Lesão labral do tipo
SLAP
Epidemiologia
Definição
• Lesão “SLAP” é uma lesão de que ocorre no lábio glenoidal,
“SLAP” significa superior labrum anterior to poster...
Lesão do tipo SLAP
TiposdelesãoSLAP
• Existem 4 tipos de lesão SLAP:
• Tipo I: degeneração do lábio superior, mas com o lábio glenoidal e ins...
Mecanismo de lesão
• Quedas: cair de lado com o ombro poderia promover uma compressão direta sobre o lábio,
levando à lesã...
Sintomas
• Dor no ombro, especialmente ao se levantar o braço acima da
cabeça ou ao se tentar alcançar as costas com a mão...
Tratamento
• Em geral o tratamento deve ser feito por cirurgia (artroscopia),
pois o tratamento conservador não traz bons ...
Objetivos da fisioterapia
• Reduzir edema
• Ganhar ADM perdida durante o tempo de recuperação da
cirurgia
• Readequação da...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Lesão labral do tipo slap

643 visualizações

Publicada em

Trabalho para alunos da Fisioterapia

Publicada em: Saúde
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
643
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Lesão labral do tipo slap

  1. 1. Lesão labral do tipo SLAP
  2. 2. Epidemiologia
  3. 3. Definição • Lesão “SLAP” é uma lesão de que ocorre no lábio glenoidal, “SLAP” significa superior labrum anterior to posterior, ou seja, lábio superior anterior para posterior. É uma lesão que ocorre na região de cima do lábio glenoidal, e vai da região da frente para a de trás do tendão (“anterior to posterior”) do músculo bíceps braquial, que se fixa nessa região.
  4. 4. Lesão do tipo SLAP
  5. 5. TiposdelesãoSLAP • Existem 4 tipos de lesão SLAP: • Tipo I: degeneração do lábio superior, mas com o lábio glenoidal e inserção do bíceps intactos. • Tipo II: degeneração do lábio superior, com o lábio e inserção do bíceps desinseridos, gerando uma fixação instável. Esse é o tipo mais comum em atletas. • Tipo III: lesão em “alça de balde” do lábio superior, mas com as porções restantes do lábio e inserção do bíceps firmes. • Tipo IV: lesão em “alça de balde” do lábio que se prolonga até o tendão do bíceps, ambos entrando na articulação.
  6. 6. Mecanismo de lesão • Quedas: cair de lado com o ombro poderia promover uma compressão direta sobre o lábio, levando à lesão SLAP. Outra forma é caindo sobre a palma da mão, com o braço esticado. O braço seria empurrado em seu eixo contra a parte de cima do lábio. • No arremesso: no momento em que o braço está aberto para o lado, com o cotovelo fletido e a mão na altura ou acima da cabeça, a cabeça do úmero (osso do braço) pode pressionar ou “bater” no lábio, desgastando-o. Dentro do gesto de arremesso as fases onde isso pode acontecer são as de “preparação tardia” e de “aceleração”. • No arremesso: na fase de “follow-through”, ou seja, depois que a bola saiu da mão. Nesse momento é necessário tanto o controle da extensão do cotovelo, como a manutenção do encaixe adequado do ombro. O “bíceps” acaba sendo intensamente exigido, podendo assim haver uma avulsão nele ou no lábio. • Encurtamento da cápsula posterior do ombro: o encurtamento da região posterior da articulação do ombro tirariam a cabeça do úmero de seu local ideal, empurrando-a mais para cima durante alguns movimentos. Em certos movimentos, como nos que descrevemos acima para o arremesso, isso iria favorecer uma maior torção e tração do tendão do bíceps no local onde se fixa. Isso favoreceria a lesão SLAP. • Carregar objetos pesados: carregar um objeto pesado pode tracionar o tendão do bíceps excessivamente, especialmente se acontecer de deixar cair e pegar o objeto antes de chegar ao chão.
  7. 7. Sintomas • Dor no ombro, especialmente ao se levantar o braço acima da cabeça ou ao se tentar alcançar as costas com a mão. • Pode haver crepitação (estalos), rangidos ou travamentos. • Dor na realização das atividades de vida diárias, como lavar louça, varrer, pegar objetos, carregar pesos, etc. • Instabilidade no ombro, como se pudesse “sair do lugar”. • Dor ao se deitar sobre o ombro machucado.
  8. 8. Tratamento • Em geral o tratamento deve ser feito por cirurgia (artroscopia), pois o tratamento conservador não traz bons resultados. • O tratamento fisioterapêutico após cirurgia de lesão SLAP se inicia logo após a cirurgia.
  9. 9. Objetivos da fisioterapia • Reduzir edema • Ganhar ADM perdida durante o tempo de recuperação da cirurgia • Readequação da força muscular • Adaptação para as atividades de vida diária e/ou atividades desportivas • Readaptação postural

×