SELEÇÃO NATURAL E O EFEITO NA GENÉTICA DE
POPULAÇÕES
Thiago de Ávila Medeiros
botanicatam@yahoo.com.br
Disciplina: Evoluçã...
A melhor definição de seleção natural seria a
sobrevivência diferencial.
A luta pela sobrevivência ou sobrevivência do mai...
A seleção natural não é um agente ativo e nem uma
vontade consciente.
É uma avaliação estatística da diferença de
sobreviv...
A sobrevivência diferencial é que determina um
processo de descendência com modificação na
população.
Pode atuar em vários...
Assume-se geralmente que o indivíduo como
unidade de atuação da seleção natural.
A sobrevivência diferencial deve-se então...
A seleção não é um processo aleatório mas
direcionado.
Ex: Pedregulhos organizados em uma praia.
Seleção natural
Seleção natural
Pré-condições para a seleção natural operar:
 Excesso de fecundidade;
 Competição por recursos.
Seleção natural
Condições para a seleção natural operar:
 Reprodução – formação de novas gerações.
 Hereditariedade – os descendentes de...
Condições para a seleção natural operar:
 Variação de caracteres individuais entre os
membros da população – diferenças e...
A aptidão não tem sentido atlético em evolução, ela
se refere à maior ou menor probabilidade de
reprodução de um indivíduo...
Todas as pré-condições e condições devem existir
para que ocorra a seleção natural.
A seleção natural pode explicar a evol...
Ação da Seleção Natural em um caráter: Direcional
Quando um determinado caráter tem uma aptidão
maior do que outros.
Ex: C...
Ação da Seleção Natural em um caráter: Direcional
Seleção natural
Ação da Seleção Natural em um caráter:
Estabilizadora
Nenhum caráter tem uma aptidão maior do que os
outros. Tende a favor...
Ação da Seleção Natural em um caráter:
Estabilizadora
Seleção natural
Pequenos demais nascem
prematuros e grandes
demais t...
Ação da Seleção Natural em um caráter:
Disruptiva
Os caracteres extremos tem maior aptidão do que
o caráter central.
Ex: S...
Ação da Seleção Natural em um caráter:
Disruptiva
Seleção natural
manutenção
Efeitos de Diferentes Forças Evolutivas nas
Frequências Alélicas dentro e entre Populações
SELEÇÃO NATURAL E SEUS EFEITOS NA GENÉTICA DE
POPULAÇÕES
Thiago de Ávila Medeiros
botanicatam@yahoo.com.br
Disciplina: Evo...
Evolução   aula 9 (seleção natural e os efeitos na genética de populações)
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Evolução aula 9 (seleção natural e os efeitos na genética de populações)

421 visualizações

Publicada em

A seleção natural não é um agente ativo e nem uma vontade consciente. É uma avaliação estatística da diferença de sobrevivência nos organismos que passam modificações para os descendentes e através de um longo tempo pode resultar em especiação. Vejamos mais alguns detalhes deste importante tema para a Biologia.

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
421
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
49
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Evolução aula 9 (seleção natural e os efeitos na genética de populações)

  1. 1. SELEÇÃO NATURAL E O EFEITO NA GENÉTICA DE POPULAÇÕES Thiago de Ávila Medeiros botanicatam@yahoo.com.br Disciplina: Evolução 4º e 5º período em Ciências Biológicas Faculdades São José Rio de Janeiro – 2015.2
  2. 2. A melhor definição de seleção natural seria a sobrevivência diferencial. A luta pela sobrevivência ou sobrevivência do mais forte são metáforas! Seleção natural
  3. 3. A seleção natural não é um agente ativo e nem uma vontade consciente. É uma avaliação estatística da diferença de sobrevivência nos organismos que passam modificações para os descendentes e através de um longo tempo resulta em especiação. Seleção natural
  4. 4. A sobrevivência diferencial é que determina um processo de descendência com modificação na população. Pode atuar em vários níveis de organização da vida de genes individuais, conjunto de genes, indivíduos, populações e espécies. Seleção natural
  5. 5. Assume-se geralmente que o indivíduo como unidade de atuação da seleção natural. A sobrevivência diferencial deve-se então a diferenças entre fenótipos determinadas por diferenças em um mais locos gênicos. Seleção natural
  6. 6. A seleção não é um processo aleatório mas direcionado. Ex: Pedregulhos organizados em uma praia. Seleção natural
  7. 7. Seleção natural
  8. 8. Pré-condições para a seleção natural operar:  Excesso de fecundidade;  Competição por recursos. Seleção natural
  9. 9. Condições para a seleção natural operar:  Reprodução – formação de novas gerações.  Hereditariedade – os descendentes devem ter características semelhantes aos ancestrais. Seleção natural
  10. 10. Condições para a seleção natural operar:  Variação de caracteres individuais entre os membros da população – diferenças entre indivíduos.  Variação da aptidão do organismo – o indivíduo deve variar a quantidade de descendentes na população de acordo com o caractere herdável. Seleção natural
  11. 11. A aptidão não tem sentido atlético em evolução, ela se refere à maior ou menor probabilidade de reprodução de um indivíduo em relação à média da população. Indivíduos com maior aptidão deixam mais genes como os dele na população. Seleção natural
  12. 12. Todas as pré-condições e condições devem existir para que ocorra a seleção natural. A seleção natural pode explicar a evolução ou ausência de evolução e a adaptação. Seleção natural
  13. 13. Ação da Seleção Natural em um caráter: Direcional Quando um determinado caráter tem uma aptidão maior do que outros. Ex: Caracóis e eficiência no uso energético. Seleção natural
  14. 14. Ação da Seleção Natural em um caráter: Direcional Seleção natural
  15. 15. Ação da Seleção Natural em um caráter: Estabilizadora Nenhum caráter tem uma aptidão maior do que os outros. Tende a favorecer valores médios nas populações Ex: Peso de bebes ao nascer em países mais pobres. Seleção natural
  16. 16. Ação da Seleção Natural em um caráter: Estabilizadora Seleção natural Pequenos demais nascem prematuros e grandes demais tem maior probabilidades de lesões durante o parto.
  17. 17. Ação da Seleção Natural em um caráter: Disruptiva Os caracteres extremos tem maior aptidão do que o caráter central. Ex: Sobrevivência de tentilhões africanos Seleção natural
  18. 18. Ação da Seleção Natural em um caráter: Disruptiva Seleção natural
  19. 19. manutenção
  20. 20. Efeitos de Diferentes Forças Evolutivas nas Frequências Alélicas dentro e entre Populações
  21. 21. SELEÇÃO NATURAL E SEUS EFEITOS NA GENÉTICA DE POPULAÇÕES Thiago de Ávila Medeiros botanicatam@yahoo.com.br Disciplina: Evolução 4º e 5º período em Ciências Biológicas Faculdades São José Rio de Janeiro – 2015.2 MUITO OBRIGADO!

×