REVOLUÇÃO RUSSA  www.thiagohmlopes.blogspot.com
CONTEXTO PRÉ-REVOLUCIONÁRIO:  No início do século XX, a Rússia encontrava-se em situaçãosemi-feudal internamente.  Estrutu...
Propaganda japonesa sobre a guerra contra a Rússia.
Em 09/01/1905, manifestantes se reuniram em procissão até oPalácio Imperial, em São Petersburgo. O objetivo era conseguiru...
Tentando diminuir as tensões sociais, o czar criou aDuma, espécie de Parlamento.   Contudo, os deputados eleitos das quatr...
A PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL:   A Rússia entrou na guerra contra a Alemanha pela Tríplice  Aliança. Foi um desastre: faltava ...
A REVOLUÇÃO:   Fome, epidemias e a prática de violências provocada pelamiséria espalharam-se por todos o país. As passeata...
Vladimir Lênin, que estava exilado na Suíça, havia retornado àRússia em abril, aproveitou para organizar a sua tomada do p...
A GUERRA CIVIL:  Os comunistas enfrentaram uma série de ações oposicionistasque dificultaram a consolidação deles no poder...
A NOVA POLÍTICA ECONÔMICA – NEP:  A insatisfação permanecia, conforme disse um operário no 8ºCongresso dos Sovietes em 192...
A MORTE DE LÊNIN E A ASCENSÃO DE STÁLIN:  Em 1924, Lênin morreu (supostamente de sífilis ou AVC) e seusdois herdeiros polí...
O GRANDE EXPURGO:   Stálin realizou uma perseguição sistemática contra todos osseus opositores, eliminando-os um a um, con...
OS PLANOS QUINQUENAIS:   Stálin aboliu a NEP e estabeleceu as metas da economia russaem um prazo de cinco anos. De forma g...
Revolução russa
Revolução russa
Revolução russa
Revolução russa
Revolução russa
Revolução russa
Revolução russa
Revolução russa
Revolução russa
Revolução russa
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Revolução russa

1.308 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.308
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
775
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revolução russa

  1. 1. REVOLUÇÃO RUSSA www.thiagohmlopes.blogspot.com
  2. 2. CONTEXTO PRÉ-REVOLUCIONÁRIO: No início do século XX, a Rússia encontrava-se em situaçãosemi-feudal internamente. Estrutura estatal gigantesca, lenta, cara e autoritária. 80% da economia nacional dependia da agricultura. Altos impostos servis empobreciam ainda mais a população ebeneficiava a nobreza. Os problemas internos da Rússia se agravaram ainda mais apósa guerra Russo-Japonesa (1904-1905). A origem do conflito foi adisputa entre os dois países por territórios na China e por áreas deinfluência no continente. A derrota ante os japoneses mergulhou aRússia numa grave crise econômica e aumentou odescontentamento de diferentes grupos sociais contra o czarNicolau II. Começaram a ocorrer greves e movimentosreivindicatórios, duramente reprimidos pela polícia czarista.
  3. 3. Propaganda japonesa sobre a guerra contra a Rússia.
  4. 4. Em 09/01/1905, manifestantes se reuniram em procissão até oPalácio Imperial, em São Petersburgo. O objetivo era conseguiruma audiência com o czar para pedir aumento de salário ediminuição da jornada de trabalho. A multidão, que carregavaimagens religiosas e cantava "Deus Salve o Czar", foi recebida abala pela Guarda Imperial. Muitos morreram ou ficaram feridos. Apartir de então, o 9 de janeiro seria lembrado como "DomingoSangrento", e a popularidade do czar entraria em declínio.
  5. 5. Tentando diminuir as tensões sociais, o czar criou aDuma, espécie de Parlamento. Contudo, os deputados eleitos das quatro primeiras dumasforam de tal maneira pressionados pelo czar que pouco puderamfazer. Em 1905, pouco depois do Domingo Sangrento, surgiram ossovietes de trabalhadores, conselhos que se encarregavam decoordenar o movimento operário nas fábricas. Os sovietes teriampapel decisivo na revolução de 1917.
