Agroecológico Outubro 2012

269 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
269
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
15
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Agroecológico Outubro 2012

  1. 1. Informativo Técnico do Sindicato dos Trabalhadores em Assistência Técnica e Extensão Ruraldo Estado de Minas Gerais Ano 4 | Edição nº 25 | Outubro de 2012 www.sinter-mg.org.brAlcaçuz ou Glycyrrhiza GlabraFotografia da internet DESTAQUE Alcaçuz (Glycyrrhiza Glabra): conheça mais essa planta e saiba tudo o que ela pode oferecer. págs. 03 e 04 OUTRAS NOTÍCIAS 02 Bio Dicas: Conheça um pouco mais o Agrião e suas propriedades
  2. 2. Edição nº 25 | Outubro de 2012 | Ano 4 02 Editorial Bio Dicas Agrião | Nasturtium officinale R. Br. O alcaçuz é utilizado a vários séculos, e possui também um histórico e tanto: Nomes populares: agrião, agrião-d’água, agrião-da-europa, mastruço dos rios, saúde-do-corpo. “O valor medicinal do alcaçuz foi de- Família: ruciferaceae (Brassicaceae) C fendido por Alexandre Magno (356- Origem: Europa 323 a.C.). Se dizia que suas tropas Porte: Herbáceo mascavam raizes de alcaçuz antes das Parte utilizada: Folha e caule batalhas afim de obter energias para a luta, coisa que adquiriam graças a seu Indicação: Estimulante dos órgãos digestivos, cicatrizante, descon- efeito do açúcar no sangue e nas glân- gestionante nasal, antiinflamatório, diurético e vermífugo. Combate o dulas adrenais. Os soldados também raquitismo, a caspa e a queda de cabelo. a utilizava para aplacar a sede quando marchavam e se cria que os ajudavam a Modo de usar: Salada das folhas - Fricções das folhas no couro cabe- deixar de temer o medo durante as ba- ludo estimula a circulação, diminuindo a queda de cabelo. talhas”. Neste caso, percebe-se que o Suco das folhas e talos - 3 a 4 colheres de sopa por dia. conhecimento adquirido através da ob- servação se comprovou em pesquisas Decocção: Ferver por 3 minutos, em fogo moderado 3 a 5 folhas fres- atuais. Fato este, comum em muitos cas em uma xícara de água, beber 2 xícaras ao dia. casos da fitoterapia. O alcaçuz e suas substâncias é encontrado em muitos Curiosidades: Seus caules e folhas frescos são comestíveis e pos- produtos e é fonte de pesquisas. suem cheiro característico e sabor amargo, levemente picante. Pela grande quantidade de enxofre é especifico para o tratamento anti-cas- Também temos algumas informações pa sem produzir efeitos colaterais. Possui propriedades dissolventes sobre a importância de se ingerir o da nicotina combatendo seus efeitos no organismo. agrião, principalmente para os fuman- tes ativos e passivos, além de dar au- Pessoas com inflamações das vias urinárias e úlceras gástricas não xiliar no problema da caspa, a verdura devem usar. Crianças menores de 4 anos também não. Seu uso ainda ainda possui inúmeros outros benefí- não é recomendado para mulheres que estejam em período de gesta- cios. Por isso, se possível, coloque o ção e/ou lactação. agrião no seu cardápio. Cultivo: Propaga-se através de sementes ou mudas e prefere solos Chega de enrolação. úmidos e com muita matéria orgânica e clima ameno. Ao cultivar em solos secos, deve-se irrigar pelo menos PCSC e PDV JÁ!!! Antônio Domingues Fonte: TESKE, M.; Trentini, A, M, M 1995. Compéndio de Fitoterapia Herba- Diretor de Comunicação do Sinter-MG rium Laboratório Botânico Curitiba Pr. Manhuaçu | Célio Alexandre de O. Barros Juiz de Fora | Deyler Nelson Diretores de Base Maia Souto Viçosa | Luciano Saraiva Gonçalves de Souza Alfenas | Sávio Norte | Maria de Lourdes V. Leopoldo Centro | Afrânio Otávio Nogueira dos Reis Dutra Lavras | Júlio César Silva Pouso Alegre | Sérgio Bras Triângulo | Walter Lúcio de Brito Leste | Adilson Lopes Barros Zona Da Regina Mata | Margareth do Carmo C. Guimarães Sul | André Martins Ferreira Alto Paranaíba e Noroeste | Paulo César Thompson Conselho FiscalRua José de Alencar, 738 | Nova Suíça | Belo Horizonte/MG Ilka Alves Santana | Francisco Paiva de Rezende | Marlene daCEP 30480-500 | Telefax: 31 3334 3080 Representantes das