Ficha de treino de velocidade de leitura

889 visualizações

Publicada em

dislexia, treino de velocidade de leitura

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
889
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
44
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ficha de treino de velocidade de leitura

  1. 1. A professora: Ana Sofia Victor Página1 SECRETARIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E FORMAÇÃO DIREÇÃO REGIONAL DA EDUCAÇÃO ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DAS LAJES DO PICO Ficha de Reeducação Pedagógica/8 e 9º anos Ano Letivo 2013/2014 Nome:_______________________________________nº :____Turma:____ Ficha para Treino de Velocidade de Leitura Bill Watterson, americano e nascido em 1958, na cidade de Washington D.C., é o autor da Banda Desenhada Calvin & Hobbes. Formou-se em Artes em particular em Ciências Políticas pelo Ohio’s Kenyon College em Grambier. Durante o curso, Watterson foi cartoonista do The Kenyon Collegion, o jornal da faculdade que circulava entre os alunos. Ainda nessa época, fez ilustrações para a editora Puck Press, tendo como principal trabalho, a capa do livro “Best Political Cartoons of 1978” (As melhores Bandas Desenhadas Políticas de 1978). Esses pequenos trabalhos deram-lhe o estatuto necessário para conseguir um emprego de seis meses no jornal Cincinnati Post, onde passou a fazer bandas desenhadas políticas. Mas ele não era muito adepto das formas convencionais de Banda Desenhada presentes em jornais e por isso durante sua carreira, tentou muitas vezes inovar métodos e técnicas. Ele acreditava no trabalho de cartoonista e no valor artístico dos quadrinhos enquanto formas de intervenção política. Em 1991, depois de alguns conflitos com editores, Bill conseguiu uma licença para poder desenhar as tirinhas de Calvin & Hobbes, livremente tendo que lutar contra aqueles que estavam interessados em usar as suas personagens para t-shirt´s, canecas e outros produtos. Para ele, vender a imagem dos personagens poderia fazer com que estas perdessem a sua identidade com o público. Seguindo essa linha, também não permitiu a criação de filmes e desenhos animados, com as figuras de Calvin & Hobbes. Bill Watterson
  2. 2. A professora: Ana Sofia Victor Página2 CALVIN & HOBBES Foi em 1985 que nasceu a banda desenhada de Calvin & Hobbes. Esta centra-se em torno da relação entre Calvin, um menino bastante inteligente e o seu tigre de estimação, de nome Hobbes. Na história, o jovem Calvin é dono de uma imaginação fértil que cria aventuras incríveis e dá vida a Hobbes, o seu tigre de pelúcia e seu fiel escudeiro. São histórias que nos contagiam com a abordagem bem-humorada de temas filosóficos como a felicidade, a morte, a vida, o amor ou a compreensão. Em Portugal, o jornal Público publicou esta BD desde a sua criação, como uma tira diária na última página e uma página a cores na revista de domingo. Para além disso, a editora Gradiva tem apresentado, desde 1992, todos os livros de Calvin & Hobbes, seguindo a edição original. De entre essas edições, merecem destaque Parabéns, Calvin &Hobbes, livro comemorativo do 10º aniversário e a antologia Plácidos domingos, com uma selecção das histórias dominicais a cores, dos primeiros anos. Também o O Essencial de Calvin & Hobbes, com páginas de BD a cores inéditas, O Indispensável de Calvin & Hobbes e Calvin & Hobbes - A Última Antologia.
  3. 3. A professora: Ana Sofia Victor Página3 Bill Watterson e Calvin e Hobbes recebem Grande Prémio do Festival de Angoulême Bill Watterson, o cartoonista americano autor da série de culto Calvin e Hobbes, sobre as aventuras de um miúdo de seis anos e do seu tigre de peluche (que para ele tem vida) venceu o Grande Prémio do Festival de BD de Angoulême, em França. Com 56 anos, Watterson bate na 41.ª edição do importante festival francês outros gigante, como o japonês Katsuhiro Otomo (Akira) e o britânico Alan Moore (Watchmen, Liga dos Cavalheiros Extraordinários, V de Vingança).Calvin e Hobbes, série que publicou entre 1985 e 1995, é a obra-prima do cartoonista e com ela vendeu mais de 30 milhões de livros. Foi distribuída e publicada em 2400 jornais, entre os quais, em Portugal, o PÚBLICO e, agora, o diário Correio da Manhã. William B. Watterson, que não esteve presente em Angoulême para receber o prémio, nasceu em Washington em 1958, mas cresceu num subúrbio de Cleveland, Ohio. Apaixonado pelo desenho, fez cartoon político para oCincinatti Post a seguir a estudar Ciência Política. Seria despedido, e uma série de revezes na sua vida levou-no a regressar a casa dos pais. Foi em 1985 – no dia 18 de Novembro – que a Universal Syndicate Press publicou a primeira série de Calvin and Hobbes. Apareceu em 130 jornais inicialmente e acabou por ser traduzida para todo o mundo em 40 línguas. O enorme sucesso do menino rebelde e imaginativo e o seu melhor amigo de peluche fez Waterson pôr fim às aventuras em 1995, muito para recuperar o seu anonimato, como lembra o diário francês Figaro - que lhe chama mesmo o "J.D. Salinger da BD". Em 1992, Watterson tinha já recebido em Angoulême o prémio para melhorcomic book estrangeiro. As aventuras de Calvin e Hobbes renderam vendas de mais de 30 milhões de exemplares dos seus álbuns. Em Angoulême, um dos mais importantes do calendário da BD mundial, foram ainda premiados Come Prima, de Alfred (Melhor Álbum), La Propriété, de Rutu Modan (Prémio Especial do Júri), Fuzz & Pluck, de Ted Stearn (Melhor Série) e duas revelações, ex-aequo - Le Livre de Léviathan, de Peter Blegvad e Mon ami Dahmer, de Derf Backderf. A edição de 2014 foi dedicada aos 50 anos da personagem Mafalda, à obra do holandês Willem, premiado no ano passado, e à arte asiática In Jornal Público, 02/02/2014
  4. 4. A professora: Ana Sofia Victor Página4 Algumas tiras de BD da série Calvin & Hobbes

×