Ead ad1 grupo

832 visualizações

Publicada em

Primeira avaliação a distância da Disciplina EAD - UERJ
Coordenador: Prof. Dr. Marco Silva
Tutora: Eunice de Castro

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
832
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ead ad1 grupo

  1. 1. CURSO DE LICENCIATURA EM PEDAGOGIA DISCIPLINA: EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA COORDENADOR: Prof. MARCO SILVA TUTORA: EUNICE DE CASTRO PÓLO: MARACANÃ AD1Equipe: Helen Cristina O. da Silva Mat. 20081208653 Maria Elisangela da C. Silva Mat. 20081208853 Tania S. Loos Mat. 2008128732 Rio de Janeiro/RJ MAR/2011
  2. 2. INTRODUÇÃO Iniciamos esta primeira avaliação a distância com a apresentação do grupocooperativo: Helen Cristina, Maria Elisangela e Tania Loos, todas alunas do 7º período doCurso de Licenciatura em Pedagogia, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ),na modalidade EAD, do Consórcio CEDERJ, valendo dizer que há, sem dúvidas, tantosoutros colegas que somaram-se a esse empreendimento a partir de suas valiosas contribuiçõesnos Fóruns da Disciplina e, especialmente, nossa Tutora Eunice de Castro e Silva que nostrouxe, de forma exemplar, o verdadeiro sentido de como se constrói conhecimentos a partirde trocas, compartilhamento e colaboração. Assim, é possível dizer que aprendemos com o todo, ao estabelecermos uma relaçãoafetiva, ética e desafiadora. A ambientação foi ocorrendo de maneira crescente, porématraente, já que muitos alunos apostaram na proposta e fizeram do Ambiente Virtual deAprendizagem (AVA) uma verdadeira comunidade de afetos. Importante mencionar que, em princípio a maioria acreditava tratar-se de mais umFórum como tantos outros que tivemos ao longo dos últimos anos de formação acadêmica, daínúmeros expressivos de visitantes e poucas participações como foi bem pontuado pelo colegaEleilson, do Pólo Paracambi. Com o passar dos dias, constatou-se significativo aumento no número de participaçõese isso, certamente, se deve ao fato de termos sido estimulados, instigados e questionados,levados a participar pelo elevado senso de articulação e preparação para motivar a interaçãoprovocados pela Tutora Eunice que demonstrou a essência do Tutor dinamizador, facilitador emobilizador do processo ensino-aprendizagem num AVA. É possível afirmar que construímos, em conseqüência dessa proposta, uma nova visãosobre usabilidade, funcionalidade, acessibilidade e os papéis que devem ser (re)desenhadospelo aluno e tutor em Plataformas de Ensino a Distância. A nova percepção e ampliação da visão de mundo, em AVAs, foi perceptível portodos e como uma semente lançada em solo fértil frutificou e, hoje, apesar de sermos (quasetodos) imigrantes digitais, descortinamos as múltiplas possibilidades em EAD e as
  3. 3. modificações mais urgentes para que se alcance a qualidade desejada, desbancando mitos epreconceitos que cercam a modalidade no meio acadêmico. Dessa forma, fica registrado nosso primeiro entendimento: EAD se faz com qualidadequando todos os atores envolvidos nesse processo distinguem corretamente seus papéis,reconhecem a importância de construir novos saberes compartilhando pensamentos,concepções e conhecimentos com todos (Tutores e Alunos), adotando nova postura para umamudança de paradigmas, ou seja, alinhar-se à perspectiva de Educação Online.A DINÂMICA DA DISCIPLINA EADFórum de Apresentação O primeiro fórum serviu de acolhimento e ambientação no AVA. O Fórum deApresentação nos proporcionou conhecer um pouco mais sobre os colegas de Curso, inclusivede outros períodos e Pólos, iniciando o processo de trocas, interações e inserções de colegasmais inibidos que, por conseqüência, acessaram e aceitaram o desafio de aprender e/ouaperfeiçoar o uso da ferramenta “fórum”, disponibilizada na plataforma CEDERJ e, raramenteusada. Esse primeiro Fórum oportunizou aos participantes sentirem-se valorizados aoperceberem que de suas apresentações pessoais surgiam interações e o descobrimento dasinterfaces da ferramenta. Descobrir novas habilidades e interagir com colegas de curso e coma Tutora revelou a importância de nos aceitarmos como aprendizes das novas tecnologias, nosfacilitando o aprendizado para prosseguirmos nas etapas que deveriam surgir. Destaca-se, aqui, a “fala” de uma colega que, após ser estimulada pela Tutora,conseguiu inserir sua foto no perfil, revelando nas entrelinhas como se sentiu melhor, por terum perfil mais dinâmico, personalizado e não apenas um número de matrícula.
