DOCUMENTO:                                               TÍTULO:                              PQSL - 001                  ...
DOCUMENTO:                                               TÍTULO:                              PQSL - 001                  ...
DOCUMENTO:                                               TÍTULO:                             PQSL - 001                   ...
DOCUMENTO:                                               TÍTULO:                              PQSL - 001                  ...
DOCUMENTO:                                              TÍTULO:                              PQSL - 001                   ...
DOCUMENTO:                                                TÍTULO:                          PQSL - 001                     ...
DOCUMENTO:                                        TÍTULO:                         PQSL - 001                              ...
DOCUMENTO:                                        TÍTULO:                               PQSL - 001                        ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Pqsl 001 checkout equipamentos e spare parts rev08

314 visualizações

Publicada em

asdasdasd

Publicada em: Negócios, Diversão e humor
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
314
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pqsl 001 checkout equipamentos e spare parts rev08

  1. 1. DOCUMENTO: TÍTULO: PQSL - 001 DATA: PROCEDIMENTO PARA CHECKOUT DE 15/10/2010 EQUIPAMENTOS E PEÇAS REVISÃO: FOLHA: 008 1 de 8 DESCRIÇÃO:1. – Objetivo:Definir a sistemática para Check-out de equipamentos e peças.2. – Alcance:Exclusivamente para colaboradores da área de Check-out.3. – Definição:BOX  Formação de um lote virtual de peças ou equipamentos, através do sistema FREESO,podendo ser constituído por um ou mais módulos, porém de mesmo status e do mesmo cliente(CNPJ). O sistema atribui um numero seqüencial de controle para o mesmo, que é enviadoautomaticamente para o sistema fiscal imprimir as NFs de devolução.Check-out  Processo que prepara os equipamentos ou peças para serem expedidos.FREESO  Sistema de tracking (rastreabilidade) e controle físico das peças e equipamentos enviadospara reparo.4. – Documentação de referência:Manual Departamental de Serviços Logísticos MQSL-001.5. – Responsabilidade5.1 – É de responsabilidade do setor de Serviços Logísticos, o Check-out de equipamentos e peças.6. – Nível de Revisão:Revisão 002 – Inclusão da instrução para checkout de spare part e alteração do elaboradorWellington Mulato para Alex Eigi e do revisor Alex Eigi para Leandro Faria.Revisão 003 – Sistema OSFREE substituído pelo sistema FREESO e revisão das atividades sobresponsabilidade do setor de check-out.Revisão 004 – Incluída instrução para uso do sistema RAS (HP).Revisão 005 – Detalhamento do uso do sistema FREESO através de ilustrações e inclusão dainstrução para registro de PID. As peças GOOD e os equipamentos passam primeiro pelo setor deembalagem para depois serem encaminhados ao check-out.Revisão 006 – Inclusão de instruções para tratamento de produtos RoHS.Revisão 007 – Atualização do Sistema Freeso.Revisão 008 – Atualização no modo check-out spare parts e adição do modulo de impressão deetiqueta. ELABORADO: REVISADO: APROVADO: Wellington Marques Wellington Lima Rafael Rolim
  2. 2. DOCUMENTO: TÍTULO: PQSL - 001 DATA: PROCEDIMENTO PARA CHECKOUT DE 15/10/2010 EQUIPAMENTOS E PEÇAS REVISÃO: FOLHA: 008 2 de 8 DESCRIÇÃO:7. – Check-out spare parts BAD.7.1.1 – Retirar a peça do pallet, conferir a TAG (Serial Number e Part Number) com a peça.7.1.2 – Separar a Tag da peça e enviar a peça junto com a Tag Unisys para o setor de embalagem.7.1.3 – Montar um box para as peças conforme item 10.1 deste procedimento.7.2 – Aplicável para spare parts – clientes sem contrato e equipamentos.Para spare parts – clientes sem contrato e equipamentos, a saída no módulo de laboratório não é deresponsabilidade do setor de check-out.Proceder conforme item 10.2 deste procedimento.8. – Check-out spare parts GOOD.8.1.1 – Retirar a peça do pallet, conferir a TAG (Serial Number e Part Number) com a peça.NOTA: Para spare parts DELL gerar uma etiqueta (DL) antes da montagem do box.8.1.2 – As Spare Parts GOOD serão disponibilizados diretamente pelo Setor de Embalagem.8.1.3 – Montar um box para as peças conforme item 10.1 deste procedimento.8.4 – Aplicável para spare parts – clientes sem contrato e equipamentos.Para spare parts – clientes sem contrato e equipamentos, a saída no módulo de laboratório não é deresponsabilidade do setor de check-out.Proceder conforme item 10.2 deste procedimento.9 – Check-out equipamentos.9.1.1 – Retirar o equipamento do armário, conferir a TAG (Serial Number e Part Number) com oequipamento.9.1.2 – Acessar no FreeSO o campo laboratório > Diagnostico. ELABORADO: REVISADO: APROVADO: Wellington Marques Wellington Lima Rafael Rolim
