Apostila SURDOS DE MALAS PRONTAS

481 visualizações

Publicada em

Apostila SURDOS DE MALAS PRONTAS! Referente a PALESTRA REALIZADA POR FABIANE CARDOSO NO DIA 25/9/14 , NA 42ª ABAVEXPO

Publicada em: Negócios
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
481
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
29
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apostila SURDOS DE MALAS PRONTAS

  1. 1. APOSTILA REFERENTE Á PALESTRA
  2. 2. ÍNDICE LIBRAS 1) A Pergunta que todos fazem: A língua dos surdos é mímica?______________________________________05 2) O que é LIBRAS?_________________________________________________________________________06-07 3) É universal?_____________________________________________________________________________08-09 4) A LIBRAS “falada” no Brasil apresenta unidade?_______________________________________________10-11 5) A Língua de sinais tem gramática? ___________________________________________________________12 5.1) A Estrutura da Língua Brasileira de Sinais ____________________________________________________12-15 6)Configuração de mãos_____________________________________________________________________16 7)Alfabeto Manual em LIBRAS________________________________________________________________17 8)Números em LIBRAS_______________________________________________________________________18
  3. 3. A PESSOA SURDA 1) Como chama-los? ________________________________________________________________19-22 2) O surdo vive no silêncio Absoluto?___________________________________________________23-24 3) Características culturais da pessoa surda_______________________________________________25-26 4) O intérprete é a “voz” do surdo?______________________________________________________27 LIBRAS NA SUA MALA 1) Capacitação em LIBRAS. Quem Pode aprender? ________________________________________28 2) Pacotes de viagem como adaptar?___________________________________________________29 3) Intercâmbio Acadêmico é possível?__________________________________________________30 4) Dicas de livros, filmes, vídeos, teatros e sites __________________________________________31 5) Alfabetos Mundiais em sinais_______________________________________________________32-34
  4. 4. www.sinaldeacesso.com.br 4 DESPERTAR DO SILÊNCIO Shirley Vilhalva Sabe... Quantas vezes cheguei perto para falar e não consegui Quantas vezes meus olhos falaram e você nem ligou Quantas vezes minhas mãos chamaram e você nem se importou Minha vontade de contar coisas bonitas ia morrendo... Meus olhos iam se apagando... Minhas mãos iam silenciando... E eu me sentia só, num mundo que não era meu... Aos poucos fui nascendo novamente... Aceitando seu mundo... E descobrindo nele coisas maravilhosas: A existência do som, da palavra, das cores... Só não consegui identificar a sua voz. Aprendi que as folhas falam quando o vento sopra... Aprendi que a água canta quando cai... Sozinha, nunca liguei o ruído à fonte sonora, Só descobri tudo isso quando alguém me contou... Que maravilha! Mas...Sinto muito por quem: – nunca teve tempo...– nunca olhou para uma criança para ver algo diferente... – não percebe que ela precisa: – da sua atenção,– da sua palavra,– da sua compreensão e do seu AMoR.
  5. 5. www.sinaldeacesso.com.br 5 1 ) A pergunta que todos fazem : A língua dos surdos é MÍMICA ? NÃO !! A mímica ou pantomimas tem muitas possibilidades, variando de indivíduo para outro. O que quer dizer que cada Um pode fazer a SUA mímica ou pantomima. Lembrando que CADA UM pode ser do seu grupo de amigos ou outro qualquer. Enquanto a LIBRAS possui apenas uma variedade, ou seja, a variedade legitimada e convencionada pelo grupo de usuários. Outra diferença é que as pantomimas ou mímicas tentam representar o objeto tal como existe na realidade, são muito mais detalhistas comparadas a LIBRAS e também levam muito mais tempo para sua realização. A Pantomima quer fazer com que você veja o “objeto”, enquanto os sinais em LIBRAS quer que você veja o SIMBOLO convencionado para esse objeto. Então LIBRAS não é MÍMICA uma vez que a Língua de sinais tem todas as características linguísticas de qualquer língua humana natural. LIBRAS
  6. 6. www.sinaldeacesso.com.br 6 2 ) O QUE É LIBRAS ?  LIBRAS é a abreviatura de Língua Brasileira de Sinais  Quem á Definiu como Língua : A Federação Nacional de Educação e Integração de Surdos – FENEIS define a Língua Brasileira de Sinais – Libras como: a língua dos Surdos brasileiros ( usuários da LIBRAS)  A Lei nº 10.436 de 24 de Abril de 2002 : Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) foi reconhecida oficialmente como língua das comunidades surdas em nosso país, na lei nº 10.436 de 24 de Abril de 2002. Posteriormente foi regulamentada no Decreto lei nº 5.626 de 22 de Dezembro de 2005 , que aborda a importância de incluir a LIBRAS no currículo de formação de professores, como disciplina nas demais licenciaturas, na oferta de intérpretes de LIBRAS, no acesso á educação bilíngue aos alunos surdos na Educação Básica (LIBRAS- Português)sendo o ensino da língua portuguesa como segunda língua.
