NEOCOLONIALISMO –NEOCOLONIALISMO –
IMPERIALISMO DOIMPERIALISMO DO
SÉCULO XIXSÉCULO XIX
thiagohmlopes.blogspot.comthiagohml...
⇒ Na segunda metade do século XIX, países europeus como a
Inglaterra, França, Alemanha, Bélgica e ItáliaInglaterra, França...
COLONIALISMOCOLONIALISMO
DO SÉCULO XVIDO SÉCULO XVI
América
• Mercantilismo
• Exploração de produtos
tropicais e metais
pr...
CONFERÊNCIA DE BERLIM – 1884:CONFERÊNCIA DE BERLIM – 1884:
⇒ Contou com a participação de 15 países, 13 pertencentes à
Eur...
RESISTÊNCIAS AO IMPERIALISMO:
⇒ GUERRA DOS BÔERES (1881 e 1899GUERRA DOS BÔERES (1881 e 1899): Nome dado aos dois
conflito...
"Considerei a existência de"Considerei a existência de
Deus e decidi que há uma boaDeus e decidi que há uma boa
chance de ...
Guerrilha Boer
Papoula
Casa de Ópio
Guerra do Ópio
⇒ GUERRA DOS SIPAIOS (CIPAIS ou CIPAIOS) – 1857:GUERRA DOS SIPAIOS (CIPAIS ou CIPAIOS) – 1857: Também
conhecida como a Pri...
Sipaios enforcados Marajá Bahadur Shar
⇒ GUERRA DOS BOXERS – 1899:GUERRA DOS BOXERS – 1899: Conflito ocorrido na China onde um
violento grupo nacionalista lutava...
Soldados japoneses na China
Membro da Sociedade
O IMPERIALISMO NA INDÚSTRIA CULTURAL
(Estereótipos do mundo eurocêntrico):
O Fantasma - 1936
1913
19121912
EUROCENTRISMO SEXUAL:
⇒ Entre os anos de 1810 e 1815, Saartje BaartmanSaartje Baartman, mulher da tribo
KhoiKhoi (hottento...
Neocolonialismo
Neocolonialismo
Neocolonialismo
Neocolonialismo
Neocolonialismo
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Neocolonialismo

3.362 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.362
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.780
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Neocolonialismo

  1. 1. NEOCOLONIALISMO –NEOCOLONIALISMO – IMPERIALISMO DOIMPERIALISMO DO SÉCULO XIXSÉCULO XIX thiagohmlopes.blogspot.comthiagohmlopes.blogspot.com
  2. 2. ⇒ Na segunda metade do século XIX, países europeus como a Inglaterra, França, Alemanha, Bélgica e ItáliaInglaterra, França, Alemanha, Bélgica e Itália, tornaram-se grandes potências industriais. Na América, os EUAEUA apresentavam um grande desenvolvimento no campo industrial. ⇒ Com o objetivo de aumentarem a margem de lucro dos cartéis,cartéis, holdings e trustesholdings e trustes, através de um custo consideravelmente baixo, com matérias-primas e mão-de-obra baratas, estes países se dirigiram à África, Ásia e OceaniaÁfrica, Ásia e Oceania, dominando e explorando os povos nativos. ⇒ Sob o argumento de levar civilizaçãocivilização ao mundo, o domínio das potências europeias foi econômico, militar, político e socialeconômico, militar, político e social, impondo à força um novo modelo de organização do trabalho, que pudesse garantir, principalmente, a extração de minérios, para as industrias. A violência militar e a exploração do trabalho, somam- se às imposições sociais, incluindo a disseminação do cristianismo entre os povos nativos, num processo de aculturaçãoaculturação e na maioria dos casos, de destribalizaçãodestribalização.
  3. 3. COLONIALISMOCOLONIALISMO DO SÉCULO XVIDO SÉCULO XVI América • Mercantilismo • Exploração de produtos tropicais e metais preciosos. Expansão da fé cristã. COLONIALISMOCOLONIALISMO DO SÉCULO XIXDO SÉCULO XIX África, Ásia e Oceania • Reserva de mercado para a indústria. • Fornecimento de matérias-primas (carvão, ferro, petróleo) • Controle dos mercados para investir capitais excedentes. Missão civilizatória - “O fardo“O fardo do homemdo homem branco”branco”.