  6. 6. A PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL: A Rússia entrou na guerra contra a Alemanha pela Tríplice Aliança. Foi um desastre: faltava comida e munição, o que contribuiu para que o Exército tivesse milhões de mortos e feridos. Em apenas doze meses, o país trocou várias vezes de ministério: foram quatro primeiros-ministros, três ministros da Guerra, três ministros das Relações Exteriores. Com a crise, dois grupos passaram a planejar mais ativamente a derrubada da monarquia:1) Liberais, que queriam fazer da Rússia uma república com democracia representativa (os próprios cidadãos elegeriam seus representantes) e vencer a guerra contra a Alemanha; e2) Partido Operário Social-Democrata Russo (POSDR), que queria tirar o país da guerra e, influenciados pelas idéias do pensador alemão Karl Marx, transformar a economia e a sociedade russas rumo à revolução do proletariado mundial (a classe trabalhadora do mundo inteiro se uniria contra os patrões e tomaria o poder).
  7. 7. A REVOLUÇÃO: Fome, epidemias e a prática de violências provocada pelamiséria espalharam-se por todos o país. As passeatas contraNicolau II multiplicavam-se e suas tropas, cansadas da guerraprovocada pelos ricos e por seus interesses, desertava em númerocada vez maior, e tomavam o lado do povo. A situação tornara-seinsustentável. Em 08/03/1917 (27 de fevereiro no antigo calendário russo) oczar foi derrubado. Instaurou-se um governo provisóriocomandando pela burguesia russa, classe social mais bemorganizada no momento. Foram abolidas a censura à imprensa e apena de morte aos que praticassem crimes políticos. Os socialdemocratas se dividiam, por sua vez, em duas alas: osmencheviques (minoria) e os bolcheviques (maioria), nomes dadospelo tamanho dessas alas no Congresso de Fundação em 1903.Apesar disso, os mencheviques foram a real maioria durantequase todo o período revolucionário.
  8. 8. Vladimir Lênin, que estava exilado na Suíça, havia retornado àRússia em abril, aproveitou para organizar a sua tomada do poder.Apoiado por Trotsky e Stálin, Lênin dizia que o governo provisórioera um instrumento de dominação da burguesia. E na noite de 6para 7 de novembro de 1917 as forças bolcheviques, chamadas deExército Vermelho, constituídas por soldados e operáriosarmados, organizados nos sovietes, tomaram o poder. Lênin, seguindo o lema“Pão, Paz e Terra”, logo tirou aRússia da guerra através daassinatura do tratado de Brest-Litóvski. Além disso Lêninrapidamente eliminou oslatifúndios, decretou o controleoperário sobre asfábricas, declarou o monopólioestatal do sistema financeiro, dosistema de crédito e dasexportações. Estava formado oprimeiro Estado Socialista.
  9. 9. A GUERRA CIVIL: Os comunistas enfrentaram uma série de ações oposicionistasque dificultaram a consolidação deles no poder. Apoiadores doantigo regime, os russos brancos (por oposição aoscomunistas, vermelhos) tentaram promover uma contra-revolução.Contaram com a aliança de outros países europeus, que nãoaceitaram a retirada unilateral da Rússia da guerra e temiam aexpansão do comunismo. O Exército Vermelho, conseguiu organizar uma contra-ofensiva, principalmente porque os países aliados desconfiavamuns dos outros quanto aos seus interesses na Rússia, em caso dederrota dos comunistas. Assim, gradativamente as tropasestrangeiras foram se retirando do país. Os últimos a saírem foramos japoneses, em 1922. Nesse período, os comunistas anexaram diversosterritórios, estabeleceram relações diplomáticas com os países doocidente europeu e instituíram a União das Repúblicas SocialistasSoviéticas, ou União Soviética (URSS).
