Informativo dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação do ES - 28 de dez/2012 a 02 de jan/2013 - Distribuição: Chocol...
Nossas Lutas e Conquist  Trabalhadores Definem Ações para 2013   Comemoração 1 de Maio                                   P...
tas em 2012                                                                        Sindicato                              ...
Vigilantes receberãoadicional de PericulosidadeO    Congresso Nacional deci-     diu revogar a Lei nº 7.369,de 20 de setem...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Jornal ATITUDE dezembro 2012

1.974 visualizações

Publicada em

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.974
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal ATITUDE dezembro 2012

  1. 1. Informativo dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação do ES - 28 de dez/2012 a 02 de jan/2013 - Distribuição: Chocolates Garoto À Nossa Grande Família Natal e ano novo são tradi- sas se apropriam desse termo sentido, a classe trabalhadora écionalmente momentos familia- para cooptar trabalhadores. em si, uma família. Família deres. O jogo é fazer crer que você trabalhadores é o que somos. E É tempo de olhar para trás faz parte da grande Família Garo- como família nos unimos, cadae fazer um balanço de nossos to, da Coca-Cola, da Sucos Mais, qual com sua força para construirdesafios enfrentados. De nossas da Ducoco, da Real Café e tantas no presente, o nosso futuro. Sim-vitórias alcançadas e daquilo que outras. Mas logo as contradições plesmente porque juntos somosficou para o ano vindouro. aparecem, por que entre família mais fortes. Por isso, agradece- Estar em família faz toda não deve haver exploração de mos a todos aqueles que ajuda-diferença. A ela recorremos nos mão de obra. Entre familiares ram a construir a luta deste anomomentos difíceis. não se vende a força de trabalho que passou e está pronto para o A verdadeira família jamais e nenhuma família abandona que virá em 2013.te abandona. Sempre é seu lu- os seus nos momentos difíceis, Nossos a gradecimentosgar de refúgio, de aconchego, como ocorre em muitas empresas àqueles que fazem parte dessade acolhimento, de confiança. quando se adoece ou se acidenta grande família de trabalhadores:Trata-se, portanto, de um pode- no local de trabalho. a família Sindialimentação.roso símbolo de união. Uma família reúne aqueles Infelizmente, muitas empre- cujos laços são comuns. Nesse A diretoria
  2. 2. Nossas Lutas e Conquist Trabalhadores Definem Ações para 2013 Comemoração 1 de Maio Protesto Bola Preta Linda coordena ação na porta da fábrica Protesto contra demissões Manifesto contra demissões de trabalhadores adoecidos Campanha Nos Reconhecer Faz Bem2012 foi ano de muita luta,fé e perseverança. Nossaluta por uma PLR dignafoi marcada por 6 grandesmanifestos e um intensoenfrentamento com aempresa. Na negociaçãodo acordo coletivo o Campanha do Acordo Coletivo - Nos Reconhecer Faz Bem Diretoria do sindicato na luta por uma PLR dignaesforço foi redobrado evaleu principalmente pelaconquista do 13º tíquete.Protestos, manifestações,encontros de formação,atuação junto aos demaissindicatos. Um ano detrabalho intenso, muitas vezeslonge de nossas famílias,mas que valeu pelo prazerde conquistarmos melhoriaspara os trabalhadores denossa categoria.Que venha Planejamento de lutas para 2013
  3. 3. tas em 2012 Sindicato cobra e empresa se compromete a resolver E m reunião com a em- Comemorando 25 anos de luta Assembleia Acordo Coletvo presa o sindicato cobrou soluções para a situação do setor do Armazém de matéria prima e insumos da fábrica I. A empresa está colocando o excedente de produto acabado que não cabe mais no Armazém ver- tical no meio dos corredo- res. O que acontece é que Seminário do Acordo Coletivo Protesto PLR X Aniversario Garoto esta área tem que estar li- vre para o trabalhador mo- vimentar com segurança a empilhadeira. Essa situação faz com que o trabalhador trabalho com dificuldade e redobrado. Sem aumentar o número de trabalhadores a empresa faz com que ele execute mais tarefas, pois para retirar das prateleiras Manifesto PLR - Vermelho de luta um produto solicitado, ele tem que tirar o que está no corretor, retirar o que precisa e recolocar o pro- duto acabado no corredor. Por causa dessa situação, o sindicato verificou que além de haver risco de acidentes, não é possível o acesso aos hidrantes bloqueados por caixas. A empresa garantiu que para na páscoa de 2013 esse problema não ocorrerá mais. A Nestlé ga- rantiu que já está fazendo estudos para modificar a logística de armazena- mento que existe hoje e o problema será resolvido. 3
