Tronco cerebelo

657 visualizações

Publicada em

neuroanatomia

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
657
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tronco cerebelo

  1. 1. Tronco Cerebral oTronco Cerebral o EncefálicoEncefálico
  2. 2. MAIA, R. G. O tronco encefálico interpõe-se entre a medula e o diencéfalo, situando-se ventralmente ao cerebelo, ou seja, conecta a medula espinal com as estruturas encefálicas localizadas superiormente.
  3. 3. Relação com os segmentosRelação com os segmentos encefálicosencefálicos
  4. 4. Anterior Lateral Posterior Sulco bulbopontino Sulco pontomesencefálico MESENCÉFALO PONTE BULBO
  5. 5. Bulbo (Medula Oblonga): •O bulbo ou medula oblonga tem forma de um cone; •Cuja extremidade menor continua caudalmente com a medula espinhal; • O limite superior do bulbo se faz em um sulco horizontal visível no contorno deste órgão, sulco bulbo-pontino, que corresponde à margem inferior da ponte. MAIA, R. G.
  6. 6. Pirâmide Decussação das pirâmides Oliva Sulco basilar Ponte Pedúnculo cerebelar médio Pedúnculo cerebral Fossa interpeduncular V
  7. 7. Fascículo grácil Fascículo cuneiforme Tubérculo cuneiforme Tubérculo grácil Pedúnculo cerebelar inferior Colículo inferior Colículo superior Pedúnculo cerebelar superior Véu medular superior Assoalho do IV ventrículo
  8. 8. Quarto ventrículo Quarto ventrículo Aqueduto cerebral Véu medular superior Pedúnculo cerebelar superior Plexo corióide Tela corióide
  9. 9. III IV VI VII V VIII IX X XI XII NERVOS CRANIANOSNERVOS CRANIANOS Emergências
  10. 10. Bulbo (Medula Oblonga) Tronco Encefálico - Vista Anterior
  11. 11. MAIA, R. G. Bulbo (Medula Oblonga) Tronco Encefálico - Vista Posterior
  12. 12. I - Olfatório II - Óptico III - Óculo-motor IV - Troclear VI - Abducente V - Trigêmeo VII – Facial-intermédio VIII - Vestíbulo-coclear IX - Glossofaríngico X - Vago XI - Acessório XII - Hipoglosso
  13. 13. Configuração interna – Substância cinzenta e substânciaConfiguração interna – Substância cinzenta e substância brancabranca
  14. 14. Cerebelo
  15. 15. SISTEMA NERVOSO / CEREBELOhttp://br.bestgraph.com/gifs/bonhommes-2.html (PUTZ; PABST, 2000.)  Órgão supra-segmentar, deriva da parte dorsal do metencéfalo e fica situado dorsalmente ao bulbo e a ponte;  Forma o IV ventrículo;  Localizado sob o osso occipital;  A porção ímpar e mediana Vérmis;
  16. 16. SISTEMA NERVOSO / CEREBELO Definição: subdivisão do rombencéfalo, está localizado nas Fossas Cerebelares do Osso Occipital, dorsalmente ao mensencéfalo, a ponte e ao bulbo, contribuindo para formação do teto do IV Ventrículo. É responsável pelo controle daÉ responsável pelo controle da motricidade.motricidade. Sua ligação com os órgãos do Tronco Encefálico se faz através de 03 feixes de fibras nervosas, de nominados pedúnculos Cerebelares (PC): • (PC) Superior Mesencéfalo • (PC) Médio Ponte • (PC) Inferior Bulbo http://br.bestgraph.com/gifs/bonhommes-2.html (PUTZ; PABST, 2000.)
  17. 17. SISTEMA NERVOSO / CEREBELOhttp://br.bestgraph.com/gifs/bonhommes-2.html (PUTZ; PABST, 2000.)  A superfície do cerebelo apresenta sulcos de direção predominantemente transversal denominadas folhas do cerebelo;  Existem sulcos mais pronunciados, as fissuras do cerebelo, que delimitam lóbulos;  Ele é constituído de um centro de substância branca.
