Freios Indsutriais - Tec Tor

3.396 visualizações

Publicada em

Reconhecida no mercado como sinônimo de qualidade, inovação e por sua responsabilidade técnica (capacidade de oferecer o produto certo para a aplicação desejada e confeccionado de maneira correta), a Tec Tor, atende aos mais variados projetos convencionais ou especiais do mercado nacional e internacional. Todos com a garantia de qualidade, eficiência e assistência técnica especializada, que abrange desde o desenvolvimento personalizado do projeto, supervisão até o acompanhamento de montagens e start up do equipamento no cliente. Oferecemos Contra recuos, freios industriais, eixos compensadores, limitadores de torque, grampos de ancoragem, backstop, rodas livres, catracas, embreagens industriais, tambores motrizes, tambores auto acionados, freios hidráulicos, freios eletromagnéticos, freios eletrohidráulicos, freios pneumáticos, freios modulares, anéis de fixação, discos de contração e serviços de recuperação e reforma de todos os equipamentos de nossas marcas ou de terceiros.

Catálogo Tec Tor para as linhas de sistemas de frenagem Tec Tor.
Conheça nossas linhas de freios industriais, freios eletromagnéticos, freios pneumáticos, freios a disco, freios a polia, freios modulares, freios hidráulicos

Publicada em: Engenharia
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.396
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
115
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Freios Indsutriais - Tec Tor

  1. 1. A Empresa ®Tec Tor - Freios Industriais A Filosofia Tec Tor Desde sua fundação em Setembro de 1986, a Tec Tor vem ao longo de sua existência, desenvolvendo projetos no ramo de equipamentos voltados à transmissão e controle de força mecânica. Buscando em sua essência oferecer não só equipamentos, mas sim soluções industriais essenciais ou customizadas com responsabilidade técnica, qualidade, precisão e segurança. Produzindo Catracas, Contra Recuos, Rodas Livres, Freios Industriais, Grampos da Ancoragem e Limitadores de Torque, a Tec Tor tem como objetivo atender aos mais rigorosos padrões industriais, utilizando em seu trabalho a melhor tecnologia disponível no mercado, tanto para confecção dos projetos e soluções, quanto para o atendimento das expectativas de nossos clientes e fornecedores. Para isso a empresa valoriza a capacidade humana e a contribuição individual que busca através da integridade, habilidade e capacidade, oferecer inovações constantes para o aprimoramento das atividades e benefícios de nossos clientes. A equipe formada por colaboradores altamente qualificada é composta por engenheiros, projetistas, consultores, técnicos e especialistas, além de toda a estrutura do parque fabril, profissionais estes que procuram desenvolver soluções eficientes para atender as necessidades de nossos clientes Reconhecida no mercado como sinônimo de qualidade, inovação e por sua responsabilidade técnica (capacidade de oferecer o produto certo para a aplicação desejada e confeccionado de maneira correta), a Tec Tor, atende aos mais variados projetos convencionais ou especiais do mercado nacional e internacional. Todos com a garantia de qualidade, eficiência e assistência técnica especializada, que abrange desde o desenvolvimento personalizado do projeto, supervisão até o acompanhamento de montagens e start up do equipamento no cliente. Líder no mercado brasileiro no setor de Contra Recuos e Rodas Livres, com Assistência Técnica em diversos estados e em outros países, a Tec Tor tem a satisfação e a certeza de fornecer soluções seguras e eficazes, agregando valor e competitividade a cada projeto de nossos clientes, firmando assim o nome Tec Tor como uma empresa que contribui no crescimento e desenvolvimento sustentável do país. Missão Atender efetivamente às necessidades do mercado em soluções de transmissão e controle de força mecânica, tendo como princípio a qualidade, precisão e segurança. Visão Obter a liderança de mercado sendo ícone na geração de tecnologia em transmissão e controle de força mecânica, com excelência em atendimento e prestação de serviços. Valores - Integridade - Responsabilidade Técnica - Inovação Constante - Valorização humana Política de Qualidade A Tec Tor tem o compromisso de fornecer soluções industrias padronizadas ou customizadas, com qualidade, precisão e segurança, tendo como premissas: -Atender os mais rigorosos padrões industriais, com a busca da melhor tecnologia, para superar as necessidades e expectativas dos clientes; - Capacitação, integração e valorização humana; -Prática da melhoria contínua em seus processos e comprometimento com os requisitos do Sistema de Gestão da Qualidade.
  2. 2. Índice Exemplos de Aplicações Teoria Básica de Frenagem ................................................................... Como Encomendar .............................................................................. Tabela de Selecionamento ................................................................................ Sistemas de Frenagem Eletromagnético de Polia ...................................... Fontes Conversoras .............................................................................. Sistemas de Frenagem Eletrohidráulicos ................................................. Sistemas de Frenagem Pneumáticos ...................................................... Freios Modulares ................................................................................ Atuadores Pneumáticos ............................................................. ........................................................... Discos e Polias .................................................................................... Opcionais ...................................................................................... Questionário para Selecionamento ....................................................... ...................................................................... Sistemas de Frenagem Eletromagnético a disco ..................................... TTFD 1E ............................................................................................. TTFD 2E ............................................................................................. TTFD 3E ............................................................................................. TTFD 4E ............................................................................................. TTFD 54E ............................................................................................. TTFD 5E ............................................................................................. TTFD 6E ............................................................................................. TTFD 7E ............................................................................................. TTFPD 200 - 710E ............................................................................................. TTFPA 8” - 30”................................................................................................. TTF 40MP1 ............................................................................................. TTF 40MP2 ............................................................................................. TTF 75MP1 ............................................................................................. TTF 150MP1 ......................................................................................... TTF 4023MP1 ............................................................................................. TTFD 21EH ............................................................................................. TTFD 34EH ............................................................................................. TTFPD 125 - 800EH ........................................................................................ TTFD 3P ............................................................................................. TTFD 4P ............................................................................................. TTFD 5P ............................................................................................. TTFD 6P ............................................................................................. Grampos de Ancoragem S i s t e m a s . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . S e r v i c e . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 04 06 10 11 13 15 16 17 18 19 20 21 22 23 25 26 27 28 29 30 31 32 33 35 36 37 38 40 41 42 43 44 45 46 47 55 56 57 59 ®Tec Tor - Freios Industriais
  3. 3. Exemplos de Aplicações ®Tec Tor - Freios Industriais
  4. 4. Exemplos de Aplicações ®Tec Tor - Freios Industriais
  5. 5. Teoria Básica de Frenagem Cálculo de Freios O principal aspecto a ser conhecido para iniciarmos o processo de cálculo de um freio é conseguir responder a seguinte pergunta: Qual a aplicação e o objetivo do sistema de frenagem? Basicamente, as aplicações resumem-se a três possíveis variáveis. - Freios Estáticos de Segurança Na maioria das aplicações estáticas deve-se calcular o torque e acrescentar um fator de segurança, normalmente entre 1,5 a 2,0 para compensar a possibilidade de interferência de aspectos externos tais como: contaminação da superfície de frenagem e perdas das condições de atrito das pastilhas, além de prover uma margem de segurança da frenagem. - Freios Dinâmicos (Serviço e Emergência) Nestas aplicações o freio tem que parar todos os componentes móveis da máquina, portanto, deve ser dimensionado para suprir as exigências das frenagens estática e dinâmica. Os cálculos devem garantir: um fator de segurança entre 2,0 e 2,5 sobre o torque nominal do motor, condições mínimas de temperatura de operação e capacidade de dissipação térmica, para que as características ideais de atrito entre as pastilhas e superfície de frenagem sejam sempre mantidas. - Freios de Tensionamento Estas aplicações exigem que os freios forneçam torque contínuo para tensionar o material que passa pelas máquinas e como conseqüência alta capacidade de dissipação térmica, exemplo: enroladeiras, desenroladeiras e rebobinadeiras. Na maioria dos casos operam com controle proporcional da força de atuação dos freios, devendo ser dimensionados tendo em vista considerações especiais (críticas) de operação, para garantir uma longa vida útil de seus componentes. Os cálculos sempre devem levar em conta a inércia total do sistema e a velocidade máxima de operação das máquinas, acrescidos de um fator de serviço a ser definido conforme a aplicação. ®Tec Tor - Freios Industriais
