Filtração

7.009 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.009
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
54
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
91
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Filtração

  1. 1. Professor Édio Mazera – Química Filtração
  2. 2. <ul><li>Filtração é um método para separar sólido de líquido ou fluido que está suspenso, pela passagem do líquido ou fluido através de um meio permeável capaz de reter as partículas sólidas. Existem filtrações de escala laboratorial e filtrações de escala industrial. </li></ul>
  3. 3. <ul><li>Numa filtração qualitativa, é usado o papel de filtro qualitativo, mas, dependendo do caso, o meio poroso poderá ser uma camada de algodão, tecido, polpa de fibras quaisquer, que não contaminem os materiais. </li></ul><ul><li>Para as filtrações quantitativas, usa-se geralmente papel filtro quantitativo, ou placas de vidro sintetizada ou de porcelana sintetizada. Em qualquer dos casos indicados há uma grande gama de porosidades e esta deverá ser selecionada dependendo da aplicação em questão. </li></ul>
  4. 4. Por que Filtrar? <ul><li>Em um ecossistema semi aberto como um aquário, onde são constantemente introduzidas porções de matéria orgânica (alimentos, plantas, peixes, microrganismos, etc.), o consumo dos alimentos e nutrientes por parte dos seres vivos gera uma “carga” de dejetos poluidores que tendem a se acumular ao longo do tempo, causando um desequilíbrio orgânico, físico e químico no meio. Ou seja, a água do aquário é gradativamente poluída por seus próprios ocupantes, tendendo a ficar turva, carregada de substâncias químicas nocivas (nitritos, nitratos, amônia, fosfatos...), povoada com algas indesejáveis, com o pH alterado, etc. </li></ul><ul><li>Para contrabalançarmos esses efeitos precisamos intervir para eliminar os detritos e compostos indesejáveis acumulados da melhor maneira possível. Para essa tarefa, um dos melhores recursos com que o aquarista pode contar é o filtro . </li></ul>
  5. 5. <ul><li>Filtração simples: é o processo usado para separar misturas heterogêneas formadas por um sólido e um líquido ou por um gás e um sólido .  </li></ul>
  6. 6. <ul><li>Tipos de filtração laboratorial </li></ul><ul><li>Existem basicamente 5 tipos de filtração utilizadas em laboratório, que são: </li></ul><ul><li>1. Filtrações Comuns de Laboratório : </li></ul><ul><li>São onde os elementos fundamentais são: papel filtro qualitativo (comprado em rolos) e funil comum. </li></ul><ul><li>2. Filtração Analítica : </li></ul><ul><li>Usada na análise quantitativa. O funil é o funil analítico, munido de um tubo de saída longo, que, cheio de líquido &quot;sifona&quot;, acelerando a operação de filtração. </li></ul>
  7. 7. <ul><li>Os papéis filtro para fins quantitativos diferem dos qualitativos, principalmente por serem quase livres de cinzas (na calcinação), visto que, durante a preparação, são lavados com ácido clorídrico e fluorídrico, que dissolvem as substâncias minerais da pasta de celulose. O teor de cinza de um papel filtro quantitativo de 11 cm de diâmetro é menor que 0,0001 g. Eles existem no mercado na forma de discos (  = 5,5; 7,0; 9,0; 11,0; 12,5; 15,0 e 18,5) e com várias porosidades. </li></ul>
