O alta freqüência.

6.532 visualizações

Publicada em

0 comentários
6 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.532
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
65
Comentários
0
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O alta freqüência.

  1. 1. O Alta-Frequência aplicado na estética O alta-frequência é uma corrente de elevada tensão e de baixa intensidade que é aplicada sobre o organismo humano através de eletrodos de vidro que se fixam a uma bobina. Quando a corrente atravessa os eletrodos de vidro, estes adquirem uma coloração azulada ou alaranjada, dependendo do gás que está em seu interior. Se o gás contido no interior do eletrodo de vidro for o neônio, a cor adquirida será o laranja ou o vermelho, se for o argônio, a cor adquirida será o azul. O alta-frequência apresenta diversos efeitos fisiológicos sobre o organismo humano e daí a sua importância como recurso auxiliar em diversos tratamentos na estética. A atuação do alta-frequência é feita por cinco a oito minutos, sendo que a forma de aplicação e o tipo de eletrodo a ser utilizado variam de acordo com o tratamento a ser realizado. Os efeitos bactericida e antisséptico do alta-frequência são aproveitados durante a limpeza de pele para complementar o quadro de descontaminação, onde são utilizados eletrodos específicos, como o standart, que atuará nas diversas regiões da face. A sua função como vaso dilatador e hiperemiante é aproveitada para melhorar a absorção de produtos que são aplicados sobre a pele como nutritivos e revitalizantes. Pode ser utilizado como ionizador indireto, onde utilizamos eletrodo "saturador" para aumentar a penetração de ampolas aquosas inonizáveis à base de elastina, colágeno, uréia e extratos placentários através da pele. O eletrodo "cauterizador" é um recurso que auxilia o profissional na limpeza de pele por atuar cauterizando as pústolas, que são removidas durante o processo das extrações. Por ser um elemento ativador do metabolismo dos tecidos, o alta-frequência é também utilizado nos tratamentos de revitalização cutânea e na prevenção da queda dos cabelos, onde se emprega o eletrodo em forma de "pente". Há ainda o eletrodo "saturador", que auxilia na penetração de substâncias nutritivas sob a forma de loção, a qual tonifica o couro cabeludo e fortalece o bulbo capilar. Existem, portanto, diversas indicações terapêuticas para o uso do alta-frequência: • tratamento da pele acnéica; • revitalização cutânea; • estimulação facial e capilar; • cauterização de pústolas; • bactericida e fungicida; • estimulador dos processos de circulação sanguínea.
  2. 2. A) Bobina; B) Eletrodo Standart; C) Eletrodo Standart Pequeno; D) Pente; E) Fulgurador; F) Forquilha; G) Saturador; ALTA FREQUÊNCIA O QUE É ALTA FREQUÊNCIA? Alta frequência é a técnica que utiliza a corrente alternada de frequência alta, que ao passar por um eletrodo de vidro contendo gás podendo ser ele árgon, neônio ou xênon, o meio condutor entre a bobina e o cliente, ioniza as moléculas deste gás, produzindo um campo eletromagnético que gera ozônio (O3 – gás instável composto por três átomos de oxigênio), na parte externa do vidro.
  3. 3. VOCÊ SABIA? O uso incorreto de alta frequência pode causar queimaduras! Apesar de parecer inofensivo, por se tratar de uma corrente alternada, ou seja, ora positivo, ora negativo, e onda eletromagnética, as oscilações de polos positivo e negativo são muito rápidas, transformando a energia eletromagnética em calor. Os eletrodos com menor superfície (ex. Fulgurador), concentram mais em um ponto os efeitos térmicos do aparelho de alta frequência, podendo causar queimaduras. PARÂMETROS Hz ( Hertz ) = Frequência = Número de oscilações que acontecem em um evento/período de tempo. 