  18. 18. MAIA, R. G. VÉRMIS HEMISFÉRIOS FISSURAS Língula Pré- Central Lóbulo central Pré-culminar cúlmen Asa do lóbulo central Prima declive Parte anterior do lóbulo quadrangular Pós-clival folium Parte posterior do lóbulo quadrangular Horizontal túber Lóbulo semilunar superior Pré-Piramidal pirâmide Lóbulo semilunar inferior Pós-Piramidal úvula Lóbulo biventre Póstero-lateral nódulo Tonsila Flóculo
  19. 19. SISTEMA NERVOSO Cerebelo Divisão Anatômica: Apresenta-se constituído por uma parte mediana, o Verme, e duas massas laterais, os Hemisférios Cerebelares. O órgão está dividido em duas faces, SUPERIOR e INFERIOR. Face Superior: apresenta-se discretamente saliente em nível do Verme, enquanto em nível dos Hemisférios ela se apresenta discretamente plana e ligeiramente inclinada no sentido lateral. Face Inferior: Apresenta um aspecto irregular. O Verme está bem separado dos Hemisférios, através de uma depressão, a Valécula. Os Hemisférios apresentam um aspecto Convexo. http://br.bestgraph.com/gifs/bonhommes-2.html (PUTZ; PABST, 2000.) (PUTZ; PABST, 2000.)
  20. 20. Cerebelo - Vista Superior
  21. 21. MAIA, R. G. Cerebelo - Vista Inferior
  22. 22. Cerebelo - Vista Lateral
  23. 23. Cerebelo - Secção no Plano do Pedúnculo Cerebelar Superior
  24. 24. Fissuras do Cerebelo:  • MAIA, R. G. -Depois da língula temos a fissura pré-central. - Depois do lóbulo central temos a fissura pré-culminar. - Depois do cúlmen temos a fissura prima. - Depois do declive temos a fissura pós-clival. -Depois do folium temos a fissura horizontal. - Depois do túber temos a fissura pré-piramidal. - Depois da pirâmide temos a fissura pós-piramidal. - Depois da úvula temos a fissura póstero-lateral.
  25. 25. MAIA, R. G. Cerebelo - Vista Lateral
  26. 26. REFERÊNCIAS
  27. 27. BROWN, D. O código da Vinci. Rio de Janeiro: Editora Sextante/ GMT Editores Ltda, 2005 CABRAL, I..V. Administração de Medicamentos. Rio de Janeiro: Reichmann & Affonso Editores, 2002. CASTRO, S.V. de. Anatomia Fundamental. 2.ed. São Paulo: Mc Graw Hill do Brasil, 1985. COMISSÃO FEDERATIVA DA TERMINOLOGIA ANATÕMICA. Terminologia Anatômica: terminologia anatômica internacional. São Paulo: Manole, 2001. CROSSMAN, A. R.; NEARY, D. Neuroanatomia. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1997. DANGELO, J.G.; FATTINI, C.A. Anatomia Humana Sistêmica e Segmentar para o Estudante de Medicina. 2.ed. Belo Horizonte: Atheneu,1998. FRANK, H.; NETTER, M. D. Atlas Interativo de Anatomia Humana. 3. ed. Porto Alegre: artmed, 2002. GRAY, H.; GOSS, C.M. Anatomia. 29.ed.Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1988. LIBERATO, J.A., DiDio, L.J.A. Tratado de Anatomia Sistêmica Aplicada. 2. ed. Belo Horizonte: Atheneu, 2002.v.1. MACHADO, A. B. M. Neuroanatomia Funcional. 2. ed. Rio de Janeiro: Atheneu, 1993.
  28. 28. MOORE, K.L. Anatomia Orientada para a clínica. 3 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1994. PUTZ, R.; PABST, R. (Ed.). Atlas de Antomia Humana Sobotta. 21.ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2000. 2v. JARVIS, C. Exame Físico e Avaliação de saúde. 3.ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan,2002. Sistema Muscular . Disponível em: <www.escalotrio.com >. Acesso em 16/06/22/06

×