S.o. windows server2008

6.693 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.693
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
335
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

S.o. windows server2008

  1. 1. Windows ServerCurso Profissional de Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos Sistemas Operativos - 11º Ano 2011/2012
  2. 2. Introdução ao Windows ServerSistemas de ficheiros (file systems)Quando um disco é formatado, fica organizado epreparado para receber dados. Passa a possuir umsistema de ficheiros próprio.FAT (File Allocation Table) – 16 bits , nativo do MS-DOSFAT32 – WindowsHPFS - High Performance File System do s.o. OS/2(*) (*) Desenvolvido inicialmente pela Microsoft e IBM e depois apenas pela IBM. S.O. Windows Server prof. António Pereira 2
  3. 3. Introdução ao Windows ServerNTFS (New Technology File System) – 32 bits, Windows NT/2000/XPNetWare – S.O. para servidores Novell. Possui o seu próprio sistema de ficheiros de 32 bits.ISO 9660 - para CDROMs e ISO 13346 para DVDs.UDF – (Universal Disk Format) usado em discos de grande capacidade como os DVD RAM.UNIX – Possui o seu S.O. Windows Server prof. António Pereira ficheiros. próprio sistema de 3
  4. 4. Introdução ao Windows Server S.O. Windows Server prof. António Pereira 4
  5. 5. Introdução ao Windows ServerO Windows NT (Nova Tecnologia ou New Technology) foidesenvolvido pela Microsoft no final dos anos 80.Tratava-se de um s.o. a 32 bits desenvolvido para omercado empresarial (ao contrário dos 16 bits do DOS).Em 2000 surgiu o Windows 2000 (evolução do WindowsNT) nas versões Windows 2000 Professional e Windows2000 Server (para postos servidores de rede). S.O. Windows Server prof. António Pereira 5
  6. 6. Introdução ao Windows ServerWindows Server 2003Nos finais de 2001, com o lançamento do Windows XPHome Edition a Microsoft terminou com os s.o. Windows95, 98 e Me.O Windows XP Professional veio substituir o Windows2000 Professional.Em 2005 foi lançado o Windows XP Professional x64Edition. S.O. Windows Server prof. António Pereira 6
  7. 7. Introdução ao Windows ServerO Windows Server 2003 surgiu em 2003 e substituiu oWindows Server 2000.Objectivos do Windows ServerCompatibilidadeBase de suporte para vários ambientes de rede, tipos deaplicações e tipos de formatação (FAT e NTFS). S.O. Windows Server prof. António Pereira 7
  8. 8. Introdução ao Windows Server Objectivos do Windows ServerEscalabilidadePermite o multiprocessamento simétrico, utilizando váriosprocessadores (o número de processadores depende daversão do Windows Server 2003). As versões anterioresdo Windows (95, 98, ME, XP Home Ed) só suportam umprocessador. A escalabilidade deste sistema operativopermite que uma empresa actualize o sistema sempreque precisar sem ter que mudar o sistema operativo doservidor. S.O. Windows Server prof. António Pereira 8
  9. 9. Introdução ao Windows Server Objectivos do Windows ServerSegurança• Permite limitar o acesso a documentos e pastas, identificando e autenticando os utilizadores (login e password);• Permite fazer uma auditoria de acontecimentos (saber quando e que utilizadores fizeram login, a que documentos acederam,etc.);• Permite evitar que determinados conteúdos ou ficheiros criados por um utilizador sejam apagados por outros utilizadores. S.O. Windows Server prof. António Pereira 9
  10. 10. Introdução ao Windows Server Objectivos do Windows ServerProcessamento DistribuídoÉ possível integrar em rede servidores Windows Servercom outros servidores diferentes.Um processamento pode ser distribuído pelos váriosservidores, ou encaminhado para o servidor que seencontre mais disponível. S.O. Windows Server prof. António Pereira 10
  11. 11. Introdução ao Windows Server Objectivos do Windows ServerFiabilidadeÉ um sistema fiável. Muito raramente os problemas dehardware causam perdas irrecuperáveis de dados.ExtensibilidadeA forma modular do sistema permite acrescentar serviços(módulos) ao sistema operativo, tornando-o muito flexível. S.O. Windows Server prof. António Pereira 11
