SISTEMAS OPRACIONAIS <ul><li>ANDROID </li></ul><ul><li>Profº Anderson Favaro </li></ul>
Leonardo Silva Santos
Introdução <ul><li>Neste slide veremos informações sobre: </li></ul><ul><li>Origem </li></ul><ul><li>Versões </li></ul><ul...
Origem <ul><li>Em 2005 a Google compra a Android Inc.  </li></ul><ul><li>Em novembro de 2007 é formada a Open Handset Alli...
Origem <ul><li>A Google ao mesmo tempo do lançamento, disponibilizou ferramentas e tutoriais para auxiliar os desenvolvedo...
Versões do Android <ul><li>Versão 1.0 / 1.1 </li></ul><ul><li>Lançada em setembro de 2008.  </li></ul><ul><li>É a versão b...
Versão 1.5 ( Cupcake )  <ul><li>Lançada em abril de 2009.  </li></ul><ul><li>Grande refinamento do Sistema Operacional And...
Versão 1.5 ( Cupcake )  <ul><li>O HTC Dream é o primeiro aparelho no mercado a usar o Android 1.5 </li></ul>
Versão 1.6 (DONUT)  <ul><li>Lançada em setembro de 2009.  </li></ul><ul><li>Mudanças na interface do usuário melhorando a ...
Versão 1.6 (DONUT) <ul><li>O HTC Hero rodando versão 1.6 do Android, com a interface Sense da HTC é considerado o primeiro...
Versão 2.0 / 2.1 (Eclair)  <ul><li>Lançada em outubro de 2009.  </li></ul><ul><li>Grande melhoria no sistema operacional A...
Versão 2.0 / 2.1 (Eclair)
Versão 2.2 (Froyo “frozen yogurt”)  <ul><li>Lançada em maio de 2010.  </li></ul><ul><li>Suporte a Flash 10.1.  </li></ul><...
Versão 2.3/2.3.3 <ul><li>Lançada em dezembro de 2010 / fevereiro 2011 .  </li></ul><ul><li>Focada principalmente nas funci...
Versão 2.3/2.3.3 <ul><ul><li>Melhoria nas funções de copiar e colar </li></ul></ul><ul><ul><li>Teclado virtual Multi-touch...
Versão 2.3/2.3.3
Versão 3.0 (Honeycomb)   <ul><li>Lançada em fevereiro 2011 .  </li></ul><ul><li>Essa versão do Android destinada a Tablets...
Versão 3.0 (Honeycomb)   <ul><ul><li>Acesso as aplicações recentes a partir da “Barra do Sistema”, mostrando uma miniatura...
Versão 3.0 (Honeycomb)
A arquitetura do Android <ul><li>O Google geralmente se refere ao sistema operacional Android como uma  pilha de softwares...
A arquitetura do Android <ul><li>O próximo nível de software inclui as  bibliotecas  do Android. Você pode pensar em bibli...
A arquitetura do Android <ul><li>Uma máquina virtual é uma aplicação de software que se comporta como se fosse um disposit...
