s                           í d uo                       Res               tã o de       omé         o Ges        S ão T  ...
O lixo é como a saúde
Quando corre bem, nem damos conta que existe…
Quando corre mal…                                    Cidade do lixo no Egipto onde                                    vive...
E porque é que quero ir tratar de     resíduos para S. Tomé?
Em Portugal, quando bebemos um refrigerante a lata vaziatem sempre um destino,quer seja aterro, querseja reciclagem oumesm...
Em S. Tomé, essa mesma lata de refrigerante ou acabanos amontoados de lixo pelas cidades, ou a servir dedeposição de larva...
Imagens de S. Tomé                                 Agua contaminada                                                       ...
Notícias sobre resíduos em S. Tomé                                                     http://www.telanon.info“a ausência ...
E como é que eu posso ajudar?
Pressupostoso Os países em desenvolvimento produzemresíduos mas não dispõe das mesmassoluções que os países desenvolvidos ...
Pressupostoso Não existem dados de referencia sobrea quantificação e caracterização dosresíduos produzidos nos países em d...
6. A analise dos dados               recolhidos será apoiada                 pelos meus antigos                  professor...
Plano de actividades              Pesagem de resíduos junto da              população              Georreferenciação e ana...
Orçamento    •Formação Empreendedorismo social + viagem + alojamento – 1400 €    •Alojamento extra (fora da cidade onde a ...
ContribuiçãoCaso pretenda apoiar este projecto pode fazê-lo de duasformas:-Utilizar o site de financiamento colectivo:    ...
Ob rig adaContactos          Mail: tania_lucas24@hotmail.com               Tlm: (+351) 91 882 4027     Blog: www.alogistic...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Projecto Gestão Resíduos S. Tome

434 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
434
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Olá Chamo-me Tânia Lucas e venho falar-vos de lixo
  • Projecto Gestão Resíduos S. Tome

    1. 1. s í d uo Res tã o de omé o Ges S ão T j ect emPro á vel tent S us
    2. 2. O lixo é como a saúde
    3. 3. Quando corre bem, nem damos conta que existe…
    4. 4. Quando corre mal… Cidade do lixo no Egipto onde vivem milhares de habitantes Revolta do lixo em Nápoles Crianças “catadoras” de lixo Ilha de lixo no Pacifico do tamanho de França
    5. 5. E porque é que quero ir tratar de resíduos para S. Tomé?
    6. 6. Em Portugal, quando bebemos um refrigerante a lata vaziatem sempre um destino,quer seja aterro, querseja reciclagem oumesmo reutilização. Reciclagem Aterro Re- utilização
    7. 7. Em S. Tomé, essa mesma lata de refrigerante ou acabanos amontoados de lixo pelas cidades, ou a servir dedeposição de larvas para osmosquitos que provocam aMalária ou a flutuarno oceano.
    8. 8. Imagens de S. Tomé Agua contaminada Malária Pn Deposição eu s não controlada os ânic O rg Risco saúde publica gen sEmbala
    9. 9. Notícias sobre resíduos em S. Tomé http://www.telanon.info“a ausência de uma estratégia para a área de resíduos trouxe consigoresultados extremamente negativos para o País, uma vez que, entre outrosproblemas, cada Câmara Distrital trabalha de forma isolada” “Se para alguns tipos de resíduos o tratamento obriga a uma exportação – com as óbvias dificuldades económicas – o mesmo não se passa com outros cujo aproveitamento pode ser realizado em solo nacional, contribuindo assim para a criação de riqueza.” “as consequências da proliferação de mini-lixeiras pelo país são a degradação do território, o surgimento de focos de vectores de doenças, poluição do solo e água, entre outros. A não actuação significará o aumento de um passivo ambiental que mais tarde terá de ser pago com juros” “ a correta gestão de resíduos deve ser também encarada como um setor ativo da economia – formal e não formal – dado o seu contributo ativo, pelo que os investimentos associados são ativos importantes que não devem ser ignorados.”
    10. 10. E como é que eu posso ajudar?
    11. 11. Pressupostoso Os países em desenvolvimento produzemresíduos mas não dispõe das mesmassoluções que os países desenvolvidos detêm;o Ignorar este problema não faz com que desapareça, apenas o agrava;o A acção das ONG’s deve ser baseada numa lógica win-win e não depender apenas de doações privadas;o Os resíduos são uma oportunidade de negócio ainda por explorar em diversos sectores;
    12. 12. Pressupostoso Não existem dados de referencia sobrea quantificação e caracterização dosresíduos produzidos nos países em desenvolvimento;o Quem detém a informação detém vantagem estratégica no mundo empresarial;o Esta pode ser uma oportunidade de expansão das empresas portuguesas em tempo de crise;o O desenvolvimento económico deve ser um aliado do desenvolvimento humano.
    13. 13. 6. A analise dos dados recolhidos será apoiada pelos meus antigos professores do IST O projecto 3. Esses dados podem servir para empresas, governo ou outras organizações investirem de forma consciente na gestão 1. Com o apoio de uma de resíduosO NG ONG 2. Eu vou para S. Tomé recolher dados sobre a produção de resíduos 4. Contribuindo com 5. Contribuindo para soluções o desenvolvimento sustentadas para socio-economico do este problema e pais e protegendo o eventualmente meio ambiente levando à criação de postos de trabalho
    14. 14. Plano de actividades Pesagem de resíduos junto da população Georreferenciação e analise de qualidade das aguas nas lixeiras Caracterização qualitativa resíduos hospitalares Visita aos mercados e portos Caracterização do sector informal de reciclagem
    15. 15. Orçamento •Formação Empreendedorismo social + viagem + alojamento – 1400 € •Alojamento extra (fora da cidade onde a minha ONG tem a moradia) – 100€ •Deslocações no terreno – 100 € •Equipamentos de proteção individual (luvas, mascaras, botas especiais, etc)– 100 € •Material de escritório – 20 € •Despesas saúde (vacinas, consulta viajante, medicamentos) – 100 € •Equipamento específico: •GPS por pontos para georreferenciar lixeiras – 100 € •Kit de analise da qualidade da água (analise dos efluentes nas lixeiras) – 50€ •Material de recolha – 30 € Total: 2 000 €
    16. 16. ContribuiçãoCaso pretenda apoiar este projecto pode fazê-lo de duasformas:-Utilizar o site de financiamento colectivo: - http://ppl.com.pt/pt/prj/22703-Efectuar transferência bancária para o meu NIB: - 0036 0042 99100306663 37 (se o fizer envie-me um mail para eu poder agradecer pessoalmente o contributo)
    17. 17. Ob rig adaContactos Mail: tania_lucas24@hotmail.com Tlm: (+351) 91 882 4027 Blog: www.alogisticadelucas.wordpress.com PPL

    ×