Seções Sindicais Conceição A. Pereira | Noé de Oliveira Fernandes Filho | Reinaldowww.sinter-mg.org.br | conexao@sinter-mg.org.br Janaúba | Raimundo Mendes de Souza Júnior Januária | Renato Alves Bortone Lopes Montes Claros | Onias Guedes Batista Salinas | José dos ReisDIRETORIA COLEGIADA DO SINTER-MG Francisco da Rocha Barbacena | Tadeu César Gomes de Azevedo Belo Conexão sinterDiretor Geral | Carlos Augusto de Carvalho Diretor Secretário | Ronaldo Horizonte | Silmara Aparecida C. Campos Curvelo | Marcelino Teixeira Coordenação | Antônio Domingues Participação | Diretoria Sinter-MG |Vieira de Aquino Diretor de Administração e Finanças | Darci Roberti da Silva Divinópolis | Júlio César Maia Uberaba | Oeder Pedro Ferreira André Henriques Edição | Mauro Morais Diagramação | SomanyideasDiretor de Comunicação e Cultura | Antônio Domingues de Souza Uberlândia | Carlos Miguel Rodrigues Couto Patos De Minas | Dener Projeto Gráfico | Somanyideas Jornalista Responsável | Dante XavierDiretor De Assuntos Jurídicos | Pascoal Pereira de Almeida Diretor de Henrique de Castro Unaí | Dalila Moreira da Cunha Almenara | MG-13.092 Circulação | OnlineFormação Política e Sindical | Lúcio Passos Ferreira Diretor de Assuntos Ronilson Martins Nascimento Capelinha | Vilivaldo Alves da Rochade Agricultura Familiar e Reforma Agrária | Leni Alves de Souza Diretor Governador Valadares | Maurílio Andrade Dornelas Teófilo Otoni | Luiz Para sugestões, comentários e críticas sobre o Conexão Sinter-MGDe Assuntos Dos Aposentados | Elizabete Soares de Andrade Mário Leite Júnior Cataguases | Janya Aparecida de Paula Costa conexao@sinter-mg.org.br
  3. 3. Edição nº 25 | Outubro de 2012 | Ano 4 03Alcaçuz | Glycyrrhiza GlabraNa Grécia antiga, o alcaçuz usava-se para acalmar a A glicirrizina do alcaçuz estimula as cápsulas supra-re-tosse e aliviar indisposições do estômago; na China, nais a segregarem certos hormônios, reduz a inflama-pensa-se que promove a longevidade. Estudos moder- ção e aumenta os níveis de interferon, substância quenos mostram que esta planta estimula a imunidade, re- combate os vírus e é produzida pelo sistema imunitário.duz a inflamação e alivia o eczema. Outros componentes do alcaçuz são antioxidantes po- tentes que podem, além disso, imitar os efeitos dos es-Cultivada em alguns países do Sul da Europa, a planta trogênios no sangue. O ADG produz efeitos benéficosdo alcaçuz é um arbusto alto de flores azuladas. As suas no trato digestivo.propriedades medicinais residem na raiz, que contémglicirrizina. O alcaçuz é ainda fonte de muitas outras BENEFÍCIOS PRINCIPAIS:substâncias benéficas, incluindo os fitoestrogénios e osflavonóides. Existem à venda em cápsulas, comprimidos, O alcaçuz é útil nos problemas respiratórios porquetinturas e cremes para uso terapêutico. Possui um sabor combate os vírus que atacam o trato respiratório, ali-doce, razão por que é frequentemente combinada com via sintomas como a tosse e as dores de garganta eoutras plantas medicinais para lhes disfarçar o amargo. ajuda a tornar mais fluida a expectoração. O seu efeitoOutra forma, o alcaçuz deglicirrizinado (ADG), sofreu a sobre as glândulas supra-renais torna-o útil no tratamen-remoção da glicirrizina; vende-se em cápsulas ou em to da síndrome da fadiga crônica, da fibromialgia e debolachinhas mastigáveis. Os dois tipos de alcaçuz têm outros distúrbios afetados pelos níveis de cortisol — outilizações diferentes e provocam reações diferentes no principal hormônio supra-renal — no sangue. Pode ain-organismo. da tomar–se a planta em todos os casos que envolvam inflamação. É especialmente benéfica contra hepatites,Um dos mais largamente utilizados remédios vegetais, pois combate a inflamação do fígado e ataca o vírus queo alcaçuz possui uma longa história médica. Na década frequentemente desencadeia a doença.de 1970, foi um dos primeiros alimentos a ser investi-gado pelo programa alimentar experimental do Instituto A forma ADG não atua do mesmo modo que a raiz. ONacional do Cancro dos Estados Unidos. ADG promove a produção, pelo organismo, de subs- tâncias que revestem o esôfago e o estômago, prote-COMO ATUA O ALCAÇUZ: gendo-os dos efeitos corrosivos dos ácidos gástricos, sendo, portanto útil em casos de indigestão, úlceras eO alcaçuz deglicirrizinado (DGL) estimula a produção cólon irritável. Vários estudos mostraram que o ADGde um muco protetor favorece a cura das membranas era mais eficaz do que certos fármacos normalmentemucosas e combate os microrganismos que podem pro- prescritos para aliviar os sintomas das úlceras. Só atua,vocar úlceras na boca. porém, quando misturado com a saliva, razão por que a