  12. 12. Introdução ao Windows Server Características Técnicas do Windows ServerArquitectura Cliente/ServidorUm ou mais servidores são responsáveis por satisfazer ospedidos dos clientes.Ex: Um computador cliente faz um pedido ao Servidor pararealizar uma pesquisa na base de dados SQL Server, oresultado será depois transmitido ao cliente. S.O. Windows Server prof. António Pereira 12
  13. 13. Introdução ao Windows Server Características Técnicas do Windows ServerMultitarefa ou MultiprocessamentoPermite ao sistema operativo executar mais que umatarefa em simultâneo.O multiprocessamento permite utilizar váriosprocessadores em simultâneo, definindo as prioridades nagestão dos programas em execução. S.O. Windows Server prof. António Pereira 13
  14. 14. Introdução ao Windows Server Características Técnicas do Windows ServerMultithreadingCapacidade de uma tarefa, que se encontra em execução,dar origem a uma subtarefa que também irá disputartempo de processador com as restantes tarefas. S.O. Windows Server prof. António Pereira 14
  15. 15. Introdução ao Windows Server Características Técnicas do Windows ServerRequisitos mínimos de instalação do Windows Server 2008Mínimo: 512 MB (para ambos os tipos de instalação: Server Core e Full).Recomendado: 1 GB (para o tipo de instalação Full).Configuração óptima: 2 GB ou superior (para o tipo de instalação Full) ou 1 GB (para o tipo de instalação Server Core).Máximo (32-bit systems): 4GB (Standard) ou 64GB (Enterprise e Datacenter).Máximo (64-bit systems): 32GB (Standard) ou 2TB (Enterprise, Datacenter e sistemas baseados em Itanium). S.O. Windows Server prof. António Pereira 15
  16. 16. Introdução ao Windows Server Características Técnicas do Windows ServerRequisitos mínimos de instalação do Windows Server 2008ProcessadorMínimo: 1 GHz (para o tipo de instalação Full).Recomendado: 2 GHz (para o tipo de instalação Full).Configuração ótima: 3 GHz ou superior (para o tipo de instalação Full).Disco rígidoMínimo: 8 GB (para ambos os tipos de instalação: Server Core e Full).Recomendado: 40 GB (para o tipo de instalação Full) ou 8 GB (para o tipo de instalação Server Core).Performance: 80 GB (para o tipo de instalação Full) ou 40 GB ou mais (para o tipo de instalação Server Core). S.O. Windows Server prof. António Pereira 16
  17. 17. Introdução ao Windows ServerCaracterísticas Técnicas do Windows Server S.O. Windows Server prof. António Pereira 17
  18. 18. Introdução ao Windows Server Características Técnicas do Windows ServerActive DirectoryÉ um arquivo de informação do sistema e serviços deacessos, ou seja, uma base de dados de informaçãorespeitante a administradores, utilizadores e os seusdireitos, políticas de grupo, permissões, domínios, sites eoutras aplicações.A um servidor que esteja a utilizar o Windows 2000 Serverou Windows Server 2003, com o Active Directory, dá-se onome de Domain Controller – Controlador de Domínio. S.O. Windows Server prof. António Pereira 18
  19. 19. Introdução ao Windows Server Características Técnicas do Windows ServerSistema de ficheiros distribuídos (DFS - Distributed FileSystem)É um serviço de partilha de recursos e ficheiros maiselaborado que a partilha normal, em que podemos definirdireitos para cada utilizador ou grupos e, as pastaspartilhadas encontram-se todas no servidor. S.O. Windows Server prof. António Pereira 19
  20. 20. Introdução ao Windows Server Características Técnicas do Windows ServerServiços de Terminal (Terminal services)Permitem correr programas remotamente num servidor.Aceita ligações de um cliente que, depois de estabelecer aligação (sobre o TCP/IP), inicia uma sessão que corretotalmente no servidor. É útil para implementar trabalhoremoto ou correr aplicações mais “pesadas” emcomputadores com poucos recursos. S.O. Windows Server prof. António Pereira 20
  21. 21. Introdução ao Windows Server Características Técnicas do Windows ServerDNS Dinâmico (Dynamic Domain Name System)Traduz nomes para endereços IP. Esta tradução é feitaautomaticamente evitando trabalhos de configuração.Cada cliente pode registar-se no servidor DNS. S.O. Windows Server prof. António Pereira 21
