adote um morador de rua

1.421 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.421
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

adote um morador de rua

  1. 1. PROJETO ADOTE UM MORADOR DE RUA !!! Projeto: Começar de Novo Desenvolvimento de projeto: Duda Melo Participação: Fundsol,Comitê Gaúcho de Cidadania,DEDS-UFRGS Local:Restaurante Popular
  2. 2. Projeto: Adote Um Morador de Rua “Amamos aqueles que são considerados lixo pela sociedade.” (Toca de Assis) Quem são os moradores de rua? Explicando de modo simples e prático. São pessoas como você! Pessoas que não tiveram nossa sorte ou que até tiveram, mas não souberam quem sabe por quais motivos usufruí-la de maneira adequada. Ninguém nunca pediu pra nascer assim ou assado, e sorte também nunca foi um bom parâmetro para decisões. Ok, podemos ser céticos e pensarmos: “todos temos seus problemas, como eu resolvi os meus e estas pessoas não resolveram os seus? por que não vão procurar emprego?!”. Sinceramente você daria emprego a alguém sem casa e roupas adequadas? Isso é apenas um circulo de desculpa e hipocrisia. Como mandar trabalhar, alguém que não tem como ser aceito? Como contratar alguém com experiência, se todos não contratam sem experiência? De onde viria a experiência? Do Além quem sabe?! Mas não se engane, a grande maioria dos moradores de rua já tiveram suas casas, família e emprego, muitos ainda tem nível médio de ensino. Mas não estamos aqui para discutir de onde se originou a questão ou até mesmo tentar entender as entranhas de suas origens, estamos aqui para resolver ou amenizar um problema que todas as cidades do mundo têm: pessoas como nós que utilizam a rua como sua moradia, seu banheiro e sua lixeira. “Todo mundo tem potencial para ser um vencedor” Fatos recentes: Um morador de rua passou em um concurso público na 136ª posição, entre 171 classificados para Recife. Ele carregava pasta com cópias de apostilas e provas e estudava em praças e bibliotecas. Ele foi convocado para assumir o cargo de escriturário. No site de relacionamentos ORKUT ele recebeu centenas de recados em seu perfil com saudações pela conquista e votos de boa sorte, principalmente de candidatos a concursos. Outro morador de rua deu inicio a faculdade de pedagogia na UNB após prestar vestibular.
  3. 3. O que é o projeto Adote um Morador de Rua? O projeto “Adote um Morador de Rua”, nada mais é do que, uma iniciativa de três instituições:Fundsol,Comite Gaucho de Cidadania e UFRGS, que por sua vez visa uma troca mutua entre uma classe social localizada na parte extrema inferior da “pirâmide social” e as outras diversas classes acima, visando com isso, uma perfeita harmonia entre todas as classes e uma vida melhor e mais justa a todas classes. Você pode estar se perguntando, mas como isso vai me ajudar ou trazer-me um beneficio maior do que “espiritual ou de consciência”? Lendo abaixo você entenderá que não está apenas ajudando os outros, mas também a si próprio, e falo isso do modo mais material e de certa forma cético que você possa pensar. Por que ajudar? Quantas vezes ao dia nos deparamos com pessoas pedindo nas ruas, dormindo em bancos e praças, a mesma praça que deixamos de levar nossos filhos devido ao odor do local, sujeira e falta de higiene, que assim, impossibilita as nossas crianças, muitas vezes com medo, de brincar? Vivemos em mundo globalizado e muitas vezes duro e difícil. Então não vemos razão nenhuma para tamanha hipocrisia de dizer que o projeto visa apenas o “bem estar dos menos afortunados”. Sim, isto é uma parte do projeto como um todo, mas o projeto visa como foi dito antes o bem mutuo e a harmonia “entre todos”, como isso? (melhorar a frase,deixar mais positiva) • Deixando as ruas, praças e os parques mais limpos • Diminuindo a necessidades de cercas e grades até em meros bancos • Deixando a cidade mais bonita e harmoniosa visualmente • Bem estar emocional / espiritual: “eu faço minha parte”, “eu ajudo o próximo”, etc... • Ação institucional de grande valor, agregar valor a sua empresa e/ou pessoal • Entre Outras... Quanto Custa? Chegamos o que para alguns é a parte mais importante da questão, os valores! Bom, para simplificar e tornar-se viável, acreditamos que não adianta uma ou duas pessoas darem quantias exorbitantes e o resto da população não poder ajudar. Então preferimos uma singela contribuição para que o maior numero de pessoas possam ajudar. A contribuição seria de apenas R$1,60 (um real e sesenta centavos) por dia, ou seja, R$ 50,00 (cinquenta reais mensais) para adotar 1 (um) morador de rua. Obviamente, se haver a possibilidade de ajudar com mais recursos ou com algum tipo de prestação de serviço, será muito bem vinda esta ajuda, obrigado A necessidade maior que foi constatada é com a alimentação e com agasalhos, visto que, nosso inverno é muito rigoroso. Todos nós possuímos aquelas roupas de fundo de roupeiro, que nem sabemos mais que ela existe, ou aquele tênis e sapado que não podemos mais usar em uma reunião ou em um passeio pelo shopping. Então, que tal ao invés de deixarmos deteriorando ou jogarmos no lixo, darmos a quem precisa? Sem tempo? Sem ter como entregar? Quem sabe um
  4. 4. email ou um telefonema e pudemos resolver esta questão em 60 segundos agendando uma coleta? Eu faço minha parte, Eu adotei um morador de rua! Este será o slogan que usaremos na confecção de adesivos para carros, estabelecimentos e outros lugares. Também estaremos confeccionando uma camiseta para ser usada nos passeios ao parque, exercícios e no dia-a-dia. Modelo Piloto #1 Camiseta / Adesivo (crianças) Modelo Piloto #2 Camiseta / Adesivo (empresas) Considerações Finais Como já foi ilustrado a cima, não podemos mais fechar os olhos diante deste problema, este problema não é apenas do governo é das pessoas que vivem ele diariamente na pele. Este é um problema global, está presente em todos os bairros, cidades, estados e países. Ele afeta todo e qualquer ser humano. Ou você ainda acha que não afeta você, seus filhos e seus familiares. Com este projeto pretendemos através de um cadastramento de forma organizada, melhorar as condições de vida dos moradores de rua e em contrapartida a de nós mesmos e da nossa cidade. Afinal, quem não gosta de levar seus filhos em um parque arborizado, limpo e com cheiro de flores? Quem não gosta de ver sua cidade limpa? E por que não, seus moradores felizes, abrigados do frio, sem fome e com as mínimas condições de higiene?
  5. 5. Pretendemos atacar diretamente pelo instinto mais básico do ser humano, a fome! Através do trabalho em conjunto com o restaurante popular que temos ao lado da rodoviária, faremos cadastro de nossos moradores, demarcaremos as zonas que se hospedam e com muito e trabalho e paciência, aos poucos, vamos redistribuir os mesmos a albergues municipais e estaduais, para um bom banho, uma boa alimentação e um bom sono, para que isso ajude os mesmos a se afastarem do álcool, das drogas, das ruas e daí sim, quem sabe em breve eles poderão voltar a ter uma vida digna e aquele emprego citado no inicio de nosso projeto. Contatos para adotar um morador de rua Vamos então fazer nossa parte!? Abaixo os meio de contato. Fala Mulher Tel.: ****** Email: ****** Prof Themis: Cel: 51 8202-1300 Email: themis.dovera@ufrgs.br

×