Estratégia competitiva de Michael Porter

790 visualizações

Publicada em

De que maneira a minha empresa poderá se diferenciar dos concorrentes? Como farei para ter uma lucratividade superior a deles? Até quando um setor da indústria continua interessante?

Em meados do século passado, muitos desses questionamentos eram respondidos com um foco direcionado à estratégia.

No decorrer dos anos, as empresas perceberam que a elaboração de um plano estratégico já não era o suficiente para garantir o sucesso, mas que era necessário adotar melhores técnicas do que aquelas aplicadas pelos concorrentes.

Assim nasceu a expressão “estratégia competitiva”.

Michael Porter, professor da Havard Business School, foi um dos primeiros a fornecer ferramentas analíticas para estabelecer e analisar estratégias competitivas com o objetivo de auxiliar na decisão de uma empresa competir ou não em um mercado, em resposta às estratégias e posições de seus competidores de modo a ganhar uma vantagem competitiva sustentável.

No seminário, ministrado por Thiago Gouveia Rocha, foi apresentados os três principais frameworks que Michael Porter aborda durante os seus mais de 35 anos de estudos sobre o tema: As Cinco Forças Competitivas, As Estratégias Competitivas Genéricas e A Cadeia de Valor.

Publicada em: Negócios
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
790
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
13
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
117
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Estratégia competitiva de Michael Porter