  6. 6. Teoria Básica de Frenagem Torque Dinâmico (TD): Torque Estático (TE): TE = F X D F.S.X 2 TD = P X 7162 F.S.X n TF = I n FSX X tp E = TF n tp NX X X ®Tec Tor - Freios Industriais
  7. 7. Definição dos termos de frenagem Para melhor compreensão do fenômeno físico que ocorre no instante da frenagem, faremos um breve estudo sobre fatores envolvidos: - Força Normal (Fn): É a força que pressiona cada pastilha contra o disco, aplicada perpendicularmente ao mesmo, através de molas (freios normalmente fechados), pressão pneumática ou hidráulica (freios normalmente abertos) ou qualquer outro meio. - Força de atrito (Fa): É a força tangencial produzida pelo atrito entre as pastilhas e o disco sob a ação da força normal. A força de atrito é proporcional a força normal (Fn) e depende do coeficiente de atrito do material das pastilhas. Nominal: µatr = 0,4. - Força de frenagem (Ff): É a força de atrito produzida pelas pastilhas, que atuam sobre o disco. - Momento ou Torque de Frenagem (Mf): É o produto da força de frenagem pelo raio médio (Rm), medido entre o baricentro das pastilhas e o centro do disco. Equações: Teoria Básica Freios a Disco Rm = (D-L) / 2Raio médio de frenagem: Ff = 2 x Fa Torque de Frenagem: Tf = Ff x Rm Força de frenagem: Fa = µatr x FnForça de atrito:
  8. 8. Teoria Básica dos Freios de Polia Definição dos termos de frenagem Para melhor compreensão do fenômeno físico que ocorre no instante da frenagem, faremos um breve estudo sobre fatores envolvidos: - Força Normal (Fn): É a força que pressiona cada refil contra a polia, aplicada perpendicularmente a mesma através de molas (freios normalmente fechados) ou qualquer outro meio. - Força de atrito (Fa): É a força tangencial produzida pelo atrito entre os elementos de fricção e a polia sob a ação da força normal. A força de atrito é proporcional a força de normal (Fn) e depende do coeficiente de atrito do material dos refis. Nominal: µatr = 0,4. - Força de frenagem (Ff): É a força de atrito produzida pelos refis, que atuam sobre a polia. - Momento ou Torque de Frenagem (Mf): É o produto da força de frenagem pelo raio da polia. ®Tec Tor - Freios Industriais
  9. 9. Como Encomendar ® Para maior comodidade do usuário, os sistemas de frenagem Tec Tor possuem diversas opções de montagem, as quais devem ser escolhidas de acordo com as necessidades da aplicação. ® Sendo assim, os Sistemas de Frenagem Tec Tor encontram-se divididos em: - Sistemas de Alimentação: Fontes de Alimentação Elétricas, Painéis Pneumáticos, Painéis de comando Elétricos. - Freios: Eletromagnéticos, Pneumáticos, Eletrohidráulicos. - Componentes de Atuação: Disco, Polia Siglas de seleção: Sistema de Alimentação Freio Componente de Atuação ®Tec Tor - Freios Industriais Eletromagnético Eletrohidráulico Freios Pneumático Disco Polia Sem Opcionais / Furação / Cubo CB Posição Central de Montagem do Acionamento Posição Direta de Montagem do Acionamento Posição Esquerda de Montagem do Acionamento Sistema de Bloqueio e Desbloqueio Manual PA1 ST1 PA2 PA1SD1 PA1SD2 PA2SD1 PA2SD2 SA1 SA3 SA2 *SAP1 *SAP2 Orgânica Sinterizado Orgânica com sensor de desgaste, M12, Monitoramento de conex. Orgânica com sensor de desgaste, Saida Cabo Sinterizado com sensor de desgaste,M12, Monitoramento de conex. Sinterizado com sensor de desgaste, Saída Cabo Sensor N.A, 10 A 36 Vcc - 3 Fios, Com conector, Faceado Sensor Temp, 2 contatos, NA, 24Vcc, 4 Fios, Com conector, Faceado Sensor N.A, 20 A 250 Vca - 2 Fios, Com conector, Faceado Sensor N.A, 10 A 36 Vcc - 2 Fios, Com conector, Faceado Sensor de posição aberto e desgaste de pastilha N.A, 30 Vcc - 5 Fios, Com conector, M12 Sensor de posição aberto e desgaste de pastilha N.A, 125 Vca - 5 Fios, Com conector, M12 *Apenas para freios Svendborg A2 AD A1 Acoplamento Tipo Garra Acoplamento de Cilindro Adaptação para receber um acoplamento
  10. 10. Tabela para Selecionamento **Interpretação de siglas vide página 10. *Sistema de Frenagem: Freios Eletromagnéticos (E), Freios Eletrohidráulicos (EH), Freios Pneumáticos (P) ®Tec Tor - Freios Industriais **Opcionais Frenagem/Desfrenagem Eletrohidráulica Desfrenagem Eletromagnética Freio Normalmente Fechado Freio Normalmente Aberto Frenagem Pneumática TTFPD-EH = Freio Eletrohidráulico de Polia TTFPD-E = Freio Eletromagnético de Polia TTFD-E = Freio Eletromagnético a Disco TTFD-P = Freio Pneumático a Disco TTFD-EH = Freio Eletrohidráulico a Disco Frenagem/Desfrenagem por Molas 190 - 460 15 - 34 75 - 765 83 - 362 TTFDP 125-800 1820 - 3715 765 - 1330 380 - 665 2740 - 4895
  11. 11. Sistemas de Frenagem Eletromagnéticos Dimensionados adequadamente em conjunto; Freio Eletromagnético, Fonte de Alimentação e Superfície de Frenagem (Disco ou Polia), os Sistemas de Frenagem ® Eletromagnéticos Tec Tor , são aptos a trabalhos que exijam alta responsabilidade, segurança e performance. Sua construção robusta permite sua utilização em ambientes com alto grau de elementos contaminantes, em regimes severos de trabalhos, tendo como características a extrema rapidez de atuação e baixa necessidade de manutenção. Todos os freios inseridos nesta linha, possuem eixos em aço inox e buchas auto-lubrificantes, tendo como opcionais, sistema automático de recuperação de desgaste de elemento de fricção, sensor de sinalização de freio aberto e fechado, sensor de detecção de pastilhas/refil gastos, alavanca de desbloqueio manual e sensor de temperatura de trabalho. Visando assim, minimizar a necessidade de intervenções e manutenções. ®Tec Tor - Freios Industriais
  12. 12. Especialmente desenhados para atender as mais diferentes exigências de projeto, os freios eletromagnéticos a disco podem ser fornecidos com bobina do lado esquerdo, direito ou central em relação aos braços com construção inclinada ou reta, de forma a oferecer condições ideais de instalação e manutenção. De acordo com a exigência da aplicação, os freios eletromagnéticos a disco podem trabalhar tanto com discos maciços, como com discos autoventilados que possuem maior capacidade de dissipação de energia térmica. Seu funcionamento consiste em frear por ação de molas e desfrear por força eletromagnética, garantindo sempre que em qualquer situação de emergência permaneça freado, tornando-se ideal para as aplicações em máquinas de transporte e movimentação de carga de risco. Podem ser fornecidos com bobinas para alimentação em 50/10 Vcc ou 230/50 Vcc. Sistemas de Frenagem Eletromagnéticos a Disco ®Tec Tor - Freios Industriais
  13. 13. Como Encomendar Como Encomendar: Freios Como Encomendar: Opcionais Modelo Tensão Posição de Montagem da Bobina TTFD 2E 50/10 Vcc LE Sistema de Recuperação de Desgaste de Pastilha Sensor de Posição Aberto/Fechado Tipo de Pastilha Sensor de Temperatura SAPA1SD2RA ST1 Interpretação de siglas vide página 10. ®Tec Tor - Freios Industriais Sensor de Posição Aberto/ Fechado Sensor de Temperatura LE LD RM RA SA1 SA2 SA3 Tipo de Pastilha PA1 PA2 PA1SD1 PA1SD2 PA2SD1 PA2SD2
  14. 14. Como Encomendar: Freios Como Encomendar: Opcionais Modelo Tensão Posição de Montagem da Bobina TTFD 1E 50/10 Vcc LD Sistema de Recuperação de Desgaste de Pastilha Sensor de Posição Aberto/Fechado Tipo de Pastilha Sensor de Temperatura SFPA1SD1RA ST1 Interpretação de siglas vide página 10. TTFD 1E Desfrenagem: Frenagem: Eletromagnética Por molas Recuperação de Desgaste: Automática / Manual Regulagem de Torque: De +10% a -20% Nominal Peso do Freio sem Disco: 260 kg Tempo de Resposta: 0,3 s Voltagem da Bobina: 50 / 10 Vcc Espessura do Disco: 42 mm* Características Técnicas Tipo DesfrenagemFrenagem Forma Construtiva FREIO DIREITOFREIO ESQUERDO (OPCIONAL) posiçãodo observador BASE DO FREIO ®Tec Tor - Freios Industriais ØD [Nm] [N] A B C E 550 4.650 20.000 20.000 20.000 20.000 20.000 134 104 345 145 625 5.500 167 137 357 180 705 6.350 209 179 372 225 795 7.350 247 217 385 265 995 9.500 344 314 420 368 Força de Frenagem Dimensões de Instalação e Montagem [mm] Discos [mm] Torque de Frenagem FREIO DIREITOFREIO ESQUERDO *Para outras espessuras de disco consultar nossa engenharia
  15. 15. TTFD 2E Tipo DesfrenagemFrenagem Forma Construtiva Desfrenagem: Frenagem: Eletromagnética Por molas Recuperação de Desgaste: Automática / Manual Regulagem de Torque: De +10% a -20% Nominal Peso do Freio sem Disco: 250 kg Tempo de Resposta: 0,3 s Voltagem da Bobina: 50 / 10 Vcc Espessura do Disco 42 mm* Características Técnicas FREIO ESQUERDO FREIO DIREITO BASE DO FREIO posiçãodo observador FREIO DIREITOFREIO ESQUERDO (OPCIONAL) ®Tec Tor - Freios Industriais ØD [Nm] [N] A B C E 550 3.450 16.000 16.000 16.000 16.000 16.000 134 104 345 145 625 4.100 167 137 357 180 705 4.700 209 179 372 225 795 5.500 247 217 385 265 995 7.100 344 314 420 368 Dimensões de Instalação e Montagem [mm] Discos [mm] Torque de Frenagem Força de Frenagem Como Encomendar: Freios Modelo TTFD 2E Interpretação de siglas vide página 10. Como Encomendar: Opcionais Tensão Posição de Montagem da Bobina 50/10 Vcc LE Sistema de Recuperação de Desgaste de Pastilha Sensor de Posição Aberto/Fechado Tipo de Pastilha Sensor de Temperatura SAPA1SD2RA ST1 *Para outras espessuras de disco consultar nossa engenharia.
  16. 16. Como Encomendar: Freios Como Encomendar: Opcionais Modelo Tensão Posição de Montagem da Bobina TTFD 3E 50/10 Vcc LD Sistema de Recuperação de Desgaste de Pastilha Sensor de Posição Aberto/Fechado Tipo de Pastilha Sensor de Temperatura SFPA2SD1RA ST1 Interpretação de siglas vide página 10. TTFD 3E Tipo DesfrenagemFrenagem Forma Construtiva FREIO DIREITOFREIO ESQUERDO Desfrenagem: Frenagem: Eletromagnética Por molas Recuperação de Desgaste: Automática / Manual Regulagem de Torque: De +20% a -30% Nominal Peso do Freio sem Disco: 190 kg Tempo de Resposta: 0,3 s Voltagem da Bobina: 50 / 10 Vcc Espessura do Disco 30 mm* Características Técnicas ®Tec Tor - Freios Industriais ØD [Nm] [N] A B C E 445 1.750 9.000 9.000 9.000 9.000 9.000 9.000 100 80 285 90 495 2.000 125 105 295 115 550 2.300 150 130 305 145 625 2.700 185 165 315 180 705 3.190 225 205 330 225 795 3.700 265 245 345 265 Força de Frenagem Dimensões de Instalação e Montagem [mm] Torque de Frenagem Discos [mm] FREIO DIREITO BASE DO FREIO FREIO ESQUERDO (OPCIONAL) *Para outras espessuras de disco consultar nossa engenharia.
