HISTÓRIA DA INFORMÁTICA EDUCATIVA DO NTE MUNICIPAL DE FORTALEZA

1.205 visualizações

Publicada em

História da Informática Educativa do Município de Fortaleza - Ceará

1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.205
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
480
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

HISTÓRIA DA INFORMÁTICA EDUCATIVA DO NTE MUNICIPAL DE FORTALEZA

  1. 1. O USO DAS TIC NO SISTEMA DE ENSINO PÚBLICO MUNICIPAL DE FORTALEZA Percursos e Percalços
  2. 2. Não há transição que não implique um ponto de partida, um processo e um ponto de chegada. Todo amanhã se cria num ontem, através de um hoje. De modo que o nosso futuro baseia-se no passado e se corporifica no presente. Temos de saber o que fomos e o que somos, para sabermos o que seremos. Paulo Freire
  3. 3. PERCURSOS – APRENDIZAGEM 1. Mudança de paradigma quanto ao uso de software e aplicativos – o que importa não é o que o software faz mas o que podemos fazer a partir dele – usar tecnologia com criatividade. 2. Criação e produção de materiais Aprendizagem colaborativa – autoformação – partilha de saberes
  4. 4. VISÃO HISTÓRICA Início - 1994 1. Concepção pedagógica de uso do computador para profissionalização e uso no mercado de trabalho ; 2. Realização do Curso – Operador de Micro-computador; 3. Realização de atendimento aos educandos do Projeto Semear/FUNCI/PMF.
  5. 5. 1. Implantação dos primeiros Laboratórios de Informática – 1998. Distrito de Educação I – EI/EF Gustavo Barroso Distrito de Educação II – Escola Ambiental Fca. De Assis Canito da Frota Distrito de Educação III – EI/EF Santa Maria Distrito de Educação IV – EI/EF Valdevino de Carvalho e Filgueiras Lima
  6. 6. Distrito de Educação V – EI/EF Sebastião de Abreu Distrito de Educação VI – EI/EF João Germano e Demócrito Rocha 2. Realização do Curso de Especialização em Informática Educativa – UFC -1998 3. Formação em Informática – Instituto do Software do Ceará/INSOFT -1998
  7. 7. 4. Fundação do Núcleo de Tecnologia Educacional no Centro de Referência – Secretaria Municipal de Educação/NTE/CRP/SME – 2000 5. Ampliação dos Laboratórios de Informática e Formação de professores – 2000 – 2005 6. Migração do Software Proprietário para o Software Livre Kurumim – 2005
  8. 8. 7. Ampliação do Programa de Informática na Educação/PROINFO – 2007 8. Lançamento do Projeto “Um computador por aluno” - 2010 (Surgimento do PROUCA 9. Uso de Laboratórios Móveis/TIMS no Sistema de Ensino Público Municipal de Fortaleza – 2013
  9. 9. 10. Formação de Coordenadores para acompanhamento do Projeto Luz do Saber 11. Formação de Monitores e Coordenadores do Programa Mais Educação para atuação nas escolas municipais de Fortaleza com o Projeto Luz do Saber Obs – o referido Projeto funcionará inicialmente com 97(noventa e sete) escolas.
  10. 10. O QUE É O LABORATÓRIO MÓVEL? Um rack com rodinhas em forma de “carrinho”, facilita o transporte de uma grande quantidade de equipamentos, além de possibilitar a recarga simultânea dos notebooks ou tablets em uma única tomada, de maneira inteligente sem sobrecarrega-la. O rack conta também com um sistema de resfriamento. O Laboratório Móvel é uma solução da Hiteq que resolve o problema de armazenamento e recarga dos dispositivos dos alunos, como notebooks ou tablets.
  11. 11. MODELO DE CARRINHO PARA TRANSPORTAR OS LAPTOPS
  12. 12. MODELO DE LAPTOPS