  22. 22. Introdução ao Windows Server Características Técnicas do Windows ServerReinicializaçãoSendo um sistema operativo para servidor, o objectivo éestar sempre ligado, pelo que cada vez que se encerra osistema, é considerado um evento anormal.É feito um registo onde se indica entre outras coisas, adata e hora e o motivo do encerramento. S.O. Windows Server prof. António Pereira 22
  23. 23. Introdução ao Windows Server Terminologia de redes da MicrosoftGrupos de trabalho (Workgroups)A Microsoft lançou o Windows for Workgroups, permitindoque, mesmo empresas de menores dimensões, pudessemter uma ligação em rede, sem a necessidade de adquirirqualquer hardware / software extra. S.O. Windows Server prof. António Pereira 23
  24. 24. Introdução ao Windows Server Terminologia de redes da MicrosoftGrupos de trabalho (Workgroups) – cont.O Windows for Workgroups tornava possível a qualquerposto de trabalho , ser usado simultaneamente como mini-servidor, permitindo a partilha de pastas e impressoras portodos os utilizadores da rede.Os grupos de trabalho (Workgroups) não possuem, pelomenos, um Domain Controller. S.O. Windows Server prof. António Pereira 24
  25. 25. Introdução ao Windows Server Terminologia de redes da MicrosoftDomínioO primeiro servidor que funciona como Domain Controller(um servidor com o Windows Server 2003 e o ActiveDirectory, tem o nome de Domain Controller), é a partedominante do domínio.“Conjunto de redes em que existe um servidor responsávelpela segurança da rede, relativa à validação das contasdos utilizadores, ou seja, a certificação de que umdeterminado utilizador é mesmo quem diz ser.” S.O. Windows Server prof. António Pereira 25
  26. 26. Introdução ao Windows Server Terminologia de redes da MicrosoftDomínio (cont.)A validação é feita através de um processo deidentificação, através da utilização de uma passwordassociada ao nome do utilizador.Normalmente, uma rede com um só domínio é apenasinstalada em empresas pequenas. Empresas de maioresdimensões tendem a utilizar redes com mais de umdomínio, ou seja, uma árvore (ou floresta). S.O. Windows Server prof. António Pereira 26
  27. 27. Introdução ao Windows Server Terminologia de redes da MicrosoftDomain Controller (DC), Standalone Server e MemberServerOs termos Domain Controller, Standalone Server eMember Server, são atribuídos pela Microsoft a três tiposde servidores de redes.Uma rede do tipo domínio precisa de, pelo menos, umservidor, o Domain Controller, que vai conter o directóriodo sistema. S.O. Windows Server prof. António Pereira 27
  28. 28. Introdução ao Windows Server Terminologia de redes da MicrosoftDomain Controller (DC), Standalone Server e MemberServer - (cont.)Se os servidores estiverem integrados num domínio jáexistente, então pode dizer-se que são Member Servers,i.e, são servidores que, não sendo controladores dedomínio, são apenas membros do domínio. S.O. Windows Server prof. António Pereira 28
  29. 29. Introdução ao Windows Server Terminologia de redes da MicrosoftDomain Controller (DC), Standalone Server e MemberServer - (cont.)Os Member Servers reconhecem os seus utilizadores,grupos e recursos, sendo capazes de partilhar os própriosrecursos (correio electrónico, impressoras, ficheiros, etc.)com os utilizadores e ainda têm acesso ao directório, masnão validam os logons dos utilizadores, nem dãoinformação sobre o domínio. S.O. Windows Server prof. António Pereira 29
  30. 30. Introdução ao Windows Server Terminologia de redes da MicrosoftDomain Controller (DC), Standalone Server e MemberServer - (cont.)Um Standalone Server, é um servidor que está sozinho,ou seja, é um computador que corre o Windows 2000Server ou o Windows Server 2003 e, como tal, pode aderira um grupo de trabalho ou até mesmo criar um, mas nãofaz parte de um domínio. S.O. Windows Server prof. António Pereira 30
  31. 31. Introdução ao Windows Server Terminologia de redes da MicrosoftUnidades organizacionais (Organizational units)A utilização de unidades organizacionais permite dividir umdomínio em várias unidades, estas em vários níveis, ouseja, uma Organizational unit pode conter outrasOrganizational units.Podemos definir para cada uma delas, políticas de grupo eesquemas de segurança, facilitando assim a administraçãoe a delegação de poderes. S.O. Windows Server prof. António Pereira 31