  4. 4. Vigilantes receberãoadicional de PericulosidadeO Congresso Nacional deci- diu revogar a Lei nº 7.369,de 20 de setembro de 1985 e tuado em virtude de exposição permanente do trabalhador a: I - inflamáveis, explosivos ouconceder aos trabalhadores energia elétrica;da área de vigilância o direitoà receber adicional de pericu- II - roubos ou outras espécies de violência física nas atividades PLR terá isençãolosidade. A lei foi sancionadano dia 08 de dezembro pela profissionais de segurança pessoal ou patrimonial. de imposto atéPresidenta Dilma Roussef. Pelalei em seu artigo 193, são con- Esse é um justo reconheci- mento à atividade desses com- R$6 milsideradas atividades ou ope-rações perigosas, na forma daregulamentação aprovada panheiros e companheiras que colocam em constante risco sua segurança para proteger outras A Presidenta Dilma Roussef resolveu antecipar a decisão sobre a isenção do imposto sobre PLR. Atendendo aopelo Ministério do Trabalho e vidas. Parabéns à esta categoria pedido das centrais sindicais DilmaEmprego, aquelas que, por sua por esta importante conquista. realizou ainda em 2012 a reunião paranatureza ou métodos de tra- definição da alíquota. A preocupaçãobalho, impliquem risco acen- era garantir que a medida valesse já para as negociações de 2013. O go- verno divulgou nesta segunda-feira (24), isenção total do imposto de rendaMaria das Graças da Vitória Andreão é trabalhadora da Garoto desde 66. sobre valores de até R$ 6 mil recebidosPerdeu sua saúde nas linhas de produção e encontrou justiça nas ações desenvolvidas por nosso sindicato em defesa dos seus direitos. É mais pelos trabalhadores a título de parti- uma trabalhadora a quem se fez justiça. Através de sua luta junto ao cipação nos lucros e resultados (PLR) sindicato nossa companheira recuperou sua dignidade. das empresas. Para valores acima de R$6 mil a alíquota será escalonada. AtéEntrei na empresa também ação contra R$6 mil é isento. Entre R$6mil e R$9em 1966. Trabalhei o INSS porque corta- mil a alíquota é de 7,5%, de R$9 milno Artigo de Época. ram meu benefício a R$12 mil o trabalhador pagará 15%Sou do tempo em e na última semana de imposto. Entre R$12 mil e R$15milque o papai Noel era recebi todos os meus a taxa é de 22,5% e os valores supe-feito à mão. A veloci- atrasados. Essa vitória riores a R$15,001 serão tributados emdade era muito alta. foi importante. Esse 27,5%. A isenção passou a valer a partirQuando fui laminar os ovos dinheiro vai me ajudar a com- da publicação da medida provisóriana esteira grande foi quando prar um terreno para aproveitar publicada no diário oficial desta dessacomecei a adoecer. Meu braço minha aposentaria. Eu digo para quarta-feira (26). Para trabalhadoresdoía e inchava. Eu não me afas- os trabalhadores que estão en- com PLR superior a R$ 6 mil, as alíquo-tava porque ficava com medo. trando agora que o sindicato é tas vão incidir sobre a diferença emMas chegou ao ponto de ter muito importante pra defender relação à parcela isenta. A isenção é atéde fazer uma cirurgia. Aí não nossos direitos.. Sem o sindicato o limite de R$ 6 mil e o trabalhador pa-teve jeito, tive que me afastar. não temos nada, porque se você gará imposto apenas sobre a diferençaEu não sabia nada dos meus sair da Garoto sai com uma mão que receber. Somente será tributadodireitos. Só quando o sindicato na frente e outra atrás. Hoje, o que exceder o valor acordado. Parafalou da LER que eu vi. Já era se não fosse o sindicato, não se calcular o imposto devido, deve-setarde. A empresa me mandou tinha recebido nenhum desses descontar os valores excedentes porembora. O sindicato me rein- direitos. Peço a quem está aí faixa de tributação. No nosso caso dategrou ao trabalho. Voltei com dentro que seja sócio do sin- Garoto, quem recebe o teto que é de R$7800,00, terá isenção total sobre aa cabeça erguida. O sindicato dicato. Sejam mesmo, porque parcela R$ 6 mil e pagará 7,5% sobretambém entrou na justiça e vocês serão assistidos quando R$ 1,8 mil restantes.ganhou minha indenização e precisarem do sindicato, assimmeu auxílio-acidente. Ganhei como aconteceu comigo. Informativo dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação do ES Estrada Jerônimo Monteiro, 1732 - Vila Velha - ES - Telefone: 3339-5027 - E-mail: comunica.sindi@terra.com.br CoordenaDORA Geral do sindicato CoordenaDOR da Secretaria de comunicação BRASIL Linda Morais Elifas Medeiros ®

×