  7. 7. www.sinaldeacesso.com.br 7 INES: O Instituto Nacional de Educação para surdos foi a primeira escola para surdos no Brasil. Regulamento Dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais - Libras e dá outras providências. Art. 1o É reconhecida como meio legal de comunicação e expressão a Língua Brasileira de Sinais - Libras e outros recursos de expressão a ela associados. Parágrafo único. Entende-se como Língua Brasileira de Sinais - Libras a forma de comunicação e expressão, em que o sistema lingüístico de natureza visual-motora, com estrutura gramatical própria, constituem um sistema lingüístico de transmissão de idéias e fatos, oriundos de comunidades de pessoas surdas do Brasil. Art. 2o Deve ser garantido, por parte do poder público em geral e empresas concessionárias de serviços públicos, formas institucionalizadas de apoiar o uso e difusão da Língua Brasileira de Sinais - Libras como meio de comunicação objetiva e de utilização corrente das comunidades surdas do Brasil.
  8. 8. www.sinaldeacesso.com.br 8 3 ) É UNIVERSAL? NÃO! Uma vez que essa universalidade esta ancorada na ideia de que toda língua de sinais é um “código” simplificado apreendido e transmitido aos surdos de forma geral, é muito comum pensar que todos os surdos falam a mesma língua em qualquer lugar do mundo. Então com a língua de sinais não é diferente: nos Estados Unidos , os surdos “falam” a língua americana de sinais ASL (American Sign Language) ; na França, a língua francesa de sinais a LSF ( langue des signes française) e assim em todos os países. E no Brasil os surdos “falam” a LIBRAS língua Brasileira de sinais. Por exemplo a palavra mãe em diferentes língua de sinais:
  9. 9. www.sinaldeacesso.com.br 9 Em qualquer lugar em que haja surdos interagindo, haverá línguas de sinais. Podemos dizer que o que é universal é o impulso dos indivíduos para a comunicação e no caso dos surdos, esse impulso é sinalizado. A língua dos surdos NÃO que pode ser considerada universal, dado que não funciona como um “decalque” ou “rótulo” que passa a ser colado e utilizado por todos os surdos de todas as sociedades de maneira uniforme e sem influências de uso. Na pergunta sobre universalidade, está também implícita uma tendência a simplificar a riqueza linguística, sugerindo que talvez para os surdos fosse mais fácil se todos usassem uma língua única, uniforme. O paralelo é inevitável: e no caso de nossa língua oral, essa perspectiva se mantém? Mesmo que do ponto de vista prático, tal uniformidade fosse desejável, seria possível a existência, nos cinco continentes, de uma língua que , além de única, permanecesse sempre a mesma?
  10. 10. www.sinaldeacesso.com.br 10 4) A LIBRAS “ falada” no Brasil apresenta uma UNIDADE? Libras é a mesma para todos os surdos sinalizados do Brasil? NÃO! Porque em todas as línguas humanas, há variedade e diversidades. A língua Portuguesa é uma unidade que se constitui de muitas variedades. Portanto, dizer que todos os brasileiros falam o mesmo português é uma inverdade, na mesma proporção em que é inverdade dizer que TODOS OS SURDOS usam a MESMA LIBRAS. Afirmar essa unidade é negar a variedade das línguas, quando de fato nenhuma língua é uniforme, homogênea. A variação pode ocorrer nos níveis fonológicos (pronuncia), morfológico (palavras) e sintático (sentenças) e estão ligadas aos fatores sociais de idade, gênero, raça, educação e situação geográfica. Assim, os surdos adultos e adolescentes variam em seus sinais, da mesma forma que os surdos cearenses, paraenses, cariocas, paulistas...Quem já não viu alguém dizer “esses sinais são do tempo dos avós!” ou ainda , “ naquele lugar se fala diferente”
  11. 11. www.sinaldeacesso.com.br 11 Esse tema é importante porque, em algumas situações, alguns sinalizadores da língua resistem em aceitar a diversidade e acabam dizendo algo como “ esse sinal é errado” ou “ esse sinal não existe”, quando de fato se trata de variantes da língua. Então a língua de sinais, ao passar literalmente, “ de mão em mão”, adquire novos “ sotaques”, empresta e incorpora novos sinais, mescla-se com outras línguas em contato, adquire novas roupagens. O fenômeno da variação e da diversidade está presente em todas as línguas vivas, em movimento. É justamente nas práticas sociais de uso da linguagem entre surdo/ surdo e surdo/ ouvinte que é possível enxergar o multilinguismo (variedades desprestigiadas em sinais, em português, em combinação de modalidades), as marcas da heterogeneidade ou seja as várias LÍNGUAS EM LIBRAS.
