SISTEMA RESPIRATÓRIO
CONCEITO
A respiração é uma característica
básica dos os seres vivos,
essencialmente, consiste na absorção
pelo organismo ...
DIVISÃO
Condução – cuja função é a de levar o
ar inspirado até a porção respiratória
(pulmões) e conduzir o ar expirado,
a...
Subdivisão (anatômica)
Trato respiratório superior;
Trato respiratório inferior;
o trato respiratório superior que
consist...
Faringe tubo muscular associado
a dois sistemas (digestório e
respiratório), posterior à cavidade
nasal, bucal e à laringe...
Laringe – órgão tubular, faz parte da
via aérea e é também um órgão de
fonação, ou seja de produção de som.
Coloca-se ante...
Traquéia – estrutura cilindroide
constituída por uma série de anéis
cartilagíneos incompletos , em forma
de c, sobrepostos...
Pleura e pulmão – os pulmões direito
e esquerdo são os órgãos principais
da respiração, estão localizados na
caixa torácic...
Os pulmões são órgãos de forma
cônica apresentando um ápice superior,
uma base inferior e duas faces (costal,
em relação a...
Alvéolos – são pequenas estruturas
localizadas no final dos bronquíolos
aonde ocorre a hematose pulmonar.
Nos alvéolos ocorrem as
hematoses, processo em que os gases
se difundem de acordo com o gradiente
de concentração (do meio...
Diafragma
Principal musculo respiratório.
O gás carbônico é eliminado por
meio da expiração, efetuando o percurso
inverso ao da inspiração: alvéolos,
bronquíolos, b...
Na situação de contração do
diafragma (deslocando-se para baixo) e
relaxamento dos músculos intercostais
(expansão das cos...
Músculos inspiratórios – diafragma,
intercostais, escalenos e músculos
acessórios da insp. (peitoral maior ,
peitoral meno...
FIM
SIYSP: Iyengar Yoga - Sistema respiratório
SIYSP: Iyengar Yoga - Sistema respiratório
SIYSP: Iyengar Yoga - Sistema respiratório
SIYSP: Iyengar Yoga - Sistema respiratório
SIYSP: Iyengar Yoga - Sistema respiratório
SIYSP: Iyengar Yoga - Sistema respiratório
SIYSP: Iyengar Yoga - Sistema respiratório
SIYSP: Iyengar Yoga - Sistema respiratório
SIYSP: Iyengar Yoga - Sistema respiratório
SIYSP: Iyengar Yoga - Sistema respiratório
SIYSP: Iyengar Yoga - Sistema respiratório
SIYSP: Iyengar Yoga - Sistema respiratório
SIYSP: Iyengar Yoga - Sistema respiratório
SIYSP: Iyengar Yoga - Sistema respiratório
SIYSP: Iyengar Yoga - Sistema respiratório
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

SIYSP: Iyengar Yoga - Sistema respiratório

1.543 visualizações

Publicada em

Iyengar Yoga e o Sistema Respiratório

Publicada em: Saúde
0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.543
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
183
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
73
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

SIYSP: Iyengar Yoga - Sistema respiratório

  1. 1. SISTEMA RESPIRATÓRIO
  2. 2. CONCEITO A respiração é uma característica básica dos os seres vivos, essencialmente, consiste na absorção pelo organismo de oxigênio, e a eliminação de gás carbônico resultante de oxigenações celulares.
  3. 3. DIVISÃO Condução – cuja função é a de levar o ar inspirado até a porção respiratória (pulmões) e conduzir o ar expirado, assim eliminando o gás carbônico; Constituído por nariz (nariz externo e cavidade ou fossas nasais), faringe, laringe, traquéia, brônquios e bronquíolos. Respiração – pulmões (ductos alveolares e alvéolos) e pleura;
  4. 4. Subdivisão (anatômica) Trato respiratório superior; Trato respiratório inferior; o trato respiratório superior que consiste no nariz, faringe, laringe, parte superior da traqueia. O nariz se divide em nariz externo, cavidade nasal e seios paranasais. o trato resp. inferior é formado por parte inferior da traqueia, bronquíolos, brônquios, alvéolos e pulmões.
  5. 5. Faringe tubo muscular associado a dois sistemas (digestório e respiratório), posterior à cavidade nasal, bucal e à laringe. Trata-se de um canal que é comum para a passagem do alimento ingerido e do ar inspirado e, no seu trajeto, as vias seguidas pelo bolo alimentar e pela corrente aérea, se cruzam.
  6. 6. Laringe – órgão tubular, faz parte da via aérea e é também um órgão de fonação, ou seja de produção de som. Coloca-se anteriormente a faringe e é continuada pela traquéia.
  7. 7. Traquéia – estrutura cilindroide constituída por uma série de anéis cartilagíneos incompletos , em forma de c, sobrepostos e ligados entre si. Logo a traqueia no seu segmento se divide em dois brônquios principais e seguem para os pulmões direito e esquerdo.
  8. 8. Pleura e pulmão – os pulmões direito e esquerdo são os órgãos principais da respiração, estão localizados na caixa torácica e entre eles se encontra o mediastino ocupado pelo coração. Cada pulmão esta envolto por um saco seroso completamente fechado – a pleura.
  9. 9. Os pulmões são órgãos de forma cônica apresentando um ápice superior, uma base inferior e duas faces (costal, em relação as costelas e medial, em relação ao mediastino). A base descansa sobre o diafragma, musculo que separa internamente o tórax do abdome.
  10. 10. Alvéolos – são pequenas estruturas localizadas no final dos bronquíolos aonde ocorre a hematose pulmonar.
  11. 11. Nos alvéolos ocorrem as hematoses, processo em que os gases se difundem de acordo com o gradiente de concentração (do meio de maior concentração para o de menor concentração), ou seja: o maior teor de gás carbônico presente no sangue venoso se difunde dos capilares pulmonares para o interior dos alvéolos e o maior teor de oxigênio no interior dos alvéolos se difunde para os capilares pulmonares.
  12. 12. Diafragma Principal musculo respiratório.
  13. 13. O gás carbônico é eliminado por meio da expiração, efetuando o percurso inverso ao da inspiração: alvéolos, bronquíolos, brônquios, traqueia, laringe, faringe, cavidade nasal, narinas e meio externo. Todo esse processo ocorre em consequência ao movimento periódico da musculatura do diafragma e também de músculos que, interligados às costelas (músculos intercostais), harmonizam uma alteração do volume torácico.
  14. 14. Na situação de contração do diafragma (deslocando-se para baixo) e relaxamento dos músculos intercostais (expansão das costelas), a cavidade torácica tem seu volume aumentado, proporcionando uma baixa pressão no interior do pulmão, o que resulta na entrada de ar (rico em oxigênio); Na situação de relaxamento do diafragma (deslocamento para cima) e contração dos músculos intercostais (retração das costelas), a cavidade torácica tem seu volume diminuído, proporcionando uma alta pressão no interior do pulmão, resultando na saída de ar (rico em gás carbônico).
  15. 15. Músculos inspiratórios – diafragma, intercostais, escalenos e músculos acessórios da insp. (peitoral maior , peitoral menor , trapézio , serrátil anterior e o esternocleidomastoídeo). Músculos expiratórios – abdominais (reto abdominal , oblíquo interno , oblíquo externo e transverso).
  16. 16. FIM

×