Não crie mosquito pra te atacar

182 visualizações

Publicada em

Campanha criada pela Tempo Propaganda para a secretaria da saúde do Governo da Bahia.

Publicada em: Marketing
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
182
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
16
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Não crie mosquito pra te atacar

  1. 1. Campanha Não crie mosquito pra te atacar.
  2. 2. O DESAFIO
  3. 3. O Desafio Alertar a população para os perigos da proliferação da Dengue, uma doença transmitida através do mosquito aedes aegypti, que se reproduz preferencialmente no verão, época de chuvas e clima quente. Estimular as pessoas a tomar as precauções com a água parada e alertá-las em relação aos riscos, até de morte, de uma pessoa que contrai dengue. Mostrar as pessoas que o foco da dengue pode estar em suas casas. Reduzir o número de casos. Mas, o maior desafio, sem dúvida, era comunicar todas ssas informações – algo que já vêm sendo repetido ao longo dos anos em um sem número de campanhas publicitárias - de uma forma surpreendente.
  4. 4. A SOLUÇÃO
  5. 5. O Desafio Buscar algo que faz parte do imaginário coletivo para alertar sobre os riscos de morte que a dengue pode causar. A idéia foi colocar como garotos-propaganda da campanha seriais killers consagrados do cinema transformados em mosquitos da dengue. Uma associação semiótica que, acompanhada do conceito e subconceito da campanha encerrou uma idéia-força capaz de sensibilizar a população e estabelecer grande recall através do seu inedistismo.
  6. 6. *Clique na imagem
  7. 7. *Clique na imagem
  8. 8. *Clique na imagem
  9. 9. RESULTADOS
  10. 10. Os casos de dengue na Bahia tiveram redução de 91% em 2014. A campanha gerou grande repercussão nas redes sociais. O Desafio

×