  17. 17. Como Encomendar: Freios Como Encomendar: Opcionais Modelo Tensão Posição de Montagem da Bobina TTFD 4E 50/10 Vcc LE Sistema de Recuperação de Desgaste de Pastilha Sensor de Posição Aberto/Fechado Tipo de Pastilha Sensor de Temperatura SAPA2RA ST1 Interpretação de siglas vide página 10. TTFD 4E FREIO DIREITOFREIO ESQUERDO Desfrenagem: Frenagem: Eletromagnética Por molas Recuperação de Desgaste: Automática / Manual Regulagem de Torque: De +20% a -30% Nominal Peso do Freio sem Disco: 120 kg Tempo de Resposta: 0,3 s Voltagem da Bobina: 50 / 10 Vcc Espessura do Disco 30 mm* Características Técnicas Tipo DesfrenagemFrenagem Forma Construtiva posiçãodo observador BASE DO FREIO ®Tec Tor - Freios Industriais ØD [Nm] [N] A B C E 445 950 6.000 130 110 225 90 495 1.100 6.000 160 140 235 115 550 1.260 6.000 180 160 240 145 625 1.500 6.000 215 195 250 180 705 1.750 6.000 255 235 260 225 795 2.000 6.000 295 275 275 265 Força de Frenagem Dimensões de Instalação e Montagem [mm] Discos [mm] Torque de Frenagem FREIO DIREITOFREIO ESQUERDO (OPCIONAL) *Para outras espessuras de disco consultar nossa engenharia.
  18. 18. Como Encomendar: Freios Como Encomendar: Opcionais Modelo Tensão Posição de Montagem da Bobina TTFD 54E 50/10 Vcc LD Sistema de Recuperação de Desgaste de Pastilha Sensor de Posição Aberto/Fechado Tipo de Pastilha Sensor de Temperatura SAPA1SD2RA ST1 Interpretação de siglas vide página 10. TTFD 54E Tipo DesfrenagemFrenagem Forma Construtiva FREIO ESQUERDO FREIO DIREITO Desfrenagem: Frenagem: Eletromagnética Por molas Recuperação de Desgaste: Automática / Manual Regulagem de Torque: De +10% a -20% Nominal Peso do Freio sem Disco: 55 kg Tempo de Resposta: 0,2 s Voltagem da Bobina: 50 / 10 Vcc Espessura do Disco 30 mm* Características Técnicas posiçãodo observador BASE DO FREIO ®Tec Tor - Freios Industriais ØD [Nm] [N] A B E 315 470 4.100 118 105 70 355 550 4.100 138 125 90 395 630 4.100 158 145 110 445 730 4.100 183 170 135 495 850 4.100 208 195 160 550 970 4.100 235 223 190 625 1.120 4.100 273 260 230 Força de Frenagem Dimensões de Instalação e Montagem [mm] Discos [mm] Torque de Frenagem FREIO DIREITO FREIO ESQUERDO (OPCIONAL) *Para outras espessuras de disco consultar nossa engenharia.
  19. 19. Como Encomendar: Freios Como Encomendar: Opcionais Modelo Tensão Posição de Montagem da Bobina TTFD 5E 50/10 Vcc LE Sistema de Recuperação de Desgaste de Pastilha Sensor de Posição Aberto/Fechado Tipo de Pastilha Sensor de Temperatura SAPA1SD2RA ST1 Interpretação de siglas vide página 10. FREIO CENTRAL Desfrenagem: Frenagem: Eletromagnética Por molas Recuperação de Desgaste: Automática / Manual Regulagem de Torque: De +10% a -20% Nominal Peso do Freio sem Disco: 32 kg Tempo de Resposta: 0,2 s Voltagem da Bobina: 50 / 10 Vcc Espessura do Disco 30 mm* ou 15mm opcional Características Técnicas Tipo DesfrenagemFrenagem Forma Construtiva TTFD 5E posiçãodo observador FREIO DIREITO FREIO ESQUERDO (OPCIONAL) BASE DO FREIO ®Tec Tor - Freios Industriais ØD [Nm] [N] A B C E 315 190 1.500 100 85 160 70 355 220 1.500 120 105 165 90 395 252 1.500 140 125 170 110 445 292 1.500 160 145 180 135 495 350 1.500 190 175 185 160 550 390 1.500 220 205 195 190 625 460 1.500 255 240 205 230 Força de Frenagem Dimensões de Instalação e Montagem [mm] Discos [mm] Torque de Frenagem *Para outras espessuras de disco consultar nossa engenharia.
  20. 20. Como Encomendar: Freios Como Encomendar: Opcionais Modelo Tensão Posição de Montagem da Bobina TTFD 6E 50/10 Vcc C Sistema de Recuperação de Desgaste de Pastilha Sensor de Posição Aberto/Fechado Tipo de Pastilha Sensor de Temperatura SAPA2SD2RA ST1 Interpretação de siglas vide página 10. TTFD 6E posição do observador FREIO CENTRAL Tipo DesfrenagemFrenagem Forma Construtiva Desfrenagem: Frenagem: Eletromagnética Por molas Recuperação de Desgaste: Automática / Manual Regulagem de Torque: De +10% a -20% Nominal Peso do Freio sem Disco: 30 kg Tempo de Resposta: 0,2 s Voltagem da Bobina: 50 / 10 Vcc Espessura do Disco 15 mm* Características Técnicas FREIO DIREITO FREIO ESQUERDO (OPCIONAL) BASE DO FREIO ®Tec Tor - Freios Industriais ØD [Nm] [N] A B C E 315 95 750 100 85 160 70 355 110 750 120 105 165 90 395 130 750 140 125 170 110 445 150 750 160 145 180 135 495 170 750 190 175 185 160 550 190 750 220 205 195 190 625 220 750 255 240 205 230 Dimensões de Instalação e Montagem [mm] Discos [mm] Torque de Frenagem Força de Frenagem *Para outras espessuras de disco consultar nossa engenharia.
  21. 21. Como Encomendar: Freios Como Encomendar: Opcionais Modelo Tensão Posição de Montagem da Bobina TTFD 7E TTFD 7ER 50/10 Vcc C Sistema de Recuperação de Desgaste de Pastilha Sensor de Posição Aberto/Fechado Tipo de Pastilha Sensor de Temperatura SAPA2RA ST1 Interpretação de siglas vide página 10. TTFD 7E ØD [Nm] [Nm] A B C E 175 15 25 92,5 37,5 90,5 31,5 220 23 35 115 60 90,5 54 260 30 45 135 80 90,5 74 315 34 55 162 107,5 90,5 101,5 Dimensões de Instalação e Montagem [mm] Discos [mm] Torque de Frenagem 7E Torque de Frenagem 7ER Tipo DesfrenagemFrenagem Forma Construtiva FREIO DIREITO FREIO ESQUERDO (OPCIONAL) Desfrenagem: Frenagem: Eletromagnética Por molas Recuperação de Desgaste: Automática / Manual Regulagem de Torque: De +10% a -30% Nominal Peso do Freio sem Disco: 23 kg Tempo de Resposta: 0,2 s Voltagem da Bobina: 50 / 10 Vcc Espessura do Disco 15 mm* Características Técnicas FREIO CENTRAL posiçãodo observador BASE DO FREIO ®Tec Tor - Freios Industriais *Para outras espessuras de disco consultar nossa engenharia.
