ÁfricaMiséria DoençasDesastres NaturaisÁfrica SubsaarianaEmpresas MultinacionaisMatérias-primasSahelBrasil
*O quadro de contínua expansão econômica na África Subsaariana é umacontecimento extraordinário para uma região há décadas...
*Giovanna Borelli, n° 5*Isabelle Cherobin, n° 17*Revista Atualidades*Data de acesso: 20/05/2013
Isa e gi
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Isa e gi

918 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
918
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
599
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Isa e gi

  1. 1. ÁfricaMiséria DoençasDesastres NaturaisÁfrica SubsaarianaEmpresas MultinacionaisMatérias-primasSahelBrasil
  2. 2. *O quadro de contínua expansão econômica na África Subsaariana é umacontecimento extraordinário para uma região há décadas marcada por conflitosarmados, ditaduras, pobreza e doenças. Ele ocorre em razão da valorização dasmatérias-primas, procuradas com avidez por grandes economias emergentes da Ásia.O Brasil também se tornou importante companheiro comercial da África, e algumaempresas brasileiras, como a Vale e a Petrobrás, estão atuando diretamente lá. Ogrande desafio da África Subsaariana é que esses recursos sejam usados paradiminuir a miséria e melhorar a qualidade de vida da população. Isso significariareduzir a desigualdade de renda, melhorar os indicadores de saúde e educação,constituir instituições democráticas e superar conflitos internos.*A África Subsaariana é assolada por várias doenças, resultante da miséria, da fome eda falta de saneamento básico. A região apresenta a maior quantidade mundial decasos de sarampo, poliomielite e cólera, a segunda maior em incidência detuberculose, além de ser devastada por malária e aids.*As secas são a mais grave catástrofe natural a atingir o continente. As áreas maisafetadas são o Sahel (região de transição situada entre o deserto do Saara e as terrasmais férteis do centro e do sul do continente), o leste africano, e regiões do sul. Em2012, a seca provou falta de alimento para 19 milhões de pessoas em 7 países nooeste africano.*Em Moçambique, o governo do Brasil está abrindo uma fábrica para a produção demedicamentos de combate à epidemia de Aids. Em Angola, a potência petroleiraascendente da África Ocidental, um novo acordo de segurança vai expandir otreinamento de pessoal militar angolano no Brasil.
  3. 3. *Giovanna Borelli, n° 5*Isabelle Cherobin, n° 17*Revista Atualidades*Data de acesso: 20/05/2013

×