemas aquosos bifásicos de biomoléculas). </li></ul>
  8. 8. Desvantagem <ul><li>A Separação por solventes gera produtos intermediários (transfere-se o soluto A do solvente B para outro solvente C) e portanto será necessário utilizar um outro processo posteriormente (p.ex. destilação, evaporação) para obter o soluto A, livre do solvente C. </li></ul>
  9. 9. Procedimento Experimental <ul><li>1. Colocar 5 ml de solução aquosa de iodo em um tubo de ensaio. </li></ul><ul><li>2.  Adicionar 5 ml de n-hexano. </li></ul><ul><li>3.  Agitar e observar. </li></ul><ul><li>4.  Transferir 15 ml de solução aquosa de iodo para um funil de separação. </li></ul><ul><li>5.  Adicionar 15 ml de n-hexano. </li></ul>
  10. 10. <ul><li>6.  Tampar o funil, invertê-lo e abrir a torneira para prevenir sobre pressão. </li></ul><ul><li>7.  Fechar a torneira, agitar suavemente e reabrir a torneira. </li></ul><ul><li>8.  Repetir este processo (item 7) umas 4 vezes. </li></ul><ul><li>9.  Fechar a torneira e colocar o funil no suporte. </li></ul><ul><li>10. Retirar a tampa (ou rolha) e aguardar a separação. </li></ul>
  11. 11. <ul><li>11. Recolher a fase inferior (fase orgânica) em um tubo de ensaio e a segunda fase (fase aquosa) em outro tubo. </li></ul><ul><li>12. Tampar ambos tubos, rotulados, e guardar na estante de amostras. </li></ul>
  12. 12. Vale destacar que: <ul><li>A preparação do cafezinho, é um clássico exemplo da Extração por Solventes, onde o café é uma solução cujo o solvente é a água, e os solutos são as substancias presentes no pó de café que são solúveis em água quente. </li></ul>
  13. 13. Bibliografia <ul><li>WIKIPEDIA, pt.wikipedia.org 2011, Separação Líquido-Líquido 2011; </li></ul><ul><li>COLA DA WEB, coladaweb.com 2011, Extração com solventes: simples e múltipla, 2011; </li></ul><ul><li>LIVRO DE QUIMICA ATUAL(Bibliografia incompleta, por faltar capa do livro na apostila); </li></ul><ul><li>SCRIBD, pt.scribd.com 2011, Como fazer um Trabalho, 2010. </li></ul>

×