Aula 02 - MIPP

212 visualizações

Publicada em

Faculdade Pitágoras em Linhares/ES - 2010

Publicada em: Engenharia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
212
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 02 - MIPP

  1. 1. METODOLOGIA E INTRODUÇÃO À PRÁTICA DE PESQUISA Professor: Vasconcelos Zuqui Aula 2
  2. 2. Como ler melhor
  3. 3. • Como você costuma ler os diferentes tipos de textos? • Como você separa os textos? Como ser seletivo? • Você utiliza alguma técnica?
  4. 4. Para cada leitura, uma técnica. O recall: organizando as idéias para retê-las.
  5. 5. Como melhorar seu recall Registrar-reter-recordar-reconhecer Planejamento e estrutura
  6. 6. • Não temos central de memória; • Não temos má memória; • Existem diferentes espécies de memória; • Podemos melhorar as nossas recordações;
  7. 7. Dicas para você melhorar o recall • Seja seletivo. Não podemos recordar tudo. • Leia para aprender algo. Crie interesse. • Acredite. Force a recordação. • Desenvolva um ponto de vista. • Estabeleça um significado do seu objetivo de leitura. Obtenha idéias e não palavras. • Leia com propósito. • Crie interesse.
  8. 8. • Crie, rascunhe, faça algo de útil com os fatos. • Use as suas próprias palavras para o recall, mas depois, e não durante. • Faça o recall de memória. Lembre-se, quanto maior associação, melhor.
  9. 9. Concentração e pré-leitura • A pré-leitura e suas técnicas Especialista ou generalista? É um paradoxo, mas você deve ler o livro superficialmente antes de dominá-lo.
  10. 10. Alguns passos • Olhe a página de rosto e prefácio. • Estude a relação dos conteúdos. • Verifique no índice o material crucial. • Olhe os resumos ou passagens dos capítulos;
  11. 11. A pré-leitura como orientação • ´Siga o roteiro: – Escolha um livro sobre um assunto que você aprecie muito; – Leia o índice dos conteúdos (sumário). – Agora vá até o prefácio. – Agora você já sabe para onde vai, quais passos e quem está levando. – Tome o primeiro capítulo.
  12. 12. Como fazer anotações e resumos • Por que fazer anotações das aulas? • Fazer anotações das aulas obriga a prestar atenção cuidadosa às aulas e a testar o seu entendimento da matéria lecionada. Isso ajuda o aprendizado e poupa tempo de estudo. • A anotação de idéias que parecem estranhas, ridículas, fora de propósito ou que contrariam a sua • opinião é fundamental, pois ali podem estar as sementes de uma compreensão ou de uma discordância mais persistentes. • Não discorde sem entender profundamente os argumentos apresentados. Discordar sem entender não é educativo.
  13. 13. • Anote pontos aonde você precisa retornar, seja para entender, seja para explorar novas idéias • Anote as idéias gerais que refletem a estrutura da aula. Mas anote também detalhes e exemplos, que mostram tais idéias em ação. • A revisão das anotações mostra o que é mais importante na matéria lecionada e o que deve ser estudado com mais cuidado. • É mais fácil guardar na memória as próprias anotações do que os textos dos livros. • Ajuda a memorização da estrutura lógica da matéria. • Ajuda a um entendimento muito mais profundo da matéria do que a simples escuta.
  14. 14. Mapas conceituais Um mapa conceitual é uma estratégia na organização das idéias por meio de palavras-chave, cores, imagens, símbolos e figuras, em uma estrutura que se irradia a partir de uma idéia, um conceito, um conteúdo.
  15. 15. Como criar um mapa conceitual • Iniciar com uma pesquisa [em livros ou pela internet], em que se prioriza observar e registrar como o tema a ser pesquisado foi tratado pelos diferentes autores que se dedicaram a ele. Basta ler os capítulos ou tópicos que compõem um livro para se identificar a abordagem que o autor faz do tema. • Anotar os principais termos ou conceitos acerca do tema. • Identificar os conceitos mais gerais, os intermediários e os específicos.
  16. 16. • Começar a construir o mapa de conceitos: - Os conceitos são contornados com um círculo (oval ou outra forma) - Localizar o conceito mais geral no topo - Colocar os conceitos intermédios abaixo do geral e os específicos abaixo dos intermédios
  17. 17. • Traçar as linhas de ligação entre os conceitos • "Etiquetar" as linhas de ligação com as palavras de ligação para indicar como os conceitos estão relacionados - proposições • Fazer a revisão do mapa • Para aperfeiçoar o seu mapa de conceitos, confira este link. • Um mapa de conceitos é sempre pessoal. Mas alguns aspectos devem ser levados em conta para conseguir um maior aperfeiçoamento, tais como (de acordo com a informação disponibilizada no site Mind Tools):
  18. 18. • Usar palavras simples ou frases simples para informação • Usar fontes (tipo de letra) facilmente legíveis • Usar cores para separar idéias diferentes • Usar símbolos e imagens sugestivas • Usar formas diferentes para diferentes grupos de informação • Usar setas para mostrar relações de causa e efeito • Proposta extraída de Classroom Ideas Using Inspiration: For Teachers by Teachers e traduzida pelo Núcleo UE/Minerva (2001).

×