  22. 22. Especialmente desenhados para atender as mais diferentes exigências de projeto, os Sistemas de frenagem Eletromagnéticos de Polia podem ser fornecidos de acordo com a Norma DIN ou de acordo com a norma AISE. O diferencial de sua aplicação deve-se ao exclusivo sistema de troca rápida de refil, o que elimina desperdício de horas manutenção em ações de troca do elemento de fricção. Seu funcionamento consiste em frear por ação de molas, e desfrear por força eletromagnética, garantindo sempre que em qualquer situação de emergência permaneça freado, tornando-se, ideal para as aplicações em máquinas de transporte e movimentação de carga de risco. Sistemas de Frenagem Eletromagnéticos de Polia ®Tec Tor - Freios Industriais
  23. 23. Como Encomendar Interpretação de siglas vide página 10. ®Tec Tor - Freios Industriais Como Encomendar: Freios Como Encomendar: Opcionais Modelo Tensão TTFPD 250E 50/10 Vcc Sistema de Recuperação de Desgaste de Pastilha Sensor de Posição Aberto/Fechado Tipo de Pastilha Sensor de Temperatura Sensor de Desbloqueio SA1PA1SD2RA ST1DM Sistema de Recuperação de Desgaste de Pastilha Sistema de Desbloqueio Sensor de Posição Aberto/ Fechado Sensor de Temperatura DM SA1 SA2 SA3 Tipo de Pastilha PA1 PA2 PA1SD1 PA1SD2 PA2SD1 PA2SD2 230/50 Vcc ST1 Tensão
  24. 24. TTFPD...E 200E 210 50 75 70 545 530 185 175 45 235 200 14 13 160 370 365 55 90 145 250E 405 70 95 90 600 580 220 200 45 280 250 18 13 190 418 413 65 100 180 315E 610 135 118 110 750 640 260 210 60 365 315 18 18 230 598 588 80 120 220 400E 1.400 205 150 140 875 800 310 284 70 395 400 22 18 280 705 703 100 150 270 500E 2.500 255 190 180 1.000 940 365 325 95 440 500 22 23 340 805 803 130 180 325 630E 4.905 365 236 225 1.200 1.150 460 416 107 480 630 27 30 420 945 940 170 220 400 710E 9.810 705 265 255 1.355 1.280 510 435 130 550 710 27 30 470 1.060 1.060 190 250 450 I J KG H H1 H2 LARGURA SAPATAS B1 DIMENSÕES A1 A2 A3 A4 B C D1 D3 TTFPD TORQUE NOMINAL [N.m] PESO [kg] LARGURA POLIA Unidades de medidas em mm. Tipo Frenagem Desfrenagem Forma Construtiva Como Encomendar: Freios Como Encomendar: Opcionais Interpretação de siglas vide página 10. Modelo TTFPD 250E Sensor de Posição Aberto/Fechado SF Sensor de Desgaste de Pastilha SD Sistema de Desbloqueio DM Sistema de Recuperação de Desgaste de Pastilha RA ST Sensor de Temperatura Frenagem: Por Molas Recuperação de Desgaste: Desfrenagem: Automática ou Manual Eletromagnética Tensão de Operação: 230/50 Vcc Características Técnicas ®Tec Tor - Freios Industriais
  25. 25. TTFPA...E 8"E 50 83 77 550 510 185 180 45 235 203 17,5 19 178 388 383 146 190 83 10"E 70 95 89 610 580 220 205 45 280 254 17,5 19 213 440 435 159 200 102 13"E 135 146 140 775 640 260 235 60 365 330 20,5 28 251 623 613 228 280 146 16"E 205 171 165 890 800 310 295 70 395 406 27 30 308 735 730 273 330 190 19"E 230 222 216 1.025 940 365 325 95 440 482 27 34 336 808 805 330 390 235 23"E 365 286 279 1.160 1.150 460 392 107 480 584 33,5 41 403 952 947 406 480 298 30"E 730 362 356 1.465 1.280 510 490 130 550 762 39,5 48 527 1.120 1.120 482 560 381 5.540 12.450 280 760 1.380 2.770 I J K 140 G H H1 H2 LARGURA SAPATAS B1 DIMENSÕES A1 A2 A3 A4 B C D1 D3 TTFPA TORQUE NOMINAL [N.m] PESO [kg] LARGURA POLIA Unidades de medidas em mm. Tipo DesfrenagemFrenagem Forma Construtiva Como Encomendar: Freios Como Encomendar: Opcionais Interpretação de siglas vide página 10. Modelo TTFPA 8”E Sensor de Posição Aberto/Fechado SA Sensor de Desgaste de Pastilha SD Sistema de Desbloqueio DM Sistema de Recuperação de Desgaste de Pastilha RA ST Sensor de Temperatura Frenagem: Por Molas Recuperação de Desgaste: Desfrenagem: Automática ou Manual Eletromagnética Tensão de Operação: 230/50 Vcc Características Técnicas ®Tec Tor - Freios Industriais
  26. 26. Fontes Conversoras para Freios Eletromagnéticos ® Os freios eletromagnéticos Tec Tor têm como princípio de funcionamento eletromagnetismo gerado por uma tensão continua aplicada nos terminais de ligação de bobina. A tensão de alimentação dos freios é fornecida através de fonte de alimentação. ® As fontes Tec Tor recebem alimentação elétrica alternada na sua entrada, e por intermédio do circuito interno de comando são gerados dois valores de tensão contínua chamados de “tensão de chamada” e “tensão de economia” que são fornecidos ao freio. A tensão de chamada é a tensão inicial para que a armadura do freio (através do campo eletromagnético) vença a força do empilhamento de molas e realize a abertura do freio. A duração desse tempo está vinculada ao temporizador do comando regulado em fábrica. No entanto, decorrido o tempo mencionado acima a fonte realiza o segundo estágio de fornecimento de alimentação elétrica, ou seja, a tensão de economia. A tensão de economia é um valor baixo (em relação à tensão de chamada), que mantém o freio aberto de acordo com a necessidade da operação. Na tensão de economia o consumo da bobina é menor e isso impede o aquecimento excessivo da mesma fazendo com que a sua vida útil seja prolongada. Modelo Modulo de Potência Material do Painel Cor do Painel Sistema de Desgaste de Pastilha TTF 40MP1 CX1 SIP4PI2 Como Encomendar: TTF ®Tec Tor - Freios Industriais 75 MP1 Tensão de saída 50/10Vcc / utilizado em 1 freio / TTFD 1E, 2E e 3E 150 MP1 Tensão de saída 50/10Vcc / utilizado em até 2 freios / TTFD 1E, 2E e 3E 4023 MP1 Tensão de saída 230/50Vcc / utilizado em 1 freio / Todos TTFPD e TTFPA CX2 Aço Inox 304 PI1 RAL 7032 PI2 Cinza Munsell N6,5 PI3 Aço Inox Escovado SIP1 Sistema Desgaste de Pastilha 100/220 Vca - Cabo 2m SIP2 Sistema Desgaste de Pastilha 100/220 Vca - Cabo 10m SIP3 SIP4 Sistema Desgaste de Pastilha 24 Vcc - Cabo 2m Sistema Desgaste de Pastilha 24 Vcc - Cabo 10m CX1 Aço Carbono Tensão de saída 50/10Vcc / utilizado em 1 freio / TTFD 5E, 6E e 7E40 MP1 DescriçãoSigla Tensão de saída 50/10Vcc / utilizado em 1 freio / TTFD 4E e 54E40 MP2 Interpretação de siglas vide página 27. SIP1 SIP2 SIP3 SIP4
  27. 27. TTF 40 MP1 Placa de Montagem Modelo Modulo de Potência Material do Painel Cor do Painel Sistema de Desgaste de Pastilha TTF 40MP1 CX1 SIP4PI2 Como Encomendar: TTF Interpretação de siglas vide página 27. 400 mm 500mm 200 mm Visão LateralVisão Frontal ®Tec Tor - Freios Industriais Tensão de Alimentação: Características Técnicas Monofásica 220/380/440 Vca 50/10 Vcc 50/60 Hz IP65 -5 a 60°C 700/hora 21kg ± 10%Variação de Tensão de entrada: Tensão de Saída: Frequência da Rede: Grau de Proteção: Temperatura de Operação: Número de Manobras: Peso total da fonte: Corrente por freio (A) Disjuntor Mínimo para a entrada (curva C) Vca 440460 380 220
  28. 28. TTF 40 MP2 Placa de Montagem 4321 Como Encomendar: TTF Modelo Modulo de Potência Material do Painel Cor do Painel Sistema de Desgaste de Pastilha TTF 40MP2 CX1 SIP2PI1 Interpretação de siglas vide página 27. 500 mm 500mm 200 mm Visão LateralVisão Frontal ®Tec Tor - Freios Industriais Tensão de Alimentação: Características Técnicas Monofásica 220/380/440/460 Vca 50/10 Vcc 50/60 Hz IP65 -5 a 60°C 700/hora 28kg ± 10%Variação de Tensão de entrada: Tensão de Saída: Frequência da Rede: Grau de Proteção: Temperatura de Operação: Número de Manobras: Peso :total da fonte Corrente por freio (A) Disjuntor Mínimo para a entrada (curva C) Vca 440460 380 220
  29. 29. TTF 75 MP1 4321 Placa de Montagem Como Encomendar: TTF Modelo Modulo de Potência Material do Painel Cor do Painel Sistema de Desgaste de Pastilha TTF 75MP1 CX2 SIP3PI2 Interpretação de siglas vide página 27. ®Tec Tor - Freios Industriais 500 mm 500mm 200 mm Visão LateralVisão Frontal da Bobina Tensão de Alimentação: Características Técnicas Monofásica 220/380/440/460 Vca 50/10 Vcc 50/60 Hz IP65 -5 a 60°C 700/hora 30kg ± 10%Variação de Tensão de entrada: Tensão de Saída: Frequência da Rede: Grau de Proteção: Temperatura de Operação: Número de Manobras: Peso total da fonte: Corrente por freio (A) Disjuntor Mínimo para a entrada (curva C) Vca 440460 380 220
  30. 30. TTF 150 MP1 600 mm 800mm 300 mm Visão LateralVisão Frontal Placa de Montagem 654321 Como Encomendar: TTF Modelo Modulo de Potência Material do Painel Cor do Painel Sistema de Desgaste de Pastilha TTF 150MP1 CX2 SIP1PI2 Interpretação de siglas vide página 27. ®Tec Tor - Freios Industriais Tensão de Alimentação: Características Técnicas Monofásica 220/380/440/460 Vca 50/10 Vcc 50/60 Hz IP65 -5 a 60°C 700/hora 62kg ± 10%Variação de Tensão de entrada: Tensão de Saída: Frequência da Rede: Grau de Proteção: Temperatura de Operação: Número de Manobras: Peso total da fonte: Corrente por freio (A) Disjuntor Mínimo para a entrada (curva C) Vca 440460 380 220
  31. 31. TTF 4023 MP1 Como Encomendar: TTF Modelo Modulo de Potência Material do Painel Cor do Painel Sistema de Desgaste de Pastilha TTF 4023MP1 CX1 SIP2PI1 Interpretação de siglas vide página 27. ®Tec Tor - Freios Industriais 4321 500 mm 500mm 200 mm Visão LateralVisão Frontal Placa de Montagem Tensão de Alimentação: Características Técnicas Bifásica 220/380/440 Vca De -20°C a +60°C 30 kg 50 ou 60 Hz IP65 230/50 Vcc 700 / h Linhas TTFPA...E e TTFD...E ± 10% da Tensão NominalVariação de Tensão de entrada: Temperatura de operação: Peso total da fonte: Frequência da Rede: Grau de Proteção: Tensão da Saída: Número de Manobras: Aplicações:
