Trabalho de Estética

17.095 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
8 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
17.095
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
169
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
148
Comentários
0
Gostaram
8
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trabalho de Estética

  1. 1. <ul><li>A importância da limpeza / cuidados diários do rosto
  2. 2. Riscos no manuseamento de materiais / manicure Vs pedicure
  3. 3. Benefícios da massagem
  4. 4. Pêlo
  5. 5. Epilação e depilação</li></li></ul><li>A importância da limpeza<br />Cuidados diários do rosto<br />
  6. 6. Limpar a pele é fundamental para eliminar as células mortas, sudorese, secreções naturais da pele, resíduos de poluição e maquiagem. A limpeza visa à higienização com produtos manipulados, assim como a eliminação de cravos e espinhas. Isso diminui a flora bacteriana e as impurezas da pele. É indispensável para a manutenção de todo tipo de pele para remover as impurezas dos poros. Ela também auxilia nos tratamentos faciais para os cosméticos penetrarem na pele.<br />
  7. 7. Quem tem pele oleosa sofre para se maquiar, para evitar espinhas e para evitar a testa brilhante. Alguns cremes e tratamentos de limpeza de pele costumam dar bons resultados, mas a alimentação também ajuda bastante para diminuir a oleosidade.<br />Estudos afirmam que a ingestão de vitamina A faz maravilhas à pele e aos cabelos, pois inibe a produção de óleo. Pode se encontrar a vitamina em alimentos como fígado e ovos.<br />Como a maioria das pessoas detesta fígado, outra alternativa é investir em vegetais ricos em caroteno, pigmento que se transforma em vitamina A de acordo com a necessidade do nosso corpo. O caroteno está presente na abóbora, na cenoura, no brócolis, etc – enfim, em todos os vegetais de cores laranja e verde.<br />
  8. 8. Riscos no manuseamento de materiais<br />Manicure Vs Doenças contagiosas<br />
  9. 9. A manicure ou pedicure trabalha com muitas pessoas, o profissional geralmente tem todos os acessórios e ferramentas necessárias para cuidar da unha. Uma pesquisa revelou que há vários casos de contaminação, que podem causar doenças. A esterilização muitas vezes não acontece, e as doenças contagiosas podem passar por todos, como até mesmo a micose.<br />Podem ser transmitidos doenças virais, bactérias e fungos, vírus, entre outras doenças, quando os utensílios não são esterilizados correctamente. A doença pode se manifestar algum tempo depois, que ate pode nem se saber as causas.<br />As micoses são facilmente transmitidas, como as outras doenças, por isso alguns especialistas dão dicas para evitar esse processo. Para evitar estes problemas devemos levar todos os utensílios no profissional, como a lixa, tesourinha, alicate, cortador de unha, esmalte, palito, toalha, espátula, ou seja, tudo o que formos usar. E mesmo assim de preferência devemos esterilizar com álcool, para evitar essas doenças. <br />
  10. 10. Todo material deve ser descartável.<br />· Nas rachaduras deve ser usada, uma vez por semana, a lixa para limpeza dos pés e calcanhares.<br />· Se as rachaduras forem profundas, devemos tomar cuidado com giletes, ou mesmos evitá-los, pois podem causar danos maiores, ferimentos graves.<br />· O uso de sapatos fechados ajuda a proteger os pés até total melhora das rachaduras.<br />· Sempre perguntar ao cliente se é diabético, pois com essas pessoas o cuidado deve ser maior. Diabéticos ou os que sofrem de doenças arteriais (como por exemplo: varizes, trombose, tromboflebite, entre outras), não devem utilizar loções ou adesivos de remoção de calos, pois podem lesar-lhes a pele.<br />· Deve ser usado creme dermatológico apropriados para cada caso, que devem ser comprados com indicações médicas e em casas ortopédicas ou de podologia.<br />· Usar sempre lixa. O uso de tesoura para cortar as unhas pode fazer com que elas lasquem. Devemos de preferir as lixas mais simples de papelão, as metálicas também racham e estragam as pontas.<br />· Lixar as unhas sempre da borda de dentro para a de fora.<br />
