Aula 02 operadores aritiméticos

349 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
349
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 02 operadores aritiméticos

  1. 1. INTRODUÇÃO A LINGUAGEM PASCAL Profº.: Tácito Henrique tacito.graca@gmail.com CEMA – Centro Educacional Miguel Alves
  2. 2. REVISÃO Introdução à Pascal
  3. 3. Algoritmos • São compostos de sintática e semântica • Sintática > É a forma que se escreve • Semântica > É o sentido que se escreve • Os algoritmos estão no nosso dia-a-dia nas tarefas simples e complexas • Regras básicas do algoritmo: • Deve realizar alguma tarefa ou resolver algum problema • As instruções devem ser claras e sem repetições desnecessárias • As instruções não podem transmitir dúvida • As instruções devem ser executadas num tempo finito
  4. 4. Estrutura de blocos no Pascal
  5. 5. Área de Declarações • Uses: Define as bibliotecas de funções que serão utilizadas • Label: Utilizados em conjunto com a instrução GOTO • Const: Define as constantes que serão utilizadas • Var: Define as variáveis que serão utilizadas • Procedure: Define as sub-rotinas necessárias • Function: Define as funções necessárias
  6. 6. Principais Bibliotecas • As Bibliotecas de Rotinas, chamadas no Pascal de UNITs (ou Unidades) • São arquivos contendo um conjunto de pequenas rotinas, denominadas Procedures e Functions, reutilizáveis em diversos outros programas • Sintaxe: • Uses <lista-de-units>; Exemplo: Uses Crt, Dos;
  7. 7. CONCEITOS BÁSICOS
  8. 8. Variáveis • Em programação, uma variável simples (ou simplesmente variável) é uma posição de memória cujo conteúdo pode ser modificado durante a execução de um programa, devendo ser-lhe associados um identificador e um tipo de dado. • O identificador é uma sequência de letras, dígitos ou underline (sublinhado), escolhida pelo programador e será utilizado no programa para se fazer referência àquela variável
  9. 9. Variáveis • A linguagem Pascal fixa alguns identificadores para a sintaxe de suas instruções. • Estes identificadores não podem ser utilizados nos programas, sendo conhecidos por palavras reservadas. • A tabela a seguir apresenta algumas destas palavras reservadas:
  10. 10. Variáveis • O tipo de dado associado a uma variável é um conjunto cujos elementos podem ser nela armazenados. • A linguagem Pascal dispõe dos tipos de dados discriminados na tabela a seguir.
  11. 11. Variáveis • A utilização, quando possível, de um dos tipos byte, shortint, integer e word é ditada pela necessidade de economia de memória. • Já que variáveis do tipo byte e shortint requerem apenas um byte de memória. Enquanto que variáveis dos tipos integer e word requerem dois bytes. • Assim, se uma variável deve armazenar números inteiros pequenos, a ela deve ser associado o tipo byte ou o tipo shortint. • Exemplo: var <Lista de identificadores>: <tipo de dado>;
  12. 12. Variáveis • Uma constante é uma posição de memória na qual o sistema armazena um valor fixado pelo programa, este valor não pode ser alterado durante sua execução. • A uma constante é associado um identificador e qualquer referência posterior a este identificador será substituída pelo tal valor fixado. • Exemplo: const identificador = valor; const ReacaoQuimAleatoria = 6.023E+23; • Obs: para valores com notação cientifica podemos utilizar o padrão da variável ReacaoQuimAleatoria, onde utiliza o tipo de dado real: 6.023E+23 = 6.023 x 10²³
  13. 13. Exercícios de Fixação • Exercício A • Crie um programa que obtenha do usuário dois números e armazene nas variáveis A e B. • O programa deverá inverter os valores de A e B, colocando o valor de B em A e A em B. • Ao final o programa deverá exibir o valor das variáveis A e B; • Exercício B • Faça um algoritmo onde o usuário preencha o prenome, sobrenome e nome. • O programa deverá guardar os valores do nome, prenome e sobrenome em variáveis distintas, ao final exibir nas seguintes ordens: • Nome, prenome, sobrenome • Sobrenome, nome, prenome • Prenome, sobrenome, nome
  14. 14. Expressões Aritméticas • Os compiladores da linguagem PASCAL são capazes de avaliar expressões aritméticas que envolvam as operações binárias de soma, subtração, multiplicação, divisão e a operação unária de troca de sinal. • Para isto são usados os operadores aritméticos binários e o operador aritmético unário - para a troca de sinal.
  15. 15. Expressões Aritméticas • Os operadores +, -, * atuam com operandos dos tipos integer ou real fornecendo resultado do tipo real se pelo menos um dos operandos é do tipo real e resultado do tipo integer se ambos os operandos são deste tipo. • integer a = 17, b = 3; integer x, y; real z = 17. , z1, z2; x = a / b; y = a % b; z1 = z / b; z2 = a/b; RESULTADO: x = 5, y = 2, z1 = 5.666666 e z2 = 5.0 Obs.: Podemos ver que na linha correspondente a z2, primeiramente é feita uma divisão inteira (pois os dois operandos são inteiros). Somente após efetuada a divisão é que o resultado é atribuído a uma variável real.
  16. 16. Expressões Aritméticas • Na avaliação de expressões, o sistema efetua: • Primeiro as operações envolvendo div, mod, *, /. Em seguida efetua-se as operações envolvendo (+) e (-). Isto é chamado de prioridade dos operadores.