Android Brasil Projetos
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

10 android - leonardo

1.732 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Negócios
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.732
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
49
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

10 android - leonardo

  1. 1. SISTEMAS OPRACIONAIS <ul><li>ANDROID </li></ul><ul><li>Profº Anderson Favaro </li></ul>
  2. 2. Leonardo Silva Santos
  3. 3. Introdução <ul><li>Neste slide veremos informações sobre: </li></ul><ul><li>Origem </li></ul><ul><li>Versões </li></ul><ul><li>A arquitetura do Android </li></ul><ul><li>Segurança </li></ul><ul><li>Kernel </li></ul>
  4. 4. Origem <ul><li>Em 2005 a Google compra a Android Inc. </li></ul><ul><li>Em novembro de 2007 é formada a Open Handset Alliance com 65 membros, incluindo fabricantes de celulares, desenvolvedroes de software, empresas de telefonia e fabricantes de chips. O principal objetivo da Open Handset Alliance é: criar padrões livres para dispositivos móveis, e assim, reduzir as despesas com software. </li></ul><ul><li>Ainda em novembro de 2007 a Google, sob a Open Handset Alliance  anuncia o Android OS. O primeiro produto disponibilizado sob a Aliança em 2008 é o Android – um sistema operacional para dispositivos móveis . </li></ul>
  5. 5. Origem <ul><li>A Google ao mesmo tempo do lançamento, disponibilizou ferramentas e tutoriais para auxiliar os desenvolvedores na nova plataforma. Os arquivos de Ajuda (Help), o SDK (software development kit) e o Android OS são baseados em Java sendo executado em um kernel Linux. O sistema é leve e com vários recursos. A Google também disponibiliza o Android Market para os apps desenvolvidos. </li></ul><ul><li>Em 22 de outubro de 2008 o Android Market é apresentado aos usuários finais, tendo disponíveis aplicativos grátis e pagos. Em março de 2009 o Android Market tinha cerca de 2 mil apps. Em março de 2010 já havia cerca de 40 mil apps no Android Market. </li></ul>
  6. 6. Versões do Android <ul><li>Versão 1.0 / 1.1 </li></ul><ul><li>Lançada em setembro de 2008. </li></ul><ul><li>É a versão básica do sistema operacional. </li></ul><ul><li>O kit de desenvolvimento de software para a plataforma (SDK) é lançado junto como o OS. </li></ul><ul><li>É lançado o primeiro telefone comercial o G1 (também conhecido como HTC Dream), com funcionalidades como GPS, a 3.1 Mp câmera, e uma série de apps da Google (email, Maps, etc.) </li></ul>
  7. 7. Versão 1.5 ( Cupcake ) <ul><li>Lançada em abril de 2009. </li></ul><ul><li>Grande refinamento do Sistema Operacional Android. </li></ul><ul><li>Os principais elementos da interface com o usuário foram refinados. </li></ul><ul><li>Teclado virutal funciona na horizontal com suporte a dicionário do usuário. </li></ul><ul><li>A qualidade das ligações melhorou. </li></ul><ul><li>Melhor performance de aplicativos com câmera e GPS. </li></ul><ul><li>Criada a API de desenvolvimento (application programming interfece). </li></ul><ul><li>Incluídas novas funcionalidades: </li></ul><ul><ul><li>Novos Widgets: relógio analógico, calendário, music player,moldura para fotos. </li></ul></ul><ul><ul><li>Gravação de vídeo. </li></ul></ul><ul><ul><li>Bluetooth A2DP. </li></ul></ul><ul><ul><li>Conexão automática de bluetooth. </li></ul></ul><ul><ul><li>Upload de vídeos para Youtube e Picasa. </li></ul></ul><ul><ul><li>Funcionalidade de copiar/cortar. </li></ul></ul><ul><li>O HTC Dream é o primeiro aparelho no mercado a usar o Android 1.5 </li></ul>
  8. 8. Versão 1.5 ( Cupcake ) <ul><li>O HTC Dream é o primeiro aparelho no mercado a usar o Android 1.5 </li></ul>