  12. 12. www.sinaldeacesso.com.br 12 5) A Língua de sinais tem GRAMÁTICA? Sim, possui. 5.1 ) A ESTRUTURA DA LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS Para se comunicar em LIBRAS é preciso utilizar três recursos além de cinco parâmetros complementares. Os três Recursos são: 1) Datilologia : É o ato de soletrar palavras usando o Alfabeto manual ou números. 2) Sinais: que formam as palavras. ..
  13. 13. www.sinaldeacesso.com.br 13 3) Sinais soletrados e Soletração Rítmica: Expressar palavras emprestadas do português e incorporada nas LIBRAS. Normalmente eles são soletrados com uma velocidade diferenciada. Exemplo: Bar, Mal, Nunca, Pizza Cinco parâmetros a) Configurações das mãos: São 60 ou mais posições específicas usadas para fazer vários sinais. b) Ponto de Articulação: que é o “espaço em frente ao corpo ou uma região do próprio corpo, onde os sinais são articulados. Esses sinais articulados no espaço são de dois tipos, os que articulam no espaço neutro diante do corpo e os que se aproximam de uma determinada região do corpo, como a cabeça, a cintura e os ombros . Exemplo: médico, casa,amigo. c) Movimento: O movimento que as mãos descrevem no espaço ou sobre o corpo pode ser em linhas retas, curvas, sinuosas ou circulares em várias direções e posições
  14. 14. www.sinaldeacesso.com.br 14 d) Orientação “é a direção da palma da mão durante o sinal: voltada para cima, para baixo, para o corpo, para frente, para a esquerda ou para a direita. Pode haver mudança na orientação durante a execução do movimento”
  15. 15. www.sinaldeacesso.com.br 15 O QUINTO PARÂMETRO: EXPRESSÕES FACIAIS Expressões faciais: a expressão facial e/ou corporal traduz sentimentos e dando mais sentido ao enunciado e em muitos casos determina o significado do sinal. Podem expressar as diferenças entre sentenças afirmativas, interrogativas, exclamativas e negativas. Exemplos : os sinais ALEGRE . TRISTE . MAGR@, GORD@ , TÉDI@
  16. 16. www.sinaldeacesso.com.br 16 6)CONFIGURAÇÕES DE MÃOS Assim como todas as línguas a Libras tem seu léxico criado a partir de unidades mínimas que junto a outros parâmetros formam o sinal (vocábulo), estas unidades mínimas denominamos de CONFIGURAÇÕES DE MÃOS, ou seja, são as formas utilizadas para formação de sinais.
  17. 17. www.sinaldeacesso.com.br 17 7)ALFABETO MANUAL ------LIBRAS Através de algumas dessas configurações de mãos é Possível representar o alfabeto de outras línguas orais como a língua portuguesa, por exemplo:
  18. 18. www.sinaldeacesso.com.br 18 8)Números em LIBRAS
  19. 19. www.sinaldeacesso.com.br 19 1) COMO CHAMÁ-LOS? A maioria dos ouvintes desconhece a carga semântica que os termos mudo, surdo-mudo e deficiente auditivo evocam. A PESSOA SURDA
  20. 20. www.sinaldeacesso.com.br 20 SURDO OU PESSOA SURDA É O CORRETO “ Eu achava que “deficiente auditivo” era menos ofensivo ou pejorativo do que “surdo” ...mas, na convivência com os próprios surdos, fui aprendendo que eles preferem mesmo é serem chamados de SURDOS e uns ficam até irritados quando são chamados de deficientes.” ( aluno ouvinte sobre como chamar os surdos) “ Essa história de dizer que surdo não fala, que é MUDO ,está ERRADA. Eu sou contra o termo surdo-mudo e deficiente auditivo porque tem preconceito...Vocês sabem quem inventou o termo deficiente auditivo? Os médicos! Eu não estou aqui só para vocês aprenderem a LIBRAS, eu estou aqui também para explicar como é a vida do surdo, da cultura, da nossa identidade...(professora surda)” Portanto “Surdo –mudo”, “mudo “ou “mudinho” são termos pejorativos, considerados pelos surdos como uma ofensa, o correto é SURDO ou PESSOA SURDA.
  21. 21. www.sinaldeacesso.com.br 21 Em linguística, Semântica estuda o significado e a interpretação do significado de uma palavra, de um signo, de uma frase ou de uma expressão em um determinado contexto. Nesse campo de estudo se analisa, também, as mudanças de sentido que ocorrem nas formas linguísticas devido a alguns fatores, tais como tempo e espaço geográfico.