1 Hz = 1 oscilação em 1 segundo 1 MHz = 1 milhão de oscilações em 1 segundo / atinge tecido ósseo 3 MHz = 3 Milhões de oscilações em 1 segundo / atinge a derme Quanto mais baixa a frequência (Hz), mais profundo atinge. Intensidade = Quantidade de energia oferecida para o corpo. mA (miliamper) – Você consegue sentir a corrente (sensorial), trabalha a circulação, porém fora da célula. μA (microamper) – Você não sente a corrente (subsensorial), trabalha dentro da célula. PARA QUE SERVE? Tem efeito térmico, capaz de atuar sobre o metabolismo celular, produzindo um aumento do mesmo, e aumento da oxigenação celular, isso se deve pela vasodilatação e consequentemente ao aumento do fluxo sanguíneo. Vasodilatador: através do estímulo da circulação periférica, causando o efeito hiperemiante (vermelhidão). Sedante: deve-se principalmente a formação de ozônio. Este gás é muito instável e rapidamente se modifica em diferentes compostos provocando uma oxidação que explica suas propriedades germicidas e antissépticas. Bactericida: elimina bactérias anaeróbias. Ex.: corynebacterium acne. Bacteriostática: diminui a proliferação de bactérias aeróbias. Ex.: stafilococos e estreptococos. Fungicida: eliminação de fungos. Ex.: tinea captis. É oxigenante, melhora a oxigenação tissular (da pele). É estimulante, pois há aumento da circulação sanguínea. Homeostático, (cauteriza e cicatriza) – estancando o sangramento. Reduz a resistência elétrica da pele. INDICAÇÕES Pós limpeza de pele, desinfecção do couro cabeludo, pós-depilação, tratamento de foliculite, tratamento de hidratação da pele, tratamento de revitalização da pele, melhora da psoríase, para tratamento de frieiras e micoses na podologia, após fazer as unhas na manicure,
  4. 4. Tratamento de pediculose (piolho) OS ELETRODOS Saturador (tem uma “mola” dentro): utilizado no faiscamento indireto é o único indicado para ser utilizado com cosméticos, pois aumenta a vascularização da pele. Standart (cebolinha ou colher): usa-se em faiscamento direto ou fluxação. Esférico (cebolão): seu formato anatômico facilita a passagem, usado em fluxação ou faiscamento direto. Forquilha: utilizado no pescoço, mamas e braços em faiscamento direto ou fluxação. Fulgurador ou cauterizador: usado para tratamento de pele acneica com faiscamento direto. Rolo: indicado para peles hiperêmicas (vermelhas) ou com rosácea. Poço: aplica-se nas lesões pápulo-pustulosas que não podem ser esvaziadas. TÉCNICAS DE APLICAÇÃO Fluxação ou Efluviação: usa-se essa técnica com passagem lenta e por igual dos eletrodos, geralmente eletrodos com superfície plana, em contato direto sobre a pele. Esta forma de aplicação promove efeito descongestivo e calmante . Esta técnica é indicada nos casos de: pós depilação, tratamentos capilares com o eletrodo pente, pós limpeza de pele como estímulo da circulação sanguínea. Faiscamento direto: Se aplica com o eletrodo um pouco afastado da pele provocando faíscas, nesse método de aplicação ocorre a formação de Ozônio. Esta técnica é indicada nos casos de: pós depilação, tratamentos capilares com o eletrodo pente, pós limpeza de pele como bactericida e fungicida. Faiscamento indireto: o cliente segura o eletrodo saturador em uma das mãos e a bobina na outra, o profissional atua na pele deste cliente realizando tamborilamento ou pinçamento. Essa técnica permite tonificar e estimular as terminações nervosas da pele.
  5. 5. Fulguração: técnica onde se utiliza o eletrodo fulgurador com o faiscamento direto, nessa aplicação obtêm-se a formação do ozônio que por sua vez agirá na cicatrização e no estancamento de sangue (efeito homeostático). Também é utilizada após esvaziamento de pústula. CONTRAINDICAÇÕES Portadores de marca-passo, neoplasias (câncer), pessoas cardíacas, gestantes, pessoas com distúrbios de sensibilidade, epiléticos, diabéticos descompensados, pele com cosméticos inflamáveis, portadores de pinos ou placas metálicas no local da aplicação. (OBS: Tomar cuidado com pessoas portadoras de rosácea, ou que tenham extrema sensibilidade ao calor.) SAIBA MAIS - Antes de aplicar o aparelho no cliente, explique o que ele sentirá, para que o aparelho serve e explique que o cheiro que sentirá é do ozônio. - O aparelho de alta frequência é indispensável para depois das extrações da limpeza de pele, mas você pode ter um pouco de dificuldade em aplica-lo no método de fluxação nas peles oleosas ou mistas, então fica a dica, após as extrações use a técnica de faiscamento direto para usar os benefícios do ozônio, depois com o auxílio de uma gaze aberta sobre a pele, passe o eletrodo na forma de fluxação. - Sempre respeite a sensibilidade do seu cliente, nunca coloque uma intensidade muito grande. Lembre-se de que você não precisa de um intensidade grande para se obter os benefícios do aparelho. DICAS PARA UMA MELHOR UTILIZAÇÃO DO APARELHO - Higienize os eletrodos apenas com um papel, ou pano limpo com álcool a 70% sempre que usar de um cliente ao outro. (Obs: observe quando for higienizar se o aparelho não está ligado, pois se passar o álcool com ele funcionando pode gerar fogo e causar queimaduras.)
