Basílica

1.317 visualizações

Publicada em

História da Basílica de Nossa Senhora Auxiliadora, em Santa Rosa, Niterói, RJ

Publicada em: Turismo
1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.317
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
17
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Basílica

  1. 1. Colégio Salesiano Santa Rosa In í cio da obra salesiana no Brasil 14 de julho de 1883
  2. 2. Memorial Histórico Pe. Josué Francisco da Natividade Denise Campello Taraciuk [email_address]
  3. 3. Basílica de N.Sª. Auxiliadora
  4. 4. Padre Miguel Borghino, em 1884, construiu a primeira capela do Colégio Santa Rosa em honra de N. Sª. Auxiliadora. Na ocasião deu início a campanha em favor da construção de um Santuário Nacional a N. Sª. Auxiliadora, para substituir a modesta capela.
  5. 5. Primeira capela do Colégio Santa Rosa (1884)
  6. 6. Imagem de N. Sª. Auxiliadora Foi encomendada pelo Pe. Miguel Borghino, em 1886 . Esculpida em madeira, veio de Munique, Alemanha Coroas do Menino Jesus e de Nossa Senhora
  7. 7. Lançamento da Pedra Fundamental do Santuário de N.Sª. Auxiliadora 15 de dezembro de 1901
  8. 8. Em 15 de dezembro de 1901 , foi lançada a pedra fundamental do Santuário.O projeto de estilo eclético - denominado Bossan, uma mistura do gótico com o árabe - do engenheiro salesiano Domingos Delpiano, que não pode concluir a obra, pois teve que ir para São Paulo.
  9. 9. Convite para o lançamento da pedra fundamental do Santuário de N.Sª. Auxiliadora Um ano antes, no dia 08 de dezembro de 1900 , havia sido inaugurado o Monumento de Maria Auxiliadora. Foi um sonho do P e . Luís Zanchetta, que conseguiu realizar com brilhantismo. P e . Zanchetta não perdeu tempo.Terminara o Monumento. Agora, era a vez da igreja. Começou a trabalhar.
  10. 10. No dia 01 de dezembro de 1901 , ele lança a circular “ Notícia Plano, Notícia Convite”. Em “Notícia Convite”, diz P e . Zanchetta: “ No dia 08 do corrente mês de dezembro – Festa da Imaculada Conceição e 1 o aniversário da inauguração do Monumento Comemorativo do IVº Centenário do Descobrimento do Brasil – às 11 horas da manhã, será assentada com a maior solenidade e com um brilhantismo verdadeiramente singular a primeira pedra do ‘Santuário Monumental’.” O lançamento da primeira pedra foi transferido para o dia 15 de dezembro 1901 . Foi uma grande festa. Contou com a presença de Dom Francisco do Rego Maia, bispo de Petrópolis, que celebrou a missa na capela do Colégio, na presença de muitos sacerdotes, jornalistas e os padrinhos do ato Sr. General Costallat e esposa Dona Isabel Costallat, Visconde de Morais e Dona Francisca de Abreu Lima.
  11. 12. Ao final da cerimônia o P e . Carlos Peretto agradeceu ao Sr. Bispo os grandes benefícios prestados aos Salesianos; e terminou depois de felicitações e agradecimentos aos presentes lendo, em italiano, o seguinte telegrama dirigido ao Sr. Bispo de Petrópolis pelo Cardeal Rampolla, secretário de Sua Santidade o Papa: “ Santo Padre satisfeito bênção da primeira pedra do Santuário Monumental Maria Imaculada Auxiliadora, agradece a devota homenagem e abençoa com paternal afeto Vossa Senhoria, Salesianos Niterói, Cooperadores e Famílias”.
  12. 13. Lançamento da pedra fundamental (1901)
  13. 14. Lançamento da pedra fundamental (1901)
  14. 15. Lançamento da pedra fundamental (1901)
  15. 16. Planta original do Santuário 70 metros 30 metros Não foi construído
  16. 17. Projeto de Domingos Delpiano engenheiro salesiano que veio com o grupo que fundou o Colégio .