  4. 4. CONFERÊNCIA DE BERLIM – 1884:CONFERÊNCIA DE BERLIM – 1884: ⇒ Contou com a participação de 15 países, 13 pertencentes à Europa, os EUA a Turquia. Apesar dos EUA não possuírem colônias no continente africano, era um poderio que se encontrava em fase de crescimento, visando assim a conquista de novos territórios. ⇒ Vários temas foram abordados durante a Conferência, porém, o objetivo maior era a elaboração de um conjunto de regras que dispusessem sobre a conquista da África pelas potências coloniais da forma mais ordenada possível, mas que acabou resultando em uma divisão nada pacífica. As disputas nascidas nessa partilha mais tarde incentivaram a I Guerra MundialI Guerra Mundial. ⇒ A Grã-Bretanha e a FrançaGrã-Bretanha e a França foram os países que abocanharam o maior número de territórios, em seguida veio Portugal, Bélgica, Espanha, Itália, Alemanha, Holanda, EUA, Áustria-Hungria e Império Otomano. ⇒ A Turquia, apesar de não conquistar nenhuma colônia na África, era o cerne do Império OtomanoImpério Otomano – Estado que teve sua existência entre os anos de 1299 e 1922 – e tinha interesses no norte da África.
  5. 5. RESISTÊNCIAS AO IMPERIALISMO: ⇒ GUERRA DOS BÔERES (1881 e 1899GUERRA DOS BÔERES (1881 e 1899): Nome dado aos dois conflitos travados entre o Reino Unido e as duas repúblicas bôeres independentes, o Estado Livre de Orange e a República Sul- Africana (República do Transvaal). Derrotados, os bôeres concordaram ceder territórios aos britânicos sob indenização. ⇒ GUERRA DO ÓPIO (1840):GUERRA DO ÓPIO (1840): A Companhia Britânica das Índias Orientais mantinha intenso comércio com os chineses, comprando chá e vendendo o ópio trazido da Índia. A droga chegou a representar a metade das exportações britânicas para a China. Em 1839, a droga ameaçava seriamente não só as finanças do país, como também a saúde dos soldados. O Imperador proibiu o consumo e ordenou a queima dos estoques. A Inglaterra enviou uma frota militar à Ásia e ocupou Xangai. As previsões se confirmaram e os soldados, corroídos pela dependência, estavam incapacitados de defender a China. Derrotada, a China assinou o Tratado de Nanquim, em 1842, pelo qual foi forçada a abrir cinco portos para o comércio e ceder Hong Kong aos britânicos (a colônia só foi devolvida à administração chinesa em 1997).
  6. 6. "Considerei a existência de"Considerei a existência de Deus e decidi que há uma boaDeus e decidi que há uma boa chance de que ele exista. Se elechance de que ele exista. Se ele realmente existir, deve estarrealmente existir, deve estar trabalhando em um plano.trabalhando em um plano. Portanto, se devo servir a Deus,Portanto, se devo servir a Deus, preciso descobrir o plano epreciso descobrir o plano e fazer o melhor possível parafazer o melhor possível para ajudá-lo em sua execução.ajudá-lo em sua execução. Como descobrir o plano?Como descobrir o plano? Primeiramente, procurar a raçaPrimeiramente, procurar a raça que Deus escolheu para ser oque Deus escolheu para ser o instrumento divino da futurainstrumento divino da futura evolução. Inquestionavelmente,evolução. Inquestionavelmente, é a raça branca… Devotarei oé a raça branca… Devotarei o restante de minha vida aorestante de minha vida ao propósito de Deus e a ajudá-lo apropósito de Deus e a ajudá-lo a tornar o mundo inglês.“tornar o mundo inglês.“ Cecil RhodesCecil Rhodes, conquistador, conquistador inglês – Relatório dainglês – Relatório da Companhia Britânica da ÁfricaCompanhia Britânica da África do Sul (1897-1898).do Sul (1897-1898).