  32. 32. Introdução ao Windows Server Terminologia de redes da MicrosoftUnidades organizacionais (Organizational units) – cont.Árvores (Trees)Organizações com maiores dimensões e, principalmente,se geograficamente distribuídas, necessitam de umaplanificação mais estruturada e organizada, que é maisfacilmente obtida através de um conjunto de domínioshierarquizados em árvore, a partir de um domínio de topo. S.O. Windows Server prof. António Pereira 32
  33. 33. Introdução ao Windows Server Terminologia de redes da MicrosoftUnidades organizacionais (Organizational units) – cont.Árvores (Trees)Torna-se, então, necessário criar um domínio de raiz(um DC - Domain Controller), por exemplo, escola.com,para se poder criar uma árvore (que partilha um ActiveDirectory) com domínios-filhos, que poderiam seraveiro.escola.com e porto.escola.com. S.O. Windows Server prof. António Pereira 33
  34. 34. Introdução ao Windows Server Terminologia de redes da MicrosoftUnidades organizacionais (Organizational units) – cont.Árvores (Trees)Numa árvore, todas as suas ramificações (domínios) estãointerligadas de modo bidireccional, havendo assim partilhade recursos pelos vários domínios.Obrigatoriamente, o domínio de topo tem de ser oprimeiro a ser instalado. S.O. Windows Server prof. António Pereira 34
  35. 35. Introdução ao Windows Server Terminologia de redes da MicrosoftUnidades organizacionais (Organizational units) – cont.Florestas (Forests)São sistemas de múltiplos domínios, consistindo numapartilha de recursos.Cada árvore da floresta possui o seu domínio de raiz, comum nome diferente dos usados nas outras árvores dafloresta. S.O. Windows Server prof. António Pereira 35
  36. 36. Introdução ao Windows Server Terminologia de redes da MicrosoftUnidades organizacionais (Organizational units) – cont.Florestas (Forests)É possível obter manualmente uma relação de confiançabidireccional entre as árvores de uma floresta, caso seconfigure o primeiro Domain Controller de um domínio(ministerio.com) de modo a aderir à floresta existente queinclui o domínio escola.com servidor. S.O. Windows Server prof. António Pereira 36
  37. 37. Introdução ao Windows Server Terminologia de redes da MicrosoftUnidades organizacionais (Organizational units) – cont.Florestas (Forests)Na prática, esta situação pode ocorrer quando duasorganizações se fundem, por exemplo, na compra de umaempresa por outra, e em que haja necessidade de partilharrecursos entre as duas florestas, formando uma únicafloresta. S.O. Windows Server prof. António Pereira 37
  38. 38. Introdução ao Windows Server Terminologia de redes da MicrosoftUnidades organizacionais (Organizational units) – cont.Grupos de utilizadoresAo criarmos um grupo de utilizadores, pretende-seconfigurar, de uma só vez, opções que dizem respeito atodos os utilizadores desse grupo.Um utilizador pode pertencer a vários grupos deutilizadores. S.O. Windows Server prof. António Pereira 38
  39. 39. Instalação e Configuração do Windows Server Planeamento da instalaçãoAntes de iniciar a instalação, deve-se verificar se temostudo o que precisamos, através da elaboração de umachecklist (lista de verificação) de pré-instalação:• Fazer backups dos dados existentes no disco;• Determinar a versão do Windows Server mais adequada para os objectivos que pretendemos;• Verificar os requisitos mínimos do PC (espaço em disco, memória, etc.) para a instalação da versão escolhida; S.O. Windows Server prof. António Pereira 39
  40. 40. Instalação e Configuração do Windows Server Planeamento da instalação• Determinar as opções de partição do disco;• Se necessário, fazer a formatação ou conversão da partição onde se vai instalar o Windows Server no sistema de ficheiros NTFS;• Determinar o tipo de funcionamento do Servidor (Domain Controller, Member Server ou Standalone Server); S.O. Windows Server prof. António Pereira 40
  41. 41. Instalação e Configuração do Windows Server Planeamento da instalação• Determinar o nome a dar ao Domínio ou Workgroup;• Criar passwords para as contas de Administrador do Sistema Operativo e de Administrador do Domínio. S.O. Windows Server prof. António Pereira 41
  42. 42. Fim

×