  4. 4. Fórum Tira-Dúvidas No segundo momento, o Fórum Tira-Dúvidas deu vez e voz aos alunos. Cansados depontuarem problemas com o Sistema e a disfuncionalidade da Plataforma, os participantesapresentaram suas dúvidas, inquietações e sugestões para que o AVA ganhe novos contornosque permitam melhorar a qualidade do Curso. As discussões giraram em torno da usabilidade do AVA, suas deficiências, seusexcessos, enfim inúmeras variáveis que dificultam a autonomia de estudo, inviabilizampontuações críticas já que ao serem postadas nas salas de Tutorias e/ou enviadas por e-mailpara a Coordenação do Curso não são respondidas, ou seja, não são ouvidas e entendidascomo uma maneira de se buscar soluções que otimizem o processo. Destacaram-se, nesse fórum, as dúvidas/sugestões da aluna Carina que serviram debase para a sistematização das discussões em torno do binômio Usabilidade-Formação doTutor.Fórum: As tecnologias na Educação, a EAD, a Educação Online e a BMW Vermelha Ampliadas as potencialidades dos alunos no manuseio das ferramentas, nesse fórum,os participantes foram levados à reflexão por dois caminhos: a) a leitura das entrevistas comos Professores Marco Silva e Edméa Santos; e, b) ao assistirem um curta “BMW Vermelha”. O exercício de análise de ambas sugestões de estudo nos permitiram entender melhorquestões que permeiam a EAD, especialmente, quanto ao caráter mercadológico que se criaem torno da modalidade e que, sem dúvida, fomenta descrédito e preconceitos sobre o que éde verdade a EAD. Através do vídeo, pode ser estabelecido, por analogia, um comparativoentre o que se tem de ferramentas e possibilidades para a garantia de uma Educação aDistância com qualidade e os desafios impostos tanto ao aluno como ao Tutor no que dizrespeito ao conhecimento e manuseio das novas tecnologias para a Educação. Necessário semostra, para que não haja contra-senso entre a aplicabilidade, usabilidade e subutilizaçãodessas tecnologias, que alunos e tutores estejam preparados e capacitados para lidarem com as
  5. 5. modernas tecnologias sob pena de cair na mesmice e, como no caso do BMW vermelho, asubutilização não inviabilize o processo. Poderíamos destacar as participações de muitos colegas, mas conveniente, aqui, citar aaluna Heidi Caren, que nos trouxe contribuições para a formatação de uma videoteca ímpar.Fórum: O Desafio Comunicacional da Educação na Internet Esse último Fórum, que constituiu uma das bases para elaboração da avaliação que orase apresenta, enfocou com propriedade as questões contemporâneas do mundo globalizado. Ao fazer um mapeamento dos desafios comunicacionais da Educação Online infere-seque a proposta da Educação Online se contrapõe ao que vem sendo praticado nas salas deaula, ou seja, a pedagogia da transmissão que mantém os alunos no velho status da EducaçãoBancária. Não há muita diferença da prática docente em salas de aula presencial do que éutilizado em Educação a Distância em AVAs onde não há interatividade. O que queremosprovar com esta hipótese é que o nicho de mercado vem trazendo a EAD para além doslucros, transformando-a numa fábrica de diplomas. O fórum nos trouxe a construção de conceitos importantes e nos fez refletir sobrefronteiras digitais, quem somos nesse cenário: imigrantes ou nativos digitais?, as repercussõesdo ensino analógico numa sociedade digital e, sobretudo, nos conduziu ao debate acerca doslimites, possibilidade e potencialidades da Educação Online. Por fim, entendemos que fazer o diferencial é ousar, é somar esforços para que secomece a transição entre a EAD que temos e a EAD que queremos. Por tal motivo o grupocooperativo optou por elaborar um clipe que possibilite a todos nos conhecer em movimentoe, dessa forma, diminuirmos a distância entre o analógico e o digital. Aproveitamos, portanto,a oportunidade para sairmos da mesmice e apresentar nossa proposta no ciberespaço, atravésda URL: http://www.youtube.com/watch?v=blEdTZXdkuA

×