Jornalismo científico aula02 20121

1.919 visualizações

Publicada em

slides da aula n.02 da disciplina de Jornalismo Científico da UFSC - ano 2012.1

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.919
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
462
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
20
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornalismo científico aula02 20121

  1. 1. + Jornalismo científico – aula 02 Profa. Tattiana Teixeira – 2012.1
  2. 2. Exercícios Elenque pelo menos cinco palavras que, para você, estejam diretamente associadas a “Ciência”. Agora, elenque três questões que, no seu entender, carecem de explicação científica. Justifique a sua escolha
  3. 3. Um conceito Conjunto organizado dos conhecimentos relativos ao universo, envolvendo seus fenômenos naturais, ambientais e comportamentais. A geração do conhecimento científico se faz através da pesquisa ou investigação científica, seguindo as etapas do método ou metodologia científica. LONGO, W.P. Conceitos Básicos sobre Ciência e Tecnologia. Rio de Janeiro, FINEP, 1996. V.1. OECD. Frascati Manual. Paris, OCDE, 1993, cap.2, pag.29
  4. 4. Um lembrete É preciso complementar: fenômenos naturais, ambientais e comportamentais.... ...sociais, culturais, etc... Pensemos sobre :  Ciência “dura” e ciência “leve”
  5. 5. Ciência É uma forma de conhecimento; Pressupõe método; Conhecimento do ‘mundo’ físico, natural, social, cultural... Não é objetiva, no sentido de estar alheia a condições sociais, econômicas e políticas de sua produção; É “generalista”, cristalizada no universal
  6. 6. Meta Chalmers:  a produção do conhecimento do mundo;  Nossas metas podem e devem ser modificadas;  Os filósofos ainda estão lutando para encontrar uma boa explicação da ciência;  A exigência que nosso conhecimento esteja sempre sendo transformado, aperfeiçoado e ampliado não é utopia
  7. 7. Importante Merton: a meta da ciência se concilia com os interesses dos cientistas por meio do sistema institucionalizado de recompensas e penalizações; Chalmers: a ciência pode e frequentemente tem sido praticada de uma forma que atende predominantemente aos interesses da produção do conhecimento, mais do que é subserviente a outros interesses (...)
  8. 8. Não se deve esquecer que: A ciência tem limitações; A ciência é essencial; Ciência não é sinônimo de verdade absoluta; Ciência não é sinônimo de ‘progresso’; Conhecer a história e a filosofia da ciência é fundamental para derrubar alguns mitos e entender melhor este campo
  9. 9. Conceitos importantes A dicotomia ciência básica e aplicada não é excludente, elas se interpenetram. Há uma lógica de complementaridade entre elas. Vou dar um exemplo prático. Um dos nossos projetos importantes é o Biota, que faz o inventário e a caracterização da biodiversidade no Estado de São Paulo. Ela tem uma grande dimensão de pesquisa básica. O resultado terá aplicação prática a preservação da biodiversidade no Estado de São Paulo, e servirá como um instrumento de gestão ambiental para a Secretaria do Meio Ambiente - inclusive para problemas muito práticos como o zoneamento agrícola à luz dessa dimensão ambiental.Celso Lafer, à época, presidente da Fapesp, em entrevista a O Estado de S.Paulo (2007)
  10. 10. CAPES - TAC Áreas do Conhecimento: 8 grandes áreas, 76 áreas e 340 subáreas do conhecimento. Grande Área: aglomeração de diversas áreas do conhecimento em virtude da afinidade de seus objetos, métodos cognitivos e recursos instrumentais refletindo contextos sociopolíticos específicos. Área: conjunto de conhecimentos inter-relacionados, coletivamente construído, reunido segundo a natureza do objeto de investigação com finalidades de ensino, pesquisa e aplicações práticas. Subárea: segmentação da área do conhecimento estabelecida em função do objeto de estudo e de procedimentos metodológicos reconhecidos e amplamente utilizados. Especialidade: caracterização temática da atividade de pesquisa e ensino. Uma mesma especialidade pode ser enquadrada em diferentes grandes áreas, áreas e subáreas.
  11. 11. CAPES – TAC  Ciências Exatas e da Terra;  Ciências Biológicas;  Engenharias;  Ciências da Saúde;  Ciências Agrárias;  Ciências Sociais Aplicadas;  Ciências Humanas;  Linguística, Letras e Artes;  Multidisciplinar
  12. 12. Exemplo:Ciências Sociais AplicadasCiências Sociais Aplicadas I Comunicação  Jornalismo e Editoração  JORNALISMO ESPECIALIZADO (COMUNITÁRIO, RURAL, EMP. CIENTIF.)
  13. 13. Exemplo prático – a partir doCNPq

×