  13. 13. O QUE É O PROJETO LUZ DO SABER? É um projeto que se desenvolve em dois momentos: lápis e papel. Usa um software para melhorar o indice de leitura e escrita dos alunos não alfabetizados, bem como a inserção na cultura digital. Esse Software, adota a proposta político-pedagógico de Paulo Freire e as contribuições de Emilia ferrero e Ana Teberoski como referência teórico-metodológico no desenvolvimento das atividades pedagógicas.
  14. 14. Centro de Referência do Professor Centro de formação de Professores da Prefeitura de Fortaleza - PMF, que desenvolve uma política pública de inserção das Tecnologias de Informação e Comunicação – TIC no contexto educacional, referenciado pelo Programa de Informática na Educação – PROINFO/MEC.
  15. 15. Núcleo de Tecnologia Educacional - NTE Estrutura descentralizada do Programa Nacional de Informática na Educação – PROINFO, tendo como objetivo principal, a formação continuada de professores na área de tecnologias e acompanhamento pedagógico aos Laboratórios de Informática Educativa - LIE.
  16. 16. Fundação: 26 de Outubro de 2000
  17. 17. PARCERIAS CONVÊNIO DE COOPERAÇÃO UFC /SME /CRP – Formação de Professores CONVÊNIO DE COOPERAÇÃO UFC Virtual/SME/CRP – Jovem Digital EMPRESA EDUCANDUS – VC Conecta Coordenadoria do Idoso/SDH – Conectando Saberes Fundação Telefônica – Telinha na Escola IBM –
  18. 18. PARCERIAS MEC - UCA: Um Computador por Aluno MEC/PMF – LIE Móvel MEC/PROINFO Integrado – Ensinando por Projetos (40 h/a); Inclusão Digital (60 h/a); Ensinando e Aprendendo com as TIC (100 h/a) MEC/PROINFO – Portal do Professor
  19. 19. Cursos na área de Informática Educativa (autonomia) Estágio Supervisionado (preparação para o LIE) Acompanhamento Pedagógico ao Professor-LIE (encontros mensais e visitas) Lista de discussão como meio de Colaboração (troca de conhecimentos) Oficinas TécnicoPedagógicas (formação)
  20. 20. ESTRUTURA DE CURSOS (Formação) Recursos da internet como suporte à educação (inclusão digital: editor de texto, e-mail, lista de discussão, pesquisa na web, apresentação eletrônica) Uso do kolourpaint e impress em atividades pedagógicas (produção de material pedagógico para uso no LIE) Arte no writter e impress (conhecendo as ferramentas dos aplicativos, para criação de trabalhos artisticos)
  21. 21. ESTRUTURA DE CURSOS (Formação) Captura e edição de imagem: Ksnapshot, Gimp, Kolourpaint e Tuxpaint (http://crpedicaodeimagem.wordpress.com) Explorando os recursos da planilha eletrônica na realização de cálculos (conhecendo as ferramentas de trabalho do Calc, na elaboração de cálculos matemáticos) Explorando o portal do professor (Analisando o portal do professor como uma ferramenta pedagógica)
  22. 22. ESTRUTURA DE CURSOS (Formação) Explorando o Youtube como recurso pedagógico (Uso do vídeo no contexto escolar: produção de projetos educativos) Introdução a Educação digital (Contribuir para a inclusão digital de profissionais da educação, na utilização de recursos de computadores) Informática Educativa (conhecimentos sobre as diferentes formas de utilização da informática na educação e sua relação com a aprendizagem escolar)
  23. 23. ESTRUTURA DE CURSOS (Formação) Uso do Video em sala de aula como recurso pedagógico) (Estudo do vídeo Ensinando e Aprendendo com as TIC (Instrumentalização básica em aplicativos de escritório e sistema) Projetos Colaborativos e Comunidades de Aprendizagem (introduzir os participantes no trabalho com projetos colaborativos a distância e na formação de comunidades de aprendizagem, usando como suporte os recursos da Internet.