  9. 9. Versão 1.6 (DONUT) <ul><li>Lançada em setembro de 2009. </li></ul><ul><li>Mudanças na interface do usuário melhorando a aparência. </li></ul><ul><li>Melhorias na API facilitam o desenvolvimento do Android para diferentes tipos de celular. </li></ul><ul><li>Nova funcionalidades: </li></ul><ul><ul><li>Novo Android Market para aplicativos. </li></ul></ul><ul><ul><li>Aplicativo integrado para câmera, câmera de vídio e galeria contando com selecção multípla. </li></ul></ul><ul><ul><li>Procura por voz. </li></ul></ul><ul><ul><li>Melhora considerável na função texto para fala. </li></ul></ul><ul><ul><li>Google Maps Navigation </li></ul></ul><ul><li>O HTC Hero rodando versão 1.6 do Android, com a interface Sense da HTC é considerado o primeiro “real competidor do iPhone”. </li></ul><ul><li>Motorola Devour e o Sony Xperia X10 são outros exemplos de aparelhos lançados com Android 1.6 . </li></ul>
  10. 10. Versão 1.6 (DONUT) <ul><li>O HTC Hero rodando versão 1.6 do Android, com a interface Sense da HTC é considerado o primeiro “real competidor do iPhone”. </li></ul><ul><li>Motorola Devour e o Sony Xperia X10 são outros exemplos de aparelhos lançados com Android 1.6 . </li></ul>
  11. 11. Versão 2.0 / 2.1 (Eclair) <ul><li>Lançada em outubro de 2009. </li></ul><ul><li>Grande melhoria no sistema operacional Android </li></ul><ul><li>Novas funcionalidades: </li></ul><ul><ul><li>Bluetooth 2.1. </li></ul></ul><ul><ul><li>Aceleração por hardware. </li></ul></ul><ul><ul><li>Suporte a múltiplas contas do Google </li></ul></ul><ul><ul><li>Mais opções de tamanho e resolução de tela. </li></ul></ul><ul><ul><li>Grandes melhorias na interface com o usuário. </li></ul></ul><ul><ul><li>Suporte ao Exchange. </li></ul></ul><ul><ul><li>Live wallpapers (papéis de parede animados). </li></ul></ul><ul><ul><li>Melhoria do teclado virtual. </li></ul></ul><ul><ul><li>Google Maps 3.1.2. </li></ul></ul><ul><li>A maioria da API teve seus pacotes atualizados. </li></ul>
  12. 12. Versão 2.0 / 2.1 (Eclair)
  13. 13. Versão 2.2 (Froyo “frozen yogurt”) <ul><li>Lançada em maio de 2010. </li></ul><ul><li>Suporte a Flash 10.1. </li></ul><ul><li>Processamenteo até 5x mais rápido. </li></ul><ul><li>Novas funcionalidades: </li></ul><ul><ul><li>Compartilhamento de wifi (hotspot) com suporte a até 8 aparelhos. </li></ul></ul><ul><ul><li>Melhoria na tela hoje (home screen). </li></ul></ul><ul><ul><li>Melhoria do suporte ao Exchange (inclusive Exchange 2010). </li></ul></ul><ul><ul><li>Melhoria da camera/video: melhors controles, uso do led para servir de flash contínuo na gravação de vídeos. </li></ul></ul><ul><ul><li>Teclado virtual com suporte a várias línguas. </li></ul></ul><ul><ul><li>Permite mover aplicativos para o cartão de memória. </li></ul></ul><ul><ul><li>Discagem por voz através do bluetooth </li></ul></ul>
  14. 14. Versão 2.3/2.3.3 <ul><li>Lançada em dezembro de 2010 / fevereiro 2011 . </li></ul><ul><li>Focada principalmente nas funcionalidaes do “core” do Android e nem tanto na interface com o usuário </li></ul><ul><li>Novas Funcionalidades: </li></ul><ul><ul><li>Atualização do design da inteface (usando a cor verde ao invés da laranja). </li></ul></ul><ul><ul><li>Suporte a telas bem grandes e resolução WXGA e maiores. </li></ul></ul><ul><ul><li>Suporte nativo a telefonia SIP VoIP. </li></ul></ul><ul><ul><li>Suporte a WebM/VP8 video, and AAC audio encoding. </li></ul></ul><ul><ul><li>Novos efeitos de áudio: como reverberação, equalização, fone de ouvido virtual e aumento de graves. </li></ul></ul><ul><ul><li>Suporte for ao Near Field Communication (NFC). </li></ul></ul><ul><ul><li>. </li></ul></ul>
  15. 15. Versão 2.3/2.3.3 <ul><ul><li>Melhoria nas funções de copiar e colar </li></ul></ul><ul><ul><li>Teclado virtual Multi-touch redesenhado. </li></ul></ul><ul><ul><li>Melhor suporte para desenvolvimento de jogos. </li></ul></ul><ul><ul><li>Suporte a novos sensores de movimento (gyroscope and barometer). </li></ul></ul><ul><ul><li>Gerenciador de Downloads. </li></ul></ul><ul><ul><li>Melhorias no gerenciamento de energia. </li></ul></ul><ul><ul><li>Melhoria na gerência de aplicativos. </li></ul></ul><ul><ul><li>Suporte a câmera frontal. </li></ul></ul><ul><ul><li>Video chat nativo. </li></ul></ul>
  16. 16. Versão 2.3/2.3.3
