Estudo acao elearning_vodafone_final

744 visualizações

Publicada em



Apresentação do Estudo de Caso" O e-learning na Vodafone Portugal”, realizado no âmbito do Estudo “Utilidade e eficácia pedagógico-didática das plataformas de formação a distância”, IEFP/ /CNQF Lisboa, 2010.

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
744
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Estudo acao elearning_vodafone_final

  1. 1. Selma Vedor Fernandes www.selmavedor.net IEFP/ /CNQF Lisboa, 2010
  2. 2. e-learning da Vodafone Objecto de actividade: Telecomunicações LMS (principal):TotalLMS, da SumTotal Systems Data de criação da entidade (ano): 1991
  3. 3. e-learning na Vodafone Início da prática do e-learning de forma institucionalizada/sistemática: 2004 Estádio de desenvolvimento da formação a distância/elearning: utilização consolidada e regular
  4. 4. Tipo de cursos/nível de formação Formação profissional inicial - acolhimento de novos colaboradores; Aperfeiçoamento profissional nas áreas de negócio - produtos e serviços, aplicações, tecnologia – e em áreas de apoio - saúde e segurança, aspectos legais, políticas da companhia (anti-corrupção, protecção de dados, segurança da informação, etc.); Certificação de agentes empresariais e outras empresas colaboradoras
  5. 5. Marcos do desenvolvimento do e-learning na Vodafone 2005 – 2008: 1999 – 2003: 2004: 2009 – 2010: Consolidação da Primeiras Implementação Presente Estratégia de Abordagens Plataforma TotalLMS e Futuro e-learning •Comunidade de •Plataforma Learning•SGF – Sistema de TotalLMS (ASPEN e TechnologiesGestão da Formação •Programa de BAXTER) •Novas abordagens:•Cursos Net G (Ms Certificação •Lançamento 3G – da aprendizagemOffice) de Agentes Disponibilização de formal à•Novo sistema de •Curso Mobile Plus currículo sobre aprendizagemfacturação Oferta e Tecnologia informal •M-learning
  6. 6. Números 2009* N.º de horas de formação N.º de Participantes 2775 40039 1967 14501 e-learning Presencial *Colaboradores internos
  7. 7. Evolução do e-learning* 16000 13765 14000 12195 12000 11012 10000 8000 6000 3858 4000 2000 0 2005/2006 2006/2007 2008/2009 2008/2009 N.º de participações * Colaboradores internos, outsourcing e rede de agentes
  8. 8. Abrangência do e-learning O e-learning abrange cerca de 30% da formação realizada*. *a colaboradores internos
  9. 9. Abrangência do e-learning O e-learning visa sobretudo acompanhar o lançamento de novos serviços e produtos: “O crescimento do e-learning, com especial ênfase no apoio ao lançamento de novos produtos e serviços, tem permitido, de uma forma rápida, flexível e eficaz, manter os colaboradores preparados para dar resposta às necessidades dos nossos clientes e exigências do mercado.” Relatório e Contas 2005, Vodafone Portugal
  10. 10. Abrangência do e-learning Recentemente, o e-learning estende-se a outras áreas:  conhecimento de políticas transversais : anticorrupção, protecção de dados, segurança da informação, etc.;  conhecimento do negócio (tecnologias, estratégia, etc.);  acolhimento de novos colaboradores;  atendimento;  higiene, saúde e segurança;  certificação de parceiros comerciais.
  11. 11. Estratégia pedagógica que a instituiçãoconsidera eficaz Forte aposta nos conteúdos: apelativos, dinâmicos, interactivos; estreita ligação entre os conteúdos e a prática profissional: os cursos essenciais - não obrigatórios; envolvimento das chefias (comunicação dos cursos, formação avançada para acompanharem a realização dos cursos, etc.).
  12. 12. Aspectos mais valorizados nos cursos e-learning
  13. 13. Factores críticos de sucesso do e-learning envolvimento do top management; forte ligação ao negócio; cultura de inovação na empresa; impacto na comunicação; recolha de feedback com vista à melhoria contínua; procura constante de novas formas de estimular a aprendizagem.
  14. 14. Metodologias preferenciais de e-learning E-learning em auto-estudo (maioritariamente) B-learning (ocasionalmente)
  15. 15. Plataformas principais de suporte ao e-learning Total LMS da Sum Total Systems Total LCMS da Sum Total Systems
  16. 16. Plataformas principais de suporte ao e-learning AspenColaboradores Todos os CursosVodafone TotalLMS by SumTotal SystemsColaboradores Produtos & Serviços, AplicaçõesOutsourcing BaxterAgentes Produtos & Serviços (segmento TotalLMS by SumTotalConsumo consumo) SystemsAgentes Produtos & Serviços (segmentoEmpresariais empresarial)
  17. 17. Factores críticos que contribuem para aeficácia pedagógica na plataforma Tracking (registo dos acessos, progressão e conclusão da aprendizagem dos formandos, análise de percursos e necessidades de aprendizagem); simplicidade do interface; facilidade no acesso imediato aos conteúdos; SCORM.
  18. 18. Instrumentos na avaliação da utilidadee eficácia das plataformas de FaD Questionários de avaliação da satisfação; Relatórios da plataforma (indicadores de acesso e conclusão dos cursos); Diálogo sistemático entre colaboradores e chefias e chefias/departamento de RH.
  19. 19. Obrigada  www.selmavedor.netselmafernandes@gmail.com Selma Vedor Fernandes

×