Ensino de espanhol no retrovisor e no horizonte

1.906 visualizações

Publicada em

Presentación de los profesores Gretel Eres Fernández (FE-USP) y José Carlos Paes de Almeida Filho (UnB), 26 de julio de 2013, durante el XV Congreso Brasileño de Profesores de Español, celebrado en la Universidade Federal de Recife, Pernambuco, Brasil. Reproducido aquí con autorización de los autores.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.906
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.377
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ensino de espanhol no retrovisor e no horizonte

  1. 1. Diálogo no mostrador: o ensino de Espanhol no Retrovisor e no Horizonte José Carlos Paes de Almeida Filho – UnB Gretel Eres Fernández – FE-USP
  2. 2. OComo analisar o cenário de ensino de Espanhol no concerto das línguas no Brasil hoje?
  3. 3. Como analisar o cenário de ensino de Espanhol no concerto das línguas no Brasil hoje? O Precariedade - a) lei 11.161/05 não foi implementada - b) não regulamentação da lei 11.161/05 O Falta de concursos públicos para professores de espanhol nas redes públicas e/ou professores de espanhol assumindo aulas de outras disciplinas O Formação inicial de docentes deficiente  consequências práticas (linguísticas e pedagógicas) O Falta de programas consistentes de formação permanente (de capacitação, aperfeiçoamento, especialização etc.)
  4. 4. OO que é preciso mudar/fazer para avançarmos?
  5. 5. O que é preciso mudar/fazer para avançarmos? O Não podemos agir diretamente sobre os 2 primeiros itens do slide anterior O Formação inicial de docentes: precisa de reformulações urgentes no que se refere tanto à quantidade de horas de aula de língua e de metodologia/prática de ensino, quanto no que tange à qualidade desses cursos. Não se pode aceitar mais a figura do professor “polivalente” nos cursos superiores. O Formação continuada: devem ser valorizadas as diferentes iniciativas e passar a integrar o plano de carreira e de vida dos docentes.
  6. 6. OQue ideias e conceitos impactaram mais fortemente a profissão e a academia nos últimos 20 anos?
  7. 7. Que ideias e conceitos impactaram mais fortemente a profissão e a academia nos últimos 20 anos? O Na academia: a proposta de uma alternativa para o ensino gramatical – o comunicativismo O Na profissão: a consciência da falta de uma política para ELE O Ideias: a formação de um grupo independente multiinstitucional para propor ideias que preencham essa lacuna e outras (Grupo POLIN liderado pela USP e UnB para políticas, código de ética e consciência histórica da HELB) O Conceitos: níveis nacionais de desempenho, objetivos – direitos e deveres, nível limiar para o Brasil, competência comunicativa
  8. 8. O Quais as características de um ensino bem sucedido hoje?
  9. 9. Quais as características de um ensino bem sucedido hoje? O Professores comprometidos com o ensino O Programas de curso bem estruturados O Clareza na definição de objetivos para cada nível e metas a serem alcançadas  O Formação docente (inicial e continuada) de qualidade O Professores críticos e reflexivos O Carreira decente e estimulante para uma vida inteira
  10. 10. O O que precisam fazer professores e aprendizes para se tornarem melhores e mais felizes?
  11. 11. O que precisam fazer professores e aprendizes para se tornarem melhores e mais felizes? O Acreditar que é compensador ensinar e aprender ELE O Acreditar que é possível ensinar e aprender LE na escola (pública) regular O Docentes: investir na própria formação O Alunos: valorizar as aulas e os professores da escola regular (Exames, Olimpíada das Línguas, passaporte comunicativo)
  12. 12. Conclusões? O Não podemos regulamentar a lei, mas podemos cobrar a regulamentação e nos adiantarmos O Não podemos realizar os concursos, mas podemos pressionar para que sejam realizados O Não podemos mudar os programas curriculares das universidades, mas podemos mostrar alternativas aos alunos O Não podemos mudar os programas das disciplinas de graduação, mas podemos tentar emplacar um exame que o faça por força do efeito retroativo
  13. 13. Visões do paraíso No horizonte da área de Ensino e a Aprendizagem de Línguas podemos projetar agentes e condições ideais. Vejamos: O Professores que se explicam; que têm protagonismo no ensino e na escola; que incentivam contribuições de alunos; propõem atividades que envolvem e inspiram; mantêm clima amigável, não tenso, sem correções frequentes; transmitem calor e entusiasmo; fazem uso de novas tecnologias para intensificar a aquisição. O Alunos que se envolvem e sentem satisfação; buscam melhorar suas formas de aprender; interagem mais. O Terceiros que compreendem o processo e não o dificultam. O Condições favoráveis tais como: salas mais confortáveis e equipadas; materiais que incentivem a cooperação e a criatividade; a turma funcionando como pequena comunidade; níveis de desempenho descritos para mostrar portos de escala e de chegada; exames de níveis para orientar aprendizes e professores.

×