  17. 17. Versão 3.0 (Honeycomb) <ul><li>Lançada em fevereiro 2011 . </li></ul><ul><li>Essa versão do Android destinada a Tablets (pelo menos até o momento), teve seu código refeito “do zero” </li></ul><ul><li>Principais novidades </li></ul><ul><ul><li>Nova interface otimizada para dispositivos de tela grande. </li></ul></ul><ul><ul><li>Efeitos “3D” e “holográficos” na nova interface </li></ul></ul><ul><ul><li>Introdução da “Barra do Sistema” presente na parte de baixo da tela que permanece em todas as aplicações e home screen, possibilitando um acesso rápido a notificações, ao status do sistema e a introdução das teclas virtuais de navegação’. </li></ul></ul><ul><ul><li>“ Barra de Ação” que apresenta opções diferentes de acordo com a aplicação em execução. Ela está sempre presente na parte de cima da tela, mas sua funcionalidade depende do contexto. </li></ul></ul>
  18. 18. Versão 3.0 (Honeycomb) <ul><ul><li>Acesso as aplicações recentes a partir da “Barra do Sistema”, mostrando uma miniatura das aplicações. </li></ul></ul><ul><ul><li>Novo teclado virtual </li></ul></ul><ul><ul><li>Melhoria das funções de seleção de texto, copiar e colar </li></ul></ul><ul><ul><li>Novas funções de conectividade, como por exemplo suporte ao protocolo de transferência de media através das conexões USB </li></ul></ul><ul><ul><li>Melhora da interface e funcionalidades de alguns programas básicos, como o navegador, email, contatos, câmera e galeria. </li></ul></ul><ul><ul><li>O Honeycomb trouxe também diversas outras melhorias voltadas aos desenvolvedores, como suporte gráfico 3D e 2D, suporte a processadores duo core, etc </li></ul></ul>
  19. 19. Versão 3.0 (Honeycomb)
  20. 20. A arquitetura do Android <ul><li>O Google geralmente se refere ao sistema operacional Android como uma pilha de softwares . Cada camada da pilha agrupa vários programas que suportam funções específicas do sistema operacional. </li></ul><ul><li>A base da pilha é o kernel . O Google usou a versão 2.6 do Linux para construir o kernel do Android, o que inclui os programas de gerenciamento de memória, as configurações de segurança, o software de gerenciamento de energia e vários drivers de hardware. Drivers são programas que controlam dispositivos de hardware. Por exemplo, o HTC G1 tem uma câmera. O kernel do Android inclui um driver de câmera, que permite ao usuário enviar comando ao hardware da câmera. </li></ul>
  21. 21. A arquitetura do Android <ul><li>O próximo nível de software inclui as bibliotecas do Android. Você pode pensar em bibliotecas como um conjunto de instruções que dizem ao dispositivo como lidar com diferentes tipos de dados. Por exemplo, a biblioteca do framework de mídia suporta a reprodução e a gravação de vários formatos de áudio, vídeo e imagem. Outras bibliotecas incluem aceleração tridimensional (para dispositivos com acelerômetros) e um biblioteca de navegadores Web. </li></ul><ul><li>No mesmo nível da camada de bibliotecas, a camada de tempo de execução do Android inclui um conjunto de bibliotecas do núcleo Java - programadores de aplicações Android construíram suas aplicações em linguagem de programação Java . Ele também inclui a Máquina Virtual Dalvik (DVM). </li></ul>
  22. 22. A arquitetura do Android <ul><li>Uma máquina virtual é uma aplicação de software que se comporta como se fosse um dispositivo independente com seu próprio sistema operacional. Você podem rodar uma máquina virtual em um computador que opera com um sistema operacional completamente diferente do sistema </li></ul><ul><li>operacional da máquina física. Por exemplo: um computador Apple rodando Mac OS X pode ter uma máquina virtual rodando Windows Vista ou Ubuntu. O sistema operacional Android usa máquinas virtuais para rodar cada aplicação como seu próprio processo. Isso é importante por algumas razões. Primeiro, nenhuma aplicação é dependente de outra. Segundo, se uma aplicação para, ela não afeta quaisquer outras aplicações rodando no dispositivo. Terceiro, isso simplifica o gerenciamento de memória. </li></ul>
  23. 23. Android Brasil Projetos

×