  22. 22. www.sinaldeacesso.com.br 22 2) O SURDO VIVE NO SILÊNCIO ABSOLUTO? NÃO. Muitos ouvintes têm a crença de que estar em um contexto de surdos é entrar em um contexto silencioso. Isso se dá porque a concepção de língua está, do ponto de vista dos ouvintes, culturalmente conjugada ao som, afinal, como me dizem alguns ouvintes : “ surdos falam com as mãos e as mãos não fazem barulho, não emitem som...” Para a cultura surda o barulho e o silêncio adquirem novas versões. Na cultura surda, o barulho / som tem outros significados é o caso da luz que ascende quando a campainha toca em sua casa, a VIBRAÇÃO do despertador / celular , ruídos percebidos através dos aparelhos auditivos (AASI)... Como se pode ver, não há desvantagem na surdez quando se fala em comunicação e em linguagem, visto que não é a MODALIDADE da língua que define se estamos em silêncio ou não.
  23. 23. www.sinaldeacesso.com.br 23 Os surdos dançam, apreciam e ouvem música a seu modo, têm sensações de barulho, constroem seus mundos e suas subjetividades na e através da língua de sinais, enfim, concebem e redefinem seu mundo através da VISÃO. Então é uma CRENÇA equivocada pensar que a língua de sinais dos surdos é uma língua desprovida de barulho ou silêncio, ou que os surdos vivem no total silêncio.
  24. 24. www.sinaldeacesso.com.br 24 3) Os surdo têm características culturais que os definem? a) VISUAL b) CC (closed caption) c) INTÉRPRETE d) CARROS COM ADESIVOS e) VIBRAÇÃO f) #s LÍNGUAS (LIBRAS) g) Sinal Pessoal 3) CARACTERÍSTICAS CULTURAIS DA PESSOA SURDA
  25. 25. www.sinaldeacesso.com.br 25 Os surdos têm características culturais que marcam seu jeito de ver, sentir e se relacionar com o mundo, e a cultura do povo surdo é VISUAL, ela traduz-se de forma visual. Mas não se pode criar o mito de que o surdo não compartilha de outras culturas como, por exemplo das culturas ouvinte A cultura surda através do reconhecimento de suas identidades, suas histórias, suas subjetividades, suas línguas, valorização de suas formas de viver e de se relacionar.
  26. 26. www.sinaldeacesso.com.br 26 4) O INTÉRPRETE É A “VOZ” DO SURDO? NÃO, O intérprete tem sim uma IMPORTÂNCIA VALIOSA nas interações entre surdos e ouvintes. O que cria uma certa confusão é pelo fato de alguns ouvintes (que não sabem LIBRAS) acreditarem que para se comunicarem com os surdos precisa sempre do intérprete. Não! Os surdos podem e devem se comunicar com os ouvintes de forma como acharem necessário. Lembrem-se surdos fazem leitura labial. O intérprete se faz necessário nas faculdades, escolas, cursos, palestras, reuniões, ou seja, quando pretende passar informações para algum aprendizado específico.
  27. 27. www.sinaldeacesso.com.br 27 1) CAPACITAÇÃO EM LIBRAS A) QUEM PODE APRENDER? Todas as pessoas, de qualquer idade, profissão e que desejarem aprender outra Língua. LIBRAS NA MALA TURISMO
  28. 28. www.sinaldeacesso.com.br 28 2) PACOTES DE VIAGEN: COMO ADPATAR VISUAL Palavras com imagens Sinais de Libras junto com a imagem também é interessante
  29. 29. www.sinaldeacesso.com.br 29 3) INTERCÂMBIO ACADÊMICO É POSSÍVEL? SIM! Os surdos também tem vontade de aprender a falar outros idiomas, a estudarem em um país diferente, podem fazer faculdade, pós graduação, cursos de aperfeiçoamento entre outros. Exemplo : FACULDADE GALLAUDET nos Estados Unidos E o INSTITUTO DE JOVENS SURDOS DE PARIS na França
  30. 30. www.sinaldeacesso.com.br 30 4) DICAS DE LIVROS, FILMES, VIDEOS, TEATROS, SITES.... www.ines.gov.br www.feneis.com.br http://ceallp.org.br/ Editora ARARA AZUL www.araraazul.com.br
  31. 31. www.sinaldeacesso.com.br 31 5) ALFABETOS MUNDIAIS
  32. 32. www.sinaldeacesso.com.br 32
  33. 33. www.sinaldeacesso.com.br 33
  34. 34. www.sinaldeacesso.com.br 34
  35. 35. www.sinaldeacesso.com.br 35 Psicóloga e Intérprete de Libras para a pessoa surda Palestrante na área de assuntos referentes à pessoa surda fabiane@sinaldeacesso.com.br Fabiane Cardoso
  36. 36. www.sinaldeacesso.com.br 36

×