diferenças e convergências entre a Ead e a Eol.

405 visualizações

Publicada em

Curso de Capacitação em EAD via Web: Tutoria em EaD.

Disciplina: Mídias Virtuais e Educação On-Line.

RIO DE JANEIRO - UNIRIO – Dezembro/2013

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
405
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

diferenças e convergências entre a Ead e a Eol.

  1. 1. Curso de Capacitação em EAD via Web: Tutoria em EaD. Disciplina: Mídias Virtuais e Educação On-Line. Tema: Diferenças e convergências entre a EAD e a EOL. Coordenação: Profª. Cibeli Reynaud e Prof. Vicente Willians. Tutoras: Profª Betânia Oliveira dos santos e Alexandra Aguirre. Discente: Solange Gomes da Silveira RIO DE JANEIRO - UNIRIO – Dezembro/2013
  2. 2. Introdução:  Muito se tem discutido sobre o desdobramento das transformações que ocorreram na maneira das pessoas se comunicarem, se divertirem, realizarem seus empreendimentos e principalmente na construção dos conhecimentos que estão sendo vislumbrados a partir do prestígio advindo das novas tecnologias da informação favorecidos pela disponibilidade de acesso ao computador.  George Siemens relata que: “você usaria as ferramentas para aprender e interagir, as pessoas formam um ambiente de aprendizagem pessoal”...
  3. 3. Segundo Moran (2002), apud Lencastre e Araújo:  Aprendemos melhor quando vivenciamos, experimentamos, sentimos, quando relacionamos, estabelecemos vínculos, laços, entre o que estava solto, caótico, disperso, integrando-se em um novo contexto, dando-lhe significado, encontrando um novo sentido. Aprendemos pelo pensamento, pelo encontro com o significado, quando interagimos com o mundo, pelo interesse, pela necessidade, pelo desejo de conhecer, de interagir com o meio social e cultural diverso.
  4. 4. De acordo com o texto publicado no ambiente virtual de aprendizagem desenvolvido pela CEAD- UNIRIO, (2013): Educação à distância x Educação on-line é oportuno mencionar que:  Muito embora muitas pessoas não vejam diferença entre a Educação à distância e a educação on-line e, de forma errônea, considerem esta como a evolução daquela, nosso entendimento é o de que a segunda tem características que, não só a diferencia da primeira, como também descaracteriza a ideia de que seja uma evolução dessa modalidade.  A Educação on-line tem relação direta com as mídias virtuais, podemos dizer até que foram essas mídias que possibilitaram o surgimento dela.
  5. 5. Sobre a Educação on line, Lencastre e Araújo relatam que:  “a educação on-line (que se refere à educação mediada por meios eletrônicos),  está relacionada com o uso da Internet como meio para a publicação de material didáticopedagógico para a realização de cursos, comunicação com (e entre) estudantes”
  6. 6. Porém segundo os mesmos autores:  “nesta perspectiva a definição mais correta é: a educação on-line é a distribuição de conhecimento cuidadosamente construído através das tecnologias.  Este preciosismo parece adequado e esta definição exclui a simples comunicação por computador e a distribuição eletrônica de documentos a não ser que sejam usados no contexto ensino-aprendizagem.”
  7. 7. Alguns aspectos pedagógicos da Educação on-line :  1- os estudantes estudam e têm acesso à informação em qualquer local ou espaço onde possam ter um computador com acesso à Internet e comunicam com a fonte de informações via correio eletrônico, fóruns de discussão, conferência, mensagens instantâneas e outras formas de comunicação on-line;
  8. 8. Aspectos pedagógicos da Educação on-line : Continuação:  2- o estudante é independente em relação ao ambiente do curso e pode equilibrar restrições, como a falta de tempo para acesso em horário “normal”. Para a maioria das atividades ou tarefas, o horário de acesso de cada um é independente dos horários de acesso dos colegas de curso;
  9. 9. Aspectos pedagógicos da Educação on-line: Continuação:  3- o ritmo de aprendizagem é o de cada um e é independente do dos demais colegas; 4 - o docente é orientador. Estabelece metas, negocia e acompanha o processo de aquisição de conhecimento, avalia o rendimento, certifica-se de que todos os recursos necessários ao cumprimento das suas tarefas estão disponíveis;
  10. 10. Aspectos pedagógicos da Educação on-line: Continuação:  5- • a comunicação com os colegas e a elaboração de projetos colaborativos é tão importante quanto a orientação do docente. As ferramentas utilizadas incluem fóruns, correio eletrônico, mensagens instantâneas;  6- as tecnologias têm papel importante no estudante e na aprendizagem. Os recursos multimédia, áudio, de animação ou de vídeo, ajudam a atenuar a dificuldade de leitura no IASK PROCEEDINGS.
