Dst´s e métodos contraceptivos eurico e juliano

798 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
798
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Dst´s e métodos contraceptivos eurico e juliano

  1. 1. Sexualidade na Adolescência<br />
  2. 2. ÍNDICE <br /><ul><li>Contracepção;
  3. 3. Métodos contraceptivos ;
  4. 4. Doenças sexualmente Transmissíveis ;</li></li></ul><li>Contracepção<br />O que é a contracepção ?<br />A contracepção é qualquer processo que evite a fertilização do óvulo ou a implantação do ovo. Os métodos de contracepção são múltiplos, podendo ser classificados de acordo com o seu objectivo em barreiras mecânicas e químicas, impeditivas de nidação e contracepção hormonal. <br />. Eis aqui alguns exemplos :<br />
  5. 5. Preservativo masculino – Manga em forma de saco, de borracha (látex) muito fina. É colocado no pénis antes da relação sexual e recolhe o sémen num reservatório que tem, impedindo que ele entre na vagina.<br />Preservativo feminino – Manga em forma de saco colocado na vagina, recobrindo-a internamente.<br />Métodos Mecânicos<br />Diafragma – Dispositivo de borracha em forma de cúpula que é inserido na vagina antes da relação sexual. Cobre a entrada no útero impedindo a passagem dos espermatozóides. Devido a terem diferentes tamanhos, a sua adaptação deve ser feita por um médico.<br />
  6. 6. Espermicidas – Espumas, cremes ou óvulos colocados na vagina antes da relação sexual.<br />Métodos Químicos<br />Dispositivo intra-uterino (DIU) – Pequeno dispositivo de metal ou plástico, de formas variadas, inserido no útero por um médico.<br />Métodos Impeditivos Nidação<br />Pílula – Deve ser tomada diariamente durante 21 dias consecutivos, seguido de uma paragem de 7 dias.<br />Métodos de Nidação<br />
  7. 7. Método do calendário – Anotando o dia em que surge a menstruação, durante uns meses, é possível calcular a altura da ovulação.<br />Método das temperaturas – Implica a verificação diária do temperatura da mulher. Sabendo que a temperatura desce um pouco antes da ovulação para subir de seguida, é possível também determinar a altura do período fértil.<br />Métodos Naturais<br />Método de billings – Determina os períodos férteis da mulher com base na secreção e propriedades da mucosa produzida no colo do útero.<br />
  8. 8. Laqueação de trompas – É o corte ou o bloqueio das trompas de Falópio na mulher, que impede que o óvulo seja “encontrado” pelos espermatozóides.<br />Métodos definitivos<br />Vasectomia – A vasectomia é o corte ou o bloqueio dos canais deferentes no homem, impedindo assim a saída dos espermatozóides na ejaculação.<br />
  9. 9. Objectivos de Utilização:<br />Os métodos mecânicos fazem com que se impeça o encontro do espermatozóide e do óvulo ;<br />Os métodos Químicos matam os espermatozóides ;<br />Os métodos de Nidação fazem com que os aparelhos impeçam a implantação de óvulo fecundando o útero ;<br />Os métodos de contracepção hormonal fazem com que os comprimidos de hormonas sintéticas impeçam a ovulação;<br />Os métodos Naturais fazem são altamente falíveis em mulheres jovens e não devem ser aconselhadas a casais em vida sexual estável;<br />Os métodos definitivos é a forma mais segura de evitar a gravidez pela esterilização já que implica uma intervenção cirurgia ;<br />
  10. 10. Doenças Sexualmente Transmissíveis <br />Doença sexualmente transmissível (ou DST´s) é a designação pela qual é conhecida uma categoria de patologias antigamente conhecidas como doenças venéreas. São doenças infecciosas que se transmitem essencialmente (porém não de forma exclusiva) pelo contacto sexual. O uso de preservativo tem sido considerado como a medida mais eficiente para prevenir a contaminação e impedir sua disseminação. <br />Vários tipos de agentes infecciosos (vírus, fungos, bactérias e parasitas) estão envolvidos na contaminação por DST, gerando diferentes manifestações, como feridas, corrimentos, bolhas ou verrugas.<br />
  11. 11. DST´s<br /><ul><li>AIDS ou SIDA (síndrome da imunodeficiência adquirida)
  12. 12. Cancro mole
  13. 13. Infecção por Clamídia
  14. 14. CondilomaAcuminado ou HPV (Verruga genital)
  15. 15. Doença Inflamatória Pélvica (DIP)
  16. 16. Gonorréia
  17. 17. Herpes
  18. 18. Linfogranuloma venéreo (LGV)
  19. 19. Sarna
  20. 20. Sífilis
  21. 21. Tricomonose
  22. 22. Uretrites não gonocócicas
  23. 23. Pediculose (piolhos) Pubiana</li></li></ul><li>Trabalho Realizado por:<br />Eurico Seixas nº24;<br />Juliano Camará nº16; <br />

×