  6. 6. - Depois de um certo tempo de uso, os eletrodos podem perder um pouco do gás que fica dentro dele. Se você aumentar a intensidade no aparelho e o eletrodo ainda ficar fraco, verifique se não é o eletrodo que perdeu o gás e basta comprar outro eletrodo e efetuar a troca. Agora, se seu eletrodo é novo pode ser que seu aparelho esteja descalibrado, leve-o à assistência técnica correspondente. - Leve seu aparelho de tempos em tempos para verificar se a calibragem dele está boa. Um aparelho descalibrado pode provocar choques nos clientes. - Leia o manual que acompanha o aparelho e faça cursos disponibilizados pela empresa que vendeu o aparelho. CURIOSIDADES: O aparelho de alta frequência provoca contrações musculares? Não provoca contrações musculares. O uso do aparelho de alta frequência fecha ou diminui os poros (óstios)? Não fecha ou muda o tamanho dos poros. Os eletrodos do aparelho de alta frequência precisa ser higienizado mesmo tendo a capacidade de matar bactérias? Sim, é necessário sempre higieniza-los antes de aplicar no cliente. GERADOR DE ALTA FREQUÊNCIA Aparelho de alta frequência É um aparelho que trabalha com correntes alternadas de alta frequência, cujos parâmetros de frequência e tensão podem variar de acordo com o fabricante. Eis alguns parâmetros encontrados normalmente: frequência variando entre 100 e 200 KHz, com uma tensão que oscila entre 25.000 e 40.000V e uma intensidade da ordem de 100mA: ou entre 150 e 200 KHz, com uma tensão oscilando entre 30.000 a 40.000V; ou entre 500KHz e 1MHz, com tensão entre 40.000 e 90.000V, e intensidade de cerca de 100mA: e ainda com
  7. 7. frequência variando entre 1 e 2MHz, com tensão oscilando entre 100.000 e 150.000V. Ação A passagem de ondas eletromagnéticas pelo ar ou outros gases rarefeitos provoca a formação de ozônio, como acontece, por exemplo, na ozonosfera do nosso planeta (as ondas eletromagnéticas do sol passam pelo ar rarefeito da ozonosfera, gerando ozônio). E é conhecido por suas propriedades bactericidas. Efeitos Fisiológicos Efeito Térmico O principal efeito das correntes de alta frequência ao atravessar o organismo é a produção de calor, que tem por base o efeito Joule. Do efeito térmico, pode-se deduzir outro efeito como o de vasodilatação periférica local. Devido ao calor gerado, consegue-se um aumento do fluxo sanguíneo e, portanto, se produz uma melhora do trofismo, da oxigenação e do metabolismo celular. Apesar disso, verificamos que o efeito térmico do aparelho de alta frequência não é tão pronunciado como visto em outros recursos de alta frequência, tal qual as ondas curtas e o micro-ondas. Em algumas situações, verificamos uma leve sensação de calor quando usamos o aparelho de alta frequência com uma potência mais alta e por um maior tempo de aplicação. Entretanto, esses parâmetros não são vistos com frequência na prática clínica, onde normalmente se utilizam doses baixas e por pouco tempo de aplicação. Vasodilatação e Hiperemia (aumento da quantidade de sangue circulante num determinado local, ocasionado pelo aumento do número de vasos sanguíneos funcionais ou diminuição do escoamento venoso.) Aparecem como consequência do efeito térmico, onde a vasodilatação provoca um aumento da circulação periférica local, gerando a hiperemia na pele. Assim como no efeito térmico, a hiperemia também só ocorre com uso de intensidade alta, por um tempo maior de aplicação, portanto este efeito normalmente não é verificado. Aumento da Oxigenação Celular: Este aumento está associado à vasodilatação, e consequente aumento do fluxo sanguíneo, aumentando assim o aporte de oxigênio por intermédio do sangue.

×