  1. 1. Estratégia Competitiva ThiagoGouveiaRocha
  2. 2. Estratégias  Competitivas 2 O que é estratégia?
  3. 3. Estratégias  Competitivas 3
  4. 4. Estratégias  Competitivas 4 O que éEstratégia?
  5. 5. Estratégias  Competitivas 5 O que éestratégia? estratégia EficÁciaOperacional
  6. 6. Estratégias  Competitivas 6 Estratégiacompetitiva “Visa estabelecer uma posição lucrativa sustentável contra as forças que determinam a concorrência da indústria.” Michael  Porter
  7. 7. Estratégias  Competitivas 7 5 Forças   Competitivas Estratégias   Genéricas   Competitivas Cadeia  de   Valor
  8. 8. 5Forças Competitivas
  9. 9. Estratégias  Competitivas 9 5 forçascompetitivas Rivalidade  entre   Concorrentes Fornecedores Compradores Novos   Concorrentes Produtos   Substitutos
  10. 10. Estratégias  Competitivas 10 5 forçascompetitivas Rivalidade  entre   Concorrentes Fornecedores Compradores Novos   Concorrentes Produtos   Substitutos
  11. 11. Estratégias  Competitivas 11 • Economia  de  escala • Diferenciação  do  produto • Exigências  de  capital • Desvantagens  de  custo  em  qualquer  da  escala • Política  governamental Força1: Novosconcorrentes
  12. 12. Estratégias  Competitivas 12 5 forçascompetitivas Rivalidade  entre   Concorrentes Fornecedores Compradores Novos   Concorrentes Produtos   Substitutos
  13. 13. Estratégias  Competitivas 13 Força2: Produtossubstitutos Fonte  Alternativa Menor  relação   preço/desempenho
  14. 14. Estratégias  Competitivas 14 5 forçascompetitivas Rivalidade  entre   Concorrentes Fornecedores Compradores Novos   Concorrentes Produtos   Substitutos
  15. 15. Estratégias  Competitivas 15 Força3: Compradores Compram  em  grandes   volumes Item  comprado  é   representativo  no  custo  total Tem  capacidade  de  fabricar  o   produto  internamente
  16. 16. Estratégias  Competitivas 16 5 forçascompetitivas Rivalidade  entre   Concorrentes Fornecedores Compradores Novos   Concorrentes Produtos   Substitutos
  17. 17. Estratégias  Competitivas 17 Força4: fornecedores Poucas  opções  de  fornecedores Não  há  produtos  substitutos   O  fornecedor  não  depende  do  comprador
  18. 18. Estratégias  Competitivas 18
  19. 19. Estratégias  Competitivas 19 5 forçascompetitivas Rivalidade  entre   Concorrentes Fornecedores Compradores Novos   Concorrentes Produtos   Substitutos
  20. 20. Estratégias  Competitivas 20 Força5: rivalidadeentreconcorrentes Muitas  empresas  iguais competem Crescimento  do  setor  é  lento Altos custos  fixos  e/ou  custos  de  estoque Compradores  sensíveis  ao  preço
  21. 21. Estratégias  Competitivas 21 Força5: rivalidadeentreconcorrentes
  22. 22. Estratégias  Competitivas 22 • Faturamento  mundial:  US$980.1bi • Média  de  margem  de  lucro  líquido:  20% case:indústriafarmacêutica
  23. 23. Estratégias  Competitivas 23 case:indústriafarmacêutica Rivalidade  entre   Concorrentes Fornecedores Compradores Novos   Concorrentes Produtos   Substitutos
  24. 24. Estratégias  Competitivas 24 case:indústriafarmacêutica Governos  e  planos  de  saúde  fazem   pressão  por  redução  nos  preços Quebras  de  patente  e   medicamentos  genéricos Biotecnologia
  25. 25. Estratégias Genéricas Competitivas
  26. 26. Estratégias  Competitivas 26 Estratégiasgenéricascompetitivas Liderança de  custo Foco  no  custo Diferenciação Foco  na  diferenciaçãoSegmento Todos  os clientes Baixo  custo Singularidade Alvo Vantagem  competitiva
  27. 27. Estratégias  Competitivas 27 Estratégiasgenéricascompetitivas Liderança de  custo Foco  no  custo Diferenciação Foco  na  diferenciaçãoSegmento Todos  os clientes Baixo  custo Singularidade Alvo Vantagem  competitiva
  28. 28. Estratégias  Competitivas 28 Liderançano custo Bom produto  básico Altomarketshare Custo  é uma culturada  empresa Preçosmais baixos que a  média,  mas  rentabilidademaior
  29. 29. Estratégias  Competitivas 29 Líderançaemcusto 5 7 4,5 3 0 2 4 6 8 10 12 Líder  em  Custo Concorrente Rentabilidade  no  Low  Cost Custo Lucro
  30. 30. Estratégias  Competitivas 30 exemplos
  31. 31. Estratégias  Competitivas 31 Estratégiasgenéricascompetitivas Liderança de  custo Foco  no  custo Diferenciação Foco  na  diferenciaçãoSegmento Todos  os clientes Baixo  custo Singularidade Alvo Vantagem  competitiva
  32. 32. Estratégias  Competitivas 32 Diferenciação Identificar/criara  necessidade do  cliente Comunicaçãoclarae  confiável com  o  cliente Gastaremcoisasque faça a  sua empresase  diferenciar Preçospremium  
  33. 33. Estratégias  Competitivas 33 diferenciação 6,5 5,5 3,5 2,5 0 2 4 6 8 10 12 Diferenciador Concorrência Rentabilidade  na  diferenciação Custo Lucro
  34. 34. Estratégias  Competitivas 34 diferenciação Concorrênciavai tentarimitaro  líder Tempo  de  inovaçãomenor que o  tempo  de  cópia Crie algo impossívelde   imitar
  35. 35. Estratégias  Competitivas 35 exemplos
  36. 36. Estratégias  Competitivas 36 exemplos
  37. 37. Estratégias  Competitivas 37
  38. 38. Estratégias  Competitivas 38 Estratégiasgenéricascompetitivas Liderança de  custo Foco  no  custo Diferenciação Foco  na  diferenciaçãoSegmento Todos  os clientes Baixo  custo Singularidade Alvo Vantagem  competitiva