  32. 32. Projetados para aplicações que necessitam de frenagem controlada, os Sistemas de Frenagem Eletrohidráulicos possuem grande versatilidade de torque de frenagem, uma vez que podem trabalhar com diferentes atuadores eletrohidráulicos na mesma estrutura de freio. Sendo portanto, sua aplicação recomendada para os mais variados segmentos industriais. Especialmente desenvolvidos para proporcionar controle efetivo de frenagem, os Freios Eletrohidráulicos podem ser dotados de controle de frenagem progressiva através de inversores de freqüência ou controle de velocidade de frenagem e/ou desfrenagem através de válvulas controladoras de fluxo hidráulico. Todos os freios inseridos nesta linha possuem eixos confeccionados em aço inóx e buchas autolubrificantes, tendo como opcionais sistema automático de recuperação de desgaste de elemento de fricção, sensor de sinalização de freio aberto e fechado, sensor de detecção de pastilhas gastas, alavanca de desbloqueio manual e sensor de temperatura de trabalho, visando assim minimizar necessidade de intervenções e manutenção preventiva. Devido a grande flexibilidade do projeto de Sistemas de Frenagem Eletrohidráulicos, torna-se possível disponibilizar ao mercado tanto soluções dotadas de freios a disco quanto soluções dotadas de freio de polia, sendo a escolha definida de acordo com a aplicação. Seu funcionamento consiste em frear por ação de molas, e desfrear por força eletrohidráulica, garantindo sempre que em qualquer situação de emergência permaneça freado, tornando-se, ideal para as aplicações em máquinas de transporte e movimentação de carga de risco. Sistemas de Frenagem Eletrohidráulicos ®Tec Tor - Freios Industriais
  33. 33. Como Encomendar Como Encomendar: Freios Como Encomendar: Opcionais Interpretação de siglas vide página 10. Modelo com Atuador TTFD 21EH - 356 Sensor de Posição Aberto/Fechado SFPA2 Sistema de Desbloqueio DM Sistema de Recuperação de Desgaste de Pastilha RA Válvulas de Controle Frequência Tensão de Alimentação Tipo de Pastilha VA 60HZ TA380VCA ST1 Sensor de Temperatura ®Tec Tor - Freios Industriais MODELO COM ATUADOR VÁLVULAS DE CONTROLE VA VR VA/VR FREQUÊNCIA TENSÃO DE ALIMENTAÇÃO 60HZ TA220 VCA TA380 VCA TA440 VCA 50HZ TIPO DE PASTILHA PA1 PA2 PA1SD1 PA1SD2 PA2SD1 PA2SD2 SENSOR DE POSIÇÃO ABERTO/ FECHADO SA1 SA3 SA2 SISTEMA DE DESBLOQUEIO DM ST1 SISTEMA DE RECUPERAÇÃO DE DESGASTE DE PASTILHA SENSOR DE TEMPERATURA RA RM
  34. 34. TTFD 21EH * Unidades de medidas em mm. Como Encomendar: Freios Como Encomendar: Opcionais Interpretação de siglas vide página 10. Modelo com Atuador TTFD 21EH - 356 Sensor de Posição Aberto/Fechado SA Sensor de Desgaste de Pastilha SD Sistema de Desbloqueio DM Sistema de Recuperação de Desgaste de Pastilha RA Válvulas de Controle VA ST Sensor de Temperatura Frenagem Por molas Peso do Freio Sem Atuador: 125 kg Tensão de Alimentação: Espessura do Disco: 220/380/440 Vca 30 mm* Características Técnicas Desfrenagem Recuperação de Desgaste: Eletrohidráulica Automática ou Manual Tipo DesfrenagemFrenagem Forma Construtiva Torque de Frenagem [N.m] d1: Diâmetro médio de Atrito d2: Diâmetro Externo (mm) d4: Diâmetro máximo de acoplamento *: Distância mínima para deslocamento manual ®Tec Tor - Freios Industriais 490 600 720 850 990 1.170 690 850 1.020 1.190 1.400 1.640 1.180 1.450 1.750 2.050 2.410 2.830 *Para outras espessuras de disco consultar nossa engenharia.
  35. 35. TTFD 34EH Unidades de medidas em mm. Frenagem Por molas Peso do Freio Sem Atuador: 200 kg Tensão de Alimentação: Espessura do Disco: 220/380/440 Vca 30 mm* Características Técnicas Desfrenagem Recuperação de Desgaste: Eletrohidráulica Automática ou Manual Como Encomendar: Freios Como Encomendar: Opcionais Interpretação de siglas vide página 10. Modelo com Atuador TTFD 34EH - 1306 Sensor de Posição Aberto/Fechado SA Sensor de Desgaste de Pastilha SD Sistema de Desbloqueio DM Sistema de Recuperação de Desgaste de Pastilha RA Válvulas de Controle VA ST Sensor de Temperatura 1.306 2.006 3.006 d4 e k1 2.510 - - 170 180 100 3.000 - - 240 200 120 3.590 5.650 - 300 230 150 4.280 6.780 9.560 370 265 185 5.070 8.060 11.500 370 305 225 5.960 9.510 13.690 370 350 270 - - 16.110 410 400 320 - - 18.540 d2 450 500 560 630 710 800 900 1000 d1 360 410 470 540 620 710 810 910 410 450 370 TH - 1306 = 19.700 N TH - 2006 = 32.200 N TH - 3006 = 48.500 N Modelo Atuador Disco Força de Frenagem [N] Torque de Frenagem [N.m] d1: Diâmetro médio de Atrito d2: Diâmetro Externo (mm) d4: Diâmetro máximo de acoplamento *: Distância mínima para deslocamento manual Tipo DesfrenagemFrenagem Forma Construtiva ®Tec Tor - Freios Industriais *Para outras espessuras de disco consultar nossa engenharia.
  36. 36. TTFPD...EH Sapata conforme Norma DIN 15.435 - Largura da polia vide pág. 53 e 54. 125 255 31,5 63 20 125 11 90 45 110 274 196 128 128 40 140 80 10 440 400 75 160 255 62,5 125 22 160 11 130 55 120 550 474 151 133 55 125 100 12 400 326 90 1050 1095 250 290 230 230 340 370 27 59 952 952 1002 994 1032 1280 1375 510 575 450 495 234 234 470 520 190 210 450 505 1330 1330 1480 1420 1540 940 220 710 800 2006 3006 3012 3006 3012 2325 3500 4450 3825 5100 4650 7000 8900 7650 10200 323 324 338 350 364 255 290 710 800 27 33 230 305 23 855 855 855 905 1150 460 410 220420 170 400 1214 1214 1214 1310 803 180 630 1306 2006 3006 3012 1225 1975 2950 4395 2450 3950 5900 7050 240 242 244 258 225 630 27 171 230 230 250 23 723 785 785 940 365 333 343 343 190340 130 325 1039 1060 1060 703 150 500 806 1306 2006 725 975 1725 1450 1950 3450 125 145 147 180 500 22 171 171 230 210 18 625 640 775 800 310 307 307 297 159280 100 270 964 964 975 551 120 400 506 806 1306 375 675 900 750 1350 1800 85 87 107 140 400 22 160 171 171 180 18 547 612 627 690 260 205 159230 80 220 769 764 764 413 100 315 356 506 806 240 350 600 480 700 1200 59 62 63 110 315 18 160 130 13 403 499 580 220 210 116190 65 180 710 760 355 90 250 255 356 105 190 210 380 35 40 90 250 18 160 125 19 401 497 510 185 173 116160 55 145 664 674 H2 J 200 255 356 100 145 200 290 29 34 70 60 40 200 14 C F G H1A2 A3 A4 B LARGURA SAPATA b1 DIMENSIONAL TTFPD-EH mín. máx. d1 d3 h i k A1 TTFPD Atuador EH TORQUE NOMINAL [N.m] PESO kg Unidades de medidas em mm. Frenagem: Por Molas Posição de Motagem: Desfrenagem: Vertical Eletrohidráulica Tensão de Operação: 220/380/440V - 60Hz - Trifásico Vca Características Técnicas Tipo DesfrenagemFrenagem Forma Construtiva Como Encomendar: Freios Como Encomendar: Opcionais Interpretação de siglas vide página 10. Modelo com Atuador TTFPD 400 EH - 806 Sensor de Posição Aberto/Fechado SA Sensor de Desgaste de Pastilha SD Sistema de Desbloqueio DM Sistema de Recuperação de Desgaste de Pastilha RA Válvulas de Controle VA ST Sensor de Temperatura ®Tec Tor - Freios Industriais
  37. 37. Sistemas de Frenagem Pneumáticos Projetados para aplicações que necessitam de paradas suaves e proporcionais possuem grande versatilidade de torque, uma vez que podem trabalhar com pressões de ar entre 0,5 e 7,0 bar que combinadas com os diferentes diâmetros de discos disponíveis para um único modelo de freio, transforma-se em uma ótima opção para padronização de sistemas, sendo recomendada para os mais variados segmentos industriais. Especialmente desenvolvidos para ocupar pequeno espaço físico e gerar alto torque, podem ser fornecidos para trabalho com ar seco ou lubrificado, sempre filtrado. Necessitam apenas de uma válvula de controle (on/off ou proporcional) que pode ser acionada manualmente, pneumaticamente ou eletricamente conforme exigência do projeto. Todos os freios possuem eixos confeccionados em aço inóx e buchas autolubrificantes, sendo desnecessário a recuperação de desgaste das pastilhas devido ao longo curso dos pistões. Os sistemas de frenagem Pneumáticos possuem como opcionais: sensor de sinalização de freio aberto e fechado, e sensor de detecção de pastilhas gastas, o qual visa informar ao usuário o momento para substituição das pastilhas. Dimensionados adequadamente em conjunto com seu painel de controle (válvulas, tubulações e conexões), propiciam alta rapidez nas frenagens e desfrenagens, podendo ser fornecidos com atuadores tipo “cilindro-êmbolo” ou “cuíca-membrana” conforme exigência de projeto. Seu princípio de funcionamento consiste em frear por pressão pneumática, e desfrear por alívio de pressão e ação de molas. Tanto podem trabalhar com discos maciços, quanto com discos autoventilados, que proporcionam alta capacidade de dissipação da energia térmica gerada nas frenagens. ®Tec Tor - Freios Industriais
  38. 38. Como Encomendar ®Tec Tor - Freios Industriais Interpretação de siglas vide página 10. Como Encomendar: Freios Modelo TTFD 3P Como Encomendar: Opcionais Sensor de Posição Aberto/Fechado Sensor de Temperatura SA1RA ST1 Sistema de Recuperação de Desgaste de Pastilha PA2 Sistema de Bloqueio Manual BM Tipo de Pastilha Sistema de Recuperação de Desgaste da Pastilha RA RM Tipo de Pastilha PA1 PA2 PA1SD1 PA1SD2 PA2SD1 PA2SD2 SA1 SA2 SA3 Sistema de Bloqueio Manual Sensor de Posição Aberto/ Fechado DM ST1 Sensor de Temperatura
  39. 39. TTFD 3P Frenagem: Pneumática Desfrenagem: Alívio de Pressão e Molas Recuperação de Desgaste: Manual Peso do Freio sem Disco: 95 kg Tempo de Resposta: 0,2 s Espessura do Disco: 30 mm* Características Técnicas FREIO ESQUERDO FREIO DIREITO Tipo Frenagem Desfrenagem Forma Construtiva posiçãodo observador FREIO DIREITO FREIO ESQUERDO (OPCIONAL) BASE DO FREIO ®Tec Tor - Freios Industriais Unidades de medidas em mm. Discos Torque de Frenagem Inércia Disco Dimensões de Instalação e Montagem ØD [N.m] [kg.m²] Ød Max. A B C E Interpretação de siglas vide página 10. Como Encomendar: Freios Modelo TTFD 3P Como Encomendar: Opcionais Sensor de Posição Aberto/Fechado Sensor de Temperatura SA21RM ST1 Sistema de Recuperação de Desgaste de Pastilha PA2SD1 Sistema de Bloqueio Manual BM Tipo de Pastilha *Para outras espessuras de disco consultar nossa engenharia.
