Bullying

522 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
522
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Bullying

  1. 1. Bullying é um termo da língua inglesa ( bully = “ valentão”) que se refere a todas as formas de atitudes agressivas, verbais ou físicas, intencionais e repetitivas, que ocorrem sem motivação evidente e são exercidos por um ou mais indivíduos, causando dor e angústia, com o objetivo de intimidar ou agredir outra pessoa sem ter a responsabilidade ou capacidade de se defender, sendo realizadas dentro de uma relação desigual de forças ou poder. Na língua portuguesa, os termos utilizados para referir-se ao Bullying são maus tratos entre pares ou vitimização entre partes.
  2. 2. FORMAS  Bullying Direto: É aquele em que o bullie ( agressor) ataca a vítima estando presente em frente da mesma, e é mais comum entre agressores masculinos. Exemplos: ataque físico contra vítima, ameaça ou intimidação à vítima, perseguir a vítima no caminho para casa.
  3. 3. BULLYING DIRETO
  4. 4. FORMAS Bullying Indireto: É caracterizado por forçar a vítima ao isolamento, tortura psicológica, e exclusão social. Este isolamento é obtido através de uma grande variedade de técnicas. Exemplo: espalhar fofocas, recusa-se em socializar com a vítima, intimida outras pessoas que desejam socializar com a vítima, crítica o modo de vestir e aspecto físico da vítima ( cor, religião,...)
  5. 5. BULLYING INDIRETO
  6. 6. O QUE É CYBERBULLYING ?  É um tipo de violência contra uma pessoa praticada através da internet ou de outras tecnologias relacionadas. Praticar cyberbullying significa usar o espaço virtual para intimidar hostilizar uma pessoa como ( colega de escola , professores, ou mesmo pessoas desconhecidas), difamando, insultando, ou atacando covardemente. O cyberbullying é uma continuação do bullying mediante ao uso dos meios de tecnologias e de comunicação.
  7. 7. BULLYING E SEUS FIGURANTES  Agressor (líder, bullie) – Quem comanda o grupo;  Seguidores – Que reforçam o bullying e estimulam o comportamento do agressor;  Testemunhas (Espectadores) – Que apenas observam o bullying;  Defensores – Aqueles que ajudam as vítimas;  Vítimas – São objetos das agressões;  Bullying - victims (agressores - vítimas) – São aqueles que atuam tanto como vítimas e como agressores;
  8. 8. BULLYING E SUAS CONSEQUÊNCIAS  Baixa da auto- estima;  Medo;  Angústia;  Pesadelo;  Ansiedade, dificuldades de relacionamento interpessoal;  Dificuldade de concentração;  Diminuição do rendimento escolar;  Choro;  Ataques de pânico sem motivo;  Auto mutilação;  Depressão;  Stress;  Insônia;  Suicídio;
  9. 9. O BULLYING É UM FENÔMENO RECENTE ? Não. Ele sempre existiu. No entanto, o primeiro a relacionar a palavra a um fenômeno foi Dan Olweus ,professor da Universidade da Noruega, no fim da década de 1970. Ao estudar as tendências suicidas entre adolescentes, o pesquisador descobriu que a maioria desses jovens tinha sofrido algum tipo de ameaça e que, portanto, o bullying era um mal a combater.
  10. 10. BULLYING É CRIME ? Bullying não deve ser considerado como crime, dizem especialistas. A proposta do novo Código Penal de tipificar como crime a prática de bullying recebeu críticas da área da criança e do adolescente. “isso é criminalizar a adolescência”, diz a assessora de Políticas Públicas da Fundação Abrinq, Katerina Volcov. As organizações defendem que a proposta seja retirada do texto do novo Código Penal. “ o bullying tem que ser tratado de forma pedagógica, dentro do espaço escolar”. De acordo com a Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (pense), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 21% dos casos de bullying ocorrem nas salas de aula, mesmo com os professores presentes. Classificado como “intimidação vexatória” pela proposta do novo Código Penal, o bullying- ato de agredir fisicamente ou verbalmente algum menor de idade , de forma intencional e continuada – poderá ser considerado infração se for praticado por adolescentes. O autor da prática, de acordo com o Estatuto da Criança e Adolescente, receberá medidas socioeducativas, como prestação de serviços , acompanhamento e internações e poderá resultar em quatro anos de prisão quando o autor for maior de idade.
  11. 11. CONTRIBUIÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL NO COMBATE AO BULLYING O Assistente social é capaz de contribuir para o entendimento da essência desse fenômeno e de traçar estratégias de intervenção visando ao cumprimento dos direitos das crianças e adolescentes previstos no Estatuto da Criança e adolescente ECA (BRASIL, 1999). Por meio desse tipo de intervenção ele pode contribuir, de modo mais amplo, para uma transformação na sociedade.
  12. 12. INTEGRAGRANTES DO GRUPO Lucilieida Missilinha Mônica Rosângela Samia Sílvia Thays

×