  3. 3. DOCUMENTO: TÍTULO: PQSL - 001 DATA: PROCEDIMENTO PARA CHECKOUT DE 15/10/2010 EQUIPAMENTOS E PEÇAS REVISÃO: FOLHA: 008 3 de 8 DESCRIÇÃO:9.1.3 – Adicionar a OS e atualizar com os dados reportados na TAG.9.1.4 – Depois de atualizado acessar no FreeSO o campo Laboratório > Reparo.9.1.5 – Adicionar a OS e atualizar os campos de acordo com o reparo executado e o status final dapeça.9.1.6 – Após concluído os passos acima seguir para o item 10.2.10 – Montagem de BOX10.1 – Aplicável para spare parts – clientes com contrato (HP – DELL – Scopus).10.1.1 – Acessar o módulo FREESaída do sistema FREESO e clicar em “FreeSaida_Spare”. ELABORADO: REVISADO: APROVADO: Wellington Marques Wellington Lima Rafael Rolim
  4. 4. DOCUMENTO: TÍTULO: PQSL - 001 DATA: PROCEDIMENTO PARA CHECKOUT DE 15/10/2010 EQUIPAMENTOS E PEÇAS REVISÃO: FOLHA: 008 4 de 8 DESCRIÇÃO:10.1.2 – Selecione o Status do BOX que deseja montar. O sistema não permite montar um mesmoBOX para peças GOOD e para peças BAD e incluir peças GOOD em um BOX BAD ou vice-versa.10.1.3 – Selecione o processo, ou seja, o código do cliente. Se a peça for, por exemplo da HP, e forselecionado o processo “DEL”, o sistema não permitira a gravação dos dados.10.1.4 – Informe o numero da OS no respectivo campo e clique em Incluir. Repita a operação casoseja necessário a inclusão de mais peças. ELABORADO: REVISADO: APROVADO: Wellington Marques Wellington Lima Rafael Rolim
  5. 5. DOCUMENTO: TÍTULO: PQSL - 001 DATA: PROCEDIMENTO PARA CHECKOUT DE 15/10/2010 EQUIPAMENTOS E PEÇAS REVISÃO: FOLHA: 008 5 de 8 DESCRIÇÃO:10.1.5 – Depois de incluir todas as peças no BOX, como no exemplo acima, clicar em Salvar.10.1.6 – Ao salvar as informações, o sistema atribuirá um número para o BOX. Este numero seráenviado automaticamente para o sistema fiscal e, através dele, o usuário fará a impressão da NotaFiscal.Nota: Não misturar produtos Lead Free com Produtos Tin Lead em um mesmo BOX.10.2 – Aplicável para spare parts – clientes sem contrato e equipamentos.10.2.1 – Acessar o módulo FREESaída do sistema FREESO e clicar em “FreeSaida_Eqto”. ELABORADO: REVISADO: APROVADO: Wellington Marques Wellington Lima Rafael Rolim
  6. 6. DOCUMENTO: TÍTULO: PQSL - 001 DATA: PROCEDIMENTO PARA CHECKOUT DE 15/10/2010 EQUIPAMENTOS E PEÇAS REVISÃO: FOLHA: 008 6 de 8 DESCRIÇÃO:10.2.2 – Selecione o Status do BOX que deseja montar. O sistema não permite montar um mesmoBOX para equipamentos GOOD e para equipamentos BAD e incluir equipamentos GOOD em um BOXBAD ou vice-versa.10.2.3 – Informe o numero da OS no respectivo campo e clique em Incluir. Repita a operação casoseja necessário a inclusão de mais peças.Como será impresso uma Nota Fiscal para cada BOX, não é permitido incluir peças de diferentesclientes no mesmo BOX.10.2.4 – Imprimir 2 (dois) packing lists das Spare Parts ou dos Equipamentos que estão dentro“BOX”.- 1 (uma) via para o Setor Fiscal anexar junto à Nota Fiscal.- 1 (uma) via para a expedição fazer a conferência com o lote físico.10.4 – Encaminhar as peças e equipamentos para o setor de expedição.11 – Empilhamento de monitores. ELABORADO: REVISADO: APROVADO: Wellington Marques Wellington Lima Rafael Rolim
  7. 7. DOCUMENTO: TÍTULO: PQSL - 001 DATA: PROCEDIMENTO PARA CHECKOUT DE 15/10/2010 EQUIPAMENTOS E PEÇAS REVISÃO: FOLHA: 008 7 de 8 DESCRIÇÃO: Após montado o BOX, coloque o monitor no pallet, certificando-se que o empilhamento das caixas não ultrapasse os limites laterais do pallet. Prenda as caixas com a cinta elástica na parte superior do pallet conforme foto.Nota 1: Não empilhar no pallet produtos Lead Free com produtos Tin Lead.Nota 2: Os pallets contendo produtos Lead Free deverão ser colocados emárea demarcada de verde. Amarração do Pallet Obedecer a Tabela de Empilhamento (Anexo I).Anexo I ELABORADO: REVISADO: APROVADO: Wellington Marques Wellington Lima Rafael Rolim
  8. 8. DOCUMENTO: TÍTULO: PQSL - 001 DATA: PROCEDIMENTO PARA CHECKOUT DE 15/10/2010 EQUIPAMENTOS E PEÇAS REVISÃO: FOLHA: 008 8 de 8 DESCRIÇÃO: Empilhamento em Pallets. Empilhamento Fabricante Produto Polegadas Contêiner Máximo 14" / 15" não aplicado 12 Caixas Monitor 17" / 19" / 21" não aplicado 06 Caixas Compaq / HP Notebook não aplicado não aplicado 50 Caixas 14" / 15" não aplicado 16 Caixas Dell 17" não aplicado 12 Caixas Monitor 19" / 20" não aplicado 06 Caixas Sun Monitor 17" / 21" não aplicado 06 Caixas 14" / 15" não aplicado 16 Caixas Monitor 17" não aplicado 12 Caixas Apple Notebook não aplicado não aplicado 50 Caixas Gradiente DVD não aplicado não aplicado 50 Caixas ELABORADO: REVISADO: APROVADO:Wellington Marques Wellington Lima Rafael Rolim

×