  11. 11. · Ao passar esmalte assegure-se que as camadas já estejam secas antes de passar as seguintes. Se não fizer mos isso, elas podem ficar manchadas e feias.<br />· Emoliente é a substância para amolecer ou abrandar inflamações. Deve-se usar sempre para mãos e pés.<br />· O podólogo deve ser consultado a cada 25 dias no caso de calos, etc.<br />· Usar sempre sapatos fechados, principalmente se houver agravantes, mantendo assim a higiene, protegendo os pés de infecções.<br />· Pode haver em alguns clientes, verrugas em cima dos pés, no meio ou entre os dedos. Deve-se indicá-lo ao médico dermatologista, pois pode ser viral e pode-se infectar outros lugares.<br />· Deve-se ter muito cuidado ao cortar unhas encravadas, pois pode piorar o problema. O procedimento correcto, é cortar a unha recta, evitando inclusive cirurgias.<br />· Colocar as mãos e os pés na água, sempre em temperatura ambiente.<br />· É importante que se tenha a furraçãodos recipientes (bacias, etc) com sacos plásticos descartáveis para evitar contaminação, em cada cliente<br />· Todos os materiais utilizados devem ser esterilizados, a cada cliente<br />
  12. 12. Algumas doenças<br />Pé de atleta – É um termo para designar a infecção fúngica que ocorre entre os dedos dos pés e em volta da base do pé.<br />O problema caracteriza-se por coceira, seguida por fissuras dolorosas na pele formando ocasionalmente bolhas.<br />A erupção pode ser seca e escamosa ou húmida e empolada e o pé afectado apresenta um cheiro desagradável.<br />Alguns dedos podem ser afectados e se o problema persistir, as unhas podem também infeccionar e começarem a rachar ou a separar-se do dedo.<br />O problema pode tornar-se muito desconfortável e, uma vez, adquirido, é de difícil eliminação.<br />* Causas – O fungo "tinea pedis" provoca o pé de atleta, que em raríssimas ocasiões pode ser provocado por uma bactéria.<br />A falta de higiene nos pés, andar descalço em ambientes húmidos, como piscinas, chuveiros e saunas. <br />É extremamente contagioso e será necessário desinfectar o chão para ajudar a controlar a sua difusão.<br />
  13. 13. Calos – São camadas externas engrossadas de pele (epiderme).<br />Formam-se devido à pressão, fricção ou irritação.<br />Os calos aparecem entre os dedos ou na sola dos pés e também nas mãos e nos joelhos.<br />Os calos moles caracterizam-se por um pequeno centro duro que quando pressionado, é doloroso. <br />Os calos tendem a desaparecerem quando acabar a origem da pressão ou da fricção.<br />Calos em alguns dedos são deformidades ósseas, causadas por diversos factores, como por exemplo, a forma que pisamos, uso de sapatos incorrectamente. O calo ósseo é uma protecção natural de cada organismo, ou seja, cada pessoa tem a sua protecção. (Calo ósseo é a formação óssea da anatomia dos pés causada por factores externos ao longo da vida, e tem o nome científico de Eficca.)<br />
  14. 14. Joanetes – É um termo leigo para a protrusãoda articulação do dedo grande do pé, conhecida cientificamente como Haluxvalgus (dedão do pé).<br />Olho de peixe – No "olho de peixe" não deve ser passada lixa, ralinho ou outro objecto, pois agravará a área afectada. Como o problema é viral pode contagiar outras áreas.<br />Micose – Pode aparecer nas unhas ou na pele e são transmissíveis. Por isso, deve-se ter o cuidado de esterilizar sempre os materiais utilizados para evitar a propagação da micose.<br />Frieiras – Cujo nome científico é Iniaptes, é uma reacção anormal dos vasos sanguíneos hipodérmicos ao frio.<br />A pele torna-se extremamente pálida e possivelmente dormente, com coceira em áreas avermelhadas ou roxas, zonas inchadas da pele, nos dedos das mãos e dos pés.<br />Frieiras são causadas por bactérias, são cortes profundos entre e principalmente nos dedos dos pés. Para evitá-las devemos enxugar entre os dedos. Papel toalha é bom para secar o meio dos dedos, evitando-se assim a unidade que é o maior foco dessa bactéria. <br />