  17. 18. Material de divulgação para a construção do Santuário de N.Sª. Auxiliadora
  18. 19. Material de divulgação para a construção do Santuário. Impresso em Paris (1901)
  19. 20. Santuário em construção (1906)
  20. 22. Caderneta de contribuição dos benfeitores do Santuário
  21. 23. Caderneta de contribuição dos benfeitores do Santuário
  22. 24. Revista do Santuário (1915)   A partir de 1915 os salesianos de Niterói iniciaram a publicação de um periódico com a finalidade específica de promover o culto a Nossa Senhora Auxiliadora no país, incentivando os fiéis a colaborarem para as obras do Santuário que estava sendo construído junto ao Colégio. Esta publicação, lançada em setembro de 1915 , sob o título Nossa Senhora Auxiliadora – A Revista do Santuário , era publicada mensalmente e durou oito anos consecutivos, até 1922 . Foi incentivada pelo P e . Antônio Dalla Via.
  23. 25. A igreja foi aberta ao culto em 24 de dezembro de 1918, com a construção ainda em andamento. As missas eram celebradas no altar de São José.
  24. 26. Inauguração do Santuário em 1918 (a torre e a cúpula foram construídas mais tarde)
  25. 27. Em 30 de maio de 1920, foi inaugurado solenemente o bloco de mármore onde estão esculpidas as armas da Basílica Vaticana, colocado no frontispício do Santuário. Vinculação à Basílica do Vaticano
  26. 28. Vinculação à Basílica do Vaticano Sua vinculação à Basílica Romana é expressão simbólica de uma dimensão própria da Congregação de Dom Bosco: a profunda adesão dos salesianos às diretrizes emanadas da Santa Sé ou, em outras palavras, sua filial devoção ao Santo Padre.
  27. 29. Interior do Santuário (1929)
  28. 30. 1933 Cinqüentenário do Colégio Conclusão da parte interna do Santuário O interior do Santuário foi concluído pelo engenheiro salesiano Pe. Paulo Consolini, em 1933, ano do cinqüentenário do Colégio.
  29. 31. Projeto original do altar-mor Este projeto seria feito em mármore de Carrara. Não houve tempo de concluí-lo para o cinqüentenário do Colégio (1933). Foi feito um altar provisório, que está até hoje.
  30. 32. Pe. Paulo Consolini Engenheiro salesiano encarregado de concluir as obras do Santuário. Foram de sua autoria os projetos do altar-mor e dos altares do Sagrado Coração de Jesus e de Dom Bosco.
  31. 33. Altar-Mor (projeto do Pe. Paulo Consolini )
  32. 34. Altar do Santíssimo Detalhe do teto
  33. 35. Nossa Senhora Auxiliadora Padroeira da Arquidiocese de Niterói 20 de agosto de 1933
  34. 36. Dom José Pereira Alves proclama N.Sª. Auxiliadora Padroeira da Diocese de Niterói (1933)
  35. 37. Construção da torre (inaugurada em 13 de novembro de 1938)
  36. 38. Em 1º de junho de 1944 , o Bispo Dom José Pereira Alves transferiu a sede da paróquia, da Capela de Santa Rosa do Viterbo para a Igreja de N. Sª. Auxiliadora, nomeando seu primeiro vigário ecônomo o Pe. Francisco Xavier Lanna . Paróquia de Nossa Senhora Auxiliadora (1944)
  37. 39. Párocos da paróquia de Nossa Senhora Auxiliadora   <ul><li>P e . Francisco Xavier Lanna - 1º de junho de 1944 a 1949 </li></ul><ul><li>P e . Virgínio Fistarol - de 1950 a 1954 </li></ul><ul><li>P e . Emílio Miotti - de 1955 a 1964 </li></ul><ul><li>P e . José Teixeira - de 1965 a 1972 </li></ul><ul><li>P e . José Lacerda Sobrinho - de 1973 a 1977 </li></ul><ul><li>P e . Olímpio Gabriel Martins Ferreira - de 1978 a 1982 </li></ul><ul><li>P e . Josué Victor Baptistão - de 1983 a 1986 </li></ul><ul><li>P e . Luiz Andrade Meireles - de 1987 a 1994 </li></ul><ul><li>P e . Gregório Batista - de 1995 a 2005 </li></ul><ul><li>P e . Jairo Matos Fonseca - de 2006 a 2008 </li></ul><ul><li>Pe. Duíle de Assis Castro - de 2009 a....... </li></ul>
  38. 40. Bênção dos sinos (16 de dezembro de 1945)
  39. 41. Bênção dos sinos (16 de dezembro de 1945)
  40. 42. A igreja do Salesiano foi elevada à condição de Basílica em 12 de setembro de 1950, pelo Santo Padre Pio XII. Sua sagração litúrgica foi em 30 de dezembro de 1950 por Dom Orlando Chaves, bispo salesiano de Corumbá e antigo diretor do Colégio, que muito trabalhou para sua construção.
