NãO Existe AlmoçO GráTis

4.488 visualizações

Publicada em

um slide legal para trabalhar dados sobre a fome

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.488
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
53
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
153
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

NãO Existe AlmoçO GráTis

  1. 1. NÃO EXISTE ALMOÇO GRÁTIS
  2. 2. Todo ser humano precisa se alimentar para continuar vivo, e se alimentar bem para ter saúde. Portanto estas condições estar vivo e ter saúde, dependem diretamente do quanto e do que se come.
  3. 3. A fome é a escassez de alimentos que, em geral, afeta uma ampla extensão de um território e um grave número de pessoas
  4. 4. No mundo <ul><li>Cerca de 100 milhões de pessoas estão sem teto; </li></ul><ul><li>1 bilhão de analfabetos; </li></ul><ul><li>1,1 bilhão de pessoas vivem na pobreza, destas, 630 milhões são extremamente pobres, com renda per capta anual bem menor que 275 dólares; </li></ul><ul><li>1,5 bilhão de pessoas sem água potável; </li></ul><ul><li>1 bilhão de pessoas passando fome; </li></ul><ul><li>150 milhões de crianças subnutridas com menos de 5 anos (uma para cada três no mundo); </li></ul><ul><li>12,9 milhões de crianças morrem a cada ano antes dos seus 5 anos de vida; </li></ul><ul><li>No Brasil, os 10% mais ricos detêm quase toda a renda nacional </li></ul>
  5. 5. Causas Naturais <ul><li>Clima </li></ul><ul><li>Seca </li></ul><ul><li>Inundações </li></ul><ul><li>Terremotos </li></ul><ul><li>As pragas de insetos e as enfermidades de plantas; </li></ul>
  6. 6. Causas Humanas <ul><li>Instabilidade política; </li></ul><ul><li>I neficácia e má administração dos recursos naturais; </li></ul><ul><li>A guerra; </li></ul><ul><li>Os conflitos civis; </li></ul><ul><li>O difícil acesso aos meios de produção pelos trabalhadores rurais, pelos sem-terras ou pela população em geral; </li></ul><ul><li>As invasões; </li></ul><ul><li>Deficiente planificação agrícola; </li></ul><ul><li>A injusta e antidemocrática estrutura fundiária, marcada pela concentração da propriedade das terras nas mãos de poucos; </li></ul>
  7. 7. <ul><li>O contraste na concentração da renda e da terra num mundo subdesenvolvido; </li></ul><ul><li>A destruição deliberada das colheitas; </li></ul><ul><li>A influência das transnacionais de alimentos na produção agrícola e nos hábitos alimentares das populações de Terceiro Mundo; </li></ul><ul><li>A utilização da &quot;diplomacia dos alimentos&quot; como arma nas relações entre os países; </li></ul><ul><li>A relação entre a dívida externa do Terceiro Mundo e a deteriorização cada vez mais elevada do seu nível alimentar; </li></ul><ul><li>A relação entre cultura e alimentação </li></ul>
  8. 8. Causas da fome crônica e desnutrição <ul><li>Pobreza; </li></ul><ul><li>Distribuição ineficiente dos alimentos; </li></ul><ul><li>Reforma agrária precária; </li></ul><ul><li>Crescimento desproporcional da população em relação à capacidade de sustentação </li></ul>
  9. 9. Fome infantil : Cerca de 5 a 20 milhões de pessoas falecem por ano por causa da fome e muitas delas são crianças.
  10. 10. Conseqüências da fome: As conseqüências imediatas da fome são a perda de peso nos adultos e o aparecimento de problemas no desenvolvimento das crianças. A desnutrição, principalmente devido a falta de alimentos energéticos e proteínas, aumentam nas populações afetadas e faz crescer a taxa de mortalidade, em parte, pela fome e, também, pela perda da capacidade de combater as infecções.
  11. 11. Classe dominante: Alterar essa situação significa alterar a vida da sociedade, o que pode não ser desejável, pois iria contrariar os interesses e os privilégios em que se assentam os grupos dominantes. É mais cômodo e mais seguro responsabilizar o crescimento populacional, a preguiça do pobre ou ainda as adversidades do meio natural como causas da miséria e da fome no Terceiro Mundo.
  12. 12.                                   
  13. 13. O número de pobres não pára de crescer e já chega a 307 milhões de pessoas no mundo
  14. 14. Relatório da Conferência das Nações Unidas para o Comércio e o Desenvolvimento (Unctad) recentemente publicado mostra que nos últimos 30 anos o número de pessoas que vivem com menos de US$ 1,00 duplicou nos países menos desenvolvidos
  15. 15. Para a agência da ONU, o dado mais preocupante é a tendência de que esse número aumente até 2015, quando os países menos desenvolvidos poderão passar a ter 420 milhões de pessoas vivendo abaixo da linha da pobreza
  16. 16. Calcula-se que 815 milhões, em todo o mundo sejam vítimas crônica ou grave subnutrição, a maior parte das quais  são mulheres e crianças dos países em vias de desenvolvimento
  17. 17. O flagelo da fome atinge 777 milhões de pessoas nos países em desenvolvimento, 27 milhões nos países em transição (na ex-União Soviética) e 11 milhões nos países desenvolvidos.
  18. 18. A subnutrição crônica, quando não conduz apenas à morte física, mas implica frequentemente uma mutilação grave, nomeadamente a falta de desenvolvimento das células cerebrais nos bebês, e cegueira por falta de vitamina A. Todos os anos, dezenas de milhões de mães gravemente subnutridas dão à luz dezenas de milhões de bebês igualmente ameaçados
  19. 19. O Brasil é o quarto produtor mundial de alimentos e o sexto em subnutrição
  20. 20. De um lado temos os dados da fome e desnutrição no Brasil <ul><li>53 milhões de pessoas estão na linha da pobreza, isto é, ganham até um salário mínimo; </li></ul><ul><li>22 milhões de pessoas são indigentes, isto é, não têm rendimento nenhum; </li></ul><ul><li>30% das crianças brasileiras são desnutridas, significa dizer que correm perigo de vida e tem comprometido seu pleno desenvolvimento . </li></ul>
  21. 21. E de outro lado os dados do desperdício <ul><li>De cada 100 caixas de alimentos produzidas no campo, apenas 39 chegam à mesa do consumidor; </li></ul><ul><li>Os supermercados desperdiçam 2,52% do seu faturamento, o que equivale a quase 2 bilhões de reais; </li></ul><ul><li>Por dia, 39.000 toneladas de alimentos são jogadas fora. Isto seria suficiente para alimentar 19 milhões de pessoas com café da manhã, almoço e jantar; </li></ul><ul><li>60% do lixo da cidade de São Paulo, é orgânico, isto é, restos de alimentos </li></ul>
  22. 34. “ Fome: uma questão governamental ou climática ?”

×