  40. 40. Tipo Frenagem Desfrenagem Forma Construtiva TTFD 4P Frenagem: Pneumática Desfrenagem: Alívio de Pressão e Molas Recuperação de Desgaste: Manual Peso do Freio sem Disco: 60 kg Tempo de Resposta: 0,2 s Espessura do Disco: 30 mm* Características Técnicas ®Tec Tor - Freios Industriais Unidades de medidas em mm. FREIO ESQUERDO FREIO DIREITO Interpretação de siglas vide página 10. Como Encomendar: Freios Modelo TTFD 4P Como Encomendar: Opcionais Sensor de Posição Aberto/Fechado Sensor de Temperatura Pintura SA1 PERM ST1 Sistema de Recuperação de Desgaste de Pastilha PA2 Sistema de Bloqueio Manual BM Tipo de Pastilha *Para outras espessuras de disco consultar nossa engenharia. [N.m] [kg.m²]
  41. 41. TTFD 5P Frenagem: Pneumática Desfrenagem: Alívio de Pressão e Molas Recuperação de Desgaste: Manual Peso do Freio sem Disco: 35 kg Tempo de Resposta: 0,2 s Espessura do Disco: 15 mm* Características Técnicas Tipo Frenagem Desfrenagem Forma Construtiva ®Tec Tor - Freios Industriais Unidades de medidas em mm. ØD [N.m] [kg.m²] Ød A B C E Inércia Disco Torque de Frenagem Discos Dimensões de Instalação e Montagem FREIO ESQUERDO FREIO DIREITO Interpretação de siglas vide página 10. Como Encomendar: Freios Modelo TTFD 5P Como Encomendar: Opcionais Sensor de Posição Aberto/Fechado Sensor de Temperatura SA1RA ST1 Sistema de Recuperação de Desgaste de Pastilha PA1 Sistema de Bloqueio Manual BM Tipo de Pastilha *Para outras espessuras de disco consultar nossa engenharia.
  42. 42. TTFD 6P Frenagem: Pneumática Desfrenagem: Alívio de Pressão e Molas Recuperação de Desgaste: Manual Peso do Freio sem Disco: 30 kg Tempo de Resposta: 0,2 s Espessura do Disco: 15 mm* Características Técnicas Tipo Frenagem Desfrenagem Forma Construtiva FREIO DIREITO FREIO ESQUERDO (OPCIONAL) posiçãodo observador BASE DO FREIO ®Tec Tor - Freios Industriais Unidades de medidas em mm. Discos Torque de Frenagem Inércia Disco Dimensões de Instalação e Montagem ECBAØd[kg.m²][N.m]ØD FREIO ESQUERDO FREIO DIREITO Interpretação de siglas vide página 10. Como Encomendar: Freios Modelo TTFD 6P Como Encomendar: Opcionais Sensor de Posição Aberto/Fechado Sensor de Temperatura SA2RA ST1 Sistema de Recuperação de Desgaste de Pastilha PA1 Sistema de Bloqueio Manual BM Tipo de Pastilha *Para outras espessuras de disco consultar nossa engenharia.
  43. 43. ®Tec Tor - Freios Industriais Características Técnicas Diâmetro mínimo do disco: 250 mm Força de frenagem: 0.74 a 10.8 kN Peso da Pinça com atuador: 6,8 a 10 kg Peso do Atuador: 0,3 a 3,5 kg Volume de ar necessário para deslocamento do Atuador em plena retração: 25 a 960 ml TTFDR Características Técnicas Diâmetro mínimo do disco: 250 mm Força de frenagem: 0.29 a 2.76 kN Peso da Pinça com atuador: 2,06 a 5,17 kg Peso do Atuador: 0,39 a 3,5 kg Volume de ar necessário para deslocamento do Atuador em plena retração: 8 a 950 ml TTFDS Características Técnicas Diâmetro mínimo do disco: 610 mm Força de frenagem: 0.74 a 14.3 kN Peso da Pinça com atuador: 9,52 a 14,22 kg Peso do Atuador: 0,3 a 5,1 kg Volume de ar necessário para deslocamento do Atuador em plena retração: 0,025 a 1.191 m TTFDX Freios Modulares Caracteristicas Técnicas Diâmetro mínimo do disco: 300 mm Força de frenagem: 0.74 a 14.3 kN Peso da Pinça com atuador: 7,37 a 12 kg Peso do Atuador: 0,3 a 5,5 kg Volume de ar necessário para deslocamento do Atuador em plena retração: 0.025 a 1.191 ml TTFDGX ® Os Freios Modulares Tec Tor são aptos a trabalhos que exijam alta responsabilidade, segurança e performance devido a sua construção robusta, permite sua utilização em ambientes com alto grau de elementos contaminantes, em regimes severos de trabalhos, tendo como características a rapidez de atuação e baixa necessidade de manutenção, facilidade de montagem, possibilidade de combinação de pinças de Frenagem, multiplicando a capacidade de Frenagem. Os freios inseridos nesta linha possuem eixos em aço inox e sistema de troca rápida de pastilha, tendo como opcionais, sistema automático de recuperação de desgaste de elemento de fricção, sensor de sinalização de freio aberto e fechado, sensor de detecção de desgaste de pastilhas/refil, e sensor de temperatura de trabalho. Todos estes opcionais visam minimizar a necessidade de intervenções e manutenções humanas, oferecendo maior agilidade, segurança e rentabilidade.
