Deus é o senhor

398 visualizações

Publicada em

O senhorio de Deus.

Publicada em: Espiritual
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
398
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Deus é o senhor

  1. 1. DEUS É O SENHORSENHOR = AMO – DONO - SOBERANO
  2. 2. SOMOS SEUS SERVOSSERVO = CRIADO - SERVIÇAL
  3. 3. O crente torna-se filho de Deus pela fé (Jo 1.12 e Ef 2.8) e torna-se Seu servo por amor.
  4. 4. A importância do crente como servo de Deus destaca-se ao considerarmos o fato de Cristo ser chamado de Servo de Deus (Is 42.1; 52.13 e Fp 2.7).
  5. 5. Nos dias bíblicos o servo era como diakonos, que na casa do seu senhor executava todos os trabalhos, inclusive os mais humildesAlguns principais textos em que aparece o servo como diakonos no original (Mt 20.26,28; l Tm 4.6; II Tm 4.11; Ef 3.7; Fp 1.1; 2.7 e 1 Ts 3.2.
  6. 6. O servo e seu culto pessoal é latreuo e está relacionado à suaadoração a Deus. Desse termo vem latria (adoração). Latria no original aparece em Lucas 2.37, e II Timóteo 1.3.
  7. 7. O servo em relação ao povo em geral é o crente como servo de Deus em relação à sua congregação. Trata-se de leitourgeo, como aparece em Atos 13.2; 9.21; Romanos 15.16 e Filipenses2.17. Daí vem o nosso "liturgia", ligado ao culto coletivo cristão.Portanto, leitourgeo é o crente como servo em relação ao culto religioso.
  8. 8. Em Lucas 17.10 Jesus nos instruiu que após fazermos tudo o quenos for ordenado, devemos considerar-nos como servos inúteis . Sem qualquer méritos em nós mesmos. Noutras palavras: Deus nunca será nosso devedor. Nós é que devemos tudo a Ele.
  9. 9. Devemos tanto a Deus, que na execução do Seutrabalho, seja ele qual for, nunca iremos além do nosso dever; nunca atingiremos a área do mérito.Mesmo que façamos o melhor, estaremos sempre em falta com Ele.
  10. 10. Fomos graciosamente resgatados da miserável servidão do pecado e do Inferno, por preço incalculável, o do sangue precioso de Jesus, (I Pd 1.18-19). Somos para sempre devedores a Deus.
  11. 11. Por nossa plena submissão como servos é quedesfrutamos da verdadeira liberdade espiritual (Ef 6.6).
  12. 12. No céu, conforme Apocalipse 22.3, não seremos conhecidoscomo diácono, presbítero, evangelista, pastor, escritor, cantor, bispo... Mas como servos."E nela estará o trono de Deus e do Cordeiro, e os seus servos o servirão".
  13. 13. Não permita que nada e ninguém venha a roubar essa verdade do seu coração e mente.
  14. 14. Não pense que você poderá ser abençoado (a) e desobediente ao mesmo tempo.É falsa a idéia de um cristianismo onde o cristão só quer receber sem obedecer.
  15. 15. Seja grato (a) a Deus e honre-O não apenas por palavras mas com vida.

×