  11. 11. Duas categorias distintas para ensinar online:  A aprendizagem síncrona que ocorre para todos os estudantes simultaneamente, de que são exemplo: chat, vídeo conferência, Web conferência, mensagens instantâneas e classes virtuais - todos os estudantes têm acesso à mesma informação à mesma hora, “assistem” às mesmas aulas só que através da Internet em qualquer local onde estejam àquela hora. Podem ainda utilizar-se recursos de comunicação por voz VOIP na WEB de que é exemplo o Skype.  A aprendizagem assíncrona acontece em diferentes momentos para cada estudante, de acordo com o tempo e necessidade de cada um. São exemplos de atividades assíncronas os tutoriais, fóruns de discussão ou o correio eletrônico.
  12. 12. Características do docente: O docente tem ainda de estar preparado para se adaptar permanentemente aos recursos tecnológicos e conhecer as inovações pedagógicas relacionadas com a sua atividade.
  13. 13. Sobre a EaD o Decreto Nº 5.622, DE 19/12/2005 em seu Art. 1º, relata que:  caracteriza-se a Educação à distância como modalidade educacional na qual a mediação didáticopedagógica nos processos de ensino e aprendizagem ocorre com a utilização de meios e tecnologias de informação e comunicação,  com estudantes e professores desenvolvendo atividades educativas em lugares ou tempos diversos.
  14. 14. Mehlecke e Tarouco apud Landim (1997) apresentam quatro características necessárias para o sistema de educação à distância:  O aluno como sendo o centro do processo educativo.  O docente que será o motivador e possibilitador da aprendizagem cooperativa e interativa no ambiente virtual.  A comunicação que poderá ser realizada através de material impresso, audiovisual, telemática (não obrigatoriamente dentro da Internet, softwares, CD-ROM, vídeo interativo, hipermídia, entre outros) e a tutoria mediando o presencial e o virtual.  A estrutura e organização dos materiais, da distribuição de materiais, processos de comunicação e avaliação, fazem parte do processo inicial no desenvolvimento de programas de ensino a distância.
  15. 15. Apresentam-se os diferentes modelos de ensino a distância, relacionados por Peters (2001) na sequência :  Ensino por correspondência: material impresso (livros didáticos).  Ensino a distância clássico: material diversificado como material impresso, televisão, rádio, audiovisuais, tutores.  Ensino a distância com base na pesquisa: caracterizado pela leitura de cursos de ensino a distância impressos e na frequência parcialmente obrigatória em seminários. Concede apenas o grau superior ou de mestre.  Ensino a distância grupal: programações didáticas por rádio e televisão associadas a atividades regulares obrigatórias, com presença.
  16. 16. Sobre os diferentes modelos de ensino a distância, acima relacionados por Peters (2001): Os modelos acima apresentados são flexíveis e variáveis, o que torna o ensino a distância adaptável às diferentes situações e necessidades.
  17. 17. Convergências entre EAD e a EOL:  O aluno é o centro do processo de ensino- aprendizagem;  Ambas não estão limitadas ao espaço geográfico e nem a aulas presencias;  Nestas modalidades (EAD e a EOL) a comunicação ocorre de forma assíncrona e síncrona;...
  18. 18. Considerações finais:  A Educação a distancia e a Educação on line se encontram numa posição que existe para além dos limites das instituições educativas, o “ciberespaço”, isto é o espaço virtual para a comunicação disposto por meio da tecnologia, adquirindo uma nova dimensão, passa a exigir mais empenho do aprendiz, contudo nessa proporção se pretende com essas características, alcançar o maior número de estudantes e facilitar o acesso à educação, todavia com qualidade, sendo assim,  concordando com Mehlecke e Tarouco que relatam que “deverá haver um planejamento sério e professores comprometidos com os alunos dos programas à distância. Todos devem ter bem claros os objetivos didáticos a serem alcançados, buscando a credibilidade e a seriedade dos cursos oferecidos”.
  19. 19. REFERÊNCIAS:  AMBIENTES DE SUPORTE PARA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: A mediação para aprendizagem cooperativa. MEHLECKE, Querte Teresinha Conzi ; TAROUCO, Liane Margarida Rockenbach. Disponível em: <http://www.cinted.ufrgs.br/eventos/cicloartigosfev2003/querteA.pdf>  DECRETO Nº 5.622, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2005. Disponível em: http://homepages.dcc.ufmg.br/~bigonha/Legis/Legislacao/EAD/Decreto-5.622-ead.pdf. Acesso em 03/12/2013.  Educação a distância: formas tradicionais e novas tecnologias. Disponível em: http://www.abmes.org.br/abmes/public/arquivos/publicacoes/Estudos26.pdf  Educação à distância x Educação on-line, Disponivel em: http://outros.cead.unirio.br/euni/course/view.php?id=26. Acesso em 30/11/2013.  Educação On-line: uma introdução. LENCASTRE, José Alberto e ARAUJO, Maria José. . Disponível em: http://investigacao.ipiaget.org/edutec/ficheiros/15_Educacao%20onlineIasK2008.pdf.  Entrevista George Siemens. http://www.youtube.com/watch?v=V3LUFOjR17M. (2:43min)

×