Historia

102 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
102
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Historia

  1. 1. Belle époque Entre 1871 e 1914, a Europa e os estados unidos conheceram um período de acalmia e de prosperidade:  O ocidente viveu em paz  A economia progrediu especialmente na indústria e no comércio  As cidades cresceram e melhoraram os espaços públicos, os transportes e redes de saneamento  Os progressos técnicos proporcionaram comodidade e bem- estar A esta época deu se o nome de Belle Époque. Os “loucos anos 20” Na década de 1920º mundo ocidental estava numa fase de desenvolvimento económico, graças a isso as populações alteraram os padrões de vida. O cinema, os carabes e os bar nocturnos começaram a ser frequentados naquela altura, também a rádio teve um grande papel neste tempo. Para além disto a mulher alterou os seus hábitos e ganhou novo estatuto no vestuário e na liberdade do seu dia-a-dia, podendo assim ter um emprego e em alguns países poder votar. Os Mass media A partir do século XX a cultura estendeu se em mais amplas camadas da população – (culturas de massas) Para o seu aparecimento contribuíram vários meios de comunicação:  A imprensa – o jornal surgiu no século XX , nas grandes cidades americanas . Através dos jornais e das revistas, vulgarizaram se novos géneros, como o romance policial e a banda desenhada.  O cinema – no inicio eram mudos e de curta duração, os filmes mais antigos apresentam espectáculos de pugilismo e cenas de circo.  A rádio – começou nos E.U.A. mas de seguida alastrou se para a Europa. Em meados da década de 1920, a rádio tornou se no meio de comunicação mais popular: os ouvintes deliciavam se com
  2. 2. o teatro radiofónico. Em 1930, 40% dos lares americanos possuíam rádio. Outros meios O teatro, as exposições de arte e o desporto contribuíram também para a cultura de massas. No desporto popularizam se principalmente o boxe, a corrida de carros, o ténis mas em particular o futebol. As mudanças sociais  Belle Époque foi uma época dourada, de grande prosperidade e bem-estar resultantes da 2ª revolução industria, do desenvolvimento do comércio mundial e dos bancos.  Grandes obras públicas  Melhoria nos transportes  As pessoas mais ricas frequentavam inúmeros lugares de luxo  A classe média, desenvolveu-se muito (colarinhos brancos) Crescimento das classes médias Meios de promoção social – escola trabalho poupança Surgiram novas profissões – professores
  3. 3. Jornalistas Engenheiros Movimentos femininistas e sufragistas Antes da 1ª guerra mundial as mulheres viviam simplesmente para a família, não trabalhavam e por isso tinham completa dependência económica dos maridos. Não tinham educação e se trabalhassem nas fábricas recebiam muito menos que um homem. As mulheres não tinham direitos, não podiam votar, até precisavam da autorização de um homem da família para sair. Durante a 1ª Grande Guerra a mulher foi obrigada a trabalhar e quando a guerra acabou não queria deixar o emprego, nem a independência económica. A mulher passou a cuidar da família e a trabalhar ao mesmo tempo, passou a cuidar melhor de si própria e a arranjar-se melhor. Os movimentos sufragistas pretendiam que todas as mulheres tivessem o direito de votar. Os movimentos femininistas abrangiam mais áreas, como os direitos das mulheres, a independência destas, a educação, etc.  A revolução na arte Uma multiplicação de experiências. 1980-anos 30 do sec. XX Nesses 40 anos rompeu-se totalmente com as regras e convenções artísticas do passado.
  4. 4. A procura de novas formas de expressão ousadas e originais era de certo modo o reflexo do estado de espírito dos artistas face a situação difícil que enfrentavam. Paris era a capital cultural da Europa. Movimentos de Vanguarda – tendências artísticas mais avançadas, mais revolucionárias. Os primeiros sinais de inovação A partir de 1980 - Van Gogh, Gaugin, Cézanne = novas tendências da pintura. 1. Van Gogh -> expressionismo Expressionismo – Corrente artística que deforma a realidade para lhe dar maior expressionismo. 2. Gaugin, Matisse -> fauvismo Fauvismo – (fera) cores violentas nos quadros, de forma arbitrária, sem critérios definidos. As grandes roturas 1907- cubismo e abstracionismo. 3. Cézanne, Picasso, Braque -> Cubismo
  5. 5. Cubismo – as figuras são decompostas por planos geométricos que correspondem a vários ângulos de visão sobrepostos que confundem a superfície do quadro. 4. Kadinsky -> Abstracionismo O abstracionismo – também chamado de arte não- figurativa, torna-se uma simples combinação de linhas, de formas e de cores, abstraídas da realidade ( limitam-se a seguir um estado de espírito, uma emoção). A proliferação das tendências - 1920 5. Marinetti -> Futurismo -> O manifesto futurista. O futurismo – refletiam as transformações sociais, maquinas, movimento, dinamismo da vida moderna, do futuro. 6. André Breton, Salvador Dali, Magritte, Miró, Chagal, Picasso -> Surrealismo -> Manifestos surrealistas O surrealismo – Influenciado pela psicanálise de Freud, o surrealismo procurava representar o surreal, o mundo do inconsciente, como ele se manifesta nos sonhos. As origens do modernismo arquitetónico
  6. 6. Início das mudanças – fim do sec. XIX Arte Nova – artes decorativas, formas ondulantes e ornamentação exuberante e exótica, inspiradas na natureza. Relaciona-se com a 2ª revolução industrial. Gaudi foi o mais original arquiteto da arte nova. O programa Bauhaus Em 1919, foi criada por Walter Gropius, na Alemanha, a Bauhaus, uma escola de artes plásticas. O fundador defendia a unidade de todas as artes e a sua disposição ao serviço público. Os artistas da escola desenvolveram assim o Design -> democratização da arte. A Bauhaus teve uma grande influencia no funcionalismo. Funcionalismo – As formas arquitetónicas deveriam adequar-se somente à função do edifício, depurando-os de ornamentos e tirando partido da luz e dos diferentes materiais -> Le Corbusier. Orpheu Em 1915, um grupo de escritores e artistas ( Fernando Pessoa, Almada Negreiros…) lançaram a revista “Orpheu” criticando a mentalidade e cultura burguesa. Deve a esse grupo a introdução dos movimentos vanguardistas em Portugal = MODERNISMO.

×