  7. 7. Guerrilha Boer Papoula Casa de Ópio Guerra do Ópio
  8. 8. ⇒ GUERRA DOS SIPAIOS (CIPAIS ou CIPAIOS) – 1857:GUERRA DOS SIPAIOS (CIPAIS ou CIPAIOS) – 1857: Também conhecida como a Primeira Guerra de Independência da ÍndiaPrimeira Guerra de Independência da Índia, foi um período prolongado de levantes armados e rebeliões contra a ocupação britânica naquele subcontinente. ⇒ O motivo mais conhecido da rebelião foi o uso de gordura animal na fabricação (impermeabilização) dos cartuchos das armas. Os sipaiossipaios (soldados indianos que serviam na CBIO) haviam sido treinados para rasgar o cartucho com os dentes para inserir o conteúdo no fuzil; os soldados hindushindus e muçulmanosmuçulmanos suspeitavam que a gordura empregada era o sebo (de boi, abominável para hindus) ou a banha (de porco, abominável para muçulmanos) e, em 1857, recusaram-se a usar os novos cartuchos. A revolta tomou proporções maiores, contando com apoio dos últimos marajásmarajás. ⇒ Com a retomada do controle por tropas britânicas, a Companhia das Índias Orientais (empresa que possuía autonomia de administração territorial, com exército próprio) foi extinta, o Império Britânico passou a administrar diretamente a Índia.
  9. 9. Sipaios enforcados Marajá Bahadur Shar
  10. 10. ⇒ GUERRA DOS BOXERS – 1899:GUERRA DOS BOXERS – 1899: Conflito ocorrido na China onde um violento grupo nacionalista lutava contra a presença dos estrangeiros em seu território. Inconformados com a inapetência do poder imperial em conter a intervenção imperialista no país, além da proibição, imposta pela Inglaterra, do uso de armas de fogo por civis (resultado da Guerra do Ópio) um grupo de lutadores desenvolveu uma sociedade secreta, conhecida como “A Sociedade dos Punhos“A Sociedade dos Punhos Harmoniosos e Justiceiros”Harmoniosos e Justiceiros”, para lutar contra os estrangeiros. ⇒ Com o apoio velado das autoridades locais, os “boxers”“boxers” (alcunha dada pelos ingleses) empreenderam as suas primeiras ações realizando pequenos atos de vandalismo ao cortar linhas telegráficas, destruir ferrovias e perseguir missionários cristãos. ⇒ Alemanha, Estados Unidos, Inglaterra, França, Japão, Itália eAlemanha, Estados Unidos, Inglaterra, França, Japão, Itália e RússiaRússia cederam soldados para tomar a cidade de Pequim, o principal foco dos conflitos. Percebendo o recuo dos chineses, as nações imperialistas fizeram uma série de exigências em troca da preservação dos territórios. A Paz ou Protocolo de PequimPaz ou Protocolo de Pequim oficializou os acordos que puseram fim à Guerra dos Boxers. Derrotado, o governo chinês se viu obrigado a pagar uma pesada indenização em ouro e liberar novos portos às embarcações estrangeiras.
  11. 11. Soldados japoneses na China Membro da Sociedade
  12. 12. O IMPERIALISMO NA INDÚSTRIA CULTURAL (Estereótipos do mundo eurocêntrico): O Fantasma - 1936 1913
  13. 13. 19121912
  14. 14. EUROCENTRISMO SEXUAL: ⇒ Entre os anos de 1810 e 1815, Saartje BaartmanSaartje Baartman, mulher da tribo KhoiKhoi (hottentote), que possuía esteatopigiaesteatopigia, foi levada para a Europa como um artefato de “circo de horrores”, símbolo da sexualidade anormal dos “selvagens” africanos. Seu corpo foi analisado por cortes e festivais populares. Mesmo morta, seus ossos, órgãos sexuais e cérebro ficaram expostos até 1970 na França, só devolvidos em 2002 após pedido pessoal de Nelson Mandela.

×