  17. 17. Exemplos de equações • r1 := a / b; • Resulta o valor real do quociente de a ÷ b. • r2 := a div b; • Resulta o valor inteiro do quociente de a ÷ b. • r3 := a mod b; • Resulta o valor inteiro do resto da divisão a ÷ b. • r3 := 2*a+b; • Resulta o valor inteiro ou real da equação 2.a+b. • r4 := Sqr(a)+b; • Resulta o valor inteiro ou real da equação a2+b. Onde Sqr é uma função predefinida do Pascal que retorna o quadrado de um número. • r5 := a+Sqrt(b); • Resulta o valor real da equação a+b. Onde Sqrt é uma função predefinida do Pascal que retorna a raiz-quadrada de um número.
  18. 18. Exemplos • Quais das variáveis a seguir devem ser do tipo real? • n1 := a*b/c*b; {n1 = 7.0} • n2 := a+b/c+b; {n2 = 9.5} • n3 := a+b*c; {n3 = 15} • n4 := (a+b)*c; {n4 = 36} • n5 := (3*c+b) div c; {n5 = 3} • n6 := (3*c+b) mod c; {n6 = 2} • n7 := Sqr(b+c)-a; {n7 = 29} • n8 := c-Sqrt(a+b); {n8 = 1.0}
  19. 19. Exercícios de Fixação • Exercício A (4) • Escrever um algoritmo que leia o nome de um vendedor, o seu salário fixo e o total de vendas efetuadas por ele no mês (em dinheiro). Sabendo que este vendedor ganha 15% de comissão sobre suas vendas efetuadas, informar o seu nome, o salário fixo e salário no final do mês. • Exercício B (5) • Escrever um algoritmo que leia o nome de um aluno e as notas das três provas que ele obteve no semestre. No final informar o nome do aluno e a sua média (aritmética). • Exercício C (8) • Elaborar um algoritmo que efetue a apresentação do valor da conversão em real (R$) de um valor lido em dólar (US$). O algoritmo deverá solicitar o valor da cotação do dólar e também a quantidade de dólares disponíveis com o usuário.
  20. 20. Relações • Os compiladores da linguagem Pascal realizam comparações entre valores numéricos, realizadas no sentido usual da matemática, e entre cadeias de caracteres, realizadas de acordo com a ordenação do código ASCII.
  21. 21. Relações • O resultado da avaliação de uma relação é true, se a relação for verdadeira, ou false se a relação for falsa. • Assim: • 3 > 5 resulta no valor false, enquanto que 7 <= 7 resulta no valor true. • Sendo um valor true ou false, o resultado da avaliação de uma relação pode ser armazenado numa variável do tipo boolean. • Os operandos de uma relação podem ser expressões aritméticas. Nestes casos, as expressões aritméticas são avaliadas em primeiro lugar para, em seguida, ser avaliada a relação. Por exemplo, a relação 3*4 - 5 < 2*3 - 4 resulta no valor false, pois 3*4 - 5 = 7 e 2*3 - 4 = 2. Isto significa que os operadores relacionais têm prioridade mais baixa que os aritméticos.
  22. 22. Expressões lógicas • Os compiladores da linguagem Pascal também avaliam expressões lógicas obtidas através da aplicação dos operadores lógicos binários and e or. • Ou da aplicação do operador lógico unário not a uma relação. • Se r1 e r2 são duas relações, a avaliação da aplicação dos operadores lógicos binários, de acordo com os valores de r1 e r2, são dados na tabela abaixo.
  23. 23. Expressões lógicas • Uma expressão lógica do tipo (r1) and (r2) só recebe o valor true se os valores de r1 e de r2 forem iguais a true; uma expressão lógica do tipo (r1) or (r2) só recebe o valor false se os valores de r1 e de r2 forem iguais a false. • A aplicação do operador unário not simplesmente inverte o valor original da relação:
  24. 24. Estrutura dos Programas em Pascal • As áreas de um programa em Pascal são: • Identificação do programa, • relação das unidades utilizadas, • definições de tipos de dados, • declaração de constantes, • declaração de variáveis, • definições dos procedimentos e funções e • programa principal.
  25. 25. Estrutura dos Programas em Pascal • Identificação do programa • Inicia-se com a utilização da palavra reservada program • Em seguida o seu identificador • A identificação do programa termina com o ; (ponto e virgula)
  26. 26. Estrutura dos Programas em Pascal • Área de declarações • Uma unidade é um programa dos compiladores Pascal que contém vários procedimentos e funções pré-definidos, cujas utilizações facilitam muitas tarefas de programação. • Exemplos: Biblioteca CRT que tem a função ClrScr • Esta é a sintaxe para o uso de bibliotecas: uses lista das unidades; • Exemplo: program LimpaTela; uses Crt; begin ClrScr; end.
  27. 27. Estrutura dos Programas em Pascal • Além da unidade Crt, os compiladores Pascal, de um modo geral, possuem as unidades Dos, Graph, Printer e System. • A unidade System contém procedimentos e funções básicas de programação e não há necessidade de ser incluída na lista de unidades, pois ela é "carregada" na memória juntamente com o sistema. • A unidade Dos contém procedimento e funções que permitem ao compilador Pascal interagir com o sistema operacional DOS; • A unidade Graph contém procedimentos que permitem incluir gráficos nos programas • A unidade Printer permite interações do sistema com impressoras.
  28. 28. Exercícios de Fixação • Exercício A (7) • Ler uma temperatura em graus Celsius e apresentá-la convertida em graus Fahrenheit. A fórmula de conversão é: F=(9*C+160) / 5, sendo F a temperatura em Fahrenheit e C a temperatura em Celsius. • Exercício B (9) • Faça um algoritmo que receba um valor que foi depositado e exiba o valor com rendimento após um mês. Considere fixo o juro da poupança em 0,70% a. m.

×