  15. 15. Benefícios da massagem<br />
  16. 16. A massagem traz vários benefícios para o organismo: relaxamento dos músculos tensos, alívio da dor muscular, melhora da circulação sanguínea, além de ser um instrumento importante no combate ao stress, tão comum no mundo moderno. A massagem não tem uma acção correctiva sobre as disfunções postural e mecânica que causam a dor. Dores nas costas devem ser tratadas com fisioterapia. <br />São utilizados três movimentos principais na massagem clássica: deslizamento (effleurage), amassamento e tapotagem. As duas primeiras técnicas são as mais usadas nas massagens feitas em casa. A evolução das técnicas básicas da massagem deve ser feita de forma combinada, para que todo o corpo seja sentido como uma unidade orgânica, com início, meio e fim. A técnica do deslizamento superficial constitui o início do procedimento. É feito em linhas combinadas que acompanham os contornos dos grupos musculares e do corpo humano, ou ainda, em círculos, estimulando a circulação sanguínea em direcção ao coração. O contacto da palma da mão com o corpo do paciente deve ser suave, constante, fluida e envolvente. <br />
  17. 17. Enquanto o deslizamento tem uma acção superficial no corpo, o amassamento é feito com ambas as mãos agindo alternadamente. Toda palma da mão segura o corpo muscular apalpando-o levemente e soltando-o em seguida, para começar o toque seguinte. Devemos massegar mais demoradamente as áreas onde há mais tensão. E termina mos a massagem com deslizamento feito de maneira vagarosa.<br />
  18. 18. O Pêlo<br />
  19. 19. Pêlos (ou pelos) são apêndices delgadas e coniformes da pele dos mamíferos. No homem possui a função de protecção da luz solar directa e diminuir a fricção nas axilas e partes íntimas.<br />Em outros organismos (principalmente nos protozoários) os apêndices equivalentes chamam-se muitas vezes cílios ou flagelos. Nas plantas, estruturas semelhantes que, por exemplo, se encontram nas folhas e caule, têm origem e estrutura diferentes e normalmente denominam-se tricomas<br />1. Pêlo2. Superfície da pele3. Sebo4. Folículo piloso5. Glândula sebácea<br />
  20. 20. Estrutura, função, imagem<br />
  21. 21. Epilação<br />Técnicas, temporárias e definitivas, que se adequam à necessidade da cliente, privilegiando sempre o seu conforto e o bem estar com métodos modernos.<br />Processos temporários: Processo de arranque/destruição da haste do pêlo, não destruindo a sua papila, permitindo que ao fim de algum tempo, naturalmente,  os pêlos voltem a surgir.<br />Processos ditos definitivos: Destinam-se à destruição da papila do pêlo e impedir o seu renascimento, mantendo a pele sempre suave. O processo que neste gabinete é utilizado, com elevados níveis de sucesso é o LASER Clínico.<br />
  22. 22. Depilação<br />A depilação consiste na extracção intencional de pêlos e/ou cabelos do corpo de forma definitiva ou temporária.<br />
  23. 23. Depilação temporária<br />Cera<br />Creme depilatório<br />Depilador eléctrico <br />
  24. 24. Depilação definitiva<br />Quanto à depilação definitiva, os dois únicos processos comprovadamente eficientes são a depilação a laser e a queima do pêlo por um processo denominado electrólise.<br />
  25. 25. Trabalho elaborado por:<br />Sofia Silva<br />Nº12<br />Cef3<br />

×