Aula 4

190 visualizações

Publicada em

Slides correspondentes ao módulo 4 do cursinho 1ªOpção

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
190
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 4

  1. 1. Roma Origens Monarquia República Império Cultura Romana
  2. 2. As origens • O Lendário começo • Península itálica era habitada por: – Gauleses – Etruscos – Italiotas – Gregos – Latinos (fundadores de roma)
  3. 3. Monarquia • 753 a.C. ~ 509 a.C. – O rei tinha funções militares, administrativas, jurídicas e religiosas – Conselho de anciões (senado) • Funções legislativas • Poder de veto – Assembleia • Participação dos proprietários de terra
  4. 4. Monarquia • Economia baseada no pastoril • Domínio etrusco e técnicas de agricultura e drenagem • Estratificação romana da sociedade 1. Patrícios – camada social dominante – grandes proprietários de terra 2. Clientes – classe intermediária – indivíduos dependentes ou sob proteção das famílias patrícias 3. Plebeus – homens livres sem direito políticos, artesãos, camponeses ou comerciantes
  5. 5. República • Tarquínio, o soberbo – Deposto pela aristocracia senatorial • A república • Consolidação do modo de produção escravista • Início do império
  6. 6. República • Senado (elite patrícia) – Maior poder político – Controlavam as questões administrativas, financeiras e militares • Magistrados – Poder executivo • Assembleias populares (curiata e centuriata) – Votavam as leis propostas pelo Senado
  7. 7. Conquistas Plebeias • Os plebeus • Insurreições plebeias – Lutas de classes • Plebeus abandonam Roma – Deixaram a cidade em caos • Senado cria o TRIBUNATO DA PLEBE – Magistrado plebeu destinado a defender os interesses da plebe • Novas revoltas e criação da Assembleia da Plebe • Lei das doze tábuas – Leis escritas e não mais orais • Fim da escravidão por dívidas
  8. 8. As expansões • Atender interesses patrícios e plebeus – Alimentar o sistema escravista • Guerra contra Cartago – Domínio do mediterrâneo – As guerras púnicas
  9. 9. Guerra Púnica • Primeira (264-241 a.C.) – Roma e Cartago tentavam dominar a Sicília – Romanos vencem • Segunda (218-202 a.C.) – Cartago investe contra Roma, mas é derrotada e acaba desestabilizadas • Terceira (150-146 a.C.) – Roma destrói Cartago que se torna província romana. • Resultado: Roma agora domina a orla ocidental do Mediterrâneo
  10. 10. Consequências • Crise na república • Aumento no número de escravos • Desemprego no campo • Êxodo rural • Novas classes sociais (homens novos ou cavaleiros) • Corrupção • Declínio moral • Conflitos sociais
  11. 11. Crise republicana • A tensão social • Irmãos Graco – Tibério Graco (tribuno da plebe) • Regulamentar a posse das terras públicas • Reforma agrária • Foi assassinado pela aristocracia patrícia – Caio Graco • Lei Frumentária (fornecimento de trigo e pão para população de Roma a preço reduzido) • Perseguido pela elite romana
  12. 12. O primeiro triunvirato (60 a.C.) • Crasso (cavaleiro que havia abafado a revolta de Spártacus) • Pompeu (representante dos patrícios) • Júlio César (aristocrático, mas com grande popularidade • A saída para salvar a república
  13. 13. ... • Crasso morre em combate • Pompeu toma o poder temendo Júlio Cesar • Júlio Cesar volta a Roma enfrentando o Senado e Pompeu onde toma o poder • “Fim da república” e o começo do regime autoritário • Júlio Cesar, ditador
  14. 14. Júlio Cesar • Acumulação de cargos • Poderes absolutos • Restabeleceu paz a Roma • Dividiu as terras para os soldados • Reformou o calendário • Senado conspirava contra Júlio Cesar – Assassinando-o