  41. 43. Símbolos Basilicais Tintinábulo e Umbela Esses símbolos ficaram expostos na Basílica até o final da década de 1980
  42. 44. Sagração da Basílica (30 de dezembro de 1950) Dom Orlando Chaves Dom João Resende Costa
  43. 45. Construção da cúpula (1953)
  44. 46. Inauguração do Grande Órgão 15 de abril de 1956
  45. 47. O Grande Órgão Foi adquirido pelo Pe. Virgínio Fistarol e instalado pela firma Tamburini, de Crema, Itália. Na época, foi considerado o maior órgão da América do Sul e um dos maiores do mundo.
  46. 48. Notícia do jornal O Globo em 14 de abril de 1956 Maestro Fernando Germani
  47. 49. Autoridades presentes Israel Pinheiro, Pe. Virgínio Fistarol e o Ministro da Educação e Cultura Dr. Clóvis Salgado da Gama.
  48. 50. Dr. Clóvis Salgado da Gama, Ministro da Educação e Cultura, e Dom Jaime de Barros Câmara
  49. 52. Maestro Fernando Germani Primeiro organista vitalício da Basílica de São Pedro
  50. 53. Basílica de Nossa Senhora Auxiliadora Reforma (1997)
  51. 54. Basílica após a reforma (1997) Em 02 de maio de 1997, a Basílica de Nossa Senhora Auxiliadora foi reaberta, após uma grande reforma. Dom Carlos Alberto Navarro, arcebispo de Niterói, presidiu a cerimônia de reabertura.
  52. 58. Os vitrais azuis, em dia de sol, causam um efeito belíssimo em todo o presbitério. CÚPULA
  53. 61. Fachada do Eco ( In Cornu Epistolae) Lado direito Fachada do Coral Lado esquerdo
  54. 62. O Grande Órgão Em 1996, sofreu uma grande reforma executada pela firma Mascioni (Varese-Itália). Hoje, o Órgão Monumental abriga um moderno sistema digital.
  55. 63. Pe. Marcello M. Ferreira (organista da Basílica)
  56. 64. Altares e Vitrais
  57. 65. Altar-Mor Vitrais da Capela do Santíssimo
  58. 66. Detalhe das pilastras do altar-mor Detalhe do altar-mor
  59. 67. Detalhes do altar-mor
  60. 68. Altar do Santíssimo
  61. 69. Altar do Sagrado Coração de Jesus Vitrais do altar do Sagrado Coração
  62. 70. Detalhes do altar do Sagrado Coração de Jesus Detalhe do altar do Sagrado Coração de Jesus
  63. 71. Altar de Dom Bosco Vitrais do altar de Dom Bosco
  64. 72. Altar de São José O vitral deste altar tem os seguintes dizeres: “Com Jesus e Maria, ó glorioso José, assiste-nos na hora de nossa morte”. Foi ofertado pela família Magalhães Castro. O mais antigo da Basílica
  65. 73. “ Este altar dádiva do Sr. Virgilio A. Maia. Foi consagrado pelo Exmo. Sr. Dom Agostinho F. Benassi” 19-03-1920 Detalhe do altar de São José
  66. 74. Altar de Santo Antônio  Há uma placa de mármore com a seguinte inscrição: “ Hoc altare Sancto Antonio de Padua Consecravit Augustinus Benassi Episcopus 23-XI-20”. Este altar de Santo Antônio de Pádua foi consagrado pelo Bispo Agostinho Benassi 23-11-1920 O vitral deste altar foi oferta de A. P. Costa Monteiro 
  67. 75. Altar de N.Sª. de Lourdes  Inscrição da placa de mármore: “ N.Sª. de Lourdes protege os benfeitores do vosso altar. Consagrado pelo Exmº D. Agostinho Benassi.” 15-12-1920. O Vitral foi oferta da Pia União (1950) e por Maria Cândida Rangel 
  68. 76. Altar de Santa Maria Domingas Mazzarelo Fundadora do Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora (1872) O vitral deste altar é uma homenagem ao centenário do Colégio Santa Rosa e da Obra Salesiana no Brasil (1983) Oferta da Comunidade Salesiana  
  69. 77. Vitral do surgimento da devoção a N.Sª. Auxiliadora. Inscrições: “ Lepanto 1571. Auxilium Christianorum. Papa Pio V . 1566 -1572. Ave Maria. *** 24 de maio 1815. Papa Pio VII. 1800-1823. Fontanebleu. 1809-1815.”  Niterói 1900. Becchi 16-08-1815 *** “ Foi Ela quem tudo fez’ Inde Gloria Mea Turim 1868.” Oferta dos sobrinhos do Pe. Virgínio Fistarol no seu jubileu de ouro. 29-12-1985 
  70. 78. Altar das almas Onde se encontram os restos mortais de Dom Lasagna e de algumas Irmãs salesianas, vítimas do acidente de Mariano Procópio, perto de Juiz de Fora (MG), em 1895, e de outros salesianos.