  44. 44. TTFDU TTFDGR Atuadores Pneumaticos Atuador Tipo B2 Atuador Tipo S Atuador Tipo SDAtuador Tipo S4 Freios Modulares Caracteristicas Técnicas Diâmetro mínimo do disco: 150 mm Força de frenagem: 0.6 a 2.6 kN Peso da Pinça com atuador: 0,8 a 2,24 kg Peso do Atuador: 0,5 a 1,49 kg Volume de ar necessário para deslocamento do Atuador em plena retração: 4 a 46 ml Caracteristicas Técnicas Pressão máxima: 7 bar Peso do Atuador: 1,49 kg Volume de ar necessário para abertura total do atuador: 46 ml Indicado para: TTFDU Caracteristicas Técnicas Pressão máxima: 7 bar Peso do Atuador: 2,06 kg Volume de ar necessário para abertura total do atuador: 426 ml Indicado para: TTFDX - TTFDGX - TTFDR Caracteristicas Técnicas Pressão máxima: 4,6 bar Peso do Atuador: 21 kg Volume de ar necessário para abertura total do atuador: 2,500 ml Indicado para: TTFDGR Caracteristicas Técnicas Pressão máxima: 7 bar Peso do Atuador: 1,49 kg Volume de ar necessário para abertura total do atuador: 46 ml Indicado para: TTFDU Características Técnicas Diâmetro mínimo do disco: 250 mm Força de frenagem: 19,5 a 36 kN Peso da Pinça com atuador: 40,8 a 55 kg Peso do Atuador: 6,8 a 21 kg Volume de ar necessário para deslocamento do Atuador em plena retração: 1,300 a 2,500 ml ®Tec Tor - Freios Industriais
  45. 45. Desenvolvemos Grampos de Ancoragem especiais sob consulta. Características Técnicas Força de Ancoragem: 25.000 a 500.000 N Acionamento: por Molas Desbloqueio: Hidráulico Pastilhas: Refil Troca Rápida Compensação Horizontal: 30 mm Compensação Vertical: 20 mm Coeficiente Atrito: 0,25 a 0,5 Pressão Trabalho: 100 a 120 bar Adaptável a diferentes tipos de trilhos. TTRC...H Grampos de Ancoragem ® Os Grampos de Ancoragem Tec Tor são equipamentos desenvolvidos para serviços contínuos e pesados em ambientes agressivos. Sua construção robusta tem como finalidade ancorar o equipamento onde se encontram instalado aos trilhos de locomoção, impedindo portando, o translado do equipamento quando o mesmo é sujeito à ações de ventos ou vibrações provenientes das máquinas, que se encontrem a bordo do equipamento. Os Grampos de Ancoragem estão aptos a trabalho nos trilhos inseridos nas normas TR, CR entre outros, trabalhando em condições severas com efetividade e segurança. Como característica possuem ação por molas e liberação hidráulica, ou manual de acordo com a aplicação. Os mesmo são protegidos por carenagem contra a contaminação excessiva do ambiente. Para maior facilidade de manutenção, operação e primando por segurança, os Grampos de ® Ancoragem Tec Tor possuem: •Sistemas que permitem compensação de desalinhamentos horizontal e vertical dos trilhos, onde se encontram instalados (Os sistemas de compensação podem ser ajustados de acordo com a necessidade da aplicação). •Sistemas de raspadores para limpeza dos trilhos que aumentarão a eficiência de ancoragem. Demais Características: •Sistema manual de liberação do Grampo de Ancoragem, em caso de falta de energia. •Articulações dotadas de eixos em aço inox e buchas de deslizamento autolubrificantes. •Sistemas de troca rápida de pastilhas. •Tempo de fechamento regulável de 1 a 120 seg. Exemplos de Aplicações: Máquinas de Pátios, Máquinas Portuárias, Empilhadeiras, Retomadoras, Carregadores e Descarregadores de Navios e Trippers. ®Tec Tor - Freios Industriais
  46. 46. Discos Confeccionados para trabalho em ® regime contínuo, os discos Tec Tor possuem alta resistência térmica e mecânica, sem comprometimento do coeficiente de atrito e resistência ao desgaste. Os discos de acordo com as necessidades da aplicação, podem ser fornecidos maciços (M) ou auto- ventilados (V) em espessuras padrões de 15, 30 e 42mm. Os cubos para montagem em pontas de eixo são opcionais ao fornecimento, devendo ser especificado o diâmetro de furação desejado. Para diâmetros especiais e montagens com acoplamento, favor contatar a ® engenharia Tec Tor . Fabricamos discos com acoplamentos. Fornecidas conforme normas ® DIN ou AISE, as polias Tec Tor possuem alta resistência térmica e mecânica, sem c o m p r o m e t i m e n t o d o coeficiente de atrito e resistência ao desgaste. Para montagens com acopla- mentos, favor contatar a ® engenharia Tec Tor . POLIAS Como Encomendar Interpretação de siglas vide página 10. C X A AD 42 15 30 Ø furação do disco X M V Diâmetro do Disco Tipo Espessura Montagem Furação Diâmetro da Polia Montagem Furação A X Ø furação da polia X ®Tec Tor - Freios Industriais
  47. 47. Como Encomendar: Discos Disco M 15 Disco com cubo Disco sem cubo Diâmetro D Tipo Espessura Montagem 795 M 15 CB Interpretação de siglas vide página 10. *Considerando montagem do Disco com Cubo e sem furo. **Acoplamento utilizado apenas nos diâmetros de 175 - 200 - 260. 315 - M -15 175 - M -15 315 175 0,12 0,01 18 4 3.000 5.000 125 - 105 - 85 - 80 60 00-50 00-40 11 - M10 - 9 - 102,0 55 107 - 127 62,5 28 - 30 - 355 - M -15 220 - M -15 355 220 0,20 0,03 21 8 2.700 4.300 145 - 125 - 105 - 95 60 00-60 00-40 13 - M12 - 9 - 102,0 65 107 - 129 72,5 28 - 50 - 395 - M -15 260 - M -15 395 260 0,30 0,07 24 13 2.400 3.600 165 - 140 - 115 - 105 80 00-70 00-50 15 - M14 - 9 - 102,0 85 107 - 131 92,5 28 - 80 - 445 - M -15 445 0,49 36 2.100 175 146 120 110 00-70 17 M16 12 135,0 140 168 30 120 495 - M -15 495 0,80 51 1.900 220 190 160 150 00-100 19 M18 12 135,0 140 168 38 160 550 - M -15 550 1,16 60 1.800 220 190 160 150 00-100 19 M18 12 135,0 140 168 38 160 625 - M -15 625 1,89 75 1.500 235 205 170 150 00-100 21 M20 12 135,0 140 170 38 230 705 - M -15 705 3,08 80 1.300 265 230 195 180 00-120 23 M22 12 135,0 140 172 40 300 795 - M -15 795 4,99 95 1.200 300 260 220 210 00-130 25 M24 12 135,0 140 174 40 400 L3N L L1 L2 Dimensões Torque de Aperto β [Nm] D2 D3 D4 D5 d d1 d2 Modelos de Discos Diâmetro D Inércia [kg.m²]* Peso Velocidade Limite [rpm][kg]* Unidades de medidas em mm. ®Tec Tor - Freios Industriais 15 L L2 Ød ØD5 ØD **Acoplamento
  48. 48. Como Encomendar: Discos Disco M 30 *Considerando montagem do Disco com Cubo e sem furo. 315 - M - 30 315 0,23 22 125 105 85 80 00-50 11 M10 9 102,0 107 127 28 30 355 - M - 30 355 0,38 29 145 125 105 95 00-60 13 M12 9 102,0 107 129 28 50 395 - M - 30 395 0,58 36 165 140 115 105 00-70 15 M14 9 102,0 107 131 28 80 445 - M - 30 445 0,94 46 175 146 120 110 00-70 17 M16 12 135,0 140 168 30 120 495 - M - 30 495 1,49 65 220 190 160 150 00-100 19 M18 12 135,0 140 168 38 160 550 - M - 30 550 2,22 75 220 190 160 150 00-100 19 M18 12 135,0 140 168 38 160 625 - M - 30 625 3,65 91 235 205 170 150 00-100 21 M20 12 135,0 140 170 38 230 705 - M - 30 705 5,93 119 265 230 195 180 00-120 23 M22 12 135,0 140 172 40 300 795 - M - 30 795 9,61 153 300 260 220 210 00-130 25 M24 12 135,0 140 174 40 400 L3N L L1 L2 Dimensões Torque de Aperto β [Nm] D2 D3 D4 D5 d d1 d2 Modelos de Discos Diâmetro D Inércia [kg.m²]* Peso Velocidade Limite [rpm][kg]* Diâmetro D Tipo Espessura Montagem 315 M 30 CB Interpretação de siglas vide página 10. Unidades de medidas em mm. ®Tec Tor - Freios Industriais Disco com cubo Disco sem cubo 3.000 2.700 2.400 2.100 1.900 1.800 1.500 1.300 1.200
  49. 49. Como Encomendar: Discos Disco M 42 Disco com cubo Disco sem cubo 550 - M -42 550 3,19 113 625 - M -42 625 5,32 118 705 - M -42 705 8,37 145 795 - M -42 795 14,01 224 995 - M -42 995 32,81 315 Modelos de Discos Diâmetro D Inércia [kg.m²]* Peso [kg]* Diâmetro D Tipo Espessura Montagem 705 M 42 CB Interpretação de siglas vide página 10. Unidades de medidas em mm. *Considerando montagem do Disco com Cubo e sem furo. 270 220 160 150 00-120 25 M24 12 141 140 186 40 1120 300 260 220 210 00-140 25 M24 12 141 140 186 40 1120 300 260 220 210 00-140 25 M24 12 141 140 186 40 1120 380 330 280 260 00-180 31 M30 12 181 180 232 40 2240 380 330 280 260 00-180 31 M30 12 181 180 232 40 2240 L3N L L1 L2 Dimensões Torque de Aperto β [Nm]D2 D3 D4 D5 d d1 d2 ®Tec Tor - Freios Industriais Fabricamos discos com acoplamentos. Velocidade Limite [rpm] 1.500 1.500 1.300 1.200 900
  50. 50. Como Encomendar: Discos Disco V 30 Disco com cubo Disco sem cubo Diâmetro D Tipo Espessura Montagem 550 V 30 CB Interpretação de siglas vide página 10. 125 105 85 80 00-50 11 M10 9 102,0 107 127 28 30 145 125 105 95 00-60 13 M12 9 102,0 107 129 28 50 165 140 115 105 00-70 15 M14 9 102,0 107 131 28 80 175 146 120 110 00-70 17 M16 12 135,0 140 168 30 120 220 190 160 150 00-100 19 M18 12 135,0 140 168 38 160 220 190 160 150 00-100 19 M18 12 135,0 140 168 38 160 235 205 170 150 00-100 21 M20 12 135,0 140 170 38 230 265 230 195 180 00-120 23 M22 12 135,0 140 172 40 300 300 260 220 210 00-130 25 M24 12 135,0 140 174 40 400 Torque de Aperto β [Nm] d d1 d2 L1D4 D5 Dimensões L2 L3N LD2 D3 315 – V – 30 315 0,22 22 355 – V – 30 355 0,35 29 395 – V – 30 395 0,54 36 445 – V – 30 445 0,87 46 495 – V – 30 495 1,38 65 550 – V – 30 550 2,05 75 625 – V – 30 625 3,37 91 705 – V – 30 705 5,48 119 795 – V – 30 795 8,87 153 Modelos de Discos Inércia [Kg.m²]* Peso [Kg]* Diâmetro D ®Tec Tor - Freios Industriais *Considerando montagem do Disco com Cubo e sem furo. Unidades de medidas em mm. Velocidade Limite [rpm] 3.000 2.700 2.400 2.100 1.900 1.800 1.500 1.300 1.200
  51. 51. Como Encomendar: Discos Disco V 42 Disco com cubo Disco sem cubo Diâmetro ØD Tipo Espessura Montagem 625 V 42 CB Interpretação de siglas vide página 10. *Considerando montagem do Disco com Cubo sem furo. 550 - V -42 550 3,19 103 625 - V -42 625 5,32 118 705 - V -42 705 8,37 145 795 - V -42 795 14,01 224 995 - V -42 995 32,81 315 Modelos de Discos Diâmetro D Inércia [Kg.m²]* Peso [Kg]* Unidades de medidas em mm. 270 220 160 180 00-120 25 M24 12 141 140 186 40 1120 300 260 220 210 00-140 25 M24 12 141 140 186 40 1120 300 260 220 210 00-140 25 M24 12 141 140 186 40 1120 380 330 280 260 00-180 31 M30 12 181 180 232 40 2240 380 330 280 260 00-180 31 M30 12 181 180 232 40 2240 L3N L L1 L2 Dimensões Torque de Aperto β [Nm] D2 D3 D4 D5 d d1 d2 ®Tec Tor - Freios Industriais
  52. 52. Como Encomendar: Polias Polia Norma DIN Diâmetro D Montagem Furação Ød1 200 A 35 Interpretação de siglas vide página 10. Mínimo Máximo 125 45 10 30 55 0,01 6 20 22 29-34 35-40 59-63 85-107 125-147 240-258 232-338 160 60 15 40 65 0,02 10 200 75 20 50 80 0,04 15 250 95 25 60 95 0,12 20 315 118 30 80 115 0,39 25 400 150 35 90 130 1,09 30 500 190 50 100 150 3,35 45 630 236 50 110 170 8,50 45 710 265 70 120 200 17,09 65 DIMENSÕES (mm) Diâmetro ØD B Ød1 Ød2 Inércia [kg.m2] Furo Piloto Peso [kg] Unidades de medidas em mm. ®Tec Tor - Freios Industriais Fabricamos polias com acoplamentos.