  39. 39. Estratégias  Competitivas 39 Enfoque Foco com  base  emum  determinadocomprador,  linhade   produtooumercadogeográfico Segmentocomnecessidades claras Não ultrapassar barreirasestretégicas
  40. 40. Estratégias  Competitivas 40 exemplos
  41. 41. Estratégias  Competitivas 41 Case:La quinta Focado  na  necessidade de   homens  de  negócio Internet  rápida,  quartos   silenciosos,  espaçosos e  baratos Relacionamento  ao  cliente:   Casal controla  a  franquia Clientes  satisfeitos  -­‐ fidelização
  42. 42. Estratégias  Competitivas 42 Aqui não falamos em dólares, falamos em centavos. Conhecemos cada prego que é usado nas nossas construções . Sam  Barshop – Ex-­‐CEO  do  La  Quinta “ ”
  43. 43. Estratégias  Competitivas 43 Case:CrayInc. Indústriade  supercomputadores Relaçãopróximacom  o  cliente Desempenho  se  reflete  na  estratégia de  preço baseadono  valor Taxa  de  retornomaiorquea  média do  setor
  44. 44. Estratégias  Competitivas 44 Case:crayinc. Funcionárioscapacitados Entrega  do  produto  com   qualidade 9 meses  para  ser  montado Não entram em outros   mercados
  45. 45. Estratégias  Competitivas 45 Estratégiado meio-termo Liderança de  custo Foco  no  custo Diferenciação Foco  na  diferenciação Segmento Todos  os clientes Baixo  custo Singularidade Alvo Vantagem  competitiva ?
  46. 46. Estratégias  Competitivas 46 Estratégiado meio-termo Lucrosabaixoda  médiado  setor no  longoprazo Cultura empresarialpouco definida
  47. 47. Estratégias  Competitivas 47 Cadeiade valor
  48. 48. Estratégias  Competitivas 48 Cadeiadevalor Logística  de   entrada Operações Logística   externa Marketing  e   vendas Serviços Atividadesprimárias Infraestrutura   da  empresa Gestão  de   recursos  humanos Desenvolvimento   da  tecnologia Aquisição Atividadessecundárias
  49. 49. Estratégias  Competitivas 49 Cadeiadevalor Logística  de   entrada Operações Logística   externa Marketing  e   vendas Serviços Atividadesprimárias Infraestrutura   da  empresa Gestão  de   recursos  humanos Desenvolvimento   da  tecnologia Aquisição Atividadessecundárias
  50. 50. Estratégias  Competitivas 50 Cadeiadevalor Logística  de   entrada Operações Logística   externa Marketing  e   vendas Serviços Atividadesprimárias Infraestrutura   da  empresa Gestão  de   recursos  humanos Desenvolvimento   da  tecnologia Aquisição Atividadessecundárias
  51. 51. Estratégias  Competitivas 51 Cadeiadevalor Logística  de   entrada Operações Logística   externa Marketing  e   vendas Serviços Atividadesprimárias Infraestrutura   da  empresa Gestão  de   recursos  humanos Desenvolvimento   da  tecnologia Aquisição Atividadessecundárias
  52. 52. Estratégias  Competitivas 52 Cadeiadevalor Logística  de   entrada Operações Logística   externa Marketing  e   vendas Serviços Atividadesprimárias Infraestrutura   da  empresa Gestão  de   recursos  humanos Desenvolvimento   da  tecnologia Aquisição Atividadessecundárias
  53. 53. Estratégias  Competitivas 53 Cadeiadevalor Logística  de   entrada Operações Logística   externa Marketing  e   vendas Serviços Atividadesprimárias Infraestrutura   da  empresa Gestão  de   recursos  humanos Desenvolvimento   da  tecnologia Aquisição Atividadessecundárias
  54. 54. Estratégias  Competitivas 54 Cadeiadevalor Logística  de   entrada Operações Logística   externa Marketing  e   vendas Serviços Atividadesprimárias Infraestrutura   da  empresa Gestão  de   recursos  humanos Desenvolvimento   da  tecnologia Aquisição Atividadessecundárias
  55. 55. Estratégias  Competitivas 55 Cadeiadevalor Logística  de   entrada Operações Logística   externa Marketing  e   vendas Serviços Atividadesprimárias Infraestrutura   da  empresa Gestão  de   recursos  humanos Desenvolvimento   da  tecnologia Aquisição Atividadessecundárias
  56. 56. Estratégias  Competitivas 56 Cadeiadevalor Logística  de   entrada Operações Logística   externa Marketing  e   vendas Serviços Atividadesprimárias Infraestrutura   da  empresa Gestão  de   recursos  humanos Desenvolvimento   da  tecnologia Aquisição Atividadessecundárias
  57. 57. Estratégias  Competitivas 57 Cadeiadevalor Logística  de   entrada Operações Logística   externa Marketing  e   vendas Serviços Atividadesprimárias Infraestrutura   da  empresa Gestão  de   recursos  humanos Desenvolvimento   da  tecnologia Aquisição Atividadessecundárias
  58. 58. Estratégias  Competitivas 58 Recapitulando... Para obter uma estratégia competitiva deve-se: ü Análise  da  indústria   • 5 Forças  Competitivas ü Definir  posicionamento  estratégico   • Estratégias  Genéricas  Competitivas ü Encontrar  a  cadeia  de  atividade  geradora  de  valor   • Cadeia  de  Valor  
  59. 59. Estratégias  Competitivas 59
  60. 60. Estratégias  Competitivas 60 Se interessousobreo assunto? • Curso  online:  coursera.org  -­‐ Competitive Strategy,  Tobias  Kretschmer – Ludwig-­‐Maximilians-­‐Universität München • Estratégia  Competitiva  – Michael  Porter • Vantagem  Competitiva  -­‐ Criando  e  Sustentando  Um  Desempenho  Superior  – Michael  Porter
  61. 61. Estratégias  Competitivas 61 Dúvidas
  62. 62. Estratégias  Competitivas 62 Thiago  Gouveia  Rocha tgr@labmetro.ufsc.br

×