  8. 8. <ul><li>Os filtros de uma empresa são especificados pelo número 589 e tem várias texturas: </li></ul><ul><li>a) Nº 589 - faixa preta (mole) - textura aberta e mole que filtra rapidamente. Usos: precipitados grossos e soluções gelatinosas. </li></ul><ul><li>b) 589 - faixa branca (médio) - Usos: precipitados médios tipo BaSO4 e similares. </li></ul><ul><li>c) 589 - faixa azul (denso) - Usos: precipitados finos como o do BaSO4 formado à frio. </li></ul><ul><li>d) 589 - faixa vermelha (extra-denso) - Usos: para materiais que tendem a passar para a solução ou suspensões coloidais. </li></ul><ul><li>e) 589 - faixa verde (extra-espesso) - Usos: no caso anterior quando exige-se dupla folha da faixa vermelha. </li></ul><ul><li>f) 589-14 (fino) - Usos: filtração de hidróxidos do tipo hidróxido de alumínio e ferro. </li></ul>
  9. 9. <ul><li>3. Filtração Com Funil de Buchner ou Cadinho de Gooch : </li></ul><ul><li>São as típicas filtrações a vácuo , pois são realizadas com a aplicação de vácuo para permitir, seja por motivo de tempo, seja por viscosidade do líquido a ser filtrado, necessitar-se de um diferencial de pressão (a própria pressão atmosférica atua como força) atuando sobre o líquido no filtro. </li></ul><ul><li>Funil de Buchner: </li></ul><ul><li>É efetuada com sucção com auxílio de uma trompa de vácuo e Kitassato. No fundo do funil, sobre a placa plana perfurada é adaptado o disco de papel filtro molhado, aderido devido à sucção. </li></ul>
  10. 11. <ul><li>Filtração a vácuo : </li></ul><ul><li>Substituindo-se o funil de Buchner por um cadinho de porcelana com fundo perfurado temos a filtração com cadinho de Gooch. É portanto, efetuada com sucção e o meio filtrante é polpa de papel de filtro quantitativo ou amianto. </li></ul><ul><li>Para a confecção do meio filtrante de amianto ou polpa de papel filtro, deve-se colocar o cadinho na alonga e adicionar com muito cuidado o amianto misturado com água (ou polpa de papel filtro com água). Bate-se levemente com a bagueta é deixa-se escorrer toda a água através de sucção. O meio filtrante não deve ser muito espesso. </li></ul>
  11. 12. <ul><li>4. Filtração em Cadinhos Com Placas Porosas de Vidro ou Porcelana </li></ul><ul><li>Neste caso, o cadinho já possui o meio filtrante fundido ao corpo do cadinho. Sofrem via de regia, ataque das soluções alcalinas. Por isso são utilizados em aplicações diversas, evitando-se apenas soluções francamente alcalinas. </li></ul>
  12. 13. <ul><li>5. Filtração à Quente </li></ul><ul><li>Quando a solubilidade permitir, a filtragem à quente é preferível, por reduzir a viscosidade do líquido. </li></ul><ul><li>Nas filtrações à quente, evita-se o contato do papel de filtro com as paredes do funil que resfriam o conjunto filtrante. Por isso, depois de feito o cone do papel, suas paredes são dobradas em pregas e aquece-se previamente o conjunto com água quente. Há também filtros com camisa de vapor e neste caso o papel filtro é adaptado como nos casos comuns. Filtração </li></ul><ul><li>A filtração é utilizada para realizar a separação do líquido de uma mistura sólido-líquido ou sólido-gasoso. O “equipamento” mais utilizado é o filtro de papel, usado para filtrar o café (um exemplo bastante prático do uso da filtração). Ele funciona como uma peneira microscópica, somente o líquido passa pelos seus minúsculos orifícios, acumulando a fase sólida dentro do filtro. </li></ul>
  13. 14. <ul><li>O nome dado á substância que passou pelo filtro é “filtrado”. O filtro é feito de fibras entrelaçadas, formando uma peneira microscópica. </li></ul><ul><li>Num aspirador de pó, o filtro é utilizado para separar as partículas sólidas (poeira) do ar. </li></ul><ul><li>Ex: Os materiais sólidos ficam e os líquidos passam. </li></ul>
  14. 15. Equipe: Tainara Da Silva; Laís Voltolini; Carolina Casagrande; Henrique Minatti e Tuane Sgrott. Série: 2ª Turismo.

×