  53. 53. Como Encomendar: Polias Diâmetro ØD Montagem Furação Ød1 8” A 35 Polia Norma AISE Mínimo Máximo 6" 80 15 40 65 0,036 10 5 8" 83 20 50 80 0,049 15 9 10" 95 25 60 95 0,146 20 15 13" 146 30 80 115 0,440 25 36 16" 172 35 90 130 1,142 30 59 19" 222 50 100 150 3,243 45 103 23" 286 50 110 170 9,396 45 237 30" 362 70 120 200 19,112 65 369 DIMENSÕES (mm) Diâmetro ØD B Ød1 Ød2 Inércia [kg.m2] Furo Piloto Peso [kg] Interpretação de siglas vide página 10. Unidades de medidas em polegadas. ®Tec Tor - Freios Industriais [inc]
  54. 54. O Sistema de Identificação do Desgaste da Pastilha (TTSIDP) é utilizado para monitoramento da vida útil das pastilhas do sistema de frenagem, evitando perda na eficiência da frenagem ou até mesmo alguma avaria nos componentes do sistema mecânico. O TTSIDP é um item opcional que possibilita a supervisão em equipamentos instalados nos locais de difícil acesso à operação facilitando assim a manutenção preventiva. É fornecido um sinal elétrico podendo ser as seguintes informações: Status do fim da vida útil das pastilhas; Rompimento das cabos dos sensores, que impossibilitaria a informação da primeira. Visando garantir o total monitoramento e controle em Sistemas de Frenagem, oferecemos ao ® mercado o TTIBSC - Tec Tor Inteligent Brake System Control. Este sistema inteligente garante a total integração da instrumentação e controle, à lógica de frenagem desejada para aplicação do equipamento, permitindo a programação de parâmetros de frenagem, armazenamento de dados, monitoramento e controle da performance do Sistema de Frenagem., Sistemas Como Encomendar: TTSIDP Modelo Tipo de Proteção Alimentação e Saída Tipo de Reset Metragem do cabo TTSIDP IP65 TE1 10mRE2 Cabo de 10 metros Sem capa, montagem realizada no painel Capa de proteção com sinalização e reset na tampa Reset externo, com botão fixado na porta do painel Alimentação 120/220 Vca, Contato seco normalmente aberto Alimentação 24Vcc, Contato seco normalmente aberto Reset interno, com botão integrado com a placa do circuito Reset externo, com botão fixado na caixa de proteção Cabo de 2 metros Descrição IP65 RE2 RE3 RE1 TE1 TE2 IP00 2m Sigla 10m Variação de Tensão na Entrada: Tensão Elétrica: ±10 120/220 Vca / 24 Vcc Frequência da Rede: 50/60Hz (não se aplica cc) Grau de Proteção: IP65(Externa), IP00(Interna) Temperatura de Operação: 0 a 55ºC Características Técnicas ®Tec Tor - Freios Industriais
  55. 55. Serviços ®Tec Tor - Freios Industriais ServiceTecTor A mais avançada tecnologia também em serviços integrados. A prestação de serviços integrados e agregados ® diretamenteaextensaLinhadeProdutosTecTor tem início mesmo antes da aquisição de qualquer produto.OsnossosprofissionaisdeVendaspodemter oequipamentoidealparasuanecessidade. Em grandes projetos, casos específicos onde uma automação pesada e complexa se faz necessária os ® Consultores Técnicos da Tec Tor , especializados em eletro-eletrônica e mecânica, garantem a otimizaçãoearealizaçãodaaplicaçãonecessária. ® OServiceTecTor segueosseguintesmódulos: Treinamentos: Domínio técnico: imprescindível para o bom funcionamentodeequipamentos. Start-Ups: Segurança e eficácia nas implantações de equipamentos. InspeçãodeÓleo: Rapidezeconfiabilidade. Logística: Administraçãodotempodeformaotimizada. InspeçãodeLinhas: Preventivasdequalidade. EngenhariadeManutençãoPreditiva: Check-upscompletos. ContratosdeManutenção: Tranquilidadecontínuaempreventivasecorretivas. Acompanhamento: Segurançaegarantiadefuncionamento. Freios Eletromagnéticos a Polia AntesDepois Freios a Eletromagnéticos a Disco Reformas AntesDepois
  56. 56. Opcionais Sistema de desbloqueio/bloqueio manual: (DM/BM) O sistema de desbloqueio ou bloqueio manual consiste em um segundo sistema de operação do freio, utilizados em casos de emergência, permitindo ao operador controlar manualmente o freio independente do sistema principal de atuação. Para os modelos de freios eletromagnéticos e eletrohidráulicos, a alavanca de desbloqueio manual é utilizada para liberar o freio em casos de falta de energia elétrica. Os modelos de freios pneumáticos podem ser fornecidos com um volante de bloqueio manual, sendo utilizado em casos de falha no sistema pneumático ou queda de pressão de ar. Recuperação automática de Desgaste da Pastilha/Refil: (RA) Este sistema permite a recuperação automática do freio a medida que a Pastilha/Refil apresentar desgaste do material de fricção devido as condições normais de uso. O dispositivo de recuperação automática mantém a Pastilha/Refil sempre na distância ideal ao ponto de frenagem, dispensando a intervenção do operador para ajustes manuais do freio, garantindo a eficiência e praticidade do sistema de frenagem. Recuperação Manual de Desgaste da Pastilha/Refil: (RM) Este sistema permite que manualmente você ajuste a medida que a Pastilha/Refil apresentar desgaste do material de fricção devido as condições normais de uso. O dispositivo de recuperação manual garante uma melhor precisão no alinhamento da Pastilha/Refil garantindo uma maior vida útil do produto. Válvulas de Controle de Avanço/Retorno: (VA/VR) Este sistema é utilizado para obter uma Frenagem/Desfrenagem proporcional. A Válvula de Avanço/Retorno possui como principio de funcionamento o controle de fluxo de óleo dentro do atuador. A eficiência deste sistema garante uma Frenagem/Desfrenagem mais sutil, reduzindo os esforços ocasionados pela inércia acumulado no sistema. ®Tec Tor - Freios Industriais
  57. 57. Opcionais Sensor de Freio Aberto / Fechado: (SA1/SA2/SA3) Trata-se de sensores indutivos do tipo N.A. (Normalmente Aberto) que permitem o total controle do Freio, indicando se este está em posição aberto ou fechado. Este sistema permite a interligação do sistema de frenagem ao CLP oferecendo inúmeras vantagens, como por exemplo evitar que o acionamento seja ligado quando o freio estiver fechado, ou então permitir que o acionamento seja ligado apenas quando o freio estiver aberto. Sensor de Temperatura: (ST1) Este opcional permite monitorar a temperatura do Disco ou Polia durante as ações de frenagem do equipamento. São instalados próximos aos Discos/Polias e são indispensáveis em condições desfavoráveis à dissipação térmica destes componentes, ou seja, sistemas de frenagem que operam em altas rotações combinadas com alto ciclo de repetições ou longo tempo de frenagem gerado pela inércia do equipamento. Pintura Especial: (PT/PE) ® Os freios de Fabricação Tec Tor possuem sistema de pintura apto ao trabalho em ambientes agressivos, garantindo a manutenção da vida útil dos equipamentos evitando a oxidação dos mesmos. Os ® freios são fornecidos de acordo com a cor padrão Tec Tor , porém de acordo com a necessidade da aplicação, os freios podem receber pintura atendendo a especificação de cor do cliente. ®Tec Tor - Freios Industriais Pastilhas Sinterizadas Pastilha livre de chumbo feita a base de cobre, ideais para aplicações dinâmicas, com um coeficiente de atrito que diminui a temperatura de trabalho. Esta série possui alta capacidade de trabalho em condições extremas de temperatura, operando em regime até 750º C. Material Orgânico Com composição livre de amianto, é utilizada em aplicações dinâmicas e estáticas podendo operar em temperatura de trabalho entre 200 ° C a 400ºC. Obs: Todos os freios são adaptados com o sistema de Troca-Rápida de Pastilha/Refil.
  58. 58. Questionário para Selecionamento *Empresa: *Solicitante: *Depto.: *Tel.: ( ) *ramal: *Fax: ( ) *Endereço: *CEP: *Cidade: *U.F.: *CNPJ:______-______-______-______/______-______*e-mail: *Campos obrigatórios. Aplicação ®Tec Tor - Freios Industriais rpm kWcv
  59. 59. CatTor27ev0ód9-6álogoTec-0140-R.5-c.500 Av. Novo Horizonte - n° 406 Santo André - SP - CEP 09060-820 - Brasil Tel.: +55 (11) 4428-2888 - Fax.: +55 (11) 4421-9338 Contra Recuos Catracas - Limitadores de Torque Grampos de Ancoragem - Tambores Auto acionadoS Eixos Compensadores Industriais - Embreagens Industriais Auto Alinhadores de Correias - Backstops - Rodas Livres - Freios Industriais ® ATecTorreserva-seodireitodealterarosdadosdestecatálogosemprévioaviso. Estecatálogopossuinovosestudostécnicosdosprodutos,porisso,todososcatálogosanterioresperdemsuavalidade.

×