  15. 15. Marco Antônio • Articulou a morte soube aproveitar o momento • Lépido (banqueiro que financiava as guerras) • Otávio (sobrinho do ditador) • Estava formado o segundo triunvirato (43 a.C.)
  16. 16. ... • Lépido – África • Marco Antônio – Oriente • Otávio – Ocidente • Otávio apoiado pelo Senado ataca Marco Antônio – Otávio sai vitorioso do conflito e se declara consul único de Roma – Roma entrava em uma nova ERA
  17. 17. O surgimento do Império • Otávio lentamente acumulou poderes • Apoiado pelo Senado que cada vez mais cedia à sua figura • Recebe o título de augustus • Centraliza o poder em suas mãos e se torna o Imperador Otávio Augusto
  18. 18. Alto Império • Apogeu romano • Grandes riquezas romanas e sistema escravista totalmente cheio • Principado (27 a.C. – 14 d.C.) – Conselho do Imperador (cobrança de impostos) – Guarda pretoriana (segurança do imperador e de Roma) – Pax Romana – Estendeu a cidadania romana
  19. 19. Principado • Política do pão e circo – Controle social e ampliação da influência política • Mecenas – Promoção de artistas e escritores
  20. 20. Tibério e as subsequentes dinastias • Tibério – continuidade ao governo de Otaviano • Dinastia Julio-Claudiana – Calígula – Cláudio – Nero • Dinastia dos Flávio – Vespasiano – Tito Flávio – Dominiciano
  21. 21. ... • Dinastia dos Antoninos – Nerva – Trajano – Adriano – Antonino Pio – Marco Aurélio – Lúcio Vero – Cómodo • Dinastia Severa – Severo – Caracala – Geta – Alexandre Severo
  22. 22. Baixo Império • Decadência • Crise no sistema escravista • Todas as bases eram fundamentadas no modo de produção • Aumento dos impostos – Revoltas e mais gastos • O Cristianismo – Expansão – Ia de encontro com as bases de roma • Escravismo • Militarismo • E remoção do caráter divino do imperador
  23. 23. Constantino • Convertido ao cristianismo (?) – Reforma religiosa – Edito de milção • Constantinopla (antiga colônia de Bizâncio • Teodósio – Cristianismo – religião oficial de Roma – Divisão do império
  24. 24. Dois impérios • Império Romano do Ocidente – Capital em Roma • Império Romano do Oriente – Constantinopla • Migrações barbaras – Vândalos – Suevos – Alanos – Visigodos (invadiram Roma em 410 d.C.) • Fim do império romano ocidental
  25. 25. Legado Romano • Arquitetura • Direito • Latim • Religião
  26. 26. Gabarito • 1.B, 2.C, 3.C, 4.C, 5.B, 7.E • 6.a) A sociedade dividia-se em senatorial (aristocracia), classe equestre (mercadores, banqueiros e comerciantes), clientes (agregados dos patrícios), proletários (plebeus) e escravos • 6.b) Foram importantes tribunos pois tentaram reformular as leis romanas em favor da plebe. Procuravam um igualdade jurídica e sendo criticados pela aristocracia, principalmente por suas ideias de reforma agrária.
  27. 27. Gabarito • 8.a) Entre 753 a.C. a 450 a.C. as leis eram orais e passavam pelo julgamento dos juízes patrícios, o que por sua vez causavam distorções favorecendo muitas vezes os patrícios e prejudicando os plebeus. As revoltas plebeias, dentre muitas coisas, conseguiram estabelecer as leis escritas (leis das doze tabuas). Mudando assim as relações entre as leis e a vida pública, essas que se assentavam-se no costume (leis consuetudinárias) e no principio da lei popular. • 8.b) A leitura do fragmento indica que a testemunha tem papel central no procedimento jurídico romano, ela deve ser invocada por aquele que acusa, que tem o dever de comprovar a sua acusação. Além da testemunha, a prova fundamenta a punição, como demonstram os artigos sobre o flagrante e sobre o encontro do objeto furtado na casa de alguém. Posteriormente, essa concepção jurídica romana influenciaria a produção de códigos legais nos mais variados contextos históricos.

×