  4. 4. Edição nº 25 | Outubro de 2012 | Ano 4 04forma de ADG em bolacha mastigável é preferível às Para eczema: Aplique creme sobre a área afetada trêscápsulas nos casos de problemas digestivos. As bola- a quatro vezes por dia.chas podem ainda ser úteis para acelerar o tratamentodas aftas. UTILIZAÇÃO:OUTROS BENEFÍCIOS: Os suplementos de raiz de alcaçuz podem tomar-se em qualquer altura do dia. Ao tomar ADG, mastigueO alcaçuz pode ser útil nos problemas menstruais e bem às bolachinhas cerca de 30 minutos antes dasda menopausa, pois possui propriedades estrogênicas refeições. Os balas são a forma mais eficaz para tratarmoderadas, podendo combinar-se com os receptores as dores de garganta.de estrogênios. Assim, quando há quantidades exces-sivas de estrogênios no organismo (como na síndrome A maioria das balas de alcaçuz é adoçada com óleo depré-menstrual), a glicirrizina bloqueia o seu acesso e anis. Mas, se fizer um consumo exagerado de balas oureduz os seus efeitos; quando o nível de estrogênio é de barras de alcaçuz puro, pode sofrer-se uma subidabaixo (como acontece depois da menopausa), ela atua da tensão arterial.como substituto, mais fraco, mas eficaz. Os cremes tó-picos de alcaçuz acalmam a irritação da pele causada Compre comprimidos de DGL mastigáveis em quepor situações como o eczema. o componente ácido glicirrízico tenha sido removido (este ácido pode provo-CURIOSIDADES: car retenção de líquidos “Cultivada em alguns países do e tensão arterial alta).Estudos laboratoriaispreliminares feitos em Sul da Europa, a planta do alcaçuz Tome um ou dois com- primidos de 380 mganimais sugerem um é um arbusto alto de flores azula- (deixe dissolver com-possível efeito antican- pletamente na boca)cerígeno do alcaçuz, das. As suas propriedades medici- três vezes por dia. Podeprincipalmente na pre- utilizar com a frequên-venção dos cancros nais residem na raiz, que contém cia que desejar e podedo cólon e da mama. A mesmo considerar aglicirrizina, seu principal glicirrizina”. toma de DGL a longocomponente, pode ser prazo (durante pelo me-a responsável por este nos três meses) se so-efeito, uma vez que aumenta a atividade do sistema frer de úlceras crônicas na boca.imunitário. Podem também estar envolvidos os fitoes-trogénios presentes na raiz, pelo menos no que respei- POSSÍVEIS EFEITOS SECUNDÁRIOS:ta ao combate ao cancro da mama. A raiz de alcaçuz faz subir a tensão, pelo que não de-Segundo um estudo recente, o alcaçuz pode ajudar vem exceder-se as doses recomendadas. Se precisara manter as artérias limpas, logo a prevenir a doença tomar alcaçuz durante mais de um mês, controle a suacardíaca. Os investigadores verificaram que a ingestão tensão arterial. As balas de alcaçuz puro aumentam adiária de 100 mg de raiz de alcaçuz era suficiente para tensão se tomados em excesso. O ADG não provocareduzir os danos do colesterol LDL (“mau”), grande aumento de tensão nem apresenta outros efeitos se-responsável pela formação de placa ateromatosa. cundários.DOSAGEM:Para estados inflamatórios, fadiga e outros distúrbios.Tomar extrato de raiz de alcaçuz três vezes por dia em Fonte: Site Vida e Qualidadecápsulas ou comprimidos de 200 mg (normalizadospara conter 22% de ácido glicirrizínico ou de glicirri- Disponível através do link:zina) ou o equivalente de extrato em líquido. Para a in-digestão e problemas relacionados. Mastigar de 2 a 4 http://vidadequalidade.org/o-que-e-o-alcacuz-e-bolachas de 380 mg de ADG três vezes por dia. -para-que-serve/

×