  10. 10. A NOVA POLÍTICA ECONÔMICA – NEP: A insatisfação permanecia, conforme disse um operário no 8ºCongresso dos Sovietes em 1920:“Tudo vai muito bem. Mas se a terra é para nós, o trigo é para oscomissários; a água é para nós, mas o peixe para os comissários; afloresta é para nós, mas a madeira para os comissários" Diante da insatisfação geral com tudo isso e do fato de seupoder estar em risco, Lênin deu início a um plano econômico commarcados traços capitalistas, apelidado por outros dirigentescomo a tática do “dar um passo para trás para depois dar dois afrente”. A NEP dirigiu os investimentos para os setores fundamentais daeconomia, organizou comerciantes e agricultores emcooperativas, suprimiu as requisições estatais sobre a produçãoagrícola. Além disso, privatizou pequenas empresas, acabou como igualitarismo, hierarquizando os salários de acordo com asfunções, atraiu técnicos e capitais estrangeiros.
  11. 11. A MORTE DE LÊNIN E A ASCENSÃO DE STÁLIN: Em 1924, Lênin morreu (supostamente de sífilis ou AVC) e seusdois herdeiros políticos passaram a disputar o poder:Trotsky, Comissário de Guerra, partidário do internacionalismosocialista, ou seja, da exportação da revolução para outrospaíses, e Stálin, Secretário-Geral do Partido Comunista, quedefendia a teoria do socialismo num só país. Politicamente, Stálin era muito mais hábil do que Trotsky. Nãodemorou a perceber que a máquina estatal russa, desde o séculoXVIII, se apoiava na burocracia e cooptou os burocratas, além deoutros líderes revolucionários, isolando seu adversário. Trotsky foiobrigado a demitir-se do cargo de Comissário da Guerra e a exilar-se na Turquia (1929). Entre 1924 e o exílio de seu rival, Stálinconsolidou seu poder na União Soviética. A partir daí, passaria a personificar o podersupremo, instituindo o que se chama de "culto à personalidade".Venerado ou temido como o Grande Irmão de todos os russos, iriaconcentrar o poder nas próprias mãos até a morte, em 1953.
  12. 12. O GRANDE EXPURGO: Stálin realizou uma perseguição sistemática contra todos osseus opositores, eliminando-os um a um, conhecido como o“Grande Expurgo”, matando, ou exilando na Sibéria ou nos Gulags(campos de trabalho forçado), cerca de 5 mil oficiais do Exército e2/3 dos líderes do PCUS, chamando-os de “inimigos do povo”. Essa concentração de poder permitiu ao Grande Irmãoreescrever a História da Revolução Russa, aumentando suaimportância no processo e legitimando ainda mais sua herança deLênin, dificultando parte da pesquisa historiográfica sobre talepisódio. Seu maior desafeto, Trotsky, foi morto no México em 1940. Adistância não o protegeu da ira de Stálin. Foi assassinado porRamón Mercader, um agente stalinista, que nunca assumiu essacondição, afirmando ter agido por conta própria.
  13. 13. OS PLANOS QUINQUENAIS: Stálin aboliu a NEP e estabeleceu as metas da economia russaem um prazo de cinco anos. De forma geral, Stálin priorizou odesenvolvimento industrial dando maior ênfase na expansão dasindústrias de base (mineração, máquinas e energia). Com oalcance de números positivos, os planos quinquenais posterioresbuscaram desenvolver os demais aspectos da indústrianacional, gerando a “industrialização forçada” da URSS. No campo, a socialização das terras foi parcialmente adotada.Dividindo atribuições, as terras cultiváveis foram subdivididas emsovkhozes (fazendas do Estado) e kolkhozes (fazendascooperativas). Muitos camponeses tiveram suas terrasapropriadas pelo governo de Stálin, o que gerou alguns conflitosno meio rural. Aqueles que se negaram a entregar suasterras, parte da produção, eram mortos ou deportados para aSibéria e a Ásia Central.

×