  71. 79. Esquife de Dom Lasagna
  72. 80. Detalhes do altar das almas
  73. 81. Detalhe da porta principal da Basílica
  74. 82. Detalhe do antigo batistério Pia batismal
  75. 83. Antigo confessionário
  76. 84. Altar de Santa Teresinha de Lisieux Os vitrais deste altar tem a seguinte inscrição: “ Padroeira das Missões – abençoai os missionários.” Foi oferta dos paroquianos, ex-alunos e amigos. 10/06/1962 Lembrando os 40 anos de sacerdócio do Vigário Emílio Miotti .  
  77. 85. Altar de São Domingos Sávio Os vitrais deste altar foram ofertados pela família Miotti Sapienza em memória de Cláudio Luís  
  78. 86. Altar de São Vicente de Paulo O vitral deste altar tem os seguintes dizeres: “ Bem-aventurados os misericordiosos porque alcançarão misericórdia”. Foi ofertado pelos Vicentinos e devotos.  
  79. 87. Primeiro vitral da basílica Tem os seguintes dizeres: “ Deixae as creancinhas virem a mim”. Oferta do Apostolado da Oração Altar de São Francisco de Sales Patrono da Congregação Salesiana  
  80. 88. Detalhes do altar de São Francisco de Sales “ Altar de São Francisco de Sales Consagrado pelo Exmº Sr. D. Agostinho F. Benassi” 24-09-1920
  81. 89. Vinculação à Basílica do Vaticano em 30 de maio de 1920 Bloco de mármore com as Armas da Basílica Vaticana, colocado no frontispício do Santuário em 30 de maio de 1920 Bandeira do Vaticano
  82. 90. Sacristia
  83. 91. Sacristia
  84. 92. Sacristia
  85. 93. Basílica de Nossa Senhora Auxiliadora (detalhes externos)
  86. 94. Detalhes artísticos da torre
  87. 96. Parte lateral da Basílica
  88. 97. Vista do Monumento (2008)
  89. 98. Reformas em 2008
  90. 99. Reforma de teto da sacristia
  91. 100. Reforma do piso do presbitério
  92. 101. Capela do Santíssimo(piso e detalhe na parede)
  93. 103. Santuário de N. Sª. Auxiliadora Lançamento da pedra fundamental: 15 de dezembro de 1901 Projeto: Domingos Delpiano (SDB) Estilo: Bossan (mistura o Gótico com o Árabe) Aberta ao culto: 24 de dezembro de 1918 Vinculação à Basílica do Vaticano: 30 de maio de 1920 Conclusão do interior: 1933 (50 anos do Colégio) Projeto do presbitério e dos altares do Sagrado Coração de Jesus e de Dom Bosco: Pe. Paulo Consolini N.Sª. Auxiliadora - Padroeira da Arquidiocese de Niterói: 20 de agosto de 1933 Inauguração da torre: 13 de novembro de 1938 Paróquia: 1º de junho de 1944 Primeiro Vigário: P e . Francisco Xavier Lanna (1944) Bênção dos sinos: 16 de dezembro de 1945 Elevação do Santuário à condição de Basílica: 12 de setembro de 1950 Sagração da Basílica: 30 de dezembro de 1950 Construção da cúpula: 1953 Inauguração do Grande Órgão: 15 de abril de 1956 Dimensões: 70 metros de comprimento por 30 metros de largura, na parte mais larga Capacidade: 600 pessoas sentadas
  94. 104. “ Foi Ela quem tudo fez” Dom Bosco
  95. 105. Pesquisa e produção: Denise Campello Taraciuk Fotos: Arquivo do Memorial Histórico do Colégio Santa Rosa Música: Jesus Alegria dos Homens , Cantata 147 para a Festa da Visitação da Virgem Maria, de Johann Sebastian BACH . Séc. XVII 6945833-4’03”  

×