  24. 24. AMPLIAÇÃO DE LIE NAS ESCOLAS DA PMF Período: 2003 a 2012 250 226 238 200 150 QTD. LIE 125 100 50 83 50 0 2003 2005 2006 2011 2012
  25. 25. PANORAMA DO PROFESSOR-LIE Lotação / Formação Básica / Titulação 250 226 226 200 150 84 100 50 0 LOTAÇÃO CURSOS IE ESP. IE
  26. 26. Teorias e conceitos que fundamentam o uso das TIC na educação 1. Interacionismo – Levy Vigotsky; 2. Construcionismo – Seymour Papert; 3. Metacognição – Aprender a aprender – Fagundes e Valente; 4. Mapas conceituais – David Ausubel
  27. 27. Teorias e conceitos que fundamentam o uso das TIC na educação 5. Inteligências múltiplas - Howard Gardner Gardner 6. Hipertextualidade – Pierre Levy 7. Transposição Didática - Chevallard 8. Transposição Midiática – Serafim Alava 9. Letramento Digital Soares
  28. 28. 10. Educação à Distância – desterritorialização da sala de aula, desvinculação dos elementos TEMPO e ESPAÇO nas experiências de aprendizagem; 11. Produção de Objetos de Aprendizagem - OA's, RIVED – Castro, 12. Colaboração na WEB – WEB 2.0 (redes sociais) e WEB Semântica (linguagem interativa com humanos e computadores)
  29. 29. 13. Acessibilidade na WEB – W3C, Sistema Dosvox, Braille Virtual/MEC 14. Usos de Portais na Educação – Portal do Professor e Portal do aluno/MEC
  30. 30. PRÁTICA PEDAGÓGICAS INOVADORAS Desenvolvimento de projetos e práticas colaborativas; Uso potencial de redes de aprendência; Realização de web conferência; Utilização de Ambientes Virtuais de Aprendizagem – AVA; Uso de Portais Educacionais; Utilização de Objetos de Aprendizagem; Produção de atividades educativas em Software Livre; Produção de videos educativos; Edição de Imagem; Pesquisa WebQuest e publicação online.
  31. 31. PERCALÇOS - DESAFIOS Transposição didática do conhecimento ministrado em cursos de formação para professores - relação teoria e prática; Não liberação de professores para formação continuada – Ausência de política pública de formação; Dificuldades no acompanhamento pedagógico com o aumento da quantidade de escolas – comprometimento da qualidade em detrimento da quantidade
  32. 32. Dificuldade nas condições técnicas e pedagógicas de funcionamento dos LIE – centralização das ações; Falta de compreensão de alguns gestores quanto à concepção de informática no município de Fortaleza – concepção de informática educativa; Envolvimento com as ações do Programa de Informática na Educação/PROINFO quanto à participação em eventos e atualização dos projetos
  33. 33. “As tecnologias na educação não são apenas meros recursos didáticos, elas ampliam e modificam a forma de mediação na relação professor-aluno e ensino-aprendizagem. A relação das tecnologias com a educação deve propiciar uma verdadeira transformação que venha a transcender até mesmo os espaços físicos em que ocorrem a educação. Provocando uma ruptura com o pensamento hierarquizado da escola tradicional, essa nova relação possibilita que o aluno construa seu conhecimento com um mundo de opções e de acordo com seu interesse” (KENSKI, 2007).
  34. 34. • Reudo da Silva Sales • Geny Lúcia Salgueiro Segundo • Luciana Xavier • Patrícia Fernandes Costa Martins • Paulo Sampaio • Ângela Torquato Onofre • Francisco Sueudo Rodrigues • Maria José Porto de Alencar • Nadja Pinho • Pedro Francisco Batista • Zaíra Maria de Araújo Siqueira • Zorália Brito • Selma Bessa Sales • Francisca Emília Duarte Vasques
  35. 35. OBRIGADO!
  36. 36. • Geny Lúcia Salgueiro Segundo genylss@yahoo.com.br • Francisco Sueudo Rodrigues sueudo2000@yahoo